Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

renata_mf

João Pessoa

Posts Recomendados

Olá, estou indo para João Pessoa dia 05 de março e voltare idia 20 ficarei em Tambaú, gostaria de saber sobre o Clima nessa época, somos dois casais queria algumas dicas de passeios. Aguardo, grato.

Compartilhar este post


Link para o post

Acho muito tempo só para João Pessoa...recomendaria estender a Pipa e Natal de repente ou até Recife e Porto de Galinhas, ao sul. Particularmente considero 5 dias suficientes para se conhecer tudo em JP. Abaixo listo alguns passeios resumidamente e algumas páginas atrás tem o contato de um ótimo buggeiro com quem fiz passeio e recomendo (podes utilizar a ferramenta de pesquisa aqui no tópico para facilitar):

- Litoral sul: Barra do Gramame, Jacumã, Praia do Amor (pedra furada) Tabatinga, Coqueirinho, Tambaba. No caminho tem a Estação Ciência, projetada por Oscar Niemeyer. Passeio de dia inteiro!

- Praia do Jacaré: pôr-do-sol ao som do Bolero de Ravel tocado por Jurandir do Sax (afastada da cidade, recomendo contratar passeio).

- Piscinas naturais de Picãozinho: embarque próx. hotel Tambaú (meio turno)

- Areia Vermelha: sugiro contratar passeio com agência (barcos partem de Cabedelo, município vizinho - fui de buggy até lá e peguei o catamarã). Duração: meio turno

- Centro Histórico e Parque Sólon de Lucena (meio turno)

- Ponta do Seixas e Farol do Cabo Branco

Compartilhar este post


Link para o post

Natal e Pipa já estão no nosso roteiro... Não tinha pensado em Recife e Porto de Galinhas mas é uma boa ideia. Agradeço samy_sbz, pelas recomendações. Enquanto ao clima nessa época, acha que há riscos de pegar chuva ?! Aguardo e mais uma vez agradeço.

Compartilhar este post


Link para o post

Salve, salve mochileiros!

 

Dawisson, sou Paraibano aqui da gema (kkkkkkkkk) e como bem elencou nossa amiga Samy, temos excelentes pontos turísticos em nossa Capital e em nosso Estado. caso tenha alguma dúvida, ou questionamento quanto à possíveis roteiros, estarei à disposição. Atualmente todo o nordeste está passando por um período crítico de estiagem, com o peculiar calor desta nossa região. O período tido como chuvoso é o compreendido entre os meses de maio e início de agosto, porém - por praxe - chuvas esporádicas podem ocorrer ao longo do primeiro trimestre. Mas não se preocupe, acredito vocês terão um belo passeio, sem "inconvenientes climáticos". Sugiro, entre passeios pela orla e pelo centro histórico, um dia inteiro para conhecer nosso litoral Sul (Gramame, Jacumã, Carapibus, Tabatinga, Coqueirinho e Tambaba - esta última é de uma extrema beleza), e um outro dia reservado para o passeio completo de catamarã, visitando nossas ilhas de corais (picãozinho) e areia vermelha. Ao fim, pode-se mesmo apreciar o por do sol na Praia do Jacaré, um local charmoso e bem aconchegante, que dispõe de barzinhos, restaurantes suspensos às margens do mangue e comércio de artesanato local. A vantagem é que tudo isso está compreendido num raio máximo de 40Km a partir de João Pessoa. A cidade os receberá de braços abertos... MAS CUIDADO: depois da visita, muitos turistas só sossegam quando conseguem vir morar aqui de vez. :lol:

 

Abração!

Compartilhar este post


Link para o post

Eu trocaria Recife por Olinda, que achei bem mais interessante, e Porto de Galinhas pela Praia de Carneiros, muito mais bonita e com menos turistas !

 

João Pessoa você pode conhecer em dois dias, depois te recomendo a ficar na pousada do inglês, em Jacumã, no litoral sul da Paraiba ( 30km de João Pessoa) e de lá conhecer as praias próximas, que são as mais bonitas !

