Ir para conteúdo

Santiago e Pucón - Sozinha - Novembro/2022


Posts Recomendados

  • Membros

Dia 1 - 14/11/2022

Moro em Joinville/SC e meu voo era CWB > GRU > SCL. Assim, fui de ônibus até o aeroporto de Curitiba.

Para quem é de SC e mora na região norte, fica a dica: a empresa Catarinense tem uma linha de ônibus que na área de embarque do aeroporto.
Comprei a passagem pelo site da Catarinense e custou R$38. Como era véspera de feriado, o ônibus atrasou em 1 hora, mas comprei a passagem com folga no horário e deu tudo certo. Embarquei para o GRU as 23h30.

Foi a primeira vez que viajei apenas com mochila como bagagem (essa da decathlon, dica aqui do fórum: https://www.decathlon.com.br/mochila-de-trekking--26-viagem-50---50l/p) e tomei todas as cautelas para que as medidas ficassem dentro do permitido para bagagem de mão. Dobrei minhas coisas milimetricamente, arrumei a mochila, pesei e medi várias vezes, inclusive quando cheguei no aeroporto enfiei naquele gabarito, para não ter dúvidas que tudo estava dentro das regras.

Porém, antes do embarque, informaram que o voo estava lotado e “convocaram” todos os passageiros (pobres) a despachar sem custo. Fiquei puta, mas com medo de já começar a viagem com uma treta, fui lá e falei: “moço pelo amor de Deus, cuida da minha mochila, eu não tenho nem cadeado” 🤣 tentando me passar um pouco de confiança o cara colocou uma abraçadeira de nylon no zíper e disse que não teria problema algum, eu poderia ficar tranquila (pois não fiquei kkk). Confesso que já tava contando que essa mochila iria sumir e eu ficaria 10 dias no Chile apenas com a roupa do corpo e teria que gastar parte do meu dinheiro em roupas novas. Por fim, deu tudo certo, a mochila chegou em Santiago bonitinha, sem nenhum dano. E detalhe: no voo CWB > GRU, tinha várias malas com rodinha fora do padrão e ninguém falou nada 😠 🤡

Bom, cheguei em Guarulhos pouco depois da meia-noite. O voo para Santiago era apenas as 6h55 e pela primeira vez, dormi no aeroporto. Algumas semanas antes de viajar, meu celular foi furtado. Furtaram da minha mochila, quando eu estava dentro de uma loja, em um shopping de Curitiba. Acredito que deixei o bolso da frente aberto, alguém meteu a mão ali e levou o celular. Eu estava super noiada com isso, pois sempre fui muito cuidadosa com as minhas coisas e num vacilo levaram o telefone.

Sendo assim, tentei dormi no aeroporto agarrada na mochila de ataque, com um olho aberto outro fechado e preocupada com a mochila que foi despachada e o celular novo parcelado em 12x 😂

Depois de vários cochilos, no dia 15/11, embarquei rumo Santiago 🎉
 

Dia 2 - 15/11/2022
Cheguei em Santiago perto do meio-dia, passei pela imigração, peguei minha mochila e ¡hola Chile! 

Bom, aqui vai dica muito boa que eu até então não conhecia. O aeroporto de Santiago fica bem longe do centro e eu achava que a única maneira de sair do aeroporto era através de transfer. Eu já tinha utilizado o transfer de agência e o serviço da empresa Transvip. Mas, pesquisando as passagens para Pucón, vi que a Turbus faz o trajeto aeroporto x terminal alameda, pela bagatela de $1600 CLP (R$9 aproxidamente). As informações sobre esse ônibus podem ser consultadas aqui https://new.turbus.cl/turbuscl/venta-aeropuerto

Tem duas empresas de ônibus que realizam o trajeto aeroporto x terminal alameda. Utilizei apenas o Turbus e super recomendo! O terminal Alameda fico praticamente junto com a estação Universidad de Santiago (Linha 1 do metrô), com fácil acesso aos principais pontos da cidade.

