Ir para conteúdo

Conhecendo o México (8 cidades em 29 dias) - Relatos diários com GASTOS, DICAS, ALIMENTAÇÃO etc


Posts Recomendados

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/05/san-cris-abriu-o-tempo/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

04/01, trigésimo-sétimo dia de viagem. Segundo dia em San Cristobal de las Casas.

Acordamos por volta das 9 da manhã, nos arrumamos e saímos em direção à padaria que passamos ontem na porta e nos pareceu ter bons produtos.

De fato: deliciosa padaria na Avenida Insurgentes.

Após, fomos até a Calle Honduras esquina com Calle 16 de Septiembre pegar uma van para San Juan Chamula.

Segundo um de nossos seguidores do instagram, não poderíamos passar por San Cristobal sem conhecer a igreja de Chamula, pois seria uma experiência inesquecível.

Pois, fomos! 18 pesos até lá (aproximadamente 0,90 dólares).

Em meia hora chegamos à praça principal, aonde fica localizada a igreja.

Pagamos 30 pesos para entrar na igreja.

Entramos!

Logo que entramos, o Helder tirou uma foto, a qual foi pedida por um dos guardiões da igreja que fosse apagada, caso contrário teria que pagar 3900 pesos!!!

Em seguida, Helder foi expulso da igreja.

Luan seguiu observando os rituais realizados pelo fiéis ali.

Passados alguns minutos, nos encontramos, demos uma volta pelo vilarejo e logo pegamos a van de volta.

Trata-se de uma imersão cultural! São descendentes dos Maias que habitam ali e até hoje seguem dogmas da cultura maia.

Tal imersão cultural deixou o Helder bem impressionado.

Ao voltarmos a San Cristobal, comemos tacos em um lugar que uma menina polonesa que conhecemos em Merida nos indicou: o lugar é de culinária vegana e às terças-feiras vendem tacos a 8 pesos (aprox 0,40 dolares). Chama-se Veganos La Taqueria.

Valeu demais essa dica. Tacos deliciosos e baratos!

Após, fomos caçar uma jaqueta para comprarmos. Mas, após muito procurar, decidimos que será melhor comprarmos mais para frente, ou talvez nos EUA. Pois, jaquetas realmente grossas que poderão nos ajudar no frio negativo dos EUA serão difíceis de serem encontradas aqui.

Jaquetas para o frio daqui (de 5 a 15 graus) há de montes! E baratas! E bonitas!

Fica a dica!

Após, voltamos ao hostel.

Luan não estava se sentindo muito bem. Deitou e dormiu um pouco.

Helder foi comprar um doce no famoso Mercado de Dulces e Artesanias, voltou, tomou um banho e deu uma aula!

img_2725.jpg?w=768

Mais tarde, pelas 9 da noite, saímos para ver a noite da cidade!

Bem gostosa e badalada!

Passamos em um bar de tapas presente na Rua Real de Guadalupe (a principal da cidade em termos de bares e restaurantes).

img_2728.jpg?w=768

Tomamos taças de vinhos (a partir de 25 pesos – com direito a uma tapa de cortesia, cada taça). Delicioso o ambiente.

Após, demos mais uma volta pelo centro.

Ontem, como estava chovendo muito, não havia muita gente pelas ruas.

Hoje, em contra partida, havia MUITA gente bebendo e comendo! Clima muito bom!!!

Umas 23:30 voltamos ao hostel e logo dormimos.

Gastos/pessoa: 212 pesos + 105 (hospedagem) = 317 pesos mexicanos (16,25 dólares // 94 reais)

 

Editado por Helder Andrade
  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/06/grutas-de-rancho-nuevo/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

05/01, trigésimo-oitavo dia de viagem. Terceiro dia em San Cristobal de las Casas

Acordamos por volta das 9 da manhã, fomos à padaria comprar algo para o café da manhã e fomos nos encontrar com um dinamarquês que fizemos amizade no hostel de Mérida.

O plano dele era ir às Grutas de Rancho Nuevo e nos convidou! Aceitamos!

Pegamos um colectivo numa rua próxima ao mercado central, pagamos 25 pesos e fomos. 20 minutos de estrada e chegamos à entrada do parque. Lá pagamos 10 pesos para entrar.