Na pousada eles tem um taxista que leva os hóspedes pras praias e cobra baratinho, o seu Humberto, um amor de pessoa e extremamente pontual Pagamos 15,00 pra ele nos deixar e buscar no final do dia na praia de Barra do Gramame, por exemplo, e 20,00 pra deixar e buscar em Coqueirinho.

Sem contar que o pessoal da pousada do inglês é show de bola !

 

Estive lá agora em janeiro, em Pernambuco e Paraíba, se quiser dar uma olhada no meu relato pra ter noção de valores e ver algumas fotos pra se "inspirar", o link é esse :

 

porto-de-galinhas-maragogi-recife-olinda-joao-pessoa-e-outras-praias-com-fotos-jan-2013-t77859.html

Compartilhar este post


Link para o post

Obrigado Albano e Fernanda, alugamos um "Ap" No Cabo Branco Home Service, entre Tambaú e Cabo Branco. Estamos ansiosos para conhecer João Pessoa, Natal e redondezas...

Compartilhar este post


Link para o post

Fiz um roteiro pra conhecer João Pessoa e gostaria de opiniões quanto a ele. Vou chegar em JP num desses voos malucos da madrugada, por volta de 3 da manhã em um sábado. Queria chegar por volta de meio dia pra aproveitar que a diaria do hostel começa as 14 horas, mas os voos da madruga são tao mais baratos... Então, chego 3 da manhã e como já vi que a boa parte dos voos em JP são na madruga, já vi relatos que o aeroporto de JP fica bem movimentado de madrugada. Então a boa pedida é esperar amanhecer no aeroporto, o que no caso de JP deve ser lá pelas 5 da manhã, certo??

então, assim que amanhecer, pego o primeiro onibus e desço no terminal urbano do lado da rodoviária, certo? Deixo minha mochila no guarda volumes da rodoviária e vou desbravar o centro histórico na manhã de sábado. Meu roteiro no Centro Histórico é Pç. Antenor Navarro, Hotel Globo, Basílica N.S. Neves, Mosteiro S. Bento, Igreja S. Francisco, Convento Sto. Antônio, Ig. N.S.Carmo, Tambiá Shopping, Pq. Arruda Câmara, Igreja Mãe dos Homens, Torre TV Cabo Branco, Pç. Independência, Teatro Ariano Suassuna, Casa do Artista Popular, Pq. Solon, Pç. Três Poderes, Teatro Santa Rosa. Roteiro de uns 9 km a pé que creio dar pra fazer com folga até a hora do almoço. Falta algo que eu não tenha posto?

Almoçar, pegar a mochila na rodoviária e ir pro hostel.

Assim que tiver devidamente instalado no hostel pretendo ver o por do sol na Praia do Jacaré. Digo pretendo pois parece que o ideal é chegar lá pelas 16 horas e se eu atrasar um pouquinho meu roteiro posso deixar o Jacaré pra domingo e ir pra Cabo Branco. Mas, supondo tudo dentro dos conformes, vou pro Jacaré. Depois do por do sol, experimentar alguns pratos típicos no famoso Mangai.

Domingo de manhã devo ir pra Fortaleza de Sta. Catarina em Cabedelo. Depois, ir pra Ponta do Seixas, Cabo Branco e Tambaú. Queria fazer Ponta do Seixas, Cabo Branco e Tambaú de bike. Li que tem aluguel de bike em JP e quero saber como tá isso hoje em dia. Tá legal de alugar? quanto custa? É tranquilo de alugar, as ciclovias da orla estão legais? Se não vou de busao mesmo.

Na segunda-feira de manhã devo ir pra Pipa, mas como meu roteiro pra Natal e Pipa tá mais folgado, gostaria de opiniões, se devo ir pro litoral Sul na segunda, se vale a pena.. porque não sou muito de praia e já vou ter muita praia em Pipa... aguardo sugestões....valeu!!