O trajeto do aeroporto até o terminal, dura cerca de 45 min. Chegando no terminal fui para a estação e como já tinha o cartão BIP do metrô, coloquei $5000 CLP de créditos no cartão e segui para o Airbnb.

Algumas informações sobre o transporte público em Santiago:
Para usar o metrô e ônibus em Santiago é necessário ter o cartão BIP. Esse cartão custa $1550 CLP e você vai realizando as recargas conforme sua necessidade. Se você tiver em casal, pode ter um cartão só. A passagem do metrô tem valores diferentes dependendo do horário, você pode consultar o valores aqui https://www.tarjetabip.cl/tarifas.php

Importante destacar: acho o máximo usar o metrô, onde eu moro não tem e sempre fico impressionada como tudo funciona tão direitinho hahaha

O Airbnb que reservei fica bem próximo ao Parque O’Higgs e apenas a uma quadra da estação de metrô Toesca, em uma região com diversas universidades. Cheguei no Airbnb perto das 15h, organizei minhas coisas no quarto, tomei um banho, tirei um cochilo e decidi pegar o metrô para ir até o bairro Itália e depois ir no Shopping Costanera fazer câmbio e dar uma volta.

Já que era meu primeiro dia, decidi me “presentear” com uma comida boa e vegetariana, assim fui conhecer Sapiens. Comida Saludable. Realmente a comida era muito boa, mas foi o primeiro assalto: um burrito gigante e um smoothie custou $13300 CLP. Pelo menos o burrito virou janta no outro dia também 🙂

Saí do restaurante e fui caminhando até o Shopping Costanera. Na casa de câmbio do shopping (AFEX), o câmbio tava R$ 1 >184 CLP. Troquei um pouco de dinheiro. Depois de passar no Jumbo para comprar algumas coisas para o café da manhã, peguei o metrô e fui para o Airbnb descansar. 

Dia 3 - 16/11/2022

Acordei e decidi sair para correr no parque. Para a galera que não é da corrida, o Parque O’Higgs é onde ocorre a largada a Maratona de Santiago. Ainda não sou maratonista (já fiz duas meia), mas com certeza é uma prova que eu quero muito fazer um dia. Então, foi muito legal correr por ali.

O parque é bem bonito (como a maioria na cidade) e enorme, tem piscina coberta, piscina aberta, pista para patinação, parque de diversão, fiquei impressionada. Na minha cidade, as praças mal tem banco para sentar e sombra 😂

parque2.jpg.94d264ef4936f6b7d1b567273b227c15.jpg

IMG_0037.jpg.ec9df1a0d64f146eab58f61561c2bc14.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltei pro airbnb, tomei banho, preparei um café e saí para ter um dia de turista. A primeira parada, foi um lugar que eu queria muito conhecer e recomendo demais visitar: O Museu da Memória e dos Direitos Humanos.

A entrada é gratuita, se quiser fazer a visita guiada, precisa agendar https://web.museodelamemoria.cl/. Fiz a visita sem guia mesmo, passei cerca de 3h ali, é muito interessante (e triste também). Para chegar no museu, a estação de metrô é a Quinta Normal (Linha 5), saindo da estação é só atravessar a rua. 

Nessa mesma região, fica o Museu Nacional de História Natural do Chile, também com entrada gratuita. Achei bem legal e didático especialmente para crianças ou leigos (como eu rs). Esse museu fica no Parque Quinta Normal, o qual também vale o passeio. Eu acho muito legal que nesses espaços sempre tem gente deitada na sombra, lendo um livro, tirando um cochilo. Inspirada, fiz o mesmo, fiquei ali sentadinha observando a vida passsar.

Depois de passar uns 30min. ali no Parque, fui caminhando até o centro de Santiago, para fazer o câmbio na rua Augustinas e dar uma passadinha na casaideias (minha loja preferida hahaha). No caminho, passei pelo bairro Yungay e fui zanzando pelas ruas do centro, até chegar na Afex da Augustinas. O câmbio tava R$1 > $185 CLP e foi o melhor que eu achei, todos os outros lugares estavam abaixo de $180 CLP.

