Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivo - Paris - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados

  • Membros

Depois de muito tempo, voltei para dar alguns pitacos...hehe

 

Estive 8 dias em Paris (... ) Fica a dica, nunca deixe nada muito importante por último.

 

Concordo em gênero, número e grau. Sempre coloco o principal lugar da minha lista no 2º dia...

 

Catacumbas de Paris. Em torno de 2 horas de percurso entre labirintos de paredes de ossos e crânios.

 

Interessantissimo e imponente

 

É meio sinistro... ::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh::

 

Levei minha família toda... Minha esposa não gostou...Acho interessante... ::cool:::'> ::cool:::'>

 

O problema é o tempo perdido em deslocamento. Pense bem, você só tem 8 dias, vale a pena perder algumas horas preciosas só dentro de um trem ou avião ? Aí é com você. Acredito que a Suiça por si só já tenha muita coisa interessante pra se ver.

 

Se ainda assim você quiser ir a Paris e estiver disposto a tirar um dia da Suiça, você pode fazer um roteiro englobando as atrações mais famosas de Paris, sem deixar de fazer o principal, caminhar pela cidade.

 

Dia 1 - Acorde bem cedo e chegue para o primeiro horário da Saint Chapelle, por causa das filas. De lá, vá a Notre Dame, é perto. Corte a Conciergerie. Opcionalmente, pegue a Pont Neuf, atravesse como quem vai ao Louvre e volte para a outra margem pela Pont des Arts, com pausa, obviamente, para fotos e admirar a paisagem. Você pode pegar a Rue Bonaparte, passar pela Academie des Beaux Arts, a Eglise Saint Germains des Prés e o Café des Deux Magots, até chegar a Sulpice. Dali, você dá um pulo no Jardim de Luxemburgo e descansa um pouco. Na volta, desce pela Boulevard Saint Michel ou uma das paralelas (verá que por ali há a Sorbonne, o Cluny e, um pouco mais afastado, o Pantheon). Seu roteiro é livre, você passa por onde quiser. Conforme vai se aproximando do Sena, mais perto da estação Saint Michel, estão vários cafés onde você pode terminar o dia, descansando seus pés, que estarão muuuito doloridos, hehe.

 

Dia 2 - Louvre pela manhã. Pegue o panfleto do lado de dentro, há um mapa em português com as atrações mais visitadas. Escolha umas duas ou três que te agradam e visite, sem muita pressa, pois a seguir são atrações que não fecham. De tarde, caminhe pelo Jardin des Tuileries, até a Concorde. Se estiver bem disposto a caminhar, dali você pode ir andando pela Champs-Elysées até o arco. A avenida só tem lojas caras, mas é das mais famosas de Paris. Se optar por caminhar, provavelmente você chegará cansado demais para subir o arco, foi o meu caso. Se não estiver disposto, pegue o metrô e vá direto ao arco.

 

Dia 3 - Vá para Montmartre, subir a Sacre-Coeur. De lá, caminhe por Montmartre, passe na Place du Tertre, talvez uma esticada até Moulin Rouge, é com você. Nesse dia, vá prevenido, há muitos furtos no bairro. Nada de carteira no bolso, leve doleira. Pesquise o horário do pôr do sol e se programe para uma hora antes estar na Torre Eiffel. Vai ver Paris de dia e de noite, vista do alto. Se preferir, chegue ainda antes e fique um tempo no Campo de Marte. Depois da Torre, vá ao Trocadero. Recomendo que você reserve a torre com antecedência, pra não correr o risco de pegar filas grandes. Mas já aviso, você também correrá o risco de tempo ruim, mas eu acho filas mais arriscadas, pelo tempo curto que você dispõe. Ali pertinho você pega o passeio de barco pelo Sena. Se quiser fazer algo romântico com a esposa, considere pagar o navio com jantar. É caro, já vou avisando, mas creio que valha a pena. Não cheguei a fazer porque na época tive problema com horários.

 

Dia 4 - hora de ir embora. Com isso, creio que você verá algumas das principais atrações de Paris e ainda fará o melhor da cidade, que é caminhar por alguns de seus principais bairros.

 

Parte desses programas eu mesmo fiz, você pode conferir como foi no meu blog, está na assinatura.

 

Abraços.

 

Gostei, Marcos !!!

 

Dá uma olhadinha no roteiro da minha assinatura...tento juntar os pontos próximos colocando um local preferencial por dia...

 

Muito boas dicas...

 

A Cris tá com toda razão.

Uma coisa que deve ser levada em consideração é que Paris é uma cidade "pesada" , no sentido de que todas as atrações são suntuosas , grandiosas com filas enormes portanto demandam um tempo maior para visitação , entao para quem vai a Paris tem que contar além dos tempos de deslocamentos o tempo de visita. Não há como determinar um tempo x, por exemplo a torre, filas, tempo de subida tempo de visita, tempo de descida isso gasta no mínimo 2 horas com fila pequena , a não ser que não queira subir.