Compartilhar este post


Link para o post

Rapaz, se você tiver pique, melhor seria ir a Cabedelo no dia que for na Praia do Jacaré. Ficam na mesma direção. E aí no domingo estenderia o passeio mais ao sul. Eu acho que pelo menos Barra de Gramame vale a pena conhecer, e é bem próxima.

 

Quanto ao Mangai, não deixe de ir... o pão de macaxeira com manteiga na chapa... lembro até hoje. O escondidinho de charque ou carne de sol em Tambaú também é uma boa.

Compartilhar este post


Link para o post

Pego o primeiro onibus e desço no terminal urbano do lado da rodoviária, certo? Deixo minha mochila no guarda volumes da rodoviária

 

Lá tem isso? Juro que não sabia. ::dãã2::ãã2::'>

 

e vou desbravar o centro histórico na manhã de sábado. Meu roteiro no Centro Histórico é Pç. Antenor Navarro, Hotel Globo, Basílica N.S. Neves, Mosteiro S. Bento, Igreja S. Francisco, Convento Sto. Antônio, Ig. N.S.Carmo, Tambiá Shopping, Pq. Arruda Câmara, Igreja Mãe dos Homens, Torre TV Cabo Branco, Pç. Independência, Teatro Ariano Suassuna, Casa do Artista Popular, Pq. Solon, Pç. Três Poderes, Teatro Santa Rosa. Roteiro de uns 9 km a pé que creio dar pra fazer com folga até a hora do almoço. Falta algo que eu não tenha posto?

 

Fazer o que no Tambiá? Será apenas uma perda de tempo, mas se quiser na "região do Tambiá" na rua por trás tem alguns prédios lindíssimos.

Porque a TV da CB? Ela não é aberta ao público, infelizmente o projeto que a tornaria em um mirante ainda não saiu do papel.

A Praça da Independência não tem nada, praticamente não é usada, esta "abandonada" e geralmente é usada como estacionamento para o Colégio Pio X (ótima arquitetura).

 

Almoçar, pegar a mochila na rodoviária e ir pro hostel.

Assim que tiver devidamente instalado no hostel pretendo ver o por do sol na Praia do Jacaré. Digo pretendo pois parece que o ideal é chegar lá pelas 16 horas e se eu atrasar um pouquinho meu roteiro posso deixar o Jacaré pra domingo e ir pra Cabo Branco. Mas, supondo tudo dentro dos conformes, vou pro Jacaré. Depois do por do sol, experimentar alguns pratos típicos no famoso Mangai.

 

O melhor horário para chegar no Jacaré realmente é em torno das 16, ainda da para pegar um bom lugar. Já sabe como chegar lá?

 

Domingo de manhã devo ir pra Fortaleza de Sta. Catarina em Cabedelo. Depois, ir pra Ponta do Seixas, Cabo Branco e Tambaú. Queria fazer Ponta do Seixas, Cabo Branco e Tambaú de bike. Li que tem aluguel de bike em JP e quero saber como tá isso hoje em dia. Tá legal de alugar? quanto custa? É tranquilo de alugar, as ciclovias da orla estão legais? Se não vou de busao mesmo.

 

Você sabe como chegar na Fortaleza? Não vá de Táxi! (sai muito caro, não compensa)

Eu acredito, não tenho certeza, que esse serviço de aluguel de bicicletas não tenha mais, faz tempo que não as vejo na orla.

 

Na segunda-feira de manhã devo ir pra Pipa, mas como meu roteiro pra Natal e Pipa tá mais folgado, gostaria de opiniões, se devo ir pro litoral Sul na segunda, se vale a pena.. porque não sou muito de praia e já vou ter muita praia em Pipa... aguardo sugestões....valeu!!

 

Mesmo não gostando de praia, recomendo muitíssimo o LS, Praia Bela, Tambaba, Coqueirinhos e Carapibus são paradas obrigatórias para quem vem a PB.