Já era quase 16h e decidi ir para o Cerro San Cristóbal e aproveitar o final de tarde por lá (ainda não conhecia o Cerro). Comi uma empanada na rua mesmo e fui caminhado até o acesso do parque pela Calle Pio Nono (região do Patio BellaVista). Existem diversas maneiras de subir o cerro, todas as informações podem ser consultadas aqui https://www.parquemet.cl/reapertura/#mapareapertura. Como eu gosto de caminhar, subi andando e desci de funicular. É bem tranquilo ir caminhando, apesar das subidas.

[ continua ] 

Editado por SilviaAlves
  • Gostei! 3
  • Vou acompanhar! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 30/11/2022 em 20:44, SilviaAlves disse:

Com tantos países para conhecer, porque eu fui (de novo) pro Chile? Não sei o que acontece nesse país, eu me sinto muito bem lá, como se fosse chilena de verdade hahaha 

 

Sei bem como é , já fui 6 vezes pro Chile 

e programando a próxima ano que vem, Atacama, que ainda não conheço 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Dia 4 - 17/11/2022

O checkout no Airbnb era as 12h, mas como a Luz não receberia hospede naquela dia, ela deixou eu ficar um pouco mais. Então depois do café, arrumei minhas coisas e sai para bater perna. Fui caminhando até a feirinha que fica em frente ao Cerro Santa Lucía, mas não comprei nada, tudo caro kkk passei por mais algumas lojinhas do centro e decidi almoçar por ali mesmo, na praça de alimentação de uma galeria. Depois de almoçar fiquei um pouco sem rumo, fazia bastante calor e estava com um cansaço acumulado do dia anterior, eu acho rs decidi voltar pro Airbnb, terminar de arrumar minhas coisas e descansar um pouco. 

Meu ônibus para Pucon era as 20h30. Comprei a passagem de ida pelo site www.recorrido.cl, quando ainda estava no Brasil. Escolhi a empresa mais barata que encontrei, a Jetsur, não pesquisei muito sobre a empresa, a viagem foi ok, nada demais. A passagem custou R$110. O ônibus não era muito confortável e estava cheio, então era gente pra lá e pra cá o tempo todo. Mesmo assim consegui dormir a maior parte do trajeto.

Não acho que seja necessário comprar com muita antecedência a passagem, tem muitas empresas que fazem esse trajeto e em diversos horários. A viagem dura cerca de 11h e é super tranquilo fazer a noite, porque você pode ir dormindo. Antes de embarcar, quando estava no Terminal Alameda, comprei a passagem de volta para Santiago, pela Turbus, em um totem deles que tinha lá. A compra pelo totem tem desconto, assim a passagem custou R$ 146 (um pouco mais cara que a jetsur, mas eu queria experimentar outra empresa e comprei aquela poltrona melhor).

Dia 5 - 18/11/2022

Cheguei em Pucón, antes das 7 da manhã. Estava morrendo de fome e só poderia ir para o Hostel depois das 8h. Tomei um café numa cafeteira que tinha em frente ao terminal de Jetsur e fiquei ali matando tempo, até perto das 8. Do centrinho até o Hostel era uns 10min. caminhando. Mal cheguei na cidade e já estava planejando morar ali hahaha 

IMG_0170.thumb.JPG.b7485c496333636b0cf5825c17417f1e.JPG

Achei fofinha as planquinhas

IMG_0171.thumb.JPG.7361b863ec8fb002ec025056c4850d66.JPG

Alerta amarelo 

IMG_0172.thumb.JPG.11a9ea084c15f754936bcd4c5b0fc7e6.JPG

Villarrica escondido ¬¬

IMG_0190.thumb.JPG.14796366a61e12927eec354ca8fda2f3.JPG

Playa Grande

Nesse dia não fiz nada demais, só caminhei pela cidade, fui na prainha, no lago, no centrinho e também passei na agência Ermitaño Expediciones para acertar os detalhes da ascensão ao vulcão Quetrupillan. 

