Ir para conteúdo

Conhecendo o México (8 cidades em 29 dias) - Relatos diários com GASTOS, DICAS, ALIMENTAÇÃO etc


Posts Recomendados

  • Membros

Eaí, pessoal! Meu melhor amigo e eu concluímos o trecho colombiano da viagem semana passada e agora estamos no México.

Estamos postando tudo em nosso blog (www.brotherspelomundo.wordpress.com) e em nosso Canal no YouTube.

Iniciamos nossa viagem pelo México por Cancun e iremos finalizar na Cidade do México.

Irei compartilhar aqui nossos posts diários com todas nossas dicas, impressões e valores.

Dessa forma, vocês conseguirão nos acompanhar em tempo real e poderão fazer perguntas que poderemos responder estando ainda no México.

Bora lá:

21/12, vigésimo-terceiro dia de viagem. Primeiro dia em Cancun.

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/22/chegamos-no-mexico/ 

Ficamos no aeroporto de Bogotá das 21h até o horário do nosso voo, às 6 da manhã.

img_1261.jpg?w=1024

2 horas mais tarde, chegamos ao Panamá para uma escala de 2 horas.

img_1262.jpg?w=1024

Aeroporto organizado e chamado de “hub das Americas”. E, de fato, há voos partindo de lá para todos os cantos das Americas.

img_1263.jpg?w=1024

Embarcamos para Cancun às 10h.

Voo tranquilo! No primeiro voo não foi servido nada – nem água – por se tratar de um voo de menos de 2h de duração.

Já nesse, a Copa Airlines ofereceu agua/suco/refrigerante junto a snacks (doce e salgado).

aea4c1d5-4f10-4681-8f03-1048c5b5e226.jpg

A aeromoça distribuiu formulários de imigração e de aduana a todos abordo. Necessário preenche-los antes do pouso (o formulário de imigração é o mesmo que já havíamos preenchido e impresso, então não precisamos preencher novamente).

0eaff60c-3a3c-40e2-aae5-b559e9abf0b7.jpg

Minutos antes do avião aterrissar, conseguimos ter uma incrível visão da praia de Cancun!

img_1266.jpg?w=768

Aterrissamos em Cancun 20 minutos antes do previsto (às 12:30), o que fez com que o aeroporto não tivesse funcionários disponíveis para atender ao voo.

Resultado: ficamos 40 minutos aguardando!

Quando o avião pôde finalmente taxiar já eram 13:15.

Ok. Fomos para a fila de imigração.

Muitos relatos na internet alertam para o quanto a imigração mexicana é exigente. Exatamente por isso levamos absolutamente TUDO que tinhamos impresso! Tudo! Passagens de saída do Mexico, comprovantes se hospedagem de todos os dias no país, comprovante de dinheiro para gastar etc.

Quando chegou nossa vez, a oficial nos pediu os comprovantes de hospedagem para todos nossos dias. Mostramos todos! Dissemos que vamos ficar 29 dias aqui e ela olhou um por um. Ela pediu o passaporte com o visto americano (!!!) e, ao ver o visto, liberou! Isso demonstrou para nós que, de fato, há uma pressão grande por parte dos Estados Unidos para o Mexico barrar qualquer suspeita de imigração ilegal ao seu país vizinho.

Beleza, liberados!

Fomos pegar nossas malas e, após, comprar passagem de ônibus do aeroporto ao centro de Cancun.

Pagamos 98 pesos para o centro! (Já tinhamos a moeda local, pois o Helder trocou em Bogotá alguns pesos).

img_1272.jpg?w=768

O ônibus partiria dali 25 minutos.

Foi o tempo de chegarmos à plataforma (do lado de fora do aeroporto) e aguardamos.

Em menos de meia hora chegamos ao centro de Cancun.

Fomos procurar nosso hotel!

Foi difícil encontrar, pois as ruas foram recentemente renumeradas, então muita coisa estava sem número ou com número errado.

Encontramos um austríaco sem conseguir encontrar seu hotel também.

Então Luan tirou sua mochila das costas e foi procurar nas ruas paralelas. Helder ficou aguardando.

5 minutos depois, Luan voltou dizendo “achei! É ali!”.

E fomos!

Excelente recepção no hotel.

Hotel muito bom mesmo.