 

 

Precisando de qualquer informação, pode perguntar. ::hãã2::

Compartilhar este post


Link para o post

Obrigado pelas dicas!

Esse meu roteiro no centro é pq fiz um mapa e vou seguindo pelas ruas, algumas vai ser só pra ver mesmo e tirar uma foto e pronto, tipo a torre de tv p.ex. Tenho a manhã livre pra isso, acho que tá tranquilo.

A praia do Jacaré devo ir de busão mesmo, pego uma integração no terminal do Bessa e desço na BR perto da entrada pra Praia ou algo assim, linha 5104 Jacaré/Intermares. isso pra ir pq ainda tá de dia, pra voltar acho q vou ter q arrumar um táxi, rachar um táxi...e pode ser tb q encontre alguma turma no hostel q esteja indo pra lá né! essa forma como chegar e sair do Jacaré ainda ta um pouco obscura...

Pra Fortaleza eu pego a linha de Cabedelo 5101 e desço no final e acabo de chegar a pé, ok???

Pena se nao tiver mais o aluguel de bikes, seria uma beleza!!

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por ipamscf
      Bom Dia Pessoal,
      Hoje vim falar, bem rapidamente, sobre como chegar em Lucena na Paraíba através de transporte público;
      Ônibus via Cabedelo:
      1. Chegando na rodoviária de João Pessoa - Terminal Rodoviário Severino Camelo sai da mesma e, chegando na avenida, vira a direita no sentido do Mercado Público e sobe a ladeira até a última parada de ônibus onde espera pelo ônibus nº 5101 que segue até Cabedelo; Os horários de partida são possíveis de ver pelo aplicativo Moovit - mas recomendo levar em conta sempre uns 5 minutos pra antes e pra depois - ;
      2. Pegando o ônibus, passando do Fórum de Cabedelo - PB que se encontra do lado esquerdo da pista de quem vai, pede parada e desce do ônibus, atravessa a pista e entra na rua logo em frente, seguindo reto até o final da mesma e no fim dobrando a esquerda até chegar na balsa (ou pode pedir ao motorista pra avisar quando tiver perto da Balsa);
      3. Chegando na balsa é só comprar a passagem e embarcar e, do outro lado, tem opção de ônibus de lotação ou ainda moto-taxi que leva até o local de hospedagem.
      Trem via Cabedelo:
      1. Chegando na rodoviária de João Pessoa - Terminal Rodoviário Severino Camelo, sai da mesma e segue pela esquerda, margeando a rodoviária e entra na primeira rua a esquerda, seguindo reto até a rodovia, ao chegar na rodovia dirige-se pela direita até ver um prédio azul, que é a estação de trem;
      2. Pegando o trem até Cabedelo, segue com o mesmo até o ponto final;
      3. Descendo em Cabedelo é só seguir pela esquerda que vai chegar na balsa;
      Ônibus Lucena-JoãoPessoa-Lucena
      1. A opção mais demorada e mais cara, pois custa uns R$10,00 (2019) e ônibus sai da mesma rua onde sai o onibus para Cabedelo porém segue por terra, indo até santa rita e de lá para Lucena diretamente.
       