Fui dormir cedo para aproveitar bem o dia seguinte.

Dia 6 - 19/11/2022

Acordei cedo e fiquei enrolando esperando a hora do café (que iniciava as 8h30). Nesse dia decidi visitar o Santuário El Cani. Foi indicação da Andrea que trabalha lá no hostel.  O Parque Huerquehue estava fechado por conta da greve dos funcionários (dica: os chilenos adoram uma greve kkk) 

Para chegar ao Santuário El Cani é necessário pegar um ônibus no terminal de ônibus Pullman, a passagem pode ser comprada na hora e custa $1500 CLP, o trajeto. Esse ônibus é o mesmo queque vai para diversas termas, como a Termas de Huife e as Termas Los Pozones. Os ônibus saem de Pucon nestes horários:  

IMG_0365.thumb.JPG.4b3d56726507c9be24778e413c028520.JPG

IMG_0366.thumb.JPG.72ebdd8ace1fe273ea38d34fe96446f2.JPG

Horários dos ônibus

Os horários podem variar, então é bom confirmar no próprio terminal. É super tranquilo ir de ônibus (e tem agência que cobra $35.000CLP por esse passeio). Maiores informações sobre o santuário: https://www.santuariocani.cl/. Para poder fazer o circuito todo, é necessário pegar o primeiro ônibus, que sai as 10h.

Ao chegar no parque você é recebido por um guia, que te entrega um mapa da trilha e passa orientações gerais. O ingresso custa $4000 CLP. Não é obrigatório, mas eles recomendam que seja realizada reserva no site, principalmente na alta temporada e aos finais de semana, pois eles possuem um limite de pessoas por dia. 

IMG_0364.thumb.JPG.5ad40e66ad786329c93cd94f67b9f119.JPG

IMG_0363.thumb.JPG.1536f103dee5046d8d6eb0963880cade.JPG

Apesar da distância (cerca de 18km ida/volta), não achei uma trilha difícil, encontrei até crianças e idosos pelo caminho. Pra mim serviu como um aquecimento para o vulcão que eu faria no dia seguinte. 

O último trecho que dá acesso ao mirador tinha bastante neve e árvores caídas, então se estiver sozinho, é bom esperar por alguém, para não se perder e também ter ajuda se acontecer alguma coisa. Se você não tiver muita experiência com trekkings, acho legal também levar bastões de caminhada.

O percurso até o mirador leva  cerca de 3 horas, a descida é mais rápida, mas é importante atentar-se ao horário do ônibus: o último de volta para Pucon passa as 18h, então o recomendado é que a descida do mirador ocorra no máximo até 15h30. 

O mirante permite visualizar a maioria dos vulcões da região, é muito bonito!! O tempo estava um pouco fechado, com céu azul, deve ser lindissímo, mas mesmo assim, valeu super a pena. (já me conformei que possuo minha própria nuvem de estimação rs)

IMG_0234.thumb.JPG.b6baf4e3d95c6e3f7a9dc5e2ce24aa66.JPG

Início da trilha

IMG_0255.JPG

IMG_0244.thumb.JPG.0de0d8ed323adbb47668494546d25d75.JPG

IMG_0301.thumb.JPG.b68858c96c08fdd0b55e4ed23dbac37a.JPG

Primeira vez caminhando na neve :D

IMG_0321.thumb.JPG.32f482d5bfe757a5fdf79f21407b52f0.JPG

IMG_0337.thumb.JPG.ced4c7dcb171a118c86b2a0fd43af0eb.JPG

IMG_0360.thumb.JPG.3b79decec6942352a824c67c6709f2bc.JPG

Licença para a dona aranha atravessar

Fiquei um tempo lá no mirador e quando começou a chegar uma galera, comecei a descida. Cheguei na portaria era quase as 17h30, aguardei o ônibus e retornei para Pucón. Fui para o hostel e sai para jantar com uns meninos que conheci no hostel. Jantamos no Andiamo e foi uma noite bem agradável, ensinando português para os gringos kkk

