Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Olá, pessoas! Tudo bem com vocês? 

Então, gente, eu queria saber mais sobre os preços das passagens de trem na Europa. Sempre vejo comentários falando que vale a pena, por ser rápido e pelo custo benefício. Eu sempre procuro em sites, mas são post antigos, e não sei se aquela informação está correta. Então, como eu acredito que vocês são bem atualizados, prefiro perguntar pra vocês. Qual é a média de preços? Lembrando estou em dúvida para valor individual. Obrigado, meu povão! Um forte abraço! 

Obs: Se alguém puder dar algumas dicas, eu também vou ficar bem feliz.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Passagem de trem é igual a passagem de avião, ou seja, possui preço dinâmico e que varia conforme a proximidade da data da viagem e da quantidade de pessoas comprando passagens para aquele horário.

Ou seja, de forma resumida, quanto mais perto da data da viagem, mais caras as passagens, num determinado trecho elas podem começar custando 20 euros se você comprar com antecedência de 90 dias, mas se deixar para comprar na véspera ou no dia da viagem, a mesma passagem pode custar 80 ou 100 Euros.

O preço também varia de acordo com a distância que você for viajar, por exemplo, uma passagem de Paris a Bruxelas custa a partir de 30 euros, mas uma passagem de Paris a Amsterdam, começa a partir de 40 Euros... 

A maioria dos trens também tem assentos divididos em 1ª e 2ª classe, os da 1ª classe são mais espaçosos, confortáveis e vem com vários mimos e atendimento personalizado, mas custam quase o dobro dos da 2ª classe, que também são bons.

Os preços também variam de um país para o outro, os trens na Suíça, Espanha e Inglaterra costumam ser significativamente mais caros que os trens Italianos, Alemães e Franceses para trechos com distâncias semelhantes.

Ou seja, o preço depende de vários fatores, mas se você comprar uns 90 dias antecipado, você consegue alguns trechos por 20 ou 30 euros, e dificilmente pagar mais que 40 ou 50 euros, mas se deixar para comprar em cima da hora, irá lhe custar mais de 100 euros por trecho.

Agora você pode falar, mas eu vi na Ryanair uma passagem aérea por 10 euros, bem mais barata que o trem.

Mas você tem que lembrar que os aeroportos ficam longe da cidade, em muitas cidades você gasta 10 ou 20 Euros de metrô ou ônibus só para chegar no aeroporto, ou seja, se for contar a ida e a volta ao aeroporto, dependendo das cidades envolvidas, você pode gastar 20 ou 30 euros só para sair e chegar do aeroporto, fora o preço das passagens de avião e o preço da bagagem, pois nas low-cost atualmente nem bagagem de mão é gratuita.

Isto sem falar que por o aeroporto ser longe, você gasta 1h para chegar no aeroporto, tem que estar lá no aeroporto 2h antes do horário para passar pelos procedimentos de segurança, leva 1h para chegar no centro na cidade de destino, e ai somando mais 1 ou 2 horas de voo propriamente dito, você perder 5 ou 6 horas indo de avião, sendo que o trem levaria 3h ou 4h e você pega ele no centro da cidade, e ele lhe deixa no centro da cidade.

Mas apesar destas vantagens todas, nem sempre o trem é a melhor opção!

Se por exemplo você estiver comprando em cima da hora as passagens de trem costumam ser bem caras, e as vezes você pode achar uma promoção de passagem aérea de última hora barata, onde mesmo incluindo o custo de ir e voltar ao aeroporto e da bagagem, acabe sendo mais barato que o trem.

E principalmente trem não é a melhor opção para viagens longas e demoradas, nestes casos a passagem de avião será mais barata.

Tem uma regrinha prática que se usa, se a viagem de trem levar mais que 5h, não vale a pena, será mais barato e rápido ir de avião.

Então resumindo toda a história, trem é barato para distâncias curtas e médias, e quando comprado antecipadamente, mas pode ser bem caro se comprar em cima da hora e para longas distâncias.