      =D
    • Por Juliana Saueia
      Fiz uma viagem muito especial pela Paraíba, conhecendo João Pessoa, as praias do sul do Estado, Cabedelo, Areia, Campina Grande, Barra de Mamanguape, Cabaceiras e o Lajedo de Pai Mateus. De tudo que eu gostaria, só não consegui ir para Baía da Traição porque precisei voltar para casa antes do tempo.
      Comecei por João Pessoa, onde me hospedei na casa de uma amiga que fiz numa viagem pelo Uruguai. 
      João Pessoa é a terceira capital mais antiga do país e lá o sol nasce antes das cinco da manhã. Eu cheguei até lá de ônibus partindo de Recife e em duas horas de estrada fui de uma capital à outra. Paguei R$ 44,50 na passagem pela empresa TOTAL, mas também existe a Viação Progresso que faz esse trecho e as duas são boas companhias.
      Logo na chegada fui para o Hotel Globo, que era super badalado entre 1930 e 1950 e hoje podemos visitar, foi lá que presenciei a despedida do sol atrás do Rio Sanhauá, foi muito lindo de assistir.
      No centro, além do Hotel, fica a Igreja de São Frei Pedro Gonçalves, a Praça Anthenor Navarro com casinhas coloridas e super charmosa e com 15 minutos de caminhada fica o Centro Cultura São Francisco, que possui visita guiada.
      São 05 praias principais em João Pessoa: Praia do Seixas, Cabo Branco, Tambaú, Manaíra e Bessa (apelidada de Caribessa). é entre Tambaú e Cabo Branco que fica o maior agito, tanto durante o dia como a noite. É por ali que fica a placa EU AMO JAMPA  e tem a maior parte dos hoteis da cidade. A praia de Manaíra é bem sossegada. A Praia do Seixas tem uma mística de ser a ponta mais oriental do nosso continente, é pequena mas lota de excursões que saem para as piscinas naturais do seixas, que aliás recomendo demais fazer. 
      Deixei mais alguns detalhes e lista de lugares para comer em João Pessoa no https://alemdacurva.com/o-que-fazer-em-joao-pessoa-na-paraiba/
      Cabedelo
      Uma cidade que se confunde com João Pessoa, de tão perto que é. Meu Uber até o final da cidade deu R$ 25,00, mas existe um ônibus da empresa Reunidas em João Pessoa chamado Cabedelo Direto 5101 que sai da Av. Epitácio Pessoa e vai para a cidade do pôr do sol mais famoso.
      Cheguei e fui direto para a Fortaleza de Santa Catarina. Paguei R$ 2,00 para entrar e uma guia contou tudo sobre o local para mim. Lá dentro avistamos a Igrejinha de Santa Catarina Alexandria, prisões, Casa Pólvora, Casa do Capitão, Alojamento dos Soldados e Oficiais, túneis, um poço e um paiol. Além de avistarmos o fim do Rio Paraíba.
      Você pode conhecer em Cabedelo também as Ruínas do Almagre, que é tombada pelo IPHAN.
      E a cidade possui inúmeras praias, que eu acabei não aproveitando, mas vocês podem: Intermares, Camboinhas (de onde saem os barcos para a Areia Vermelha, um passeio recomendadíssimo), Areia Dourada, Dique de Cabedelo (onde há o encontro do mar com o Rio Paraíba chamado de Pororoca da Paraíba), Miramar, Ponta de Mato, Formosa, Praia do Poço e Ponta de Campina. UFA! rs
      Mas a minha intenção mesmo ao ir para Cabedelo era conhecer o famoso pôr do sol no Jacaré, que muitos dizem ser o mais bonito da Paraíba.
      A Praia do Jacaré na verdade é o Rio Paraíba e de lá saem embarcações para curtir o pôr do sol ao som do Bolero de Ravel, apresentado por Jurandy do Sax. Minha opinião: fiquei sentada na "orla" do Jacaré e tive exatamente a mesma vista do pessoal que entrou no barco e consegui ouvir perfeitamente o som do Jurandy. Eles param a pouca distância da gente, não entendi o bafafá em cima desse passeio. Eu mostro as fotos aqui no https://alemdacurva.com/por-do-sol-em-cabedelo/ 