Voltei pro hostel e cama! O dia seguinte seria longo 🌋

[ continua ]

Editado por SilviaAlves
  • Gostei! 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@SilviaAlvesEstou acompanhando o seu relato, que está muito bom.Acho que não deve saber como é a venda de passagens da Turbus,que é a mais famosa,mas não considero a melhor empresa do país.Eles colocam a venda todas as passagens daquela viagem a um preço x,vai vendendo e vai aumentando o preço como fosse avião. Só que perto de sair o ônibus, se sobrasse alguma e não fosse em feriados, davam desconto para não irem com lugares vagos.Não sei se hoje continuam fazendo assim. Para Pucon,há uma outra empresa, que na verdade é Turbus também, que domina:A Jac.

Preços de metro variam de acordo com a hora do dia,são as horas puntas(pico),valle(a maior parte)e bajo(após 20h).Não sei se está explicado no link que postou,mas deve estar em espanhol. Aqui vai a explicaçãoem português para todos entenderem.Por ex,quantas vezes esperei dar 20h para pagar a tarifa baja,porque as 7.59h é punta e 2 minutos depois é baja.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Dia 7 - 20/11/2022


Chegou o grande dia, o motivo principal da viagem subir um vulcão hehehe. Levantei às cinco da manhã, tomei um café, arrumei minhas coisas e caminhei até a agência.  Quando sai na rua o danado do Villarrica estava todo pomposo e tive aquele sentimento de que o dia iria ser perfeito, sabe? Foi o primeiro dia que ele apareceu. Nossa, eu lembro e fico 🥺 porque realmente queria muito fazer esse rolê e estava muito feliz por finalmente realizar esse objetivo.

IMG_0370.thumb.JPG.0119cc970ac7c35bc6d94bda12a64e67.JPG

oi, sumido!

Cheguei agência e achei super legal porque já estava tudo organizado, as mochilas de cada cliente com o material necessário para a ascensão (luvas, capacete, polainas, roupa para neve, bastão de caminhão e bota). Ah, essa brincadeira custou $100000 CLP. No meu roteiro inicial, a idea era subir o Villarrica, mas como ele entrou em alerta amarelo, está permitido subir somente até 500m antes da cratera. A agência me passou essa informação uns dias antes (logo que mudaram o alerta para amarelo) e sugeriu trocar pelo Quetrupillan. Eu não sou a pessoa mais entendida de vulcões, até então nunca tinha ouvido falar do Quetrupillan rs mas já que eu estava disposta a fazer o esforço de subir um vulcão, que pudesse pelo menos chegar na cratera né B| pesquisando aqui no fórum, achei um tópico do @Luka Izzohttps://www.mochileiros.com/topic/34884-quetrupillan-no-lugar-do-villarrica-trekk-no-chile/, acredito que o relato tá bem completo, vale a leitura!

Então, voltando para o início do rolê, aos poucos o pessoal foi chegando, os guias foram organizando as coisas no carro e seguimos. Não lembro quanto tempo levou, pois eu dormir hahaha assim que chegamos no local, rapidamente cada um foi pegando suas coisas, se ajeitando e bora o/

IMG_0375.thumb.JPG.04f2e7fc0b72e6c98b45547cf0f66b74.JPG
Início da aventura

A primeira parte da ascensão é por dentro de um bosque, mata fechada, com muitas árvores centenárias, lembrava um pouco algumas trilhas que já fiz aqui em SC. Essa parte durou cerca de 3h. 