Então, fomos à Gruta de Rancho Nuevo: mais 20 pesos.

img_2773.jpg?w=768

Bem legal a caverna! Gostamos bastante.

Andamos 750 metros e então vimos uma placa: para prosseguir para a segunda parte da gruta, paga-se 35 pesos.

img_2771.jpg?w=768

Decidimos seguir, pois todos que saíam de lá diziam que valia a pena.

E valeu mesmo!

Essa segunda parte é feita com a companhia de um guia e há somente luz da lanterna que eles nos disponibilizaram.

São 250 metros de caverna que o guia nos explicou bastante coisa, como a formação das rochas e sobre ali ser um abrigo/esconderijo dos Maias 1000 anos atrás.

Após, fomos caminhar mais pelo parque! Bem gostoso esse lugar!

Há tirolesa, escorregador, passeios a cavalo etc. Claro, tudo pago a parte.

Não fizemos nenhum dessas opções, mas, mais tarde, o Luan empolgou de ir numa segunda caverna, por mais 20 pesos.

Gostou bastante!

Enquanto isso, o Helder ficou conversando com o dinamarquês sobre coisas da vida! E comeu um elote.

img_2786.jpg?w=768

Após, fomos todos embora.

Pegamos um colectivo que estava passando na rodovia no exato momento em que estávamos saindo! Sorte!

Foram 20 pesos.

Ao chegarmos na cidade, fomos a um supermercado. Compramos coisas para nosso almoço!

Chegamos no hostel e cozinhamos.

Em seguida, Helder deu uma aula a uma de suas alunas e Luan ficou editando vídeos para o YouTube.

Mais tarde, Luan saiu com o dinamarquês para o mesmo bar de tapas que fomos ontem!

Muito bom!

Helder preferiu ficar no hostel.

Luan voltou por volta das 23:30 e logo fomos dormir!

Gastos/pessoa: 187 pesos + hospedagem (105 pesos) = 292 pesos mexicanos (aproximadamente 15 dólares // 86 reais)

 
 
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/07/dois-free-walking-tours-no-mesmo-dia/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

06/01, trigésimo-novo dia de viagem. Quarto dia em San Cristobal de las Casas

Acordamos por volta das 9h, arrumamos nossas coisas parcialmente e, então, fomos a um Free Walking Tour, o qual começaria às 10h.

Bom, Free Walking Tour trata-se de um passeio gratuito ao redor dos principais pontos de interesse das cidades, normalmente guiados por uma pessoa que fale mais de um idioma e que conheça bem a cidade.

Em San Cristobal há dois horários: às 10h e às 17h e ambos partem da Praça Principal.

Chegamos à praça pontualmente às 10h e já havia MUITA gente! Grupo bem numeroso, cheio de gente do mundo inteiro. Cerca de 40 pessoas.

img_2800.jpg?w=768

O guia explicou bastante sobre a história da cidade e nos levou a alguns centros culturais importantes da cidade.

img_2798.jpg?w=1024

Muito enriquecedor.

Após, com mais de 1:30 de tour, quando o guia nos levou ao Mercado de Dulces e Artesanias, decidimos voltar ao hostel para arrumar nossas coisas e realizar o checkout, com a promessa de que fariamos novamente o Free Walking Tour às 17h.

Fomos pro hostel, arrumamos nossas coisas e fomos gravar nosso vídeo da cidade! Mostramos bastante coisa e contamos bastante coisa que aprendemos nesses dias aqui!

Fomos até o Mercado Municipal – ENORME!!! E vende-se de tudo!

Após, fomos procurar algo para almoçar.

Decidimos comer uma pizza!

Pizza vegetariana grande e deliciosa por apenas 125 pesos (aproximadamente 6,50 dólares).

img_2813.jpg?w=768

Após, continuamos andando pelo centro até dar o horário das 17h, quando se iniciou outro tour!

Esse segundo tour foi com outro guia, o qual fez outra abordagem: focou mais nos costumes e hábitos da civilização que habita o estado de Chiapas – civilizações pré-colombianas – e mostrou bastante coisa interessante da cidade.

Conhecemos um rapaz de Brasília, que está morando em Paris e estava acompanhado de sua namorada francesa. Super simpáticos!

Ao final, ele nos levou a dois levou a dois lugares para, primeiro, fazermos degustação de café e, no segundo, para a degustação de bebidas alcoólicas típicas da região, inclusive, uma delas, à base de cacau, o qual é considerado o melhor cacau do México!

img_2855.jpg?w=768

Recomendamos DEMAIS os dois free walking tours!