Tomamos um banho e, então, fomos procurar algum lugar para almoçar.

Helder comeu uma omelete e Luan um prato que continha frango assado.

Na frente do restaurante estava escrito que o prato do Luan seria 50 pesos. O garçom cobrou 60. Mas não pagamos. Deixamos na mesa o valor de 50 mesmo. E fim de papo hehe

img_1275.jpg?w=768

Demos uma volta ao redor do hotel, mas não encontramos nada de muito interessante.

Helder não está se sentindo muito bem (sinusite atacou), então umas 19:30 foi dormir.

Luan dormiu às 21h.

Gasto: 158 pesos + hospedagem (200 pesos) = 358 pesos mexicanos (aprox. 18 dólares // 105 reais).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/23/cancun-nos-surpreendeu/

Cancun nos surpreendeu

22/12, vigésimo-quarto dia de viagem. Segundo dia em Cancun

Acordamos por volta das 9h – Helder dormiu mais de 12 horas seguidas kkk está com a sinusite atacada e, por conta da viagem de ontem, estava bem cansado.

Tomamos banho e fomos ao supermercado comprar frutas para comer de café da manhã e fomos em direção à Zona Hoteleira, aonde ficam as melhores praias de Cancun.

Pegamos um ônibus por 12 pesos mexicanos e em 20 minutos estávamos na Zona Hoteleira. Embora seja a poucos metros do mar, ali não dá para a praia, pois há um “paredão” de resorts na avenida inteira! Um colado no outro e um mais luxuoso que o outro.

Só fomos ver a praia ao chegar na praia aonde iriamos descer: a Praia Delfines, que é ali no meio dos resorts, mas em uma parte em que a prefeitura “reservou” para o público.

QUE LUGAR INCRÍVEL!

Água azul!!!!!!

img_1282.jpg?w=1024

Ficamos das 12h às 14:30. ali curtindo o mar! Realmente nota 10!

Então fomos andando em direção ao centro da Zona Hoteleira, pela areia.

Chegamos à Ponta da Praia às 16:30!!

Luan perdeu sua máscara cirúrgica, então tivemos que comprar outra! E fomos até um supermercado para pegarmos nosso dinheiro no Western Union.

Às 17h pegamos um ônibus de volta ao centro.

Em 20 min estávamos no centro de Cancun (aonde segue turístico, mas não trata-se do turismo de luxo da Zona Hoteleira).

Jantamos (Helder comeu quesadillas e Luan ficou num restaurante chinês) e fomos para o hotel!

Desde então estamos mexendo em nossos vídeos e redes sociais.

Gastos: 136 pesos mexicanos + 210 (hospedagem) = 346 pesos mexicanos (17,38 dolares // 99,93 reais)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/24/chegamos-a-playa-del-carmen/

Chegamos à Playa del Carmen

23/12, vigésimo-quinto dia de viagem. Primeiro dia em Playa del Carmen

Acordamos por volta das 9 da manhã. Tomamos banho (acabou a água no meio do banho do Helder – não sabemos se por falha do hotel, ou se costuma faltar água na cidade na alta temporada), arrumamos nossas coisas nas mochilas e às 11h fizemos o check-out.

Enviamos dinheiro para Western Union. Iriamos retirar no Oxxo (loja de conveniência presente em todo canto de Cancun), mas por ser uma quantia elevada, não permitiram. Fomos, então, a outros lugares. Uma loja de departamentos, onde não fizeram nosso pagamento por falta de sistema e, depois, uma loja de eletrodomésticos chamada Elektra, aonde a fila estava enorme, mas realizaram nosso pagamento. Ufa!

Passamos no mercado, compramos umas coisas para comer e fomos para a rodoviária.

Ônibus para Playa del Carmen parte de 30 em 30 minutos.

img_1413.jpg?w=768

Pegamos o ônibus das 13:40.

Dormimos um pouco no ônibus e às 15h chegamos na cidade!

Primeira impressão: que cidade legal!!!

A rodoviária fica bem no centro, na rua principal e nosso Hotel fica a 4 quarteirões.

img_1416.jpg?w=768

Maravilha!

Reservamos um hotel, pois já não havia hostel disponível quando buscamos (2 meses atrás).