IMG_0387.thumb.JPG.e8b755f0b83ae4f155e1afb0e0e0d5ac.JPG

IMG_0389.thumb.JPG.37de8dbc834ebabfff1642085144eedf.JPG

Depois o bosque, nenhum vestígio de sombra e começou aquele põe o casaco, tira o casaco rs até que chegamos na parte onde tinha MUITA neve e começou um vento do satanás haha sério, fazia muito frio, não consigo imaginar como alguém faz esse rolê no inverno, tem que ter muita coragem rs. Paramos para colocar os crampones na bota e seguimos. Aqui a subida ficou um pouco tensa, porque além do cansaço que começou a bater, a subida é um pouco inclinada, então precisava coordenar a passada com os bastões de caminhada. Um pouco depois o vento parou e já estávamos quase no cume.

Sobre a roupa, fui com legging (dessas de academia), camiseta dry-fit manga longa, jaqueta fleece e jaqueta corta-venta (fui alteranando as jaquetas, porque não fez taaanto frio). O calçado, usei a bota fornecida pela agência, que era própria para neve, quando experimentei não curti muito, pois achei pesada, mas não tive nenhum problema, a bota deu bastante estabilidade na passada.

IMG_0398.thumb.JPG.e835d1bd27108748181d1713e92f3d9e.JPG

IMG_0416.thumb.JPG.9a4aaf73c4ec5d37867adf97d3e84b6f.JPG

IMG_0427.thumb.JPG.6f6112e3d66c6b32296505adb774d34f.JPG

797533964_pucon(7).thumb.jpg.fee5dad17da6e4695c6c25501a571fd5.jpg

 

Chegamos na cratera por volta das 13h, quase 8 km de subida, estava sem acreditar naquilo tudo. É uma sensação única,  fiquei muito feliz pela conquista hahaha

IMG_0468.thumb.JPG.ca8c4e95a76690211ca9c6cca23438c7.JPG

cheguei 🥳 e o vulcão Lanín ao fundo 
 

A cratera do Quetrupillán é um glaciar e ali é possível avistar o vulcão Villarrica e o Lanín. É muito bonito, surreal!!

IMG_0479.thumb.JPG.e5f238c4eb9c063e8d29b30b84dd6886.JPG

Villarrica 

1805971899_pucon(5).thumb.jpg.7930ef175d83cafa9f4f1c96af74ac2f.jpg

67672779_pucon(17).thumb.jpg.cd7fe8ab38d045cfd97ed919f0970705.jpg


Sobre o esforço para subida, vou deixar a minha percepção, mas sei que isso é muito pessoal, particularmente, não tive nenhuma dificuldade. Antes de fechar o passeio, conversei bastante com o pessoal da agência e a orientação deles, foi que eles só não recomendam fazer a ascensão para pessoas extremamente sedentárias. Então, estava bem tranquila quanto a isso, pois tenho um bom condicionamento físico, sou bem ativa, pratico atividade física regularmente, faço natação, corrida e treinamento funcional há muitos anos. Esse ano completei duas meia-maratona, já fiz alguns trekkings de 15/18k, então posso dizer que achei “de boa” subir o vulcão, o único momento que exigiu um pouco mais foi aquele que relatei acima, da parte inclinada, fora isso, tô pronta para próxima, já listando os próximos hehehe.

Procurei respeitar o meu ritmo e aproveitar o momento. Confesso que imaginava que seria sofrido, mas curti cada km da subida, foi uma experiência única, me senti muito realizada e feliz. Os últimos 3k de uma meia-maratona foi bem pior (a sensação da chegada é muito boa também).