      Praias do litoral sul da Paraíba
      São as praias super famosas, que a maioria que vai pra lá acaba conhecendo. O ideal é fazer de carro, mas eu não dirijo e minha amiga não poderia me acompanhar nesse dia. Consegui fechar um taxista com mais 03 meninas que também iriam fazer esse lado da Paraíba. Outra opção é fazer passeios com excursões. As empresas geralmente oferecem passeios divididos entre as praias, sendo parte em um dia e parte em outro dia.
      Tem também passeio de buggy, que dai fazem as praias que você quiser em um só dia. 
      As praias que conheci foram: Barra de Gramame (ainda faz parte de JP e tem pouca estrutura, o que eu adorei), Praia de Tabatinga (na cidade do Conde e tem característica mais rústica com falésias e um mirante bem bonito), Praia Bela (com uma estrutura maior), Praia de Tambaba - praia de nudismo (a que eu mais gostei, mas fica lotadinha na parte em que banhistas com roupa podem acessar), Praia do Coqueirinho (a mais famosa da região, super lotada e com a maior infraestrutura de todas, inclusive deixei um rim como pagamento no almoço) e Praia do Amor (visitei bem rapidamente, ela possui uma pedra onde os supersticiosos passam por baixo para ter sorte no amor).
      As fotos de todas elas estão aqui https://alemdacurva.com/praias-do-litoral-sul-da-paraiba/
      Barra de Mamanguape
      Aqui já começou as surpresas da Paraíba para mim, minha amiga pegou um final de semana e me levou para esse paraíso, que na minha opinião possui o melhor pôr do sol da Paraíba, desculpem os amantes da Praia do Jacaré rs.
      Barra de Mamanguape fica em Rio Tinto e pra lá fomos de carro mesmo. Pegamos a BR 101, entramos pela cidade de Mamanguape (que não tem nada a ver com a Barra de Mamanguape) para ir à Rio Tinto, de onde se pega a estrada para Barra. Outro caminho é pegar um acesso que tem na BR 101 que segue por meio de canaviais a estrada inteira até chegar em Barra. Mas tomem cuidado porque por ali vez ou outra ocorre assaltos.
      Foram 02 horas de estrada de João Pessoa até Barra de Mamanguape.
      Dá para chegar de ônibus, mas não é tarefa fácil. Você precisa pegar um ônibus em JP até Rio Tinto bem cedo, pois você precisa chegar até umas 10h30 no máximo na cidade. O ônibus que sai de Rio Tinto pra Barra de Mamanguape parte as 11hrs de segunda a sexta. De sábado ele sai até mais cedo, as 10hrs. E pra voltar de Barra o ônibus passa de segunda a sábado às 05h30 com destino à Rio Tinto.
      Disseram que em Barra de Mamanguape existem moto-táxis mas eu não vi nenhum.
      Nos hospedamos no Sua Casa na Barra, uma casa que acomoda 04 pessoas do Nilton, que nos atendeu super bem. Pagamos R$ 160,00 no final de semana. Ele possui camping também para quem quiser e mais uma casa para alugar.
      Barra de Mamanguape é Área de Preservação Ambiental e já foi lar de peixes-boi, animal em extinção.
      Fizemos passeio de barco pelo Rio Mamanguape que foi tão incrível. Pagamos R$ 30,00 por pessoa. Passamos pelos mangues, antigo cativeiro do peixe boi, recifes (onde podemos avistar tartarugas) e banco de areia, com parada para almoço na Aldeia do Tramataia. A comida era uma delícia, bem farta e pagamos R$ 17,00 com a bebida inclusa. 
      Existem outros passeios para fazer como trilhas que vão de 4,5 a 12 km, além de passeio de buggy, caiaques, pedaladas na praia e até luau.
      Lá em Barra de Mamanguape há o encontro do rio com o mar, também. Eu amei ficar ali, praticamente sozinha. O lugar é muito rústico, sem estrutura nenhuma e uma natureza forte ao redor. Lindo! Aqui tem fotos https://alemdacurva.com/barra-de-mamanguape-pb/