Chegando ao hotel, fomos surpreendidos: mudou de dono e, com isso, as diárias estão o dobro do reservado no Booking. E agora? Demos uma rápida checada nos hoteis da região e, surpreendentemente, este ainda é o mais barato.

Fazer o que? Ficamos nesse… (Se chama Margo, hospedagem para duas pessoas em quarto duplo ficou em 900 pesos/noite, aprox 46 dólares).

Booking tem dado umas vaciladas com a gente. Iremos entrar em contato com eles em breve.

De toda forma, muito bom esse hotel! A 1 quarteirão da praia e possui piscina.

Check-in feito, fomos procurar algo para comer!

Antes, demos uma passadinha na praia! Que praia!!!

Andamos pela famosa Quinta Avenida – linda!! – mas com restaurantes bem caros. Então viramos numa rua onde parecia haver restaurantes mais em conta.

De fato! Encontramos um restaurante ótimo e barato.

img_1418.jpg?w=768

Almoçamos por volta das 16:30.

No caminho de volta para o hotel, vimos algo que nos interessou: Marquesitas. Helder comeu uma tradicional (salgada), mas as que mais fazem sucesso são doces.

img_1421.jpg?w=768 Marquesitas, que Helder comeu após o almoço

Voltamos para o hotel, tomamos um banho e, mais tarde, fomos conhecer a Quinta Avenida de fato.

Andamos nela de ponta a ponta!

Trata-se de uma rua aonde não podem passar carros, havendo em toda sua extensão muitos restaurantes, bares, baladas e hotéis!

Ficamos abismados com quanta coisa legal tem ali.

Não estávamos contando com uma brisa mais fria, que estava pairando na cidade essa noite, então demos uma passadinha no hotel para pegarmos uma blusa e logo já voltamos para a rua.

Vimos um bar bem interessante, chamado Bar Loco, aonde havia uma placa “Margarita por 20 pesos”. Fomos ver se era isso mesmo e era!!!

img_1487.jpg?w=768

Entramos!!!

Que lugar legal!

Havia gringos e nativos. Aproveitamos bastante, deu para beber bem, pois os valores são bons e a música estava ótima. Curtimos até a pista fechar, à 01:30.

Saímos em busca de algo para comer: NÃO TINHA NADA ABERTO!

Ficamos procurando por mais de meia hora e única coisa que encontramos foi um carrinho de ambulante vendendo lanches. Helder comeu um lanche por 40 pesos e Luan comprou um pacote de salgadinho por 20.

Voltamos ao hotel e foi esse nosso primeiro dia em Playa del Carmen.

Gastos: 223 pesos + hospedagem (450 para cada) + ônibus = 715 pesos mexicanos (36,29 dólares – 208 reais)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Véspera de Natal em Playa del Carmen

24/12, vigésimo-sexto dia de viagem. Segundo dia em Playa del Carmen.

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/25/vespera-de-natal-em-playa-del-carmen/

Acordamos às 11h. Passamos numa loja de conveniência próxima ao hotel (há várias no centro de Playa de Carmen) e fomos à praia.

Praia do centro, paralela à rua principal (Quinta Avenida). Estreita faixa de areia, nos posicionamos em frente a um hotel. Bom lugar.

Muitos gringos! Muitos mesmo!

Hoje estava ventando bastante e, talvez por isso, o mar estava um pouco sujo.

Dá para avistar a ilha de Cozumel nessa praia. Bem legal.

Helder ficou com Luan nessa praia das 12h às 13:15, quando decidiu voltar para o hotel, pois o sol estava muito forte (quem sofre de sinusite sabe o quanto o sol faz mal kkk).

Luan ficou até às 15h torrando.

Helder aproveitou para lavar umas roupas.

Assim que o Luan voltou, fomos almoçar.

Fomos em direção à Avenida Benito Juarez, aonde há algumas opções de restaurantes mais em conta.

Comemos em uma tendinha, aonde tinha comida bem convidativa.

Helder comeu Shawarma (65 pesos) e Taco (15 pesos) e Luan comeu Fajitas (70 pesos).

Ambos ficaram bem satisfeitos.

Após, fomos ao Walmart.

Fomos fazer nossas compras de Natal kkk

Compramos vinho, bebidas e alguns snacks para nossa ceia.