Em seguida, passamos numa padaria para comprarmos algo para comermos na viagem da noite e, após, fomos em direção ao hostel pegar nossas malas.

No caminho ao hostel, vimos uma moça americana que fizemos amizade no hostel de Merida! Ele foi falar com a gente no meio da rua! Uma fofa!!!!

Fomos ao hostel, pegamos nossas coisas e fomos à rodoviária!

Às 21:20 partiu nosso ônibus em direção a Oaxaca!

Agora estamos no ônibus. É da empresa OCC, a maior empresa do Mexico. Foi cara essa passagem: 914 pesos (aproximadamente 47 dólares // 270 reais). Passagem de ônibus no México, de forma geral, é bem cara. Isso, infelizmente, torna a viagem mais cara.

Gastos/pessoa: 76,50 pesos mexicanos (aproximadamente 3,92 dólares // 22,50 reais).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Em 09/01/2022 em 07:44, D FABIANO disse:

Nunca vi essa empresa de ônibus, não é a maior não, pois no Norte do país não há. Se for a CDMX vai ver.

OCC pertence a ADO, que é uma das maiores companhias de ônibus do México.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/09/chegamos-em-oaxaca/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

07/01, quadragésimo dia de viagem. Primeiro dia em Oaxaca.

Viajamos a noite toda e chegamos em Oaxaca às 9:30 (horário programado).

São 2,5 km da rodoviária até o nosso hostel (no centro). Verificamos o valor do táxi: 70 pesos. NO WAY!!! Vamos à pé!

Fomos bem devagar, pois o Luan não estava se sentindo muito bem.

Chegamos em meia hora!

Já pudemos fazer o check-in! Maravilha!!!

Subimos ao quarto. Quarto excelente!!! Com varanda!!!!

aaf16d14-e1ef-445f-8cd2-e5b3f4ebf7d1.jpg

Amamos!

E a estrutura do hostel também é excelente.

Demos uma volta pelo centro, compramos um chá para o Luan e passamos no mercado centra (a duas ruas do hostel) para comprarmos algo para o almoço.

Compramos arroz, lentilha, abobrinha, brócolis, batatas e cebola!

img_2884.jpg

Cozinhamos (ficou uma delícia), lavamos a louça e fomos para o quarto descansar um pouco (afinal, foram 12h de viagem de San Cristobal até aqui).

img_2886.jpg?w=1024 img_2888.jpg

Acordamos umas 18h.

Umas 19h fomos explorar um pouco da cidade à noite.

Que centro lindo!!!!

Gostamos muito!!

img_2904.jpg?w=768

Após, voltamos ao hostel, tomamos banho e logo fomos dormir.

Gastos/pessoa: 82 pesos + hospedagem (196 pesos) = 278 pesos mexicanos (aproximadamente 14,25 dolares // 81,83 reais).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/09/1017/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

08/01, quadragésimo-primeiro dia de viagem. Primeiro dia em Oaxaca.

Acordamos por volta das 9, lavamos umas roupas no tanque do hostel (um dos poucos com essa estrutura), comemos uns pães que estavam ainda em nossas mochilas e fomos explorar o centro!

Que centro lindo!

Muito bonito mesmo. Muitas igrejas incríveis!

img_2961.jpg?w=1024

Enquanto estávamos andando, fomos observando se havia algum restaurante de nosso interesse. Acabou que não vimos nenhuma opção boa, isto é, barata kkk Todos os restaurantes que vimos eram caros (ou acima do nosso orçamento).

Então, lembramos que ontem à noite passamos na frente de um restaurante-bar que parecia barato (frequentado majoritariamente por nativos da cidade). Fomos lá!

Isso mesmo: restaurante com valores bons! Comemos tlayudas (tacos grandes muito tradicionais aqui em Oaxaca) com recheio de quesillo (tipo de queijo também muito tradicional aqui em Oaxaca). Muito gostoso!!!! Cada tlayuda foi 69 pesos (aprox 3,50 dólares).

img_2994.jpg?w=768

Após, fomos ao Mercado Municipal, que visitamos ontem. Hoje exploramos mais! Que mercado ótimo!!! Vende de TUDO!!! Absolutamente tudo! E é super organizado e limpo – oposto do que vimos em outras cidades.