Se for verão então até o ingresso fura fila tem fila. ::hein:

 

Eu sou particularmente contra o passaporte, principalmente para pouco tempo e pela primeira vez. 2 dias é impossível visitar tudo que é incluido nele aliás talvez uma decima parte, aí vc jogou dinheiro fora, 4 dias já dá pra pensar no caso , mas o lance é que vc acaba ficando preso ao passaporte porque pagou .É o mesmo que comprar um roteiro pronto da CVC. Mas se já foi alguma vez aí já compensa porque vc já sabe o que quer ver e sabe se deslocar melhor pela cidade, aí o tempo X dinheiro vale a pena , conseguirá usar o passaporte melhor, mas mesmo assim muita coisa em pouco tempo embaralha as ideias. ::lol4::::lol4::

 

PERFEITO !!!!!

 

Jairo, aqui vão minhas dicas:

 

1. Onde compramos ingressos antecipados para Torre Eiffel, Museu do Louvre, Bastille, Notre Dame, Le Sacre Coeur e Arco do Triunfo ?

 

A) Para o ingresso antecipado na Torre Eiffel (altamente recomendado em função das filas enormes), você faz a compra pelo site da Torre Eiffel: http://www.tour-eiffel.fr

Às vezes dá um problema na hora da compra, porque eles pedem o telefone e tem de ser num formato específico. Escolha o Barsil na lista e coloque seu telefone com prefixo ddd antecedido de um sinal de + - exemplo: +51xxxxxxxx

P.S.: a torre é mais bonita ao entardecer e à noite.

 

B) Museu do Louvre: que eu saiba, não tem como comprar ingresso antecipado. Ou compra lá enfrentando a fila, ou entra na fila prioritária do Paris Museum Pass. Uma dica se a fila estiver muito grande (qualquer uma delas, porque hoje em dia, até para o PMP tem fila): entre no Louvre "por baixo", isto é pela galeria do Carroussel do Louvre. Tem uma entrada "subterrânea" bem do lado do Arco do Triunfo do Carrioussel, um pouco à frente da Pirâmide. Você vai ver uma entrada discreta com uma escadaria para baixo, tipo entrada de metrô. Desça ali, entre na galeria do Carroussel (onde tem as lojas) e compre o ingresso nas máquinS automáticas. Costuma ter menos filas por ali, pelo menos enquanto o povaréu não descobrir essa passagem.

 

C) Bastile: não tem ingresso para comprar, a Bastille hoje em dia é apenas um bairro, e a referência à Bastille histórica hoje é a "Coluna de Juillet", que é exatamente isso, um monumento em forma de coluna, com uma estatua dourada no alto, representando a Liberdade, no meio de uma rotatória no bairro Bastille. Não tem ingresso, você vai lá em vê a coluna. Agora, se você quiser ingressos para um espetáculo na Ópera da Bastille (cujo prédio está nessa rotatória) aí é outra coisa....

 

D) Notre Dame: você não paga ingresso para entrar na Catedral. A entrada é livre. Mas para subir nas Torres (422 degraus), tem uma fila, e inclusive não tem fila prioritária com o Paris Museum Pass (com o passe, você não paga o ingresso aqui, mas fica na fila normal). É todo mundo na fila comum. Costuma ser fila grande, porque não pode entrar todo mundo ao mesmo tempo. Também não tem compra de ingresso antecipado. O ingresso você compra lá mesmo, numa lojinhas que tem depois de você ter subido uns 3/4 andares. Não sei quanto custa o ingresso porque eu usei o PMP. Tem também a cripta arqueológica da Notre Dame, que tem ingresso pago, mas a fila é pequena (o PMP também vale aqui).

 

D) Sacre Couer: mesma hostoria da Notre Dame: a entrada na igreja é livre. Dá para subir numa das torres, e nessa não vale o Paris Museum Pass. O ingresso, se tiver, é lá mesmo. Eu não subi nessa torre e reza a lenda de que não vale muito a pena, pois a vista é praticamente a mesma que você tem dos mirantes na frente da basílica.

 

D) Arco do Triunfo: você só vai paga ingresso se quiser subir até o terraço. Se quiser apenas ver o monumento de perto, incluísse embaixo dele, não paga nada. Mas para subir naotem ingresso antecipado, mas aqui não precisa, a fila não é grande. O Paris Museum Pass vale aqui. O ingresso separado acho que é € 8,00. A vista é útil boa, vale a pena, são 282 degraus.

 

2. 4 dias é suficiente para fazermos um passeio tranquilo e provitoso?

Depende dos teus interesses. Se você gostar de museus,não vai ser suficiente e você vai passar o tempo todo correndo. Na minha primeira vez em Paris, eu fiquei 4 dias e não deu tempo nem para metade dos que eu queria ver. Mas eu sou rata de museu, e então, eu acabei indo novamente, e fiquei lá por 8 dias. Foi bem mais tranquilo, mas eu acho que aí da quero ver mais coisas lá. Hehehe. Agora, se você quiser somente ir no Louvre de museu, ou no máximo mais um, eu diria que com 4 dias inteiros você consegue aproveitar.