Sobre a agência, recomendo demais a Ermitaño Expediciones. Em Pucón existem muitas agências, talvez nem seja necessário reservar os passeios com antecendência, mas no caso de atividades como essa do vulcão, que exige um pouco mais, acredito que escolher uma boa agência, faz toda a diferença. Os reviews que li sobre eles foram todos positivos e não tenho nada do que reclamar, desde o primeiro contato foram sempre atenciosos. Os equipamentos fornecidos estavam todos em boas condições e os 3 guias que acompanharam o grupo, que era composto por 8 pessoas, foram super legais.

ermitano.jpg.1a3872ef0eac8d2620b375c527aa0d73.jpg


Ficamos por ali na cratera por cerca de 30 min. e começamos a nos preparar para descer, o que consiste em colocar roupas para neve e os “EPI”. Quem já pesquisou sobre esses vulcões deve ter lido que para descer a gente usa aquele método que exige muito conhecimento técnico e experiência, o famoso ‘skibunda’. Confesso que essa era a parte que eu mais estava com medo, porque detesto coisas que dão muita adrenalina (tipo tobogã, montanha russa, rafting), que não consigo controlar, enfim sou um pouco cagona para essas coisa mas no fim deu tudo certo e foi mais fácil fazer o skibunda na neve do que descer com sandboard as dunas da Praia da Joaquina. Depois do skibunda, fizemos o trecho pelo bosque e chegamos na base.

IMG_0520.thumb.JPG.f138ed39c89fd36f358de370629bbc66.JPG
Para comemorar cerveja gelada no gelo fresquinho kkk 🎉 sim, os caras trouxeram neve na mochila hahaha

Quando cheguei no hostel, os hóspedes estavam preparando uma janta e me juntei a eles. Apesar do cansaço, fiquei um tempo ali interagindo com o pessoal e planejando o que faríamos nos próximos dias. Para o dia seguinte tinha planejado ficar de boa, mas no fim acabei me juntando com uns meninos do hostel e no dia seguinte fomos visitar o mirador El Léon.

[ continua ]

 

Editado por SilviaAlves
  • Gostei! 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 09/12/2022 em 22:19, D FABIANO disse:

@SilviaAlvesEstou acompanhando o seu relato, que está muito bom.Acho que não deve saber como é a venda de passagens da Turbus,que é a mais famosa,mas não considero a melhor empresa do país.Eles colocam a venda todas as passagens daquela viagem a um preço x,vai vendendo e vai aumentando o preço como fosse avião. Só que perto de sair o ônibus, se sobrasse alguma e não fosse em feriados, davam desconto para não irem com lugares vagos.Não sei se hoje continuam fazendo assim. Para Pucon,há uma outra empresa, que na verdade é Turbus também, que domina:A Jac.

Preços de metro variam de acordo com a hora do dia,são as horas puntas(pico),valle(a maior parte)e bajo(após 20h).Não sei se está explicado no link que postou,mas deve estar em espanhol. Aqui vai a explicaçãoem português para todos entenderem.Por ex,quantas vezes esperei dar 20h para pagar a tarifa baja,porque as 7.59h é punta e 2 minutos depois é baja.

a volta de Pucón fiz com a Turbus e o ônibus tinha meia dúzia de pessoas, não sei se ainda funciona desta forma, pelo menos pelo site não observei variação de valor, talvez comprando direto no guichê. Existem muitas empresas que fazem o trajeto santigo x pucón, o site recorrido.cl traz a relação das empresas. Outra coisa que percebi de diferente, é que no Chile, as empresas de ônibus tem o seu próprio Terminal, o da Turbus em Santiago é maior e melhor que o aeroporto da minha cidade rs

Sobre o metrô, é isso mesmo. Durante a semana, a maior parte do dia é a tarifa Valle que custa $720CLP das 09:00 a 17:59:59 / 20:00 a 20:44:59 hrs.; tarifa bajo $640 das 06:00 a 06:59:59 / 20:45 a 23:00 hrs. e a tarifa punta $800 CLP das 07:00 a 08:59:59 / 18:00 a 19:59:59 hrs.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@SilviaAlvesComo disse acima, só aumenta se vai lotando. Então, se em seu caso foi vazio, não houve variação do preço e,muito menos, descontos de última hora. Sempre comprei na última hora,também para receber desconto. Há muita empresa, algumas péssimas, mas quem tem o mais barato sai mais cheio.Acho que você não conheceu o maior terminal da cidade, são 4 no total.Esse é o Terminal Santiago,embora próximo dos outros, tem principalmente ônibus para o Norte de Chile.Turbus não, sempre terminal próprio em todo o pais.