Luan tomou um suco tradicional daqui que não sabe o nome kkkk (foto) e Helder comprou um chocolate por 50 pesos (o chocolate de Oaxaca é considerado o melhor do México).

img_2997.jpg?w=768

Também compramos bolachas de tejate (um produto muito consumido nessa região de origem maya – para fazer suco, bolo etc). Muito gostoso.

img_3003.jpg?w=768

Decidimos, então, ir em direção ao Free Walking Tour que reservamos de manhã (devido à pandemia, está sendo necessário reservar). Site: http://www.freetour.com

Tour iniciado atrás da igreja de Santo Domingo às 16h. Foi MUITO bom! O guia nos mostrou muita coisa legal ali no centro, nos explicou muita coisa bacana e nos levou a lugares que provavelmente não visitariamos sem ele, como um bairro fora do centro, aonde encontram-se vários murais de grafiti e ruas toda enfeitadas. Bairro chamado Jalatlaco).

img_3028.jpg?w=1024 img_3034.jpg?w=768

No tour havia nós e mais 3 grupos: 1 grupo de americanos, um casal do sul da Alemanha e outro casal do norte da Alemanha.

Ao final, fizemos amizade com os alemães e fomos com eles a um restaurante. Mas… era muito caro!!! Então falamos que iriamos a um bar tomar umas e os convidamos para se juntarem a nós após o jantar deles.

Fomos a um lugar, indicado pelo guia, chamado La Mezcaleria, aonde, obviamente, o foco são Mezcales (bebida tradicional do México). Mas os preços das doses eram altos, então Helder acabou pedindo um drink, que continha vinho branco e mezcal por 65 pesos. Luan pediu uma cerveja feita da planta que se faz mezcal e tequila (planta chamada agave) por 80 pesos.

img_3056.jpg?w=1024

Para comer pedimos algo também BEM tradicional de Oaxaca: Mamelas, por 45 pesos (vem duas). Muito gostoso.

img_3054.jpg?w=768

Umas 20:30 fomos embora. A temperatura estava caindo e estávamos de bermuda kkk De tarde fez muito calor na cidade. Mas agora à noite a temperatura caiu.

Passamos num mercado, compramos algo para comermos antes de dormirmos e voltamos ao hostel por volta das 21:15.

Desde então estamos aqui.

Logo iremos dormir.

Gastos/pessoa: 259 pesos + hospedagem (196 pesos) = 455 pesos (aproximadamente 23,50 dólares // 134 reais).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/01/10/oaxaca-ja-e-a-nossa-cidade-preferida/

Nosso insta cheio de dicas e stories: @brotherspmundoo (amigos há mais de 15 anos, decidimos sair para rodar o mundo).

09/01, quadragésimo-primeiro dia de viagem. Terceiro dia em Oaxaca.

Acordamos por volta das 9h e fomos em direção ao mercado comprar algo para comermos e, depois, à procura de um colectivo, que nos levaria às Ruínas do Monte Alban.

Encontramos passagem ida e volta por 90 pesos, saindo às 11 e voltando às 15:30.

Luan comprou. Helder já está meio cansado de ver ruínas kkk então preferiu ficar e conhecer mais dessa incrível cidade.

img_3097.jpg?w=768

Helder, então, voltou ao hostel, lavou umas roupas e logo saiu para almoçar. No caminho, comprou uma garrafinha de Mezcal em uma loja em que a vendedora o instruiu bastante sobre a bebida: assim como vinho, que são fabricados de diferentes tipos de uvas, o Mezcal é sempre proveniente de Agave, mas também existem diferentes tipos/espécies.

Acabou comprando um Mezcal proveniente da Agave Espadín, muito cultivado na região de Oaxaca. Pagou 70 pesos (cerca de 20 reais).

img_3160.jpg?w=768

Após, foi almoçar em um pátio que o guia do Free Walking Tour nos levou ontem e onde havia muitos restaurantes tradicionais com comida vegana e vegetariana.

Por lá, comeu um tamal vegano (feito a partir de abóbora) e um taco vegetariano.