Então um viajante racional e que queira ter o melhor custo benefício, nunca deve se focar num único meio de transporte, ele deve avaliar a melhor opção em cada trecho individual, pois vai ter trechos onde é melhor ir de avião, outros onde trem é a melhor opção, alguns onde ônibus é a melhor opção, e finalmente vai ter trechos onde alugar um carro é a única opção viável.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Boa noite, @BRviagens 

Em 23/04/2020 em 16:41, poiuy disse:

Passagem de trem é igual a passagem de avião, ou seja, possui preço dinâmico e que varia conforme a proximidade da data da viagem e da quantidade de pessoas comprando passagens para aquele horário.

Nem sempre. Há redes com preços fixos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Na Europa, preço fixo, somente nos trens regionais para a cidade vizinha ou no máximo alguma outra cidade da região, são trens lentos e paradores, que param a cada 10 minutos.

Por exemplo para ir para Pisa a partir de Florença, são 80 Km com 7 paradas, ou de Bruxelas para Brugge, ai sim você usa um trem regional com preço fixo, mas se for para um local um pouco mais distante, como por exemplo de Florença para Milão, Roma ou Veneza, ou de Bruxelas para Amsterdam ou Paris, até dá para ir de trem regional com preço fixo, mas a viagem demora horrores, geralmente faz um desvio grande na rota, e tem dezenas de paradas pelo caminho, e acaba sendo mais cara que uma passagem num trem de alta-velocidade direto que tem reço variável.

Fora estes trens regionais para cidades próximas, acho que dá para contar nos dedos de uma mão as rotas com preço fixo, e é capaz de ainda sobrar dedos, geralmente são empresas bem pequenas, operando rotas completamente fora do circuito turístico, ou seja, locais onde um turista dificilmente vai acabar passando, e onde ir de ônibus seria mais rápido e prático.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Lordy Apophis
      Olá pessoal 
      Sou leigo e preciso da ajuda de vocês. Preciso de uma barraca até R$ 450, no maximo 500 R$ que aguente possiveis chuvas e ventos de praia. 
      Uso: pretendo usar para acampar na praia com a namorada  só para passar o dia e a noite 
      Olhem essas barracas qual delas vocês me indicam? 
      Venus Ultra 4 pessoas, Coluna de água 2500mm, R$ 464, 24, na Loja Americana frete incluso. 
      Arpenaz 3 pessoas Fresh e Black, Quechua, Coluna de água 2000 mm, R$ 429 + 58, 59 frete 
      Amazon 4 pessoas, Coluna de água 1200 mm, R$ 300 + 11 frete 
      Falcon 4 pessoas, Coluna de água 1000mm 
      Considerando a minha finalidade e custo beneficio, qual vocês me indicam?
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Você está planejando viajar para a Escandinávia? Acha que é uma região muito cara e está se perguntando como de economizar na sua viagem pela Escandinávia?
      Se sim, continue lendo pois vou explicar como você pode economizar com transporte durante à sua viagem pelos países Nórdicos, uma das regiões mais desenvolvidas do mundo!! 
       
      Copenhague
      A Escandinávia é uma região do mundo que é um verdadeiro sonho para quem gosta de viajar. Um conjunto de paisagens deslumbrantes, cidades encantadoras, um modelo de sociedade invejável e uma cultura simplesmente maravilhosa que faz com que qualquer um que passe qualquer tempo lá se apaixone.