 

Você sabe que existe uma estação de sky no Villarica?É o que conheço e aonde vi nevar pela 2 vez na vida,a 1 vez foi em Puerto Varas,pois nunca gostei de esforço físico. De lá(Puerto Varas)se vê vários vulcões, não sei se desse que só conheço de longe,também se vê. 

Editado por D FABIANO
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Membros

continuando o relato [o qual esqueci complemente de terminar] 

Dia 8 - 21/11/2022

Como mencionei no último post, o plano original para esse dia era descansar, ficar de boa, passear por Pucón, mas decidi acompanhar o pessoal do hostel no passeio até o Mirador Laguna El Leon. Confesso que não sabia nada do lugar, nem tinha ouvido falar, mas decidi arriscar, já que o custo seria apenas o do transporte.

Para chegar até o local, pegamos um ônibus no centrinho de Pucón com destino a Curarrehue, a passagem custa $2000 CLP. Quando entrar no ônibus avise ao motorista que deseja ir ao mirador e ele te avisa quando é para descer.

Agora que comecei a escrever o relato, percebi que vou ficar devendo alguns detalhes, porque não pesquisei nada desse lugar e como estava com outras pessoas, acabei não prestando muita atenção em onde a gente desceu, quanto tempo levou, etc hahaha porém em Pucon, não tem muito segredo para fazer as coisas, é tudo próximo e as pessoas estão sempre dispostas a ajudar.

A trilha que vai até o mirador é bem tranquila, 30min de caminhada leve, com algumas subidas e no final o visual é esse aqui:

519362512_pucon(44).thumb.jpg.902e02f62dcec804a9d22f5ae544de76.jpg

Depois do mirador retornarmos pelo mesmo caminho e fizemos um outro trajeto para ir até Laguna, mais alguns minutos de caminhada/subida e chegamos no lago, eu não tava preparada para entrar na água, assim que chegamos o pessoal entrou na água com roupa e tudo e eu pensei, porque não né? foi muito bom mergulhar naquela agua geladinha. Sou apaixonada pela natação e poder soltar umas braçadas ali, foi muito bom.

971383915_pucon(32).thumb.jpg.3a09eb5bf7d9113b0a98745590b12352.jpg

IMG_0581.thumb.JPG.f33bc49d7f4e8f28a4f224a4bdd93d24.JPG

514104782_pucon(11).thumb.jpg.60a25a41006c1ec08fe5ceb6c2744c85.jpg

Dia 8 - 22/11/2022

Bom, nesse dia mais uma vez tentei me iludir que ficaria quieta, mas um dos meninos que fiz amizade lá no hostel sugeriu ir na base do vulcão Villarica ~na louca~ tipo, sem guia, sem nada, eu não botei muita fé, mas não tinha nada a perder, colei nele e bora o/. Do nada ele conseguiu um carro e fomos eu e outros dois hóspedes. Não gastei nada 🤩 Como diriam os jovens: "o dia prometeu nada e entregou tudo" hahaha 

732824477_pucon(57).thumb.jpg.8c96845c7cc915dca2624c24387fc755.jpg

IMG_0643.thumb.JPG.fb80a03b72ec0fb418202e699da39b77.JPG

Nesse dia tava saindo bastante fumaça da cratera 😍

IMG_0691.thumb.JPG.63ababff24cb3d55c319f637dbc973cd.JPG

até a pele fica mais bonita perto do vulcão hahaha

Atualmente (jan/2023) o vulcão Villarrica permanece em alerta amarelo e esta proibido o acesso até 1k da cratera (em novembro/2022 era 500m).

Por hoje é isso, prometo terminar em breve o relato (falta só mais um dia 🙃) - inclusive, fui pro Chile outra vez em dezembro (assim que tiver mais tempo - antes da volta às aulas, faço o relato)

Editado por SilviaAlves
  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...