A compra deu 300 pesos (150 pra cada).

Como é véspera de Natal, o mercado estava LOTADO!!

Pegamos acidentalmente uma fila (que estava indo rápido), mas que ao chegar em seu final descobrimos que era pagamento somente em cartão.

Trocamos de fila kkk Deu tudo certo.

Excelente mercado, à propósito.

Voltamos ao hotel.

Dias atrás, entramos em contato com uma menina no Couchsurfing solicitando ajuda para encontrar algum lugar para passarmos o Natal. Ela nos colocou em um grupo de WhatsApp onde ficamos caçando algo para fazer nessa noite.

No fim, dois brasileiros (uma menina de SP e um menino de MG) entraram em contato com a gente (por meio desse grupo) nos chamando para nos juntarmos a eles em uma festa num hostel.

Fomos para lá umas 21h. Encontramos bastante gente legal! Da Belgica, Alemanha, Canadá e do Mexico.

Super gostosa a vibe.

Luan, Helder e os dois brasileiros fomos comprar mais bebida na conveniência ao lado do hostel, mas para a nossa surpresa não se pode vender álcool após as 20h nesse estado (somente em bares).

Fomos, então, para um bar aonde tudo é 25 pesos (tudo mesmo – de shots a cerveja).

Tomamos, então um shot de tequila.

Os bares e baladas da Quinta Avenida estavam ANIMADÍSSIMOS!!!!! Muita gente nas ruas! Muita mesmo!

Toda vez que juntava muita gente, a polícia aparecia para dispersar (por conta da Covid).

Muita música alta e muita gente curtindo.

Voltamos para o hostel aonde encontramos o pessoal e logo fomos todos procurar uma festa.

img_1598.jpg?w=685

Primeiro fomos em uma balada, que estava bem legal, com cover do Freddie Mercury e tudo. Tomamos uma piña colada por 120 pesos mexicanos. Enorme a Piña Colada!!! Mas, logo a festa acabou!

Então fomos todos para um outro hostel que estava rolando festa.

Muita gente que estava nessa balada que fechou foi também.

Bem gostoso o ambiente e bem perto do nosso hotel, felizmente.

Por volta das 3:30 voltamos pro hotel e ficamos ouvindo música até o sono vir.

Essa foi nossa noite de Natal.

Gastos: 400 pesos + hospedagem (450 pesos/cada) = 850 pesos mexicanos (aprox. 43 dólares – 248 reais).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Natal em Playa del Carmen

25/12, vigésimo-sétimo dia de viagem. Terceiro dia em Playa del Carmen

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/26/natal-em-playa-del-carmen/

Helder acordou às 11, Luan ao meio-dia.

Logo fomos almoçar.

Demorou um pouco para encontrarmos um lugar bacana e barato, afinal hoje é Natal. Então a maioria das coisas estão fechadas.

Acabamos comendo em uma pizzaria, aonde cada pedaço variava de 20 a 30 pesos. Valeu bastante! Os pedaços eram grandes!

img_1600.jpg?w=1024

Assim que almoçamos, fomos nos encontrar com uma menina que conhecemos no Bar Loco anteontem. Ela está aqui em Playa del Carmen com sua mãe e padrasto.

img_1602.jpg?w=1024 Região do hotel da menina que encontramos

Fomos os 3 para a Praia Punta Esmeralda – 4 km de caminhada.

Linda praia! Incrível mesmo! Água quente, boa estrutura com banheiro e duchas (pagas), quiosques e poucos turistas (essa praia é mais frequentada por nativos).

img_1640.jpg?w=768

Entretanto, a praia está cheia de sargaços (algas que têm infelizmente aparecido em maior quantidade nos ultimos anos nas praias do Caribe devido às mudanças climáticas) e há muitos corais, o que dificulta o banho na praia.

img_1674.jpg?w=1024

De qualquer forma, o visual é lindo.

img_1700.jpg?w=768

Ficamos lá das 15:30 até o por do sol, o qual, por sinal, foi lindo!

img_1704.jpg?w=768 img_1745.jpg?w=1024

Fomos em direção ao hotel por volta das 18h.

Deixamos ela em seu hotel e fomos ao nosso.

Ruas cheias!!! Essa cidade não pára!!! Que legal!