      Continue lendo: Como Economizar na Escandinávia: Tudo sobre Scandinavia Pass (Noruega, Suécia, Dinamarca, e Finlândia)
    • Por Tayná Venturini
      Boa tarde Pessoal!
      Estou indo para Boa vista, mas queria passar uns 5 dias em Manaus, alguém já conseguiu fazer Stopover com as companhias aqui do Brasil?
      Minha ideia era sair de SP, ficar uns 3 dias em manaus, ir para Boa vista, passar 10 dias, na volta passar mais uns 5 dias em manaus e ai vir para SP, 
      Tayná,
    • Por nnaomi
      O texto na cor preta se refere ao primeiro relato de 2007 e o texto na cor verde, às informações atualizadas e/ou ao novo relato de 2018.
      Período: 11 a 24/07/2007, 01 a 03/12/2018 e 21 a 23/12/2018
      Cidades: Curitiba, São José dos Pinhais, Colombo, Araucária, Campo Largo, Lapa, Rio Negro, Tunas do Paraná
      A região turística Rotas do Pinhão abrange Curitiba e Região Metropolitana. A capital é um modelo de urbanismo aliado à natureza e encanta pelo turismo cultural, histórico e gastronômico oriundos de várias etnias. Outro destaque são os eventos do Natal de Curitiba que estão crescendo ano a ano. Além disso, o turismo de negócios e eventos, movimenta a cidade com feiras, congressos e convenções em diversos setores. Em contrapartida, outras cidades dessa região contemplam o turismo rural e o ecoturismo.
      Curitiba é a cidade conhecida como capital modelo, famosa pela quantidade de área verde e pelo sistema de transporte eficiente e barato. A área verde está distribuída em vários parques bem-cuidados, bonitos e com entrada gratuita. O sistema de transporte possibilita que uma pessoa atravesse a cidade toda ou mesmo vá para outra cidade, pegando vários ônibus e pagando uma única passagem. Apesar de ser uma cidade grande, é relativamente tranquila para andar nas ruas, seja a pé ou de ônibus, em termos de segurança. Nos horários de pico há um pouco de congestionamento nas ruas e os ônibus ficam lotados, devido ao fato da cidade ter crescido muito nos últimos anos. Isso também trouxe outros problemas, como desemprego e os curitibanos dizem que a cidade já foi muito melhor, mas na opinião particular de uma paulista, Curitiba parece uma cidade muito boa para se morar. E os paranaenses são atenciosos e muito educados.
      Tem muita opção de hospedagem, alimentação e atrações turísticas. Em Curitiba, considero imperdível passar no Jardim Botânico, Ópera de Arame, Parque Tanguá, Universidade Livre do Meio Ambiente, Largo da Ordem e Memorial Ucraniano. Muito interessantes são o Shopping Estação, Museu Oscar Niemeyer, Bosque Alemão, Bosque do Papa, Bairro Sta Felicidade, Zoológico, Museu Egípcio, Torre Panorâmica, Praça do Japão... É muito fácil e barato se locomover na cidade. Também tem acesso fácil às cidades vizinhas. Gostei muito do Caminho do Vinho em São José dos Pinhais, do Caminho do Guajuvira em Araucária, da cidade histórica de Lapa, do Mosteiro em Rio Negro e das grutas/cavernas de Colombo e Tunas do Paraná.
      Confira abaixo as dicas e o relato de viagem. Fiquei hospedada em Curitiba, de onde parti para conhecer as outras cidades. Na segunda vez, a capital foi o ponto de chegada e de partida da viagem para o litoral, quando aproveitei para visitar mais alguns locais da cidade e curtir alguns eventos do Natal de Curitiba.
      Obs.: "Outras opções" referem-se às indicações que recebi de colegas, mas que não experimentei por não ter tido tempo ou por ter tomado conhecimento delas tarde demais. ATENÇÃO: não possuo nenhum vínculo com pousada, hotel, restaurante, agência, loja e qualquer outro tipo de estabelecimento divulgado nos meus relatos de viagem. Alguns dos pontos turísticos, bem como alguns estabelecimentos, não foram visitados por mim e as informações foram pesquisadas em guias. Portanto, recomendo que antes de utilizar qualquer serviço, verifique com a secretaria de turismo da cidade, se os dados são atualizados e/ou verossímeis.