 

3. Voces incluiriam mais algum ponto turistico ou passeio nesses 4 dias ?

Eu incluiria pelo menos o Museu D'Orsay, que é maravilhoso e também o Jardim de Luxembourg para uma caminhada e descanso, ou mesmo um piquenique. Ah, e tem a "Square du Vert Galant" uma pracinha encantadora, que tem embaixo da Pont Neuf.

 

 

Abraços,

 

Cris

 

Cris,

 

Ótimas dicas e bem detalhadas! ::otemo::::otemo::

 

Vlw!

Link para o post

  • Respostas 395
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

No Quartier Latin, dê uma volta de noite pela Rue Mouffetard, que começa nas costas de igreja de Saint Etienne du Mont, ao lado do Pantheón. É uma rua cheia de barzinhos, baladas e restaurantes. Como é muito frequentada pelo pessoal da Sorbonne (não que seja livre de turistas, não é) tem várias opções a preços bons.

Link para o post
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Pessoal,

SOBRE A IMIGRAÇÃO:

Estamos indo para Paris no domingo em QUATRO pessoas (dois casais).

Alugamos um apartamento juntos e temos apenas uma espécie de "voucher" que o proprietário emite.

Cumprimos todos demais requisitos para ingressar na área Schengen: dinheiro, seguro, passagens de volta.

 

PERGUNTA: na imigração devemos nos dirigir cada casal a um guichê? Ou podemos ir os quatro ao mesmo guichê, já que estamos viajando juntos???

Pois o documento de reserva do apartamento está no nome apenas de uma pessoa....

Será que pode haver algum problema para comprovar a questão da estadia, por não se tratar de reserva de hotéis, mas sim aluguel de apartamento???

Detalhe: não falamos francês e poquíssimo, quase nada inglês... rs...

 

Alguém pode nos ajudar?

Link para o post
  • Colaboradores

É meio complicado dizer com certeza, mas a indicação que sempre vi é irem todos juntos e mostrarem tudo que pedirem juntos. Se questionarem sobre a reserva estar no nome de apenas uma pessoa mostrem as passagens que comprovam que estão nos mesmos voos. Mas acho q não há muito com o que se preocupar.

 

Abrçs

Link para o post
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Não sei se existe um tópico específico sobre o assunto, mas estou com dúvidas sobre o PARIS PASS

 

Dei uma olhada no site mas ainda tenho algumas questões para resolver:

1- alguem já utilizou? vale realmetne a pena? No meu caso compraria um passe para 4 dias

2- é verdade que não precisamos pegar fila em algumas atrações? quais?

3- eles dão a opção de comprar na internet e receber em casa. Tenho medo de não chegar a tempo. Também tenho medo de coletar na loja deles em Paris e não dar certo. É possível comprar quando chegar lá? Haverá disponbilidade?

 

Obrigado

Diogo

Link para o post
  • Membros de Honra

1 - a grande maioria já. Depende do que você pretende visitar. Acesse o site de cada atração, anote o valor de cada uma delas, some. Depois divida as atrações desejadas em dias (seja racional, no máximo 2 museus por dia, um grande e um pequeno) e faça as contas. Geralmente só vale a pena de 4 dias em diante.

 

2 - o passe não evita filas normais, só evita as pra comprar. No caso específico do Louvre, há uma fila só pra quem tem o passe.

 

3 - Não vale a pena. Compre na hora, vende em praticamente todos os museus que aceitam o passe.

Link para o post
  • Membros
1 - a grande maioria já. Depende do que você pretende visitar. Acesse o site de cada atração, anote o valor de cada uma delas, some. Depois divida as atrações desejadas em dias (seja racional, no máximo 2 museus por dia, um grande e um pequeno) e faça as contas. Geralmente só vale a pena de 4 dias em diante.

 

2 - o passe não evita filas normais, só evita as pra comprar. No caso específico do Louvre, há uma fila só pra quem tem o passe.

 

3 - Não vale a pena. Compre na hora, vende em praticamente todos os museus que aceitam o passe.

 

 

MarcosPereira, obrigado pelas dicas.

 

Mais uma dúvida: você já comprou o passe quando esteve em Paris? Sabe onde encontro os pontos de venda?

Meu maior medo de comprar quando chegar lá, ou comprar on-line e coletar no local, é o risco de não ter quando eu chegar (principalmente por ser julho). Vi um relato de um casal aqui no mochileiros dizendo que tentaram comprar o roma pass quando chegaram em Roma. Procuraram em vários pontos mas estava esgotado, e depois desistiram. Existe esse risco? Quanto à opção de comprar, definitivamente vale à pena. Meu medo é só pagar e não ter quando eu chegar. OU ainda chegar e não ter para comprar.

 

Obrigado

Link para o post
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...