Tomamos banho e fomos nos encontrar com o mesmo pessoal que passamos ontem a noite de Natal – em um hostel cheio de gringos e com dois brasileiro super legais.

Conversamos um pouco lá com todos, mas logo começaram a ir embora, pois estavam todos exaustos e amanhã todos irão fazer algum passeio.

Voltamos ao nosso hotel por volta das 23h, passamos numa vendinha para comprar nachos (29 pesos) e misturar com o molho de pimenta que temos e agora estamos aqui comendo.

Logo vamos dormir.

Gastos por pessoa: 122 pesos + hospedagem (450 pesos) = 672 pesos mexicanos (aprox. 34 dólares // 196 reais).

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

 @Helder AndradeEra para eu estar aí também. Fui 3 vezes ao México, era simples, mas inventaram um visto agora por imposição dos yanki. Não sou escravo do capitalismo, nao tinha comprado passagem,entao cancelei a viagem e mudei para Costa Rica aonde vou em 1 mês e não conhecerei essa parte do México,triste pois sei que há muita história pré colombina, já que o Norte do país  conheço há anos. 

Editado por D FABIANO
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 26/12/2021 em 16:46, D FABIANO disse:

 @Helder AndradeEra para eu estar aí também. Fui 3 vezes ao México, era simples, mas inventaram um visto agora por imposição dos yanki. Não sou escravo do capitalismo, nao tinha comprado passagem,entao cancelei a viagem e mudei para Costa Rica aonde vou em 1 mês e não conhecerei essa parte do México,triste pois sei que há muita história pré colombina, já que o Norte do país  conheço há anos. 

Infelizmente o presidente mexicano está se mostrando um completo lambe-botas dos americanos. Sentimentos isso na pele: ao entrarmos no Mexico, a primeira coisa que a oficial de imigração pediu foi o Visto Americano. Como o temos, o mostramos e em 2 minutos fomos aceitos no Mexico.

Mas, quem não tem o visto americano, tem de fato tido problemas para entrar no Mexico. Uma pena!

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Descobrindo Playa del Carmen

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/27/descobrindo-playa-del-carmen/

Nosso Insta: @brotherspmundoo

Nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCQmdnRJs-nutOTgum981QjQ

26/12, vigésimo-oitavo dia de viagem. Quarto dia em Playa del Carmen

Acordamos por volta das 11h, arrumamos nossas coisas e fizemos check-out.

Hoje mudamos de hotel, pois o hotel em que estávamos não tinha vaga disponível para nossas 2 próximas diárias.

Mudamos para o Hotel Shaddai, o qual é 623 uma diária num quarto para 2 pessoas.

Deixamos nossas mochilas lá às 12:30 e o check-in seria somente às 14h.

Então fomos almoçar. Em seguida, fomos até o hotel em que estávamos, pois o Luan esqueceu sua canga lá.

Nisso, gravamos um vídeo para o YouTube.

Fomos para o hotel, Helder não estava se sentindo muito bem, então dormiu um pouco.

Enquanto isso, Luan ficou conversando com um americano na área comum do hotel.

Nesse hotel, o wifi funciona somente nas áreas comuns… ponto negativo :/

Umas 17h fomos assistir ao Por do sol na Playacar, uma praia bem próxima ao centro, logo depois do embarque da balsa para Cozumel.

img_1780.jpg?w=1024

Achamos linda essa praia! E é frequentada especialmente por jovens.

img_1786.jpg?w=1024

Por do sol muito bonito!

img_1799.jpg?w=1024

Após, Helder comeu uma Marquezita (sobremesa típica mexicana, que parece um crepe).

img_1806.jpg?w=768

Voltamos ao hotel, trocamos de roupa e fomos comer uma pizza na mesma rede que comemos ontem (pedaço de pizza a partir de 21 pesos).

Depois fomos ao Chapultepec, que é um bar aonde praticamente todos seus drinks tem valor de 25 pesos. Vale muito a pena!

Mais tarde, apareceram lá a Emilia e o Emiliano (dois amigos mexicanos que conhecemos em nosso primeiro dia em Playa del Carmen) e depois apareceram as pessoas com quem passamos o Natal!

img_1814.jpg?w=768

Eles ficaram pouco.

Emilia e Emiliano também estavam com uma amiga – bem legal!