      Como eu gosto muito de escrever, o que era para ser um relato acaba virando um “guia”. Entretanto como a maioria ou não tem tempo ou não tem paciência para tanto, vou colocar um índice aqui e assim cada um vai direto a parte que lhe interessa
      Índice
      A cidade
      Como chegar
      Quando ir
      Onde ir em Curitiba: Linha Turismo
      Onde ir em Curitiba: Outros museus, parques e bosques
      Onde ir em São José dos Pinhais
      Onde ir em Colombo
      Onde ir em Araucária
      Onde ir em Campo Largo
      Onde ir em Lapa
      Onde ir em Rio Negro
      Onde ir em Tunas do Paraná
      Onde ficar
      Onde comer
      Dicas (Contatos úteis, Postos de Informações Turísticas, Links úteis, Receptivos Turísticos e Dicas)
      Relato de viagem
      ****************************************
      Nanci Naomi
      http://nancinaomi.000webhostapp.com/
      Trilhas:
      Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté
      Relatos:
      15 dias em SC: - fev/2018 - Parte 1: Vale Europeu | Parte 2: Penha
      Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas
      3 dias em Monte Verde - dez/2014
      21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro
      11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
      21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi
      21 dias em SC - jul/2012 - Parte 1: Floripa | Parte 2: Garopaba | Parte 3: Urubici | Parte 4: Balneário Camboriú
      8 dias em Foz do Iguaçu e vizinhanças - fev/2012 - Parte 1: Foz do Iguaçu | Parte 2: Puerto Iguazu | Parte 3: Ciudad del Est
      25 dias desbravando Maranhão e Piauí - jul/2011 - Parte 1: São Luis | Parte 2: Lençóis Maranhenses | Parte 3: Delta do Parnaíba | Parte 4: Sete Cidades | Parte 5: Serra da Capivara | Parte 6: Teresina
      Um final de semana prolongado em Caldas e Poços de Caldas - jul/2010
      Itatiaia - Um fds em Penedo e parte baixa do PNI - nov/2009
      Um fds prolongado em Trindade e Praia do Sono - out/2009
      19 dias no Ceará e Rio Grande do Norte - jan/2009 - Parte 1: Introdução | Parte 2: Fortaleza | Parte 3: Jericoacoara | Parte 4: Canoa Quebrada | Parte 5: Natal
      10 dias nas trilhas de Ilha Grande e passeios em Angra dos Reis - jul/2008
      De molho em Caldas Novas - jan-2008 | Curtindo a tranquilidade mineira de Araxá – jan/2008
      Mochilão solo: Curitiba e cidades vizinhas - jul/2007
      Algumas Cidades Históricas de MG - jan/2007 - Parte 1: Ouro Preto | Parte 2: Tiradentes
      9 dias nas Serras Gaúchas - set/2005 - Parte 1: Gramado | Parte 2: Canela | Parte 3: Nova Petrópolis | Parte 4: Cambará do Sul
    • Por nnaomi
      Morretes DDD (41)
      Período:  03 a 10/12/2018 Cidades:  Morretes, Antonina, Paranaguá e Quatro Barras* A região turística Litoral do Paraná engloba as cidades de Morretes, Antonina, Guaraqueçaba, Paranaguá, Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. São cerca de 100 km de litoral, destacando-se a Ilha do Mel e o Parque Nacional do Superagui. Nas praias, ilhas e baías, podem ser avistados golfinhos e muitas aves. Além dos encantos do mar, há cachoeiras na maior área contínua brasileira de Mata Atlântica. Somando-se às belezas naturais, destacam-se as cidades históricas como Guaraqueçaba, Morretes, Antonina e Paranaguá e os caminhos históricos das ligações entre o litoral e o planalto como o Caminho do Itupava, a Estrada da Graciosa e a Estrada de Ferro Paranaguá-Curitiba. Suas riquezas também estão na cultura caiçara das canoas de bordadura, do fandango e na culinária típica do barreado e da banana servida na forma de bala, cachaça e chips.