Entretanto, achou o valor dos pratos meio altos com porções pequenas, então foi explorar mais da região para encontrar um lugar com preços melhores.

img_3081.jpg?w=1024

Acabou indo a um mercado que depois descobriu se tratar de um local super tradicional: Mercado de La Merced.

img_3093.jpg?w=1024

Comeu um delicioso sanduíche de champignon e tomou um suco de mamão.

Trilha sonora: RBD! Hahaha a garçonete, após ver a reação do Helder ouvindo e cantando a primeira música que colocou do RBD não tirou mais! Colocou mais de 4 músicas deles kkk

Após, deu mais uma volta pelo centro, foi até a Basílica de Nuestra Señora de la Soledad – INCRIVEL LUGAR – comeu um doce típico e voltou ao hostel para encontrar o Luan (ja eram umas 16h e Luan chegou uns 10 minutos depois).

img_3111.jpg?w=768

Sobre a visita que Luan fez ao Monte Alban, o berço da civilização Zapoteca:

Localizado a 10km do centro da cidade de Oaxaca, é um dos principais pontos turísticos da cidade. Trata-se de uma zona arqueológica de uma cidade do povo pré-hispânico Zapoteca, descoberta recentemente, em 1931, e aberta para visitação ao público 365 dias do ano.

Para chegar ao monte pegou um ônibus turístico que tem o valor de 90 pesos ida e volta, eles saem de hora em hora tanto para ir quanto para retornar, é possível saber os pontos de venda e de partida do ônibus no Centro de Informações Turísticas no Zocalo da cidade, em frente a Catedral de Oaxaca, lá eles indicarão o ponto mais próximo de onde você está hospedado.

img_3607.jpg?w=768

A viagem em um micro-ônibus não leva mais de 20 minutos e ao chegar é bem fácil achar a entrada do parque. O ingresso custou 85 pesos e é só apresentar para o segurança que fica nas catracas e pronto, uma cidade antiga inteira para explorar!!

O passeio fica mais interessante com guias, mas não é possível contratar no local, tem que sair da cidade em um tour guiado para um passeio assim. De qualquer forma, há várias placas no chão em frente aos prédios e ruínas principais explicando sobre o local e com curiosidades sobre essa antiga e importante civilização mesoamericana.

img_3632.jpg?w=1024

Levem água, protetor solar e algumas frutas e/ou snaks, não há como comprar bebidas ou alimentos dentro do parque, somente na parte de fora, em contrapartida há vários banheiros la dentro.

img_3194.jpg?w=828

Apesar de ser uma área aberta, há dezenas de bancos embaixo de árvores que tem uma ótima sombra, e a brisa silenciosa deixa uma atmosfera mágica no local!

Um passeio que pode levar de 2 a 5 horas, dependendo da sua disposição, interesse e companhia!

img_3197.jpg?w=828

Caso esteja por Oaxaca e goste de civilizações antigas, se prepare para se sentir dentro de um livro de história!

Muito legal!

Após os dois se encontrarem, fomos procurar algo pro Luan comer. Acabou comendo um dos famosos sanduíches de presunto (torta de jamon), o qual o Chaves sempre queria comer kkk

É grande e gostoso!!!!

Depois, Luan pediu um Sanduíche de Chicharron (parece torresmo).

Após, passamos rapidinho no hostel e fomos assistir ao por do sol. Convidamos para irem conosco uma israelense, um mexicano e um etíope – todos estavam hospedados em nosso hostel.

Fomos todos!

Após uns 20 minutos de caminhada e ladeiras, chegamos ao mirante mais famoso da cidade: Mirador del Cerro Fortin.

Valeu bastante a pena! Linda vista da cidade.

img_3119.jpg?w=1024

Assim que chegamos, deu uma leve garoa, mas logo passou.

img_3147.jpg?w=1024

Após o por do sol, voltamos ao hostel e por aqui ficamos até dormir.

Para tomarmos nosso Mezcal, compramos pães para comermos junto ao quesillo que compramos de manhã (tipo de queijo famoso em Oaxaca).

Colocamos um tempo no forninho elétrico do hostel e comemos!

Ficou uma delícia.

Pena que a garrafa de mezcal era pequena, então deu poucos shots para tomarmos, mas foi bom!

Dormimos cerca de meia-noite.

Gastos/pessoa: 192 pesos + hospedagem (196) = 388 pesos mexicanos (aproximadamente 19,90 dolares // 114 reais)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Silnei featured this tópico

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...