Eles foram para uma outra balada, a qual homem pagava 200 pesos a entrada. Não quisemos ir.

Então 00:30 voltamos para o hotel.

Vamos dormir jaja 

Gastos/pessoa: 211,50 pesos + hospedagem (311,50 pesos) = 523 pesos mexicanos (26,54 dolares // 152 reais)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Incrível Praia de Akumal

27/12, vigésimo-nono dia de viagem. Quinto dia em Playa del Carmen.

Post extraído de: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2021/12/28/incrivel-praia-de-akumal/

Nosso insta: @brotherspmundoo

Nosso Canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCQmdnRJs-nutOTgum981QjQ

Acordamos por volta das 10 da manhã. Fomos ao supermercado comprar água e nosso café da manhã (supermercado Chedraui). Logo ali na porta do mercado é aonde as vans para Tulum e afins partem! A Praia de Akumal, nosso ponto de interesse de hoje, é justamente no caminho entre Playa del Carmen e Tulum, sendo assim, é ali mesmo onde pegaríamos nossa van.

Maravilha!

Pegamos a van por volta das 11:30. 40 pesos o valor (aprox 2 dolares).

img_1822.jpg?w=768

Meia hora depois desembarcamos (o motorista anunciou “Akumal”).

Caminhadinha de 5 minutos da rodovia à entrada da praia.

Paga-se 120 pesos para entrar nessa praia. Diz-se que é para a preservação do local e para manter a estrutura.

E, de fato: praia super bem estruturada, com banheiros e duchas. Funcionários limpam com frequência os sargaços (algas que sujam as praias de todo o Caribe).

Há também restaurantes e hotéis de luxo à frente do mar, com diversas espreguiçadeiras e guarda-sóis de seus hóspedes – somente um dos restaurantes permite o consumo de pessoas de fora, isto é, de pessoas que não estão hospedadas nos hotéis/resorts dali.

Estendemos nossa canga na areia e olha: QUE PRAIA!

QUE PRAIA!!!

gptempdownload.jpg?w=1024

Helder disse ser a mais incrível que já viu!

img_1832.jpg?w=1024

Luan disse figurar entre suas preferidas também.

Helder, inclusive, se emocionou ouvindo uma música do Coldplay olhando o mar (levamos caixinha de som para a praia).

Água quentinha, sol de rachar, praia com menos gente (em comparação com a praia do centro de Playa del Carmen)… DIA PERFEITO!

Tão perfeito que o dia passou voando! Chegamos lá antes das 13h e quando vimos já eram 17h.

img_1976.jpg?w=1024

Conhecemos um rapaz e uma moça brasileiros lá. Muito simpáticos, da região do ABC paulista.

Antes de irmos embora, vimos um casal se casando ali na areia. Cerimônia intimista e linda!!

Quando saímos, havia uma van em frente – coincidência!! Nem 2 minutos depois, a van já seguiu seu rumo à Playa del Carmen.

Ao nosso lado estavam 2 blogueiras brasileiras: @liviajando e @flavia.ju

Não conheciamos essas meninas, apenas após chegarmos no hotel e buscarmos seus instas que vimos que se tratam de duas moças famosas na rede: a Livia tem mais de 1 milhão de seguidores!

Ao voltarmos para a cidade, almoçamos/jantamos – já eram mais de 18h (a van pegou bastante trânsito).

Nenhum restaurante de “comida de almoço” estava aberto mais, então comemos quesadillas de 18 pesos em um restaurante especializado.

Excelente, por sinal.

Passamos no mercado, compramos mais água e snacks para comermos mais tarde e voltamos ao hotel.

Tomamos banho e, desde então, estamos atualizando nossas redes, subindo vídeos no YouTube etc.

Gastos/pessoa: 320 pesos + hospedagem (311,50 pesos) = 631,50 pesos mexicanos (32 dólares // 184 reais)

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

México pode ser isso,de praia,para brasileiros. Para mim,México é toda a história de Pancho Villa e da independência que está no Norte,aonde também há praias famosas por lá, como Maxatllan e Puerto Vallarta,a história da tequila de Guadalajara ou toda a história dos aztecas na capital. Falando nela, vocês vão voltar de lá?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Silnei featured this tópico

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...