      Confira abaixo as dicas e o relato de viagem. Fiquei hospedada no centro de Morretes, de onde parti para conhecer Antonina e Paranaguá. A infraestrutura turística é pequena, pois atende majoritariamente os turistas que só vem almoçar e passar parte da tarde na cidade, mas é suficiente para atender quem desejar pernoitar.
      * Quatro Barras, na verdade, faz parte de outra região turística, a Rotas do Pinhão.
      Obs.: ATENÇÃO: Não possuo nenhum vínculo com hotel, restaurante, agência, loja e qualquer outro tipo de estabelecimento divulgado nos meus relatos de viagem. Alguns dos pontos turísticos listados, bem como alguns estabelecimentos, não foram visitados por mim e as informações foram obtidas de guias ou funcionários de CITs ou são provenientes de pesquisa. Portanto, recomendo que antes de utilizar qualquer serviço, verifique com a secretaria de turismo da cidade e/ou outras fontes idôneas e confiáveis, como sites oficiais do governo ou órgãos de ensino/pesquisa, se os dados são atualizados e/ou verossímeis. Verifique também as datas dos relatos; algumas informações permanecem válidas com o passar dos anos, porém outras são efêmeras. Esse site não se propõe a ser um guia turístico, trata-se apenas de um relato de viagem e um apanhado de observações, experiências vivenciadas e opiniões de cunho pessoal que não têm a pretensão de ser uma verdade absoluta, pois retratam apenas uma faceta ínfima do diversificado e amplo universo histórico e cultural que um destino de viagem proporciona. Vá, experimente, vivencie e encontre a sua verdade.
      ****************************************
      Nanci Naomi
      http://nancinaomi.000webhostapp.com/
      Trilhas:
      Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté
      Relatos:
      23 dias no PR - dez/2018 - Parte 1: Natal de Curitiba | Parte 2: Morretes
      15 dias em SC - fev/2018 - Parte 1: Vale Europeu | Parte 2: Penha
      Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas
      3 dias em Monte Verde - dez/2014
      21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro
      11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
      21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi
      21 dias em SC - jul/2012 - Parte 1: Floripa | Parte 2: Garopaba | Parte 3: Urubici | Parte 4: Balneário Camboriú
      8 dias em Foz do Iguaçu e vizinhanças - fev/2012 - Parte 1: Foz do Iguaçu | Parte 2: Puerto Iguazu | Parte 3: Ciudad del Est
      25 dias desbravando Maranhão e Piauí - jul/2011 - Parte 1: São Luis | Parte 2: Lençóis Maranhenses | Parte 3: Delta do Parnaíba | Parte 4: Sete Cidades | Parte 5: Serra da Capivara | Parte 6: Teresina
      Um final de semana prolongado em Caldas e Poços de Caldas - jul/2010
      Itatiaia - Um fds em Penedo e parte baixa do PNI - nov/2009
      Um fds prolongado em Trindade e Praia do Sono - out/2009
      19 dias no Ceará e Rio Grande do Norte - jan/2009 - Parte 1: Introdução | Parte 2: Fortaleza | Parte 3: Jericoacoara | Parte 4: Canoa Quebrada | Parte 5: Natal
      10 dias nas trilhas de Ilha Grande e passeios em Angra dos Reis - jul/2008
      De molho em Caldas Novas - jan-2008 | Curtindo a tranquilidade mineira de Araxá – jan/2008
      Mochilão solo: Curitiba e cidades vizinhas - jul/2007
      Algumas Cidades Históricas de MG - jan/2007 - Parte 1: Ouro Preto | Parte 2: Tiradentes
      9 dias nas Serras Gaúchas - set/2005 - Parte 1: Gramado | Parte 2: Canela | Parte 3: Nova Petrópolis | Parte 4: Cambará do Sul
       
×
×
  • Criar Novo...