      Inclusive, o pôr do sol por lá foi de cair o queixo, fiquei impressionada com tanta beleza. O sol se põe atrás do encontro das águas. Um espetáculo a parte.
      Areia
      Descobri essa cidade por conta da minha amiga que mencionou super sem querer. Lá fui eu pesquisar e me apaixonei. A cidade é muito fofa!
      Ela fica no brejo paraibano na Serra da Borborema e no inverno faz muuuito frio. Inclusive sedia o festival Caminhos do Frio, que passa por mais 8 cidades também.
      Eu fui de João Pessoa para Areia de ônibus, que demorou um cadim porque passa por várias outras cidades e custou R$ 31,50. Mas foi ótimo curtir a paisagem que ia mudando conforma saíamos do litoral.
      Cheguei na hora do almoço e encontrei o Restaurante e Cachaçaria Barretão super bem arrumadinho e bonitinho, com um self service gostoso por R$ 13,00.
      Lá em Areia faz-se muitas visitas aos engenhos, a mais famosa é a do Engenho Triunfo, que produz uma das cachaças mais vendidas do Estado.
      O Açúcar por lá também é forte e dá para visitar alguns engenhos, além de conhecer o Museu da Rapadura (ou do Brejo Paraibano).
      Não deixem de passear pelo centrinho, é uma coisa fofa demais aquelas casas coloridas e muito bem preservadas. As fotos vocês podem ver no https://alemdacurva.com/o-que-fazer-em-areia-na-paraiba/
      O primeiro teatro da Paraíba encontra-se em Areia, é o Teatro Minerva. Não é luxuoso como a maioria que encontramos Brasil afora mas tem história. E se história é algo que você gosta, visite também a Casa de Pedro Américo, pintor d'O Grito do Ipiranga, que com certeza você já viu nas aulas de história.
      Areia também é lar da Comunidade Quilombola Senhor do Bonfim, que conta com uma história mega forte.
      Vale a pena demais passear por lá. De Areia eu ainda fui para Campina Grande de ônibus, para dar um abraço em uma amiga. Então por lá não conheci quase nada além do Açude Velho e do Museu de Arte Popular da Paraíba que é uma obra de Oscar Niemeyer e foi uma surpresa gratificante encontrá-lo, já que eu nem sabia o que tinha por lá.
      Cabaceiras
      Essa foi a cidade mais especial de toda a viagem. Cabaceiras é uma cidade do cariri paraibano de 5 mil habitantes e é uma das que menos chove no Brasil.
      Já deixa eu avisar: tomem MUITA água. Não é brincadeira o quanto nós precisamos nos hidratar em um local seco como lá. Eu passei mal quando voltei e por isso que precisei retornar antes para casa.
      Minha intenção era a de dormir por lá, eu gosto de aproveitar calmamente os locais, mas achei complicado na época ir sozinha. Quando cheguei perguntei como fazia e me disseram, então relato aqui: de João Pessoa vá até Campina Grande e de CG sai um ônibus para Cabaceiras, só não sei os horários nem preços.
      Eu acabei contratando uma agência porque não achei que sairia perdendo. Estava incluso transporte, guia em Cabaceiras e no Lajedo, além de um café da tarde. Apenas o almoço paguei a parte.
      Em Cabaceiras tem moto-táxi.
      Existem hospedagens por lá em pousadas, hoteis e campings.
      Uma das coisas que eu mais estava ansiosa para conhecer em Cabaceiras é a placa "Rolíude Nordestina" escrita desse jeitinho mesmo rs. Cabaceiras é considerada assim porque inúmeros filmes e seriados foram gravados ali, inclusive o meu brasileiro preferido "O Auto da Compadecida". Acho de uma originalidade incrível essa placa.
      Tem também o Museu Histórico-Cultural dos Cariris Paraibano que conta a historia dos moradores dessa região. São dois prédios, um era uma antiga cadeia pública onde um famoso cangaceiro ateou fogo para libertar uns presos e o outro era a residência oficial dos prefeitos.
      Depois fomos do Bar Zé de Cila, uma figura e patrimônio público na minha opinião rs. Ao ver os turistas chegando ele corre para colocar uma batina de padre e posar para fotografias. Ele foi dublê do Padre João no Auto da Compadecida e se orgulha muito disso.
      Um ponto que achei um pouco fraco foi o Museu Cinematográfico que conta basicamente com fotografias e retratos de jornais.
      Lá em Cabaceiras a gente não encontra uma alma andando na rua, mas na época da Festa do Bode Rei a cidade lota. Ela acontece de maio a junho e enaltece a caprinocultura.
      Por fim o ponto mais esperado pela minha pessoa nesse tour: A Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, a do filme O Auto da Compadecida. Como nossa visita era guiada, foi muito mais divertido porque a guia ia relembrando as cenas e falando frases icônicas do filme... Não sei só sei que foi assim. Demos muitas risadas.
      As fotos todas de Cabaceiras estão aqui https://alemdacurva.com/o-que-fazer-em-cabaceiras/
      Lajedo de Pai Mateus
      Passando para o momento mais inesquecível desse dia em Cabaceiras, fomos em direção ao Lajedo de Pai Mateus. Aqui eu chorei tanto, foi um lugar que senti uma energia reverberando por todo o meu corpo muito forte. 
      O Lajedo fica aproximadamente 15 km do centro de Cabaceiras dentro de um Hotel Fazenda. Para chegar no lajedo terá que passar pelo hotel e eles cobram uma taxa de todos (hóspedes e não-hóspedes) para entrar lá. Foi lá que almoçamos e tomamos o café da tarde. 
      Se estiver sem carro pode pedir para um moto-táxi te deixar lá. Mas o Lajedo não fica muito perto do Hotel e os guias acompanham os turistas nos carros dos turistas. Essa é a parte complicada de visitar sem carro. Mas você pode procurar alguma alma bondosa que te enfie no carro para ir junto.
      Antes de chegarmos no Lajedo, passamos pela Saca de Lã, que num resfriamento da terra se fraturou. Tem quem ache que foi algo natural mesmo e quem acredite que foi obra de ET. Ela fica em cima do Rio Boa Vista ou Rio Direito que desde fev/02 estava seco, vindo a encher apenas em abr/18.
      Já subindo para o Lajedo, era indescritível o que os meus olhos viam. Como aquelas pedras estavam paradas e não rolavam? É muito doido, os apoios de muitas pedras são irregulares e eu não entendo como estão de pé. Se quiser ver fotos desse passeio veja no https://alemdacurva.com/lajedo-de-pai-mateus/
      O guia vai contando toda a história que ronda o local sobre o eremita curandeiro Mateus e os índios cariris.
       Um dos momentos mais lindos foi ver o pôr do sol no Lajedo de Pai Mateus. O guia pediu para que ficássemos em silêncio nesse momento e todo mundo obedeceu, inclusive as crianças. Não ouvia nenhum barulho. De um lado o sol se despedindo e do outro a lua toda lindona dando oi, tudo em 360 graus de visibilidade.
      Comecei e terminei esse post emocionada. 
       
    • Por Carlos9460
      Olá amigos de viagem, 
      Em 9 de março de 2019, junto com a minha namorada, vamos para João Pessoa-PB (queríamos ficar + ou - 5 dias) e pretendemos ir via terrestre até Fortaleza-CE (Jericoacoara, no final, ficaremos 4 dias),
      Resumindo: 
      João pessoa: + ou -  5 dias
      Trajeto João Pessoa- Fortaleza: + ou - 4 dias
      Jericoacoara: 4 dias (chegamos num dia, passamos dois completos, voltamos no 4o dia)
      Vocês poderiam nos ajudar a  melhor maneira de fazer este percurso e o que vale a pena conhecer?
      Voltaremos de Fortaleza dia  23 de março.
      Desde já, muito obrigado.
      Carlos
      Celular/Whatsapp: 51 985 4242 06
       


×
×
  • Criar Novo...