Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

xaliba

Como aprender o raio do INGLES???

Posts Recomendados

Xaliba,

 

Show...

 

Dica Mastercard n. XXXX..rsrs Leia este relato e encontre a motivação que precisa!

 

Sou engenheiro Mecatronico ( coisa de maluco ) e aprendi matematica mais ou menos nesse estilo que vc fez com o ingles. Persistencia e um incentivo ( que no meu caso não era os muleques não..rsrs) : Se tem um cara que programou a HP pra resolver estes calculos, então é por que é possivel resolver sem ela! ( Mais maluco ainda..rsrs )

Cara, lendo seu texto descobri que vc tambem é maluco !!.. E neste mundo , hospício de normais pré-fabricados, fazemos toda a diferença!...

Ganhou um fã!

 

Abs

 

Léo ::ahhhh::

 

hahaha, pois eh broder, as vezes eu me acho meio maluco mesmo, mas aprender a calcular aquelas paradas sem a hp, hahaha, vc ganhou de mim de longe, hehehehehe ::lol4::::lol4::::lol4::

 

abraco broder

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xaliba

 

Show de bola mano, parabéns!!!

Digamos que 60% do inglês que aprendi, foi da persistência mesmo (vendo filmes e lendo muito).

 

Abraço

Edy

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Xaliba,

 

Que pena que somente hoje li esse teu relato. Que no final das contas é atemporal.

Sempre fui contra o caminho do autodidatismo por achar que é o mais difícil e o mais arriscado pela falta de um norte confiável.

Você mostrou como esse caminho é mesmo difícil, mas ao contrário da minha crença, possível.

O grande motor é a força de vontade. É o grande diferencial.

Concordo com a tua definição de bilingue, e sei como é difícil a pessoa aprender uma língua "mais velho". E também como é difícil falar e parecer ser nativo na língua. Parabéns pelo texto e por ter conseguido avançar tanto no aprendizado.

Que essa força de vontade incentive os frequentadores do forum. Afinal tudo é aprendizado, temos aqui vários especialistas em vários assuntos, isso demandou tempo e estudo.

Parabéns a esses também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente ótimo seu relato Xaliba,

Pretendo trabalhar num cruzeiro e meu inglês ainda é bem básico (mas pelo menos agora consigo entender algumas coisinhas).

Fiquei hospedada num albergue no RJ e, como era de se esperar, com vários gringos por lá. Só depois de alguns dias perdi o medo e omecei a me arriscar a falar em inglês, embora sempre que ia iniciar uma conversa já falava: "I don't speak English very well". Todos com quem falei se mostraram receptivos e, fiz até 3 amigos com quem sempre falo.

Ótima experiência e grande incentivo pra mim....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Xaliba!!!

 

Nossa, sem comentários esse seu relato. Estudei por 5 anos numa escola e realmente não se aprende muito não. Mas o incentivo é tudo. Depois que li seu relato vou me enfiar mais nos estudos. Hoje tenho focado muito em filmes, pois é muito legal vc ouvir e entender alguma coisa mesmo lendo a legenda. Nem consigo mais em casa ver algum programa que não seja legendado para poder quem sabe um dia tirar a legenda.

 

Estava precisando deste "empurrão" pois eu faço em julho minha primeira viagem estilo mochilão pela Europa e sou muito tímida para puxar papo com as pessoas e ao menos até lá quero estar 1% melhor do meu básico - "não passo fome nem sede"... rs

 

Abraço, Roberta

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem legal seu relato. Aprender língua estrangeira é assim mesmo, não adianta passar anos no cursinho se não há um verdadeiro interesse por parte de quem está aprendendo.

 

Minha história com o inglês foi mais clássica e direta que a sua, mas a vontade, o amor pela língua é o mesmo. Eu me interessei pelo inglês quando ficava no fundo da sala do curso da minha mãe, quando tinha uns 6-7 anos. Minha mãe tinha uma professora que dava aulas particulares, pra grupinhos de 3-5 alunos, com gramática britânica, não era curso de nome. Quando tinha quase 8 anos pedi pra ter aulas também, e passei os próximos 5 anos fazendo esse cursinho duas vezes por semana, estudando a gramática com muito detalhe mesmo. Eu amava as aulas e sempre não a via a hora de ser dia de curso. Nunca matei aula, sempre queria mais. Depois que terminamos toda a gramática passei 2 anos só fazendo conversação. Minha professora era brasileira mas que morou muitos anos na Inglaterra, o inglês dela era muito bonito, e ela gostava de filmes e livros que eu também gostava, e nos 2 anos de conversação, eram eu, ela e outro aluno amigo meu que também tinha os mesmos interesses. Então era um bate papo, nunca uma aula, e praticamente toda vez a gente saía da sala, pegava o elevador, ia tomar um café, e nem se tocava que ainda estava conversando em inglês.

 

Aí aos 16 anos fiz um intercâmbio de 6 meses no Arizona, que foram importantes pra mim para ganhar aquela confiança de que tudo que havia aprendido antes não era falso, não era um inglês só passável já que éramos brasileiros falando. Obviamente, segundo a minha professora, eu destruí meu inglês. rsrsrsrs Pois perdi a pronúncia britânica em quase todas as palavras.

 

Me sentia satisfeita quando voltei, conseguia ver filmes sem legenda, entender letras de música, séries de TV, se encontrasse gringos na rua podia ajudar sem problema, etc. Mas então vieram os fórums. Passei a escrever inglês em fórums de leitura desesperadamente, acho que passava mais tempo escrevendo em Inglês que em Português, e acho isso muito importante pra quem está tentando aprender, se enfie em fórums de língua inglesa e mete o pau, quanto mais você escrever mais aumenta seu vocabulário, e testa seu conhecimento da gramática, etc. Pra mim foi importante pois acabei não esquecendo detalhes da gramática. Detalhe, não frequente fórums que usem gíria e abreviações, o fórum que eu frequentava exigia a escrita por extenso e completinha, e todo mundo era corrigido, nativo ou não, até porque era para amantes de leitura.

 

Conheci meu marido assim, e acabei vindo parar em Porto Rico, onde aprendi o Espanhol de forma bem diferente. Tinha feito Fisk, cursinho bem básico, de Espanhol, mas não lembrava muito ou entendia lhufas quando cheguei aqui (e o sotaque em Porto Rico é coisa de louco, mesmo pra quem tem uma noção de Espanhol ou acha que o Portuga é suficiente pra entender um pouquinho, acaba perdido) e nos primeiros meses acabava só usando o Inglês, já que a família do meu marido é toda fluente. Mas depois pedi pra ninguém falar em Inglês comigo, e fui falando um portunhol horroroso até começar a entender o que todo mundo falava, e começar a falar também. Preciso estudar a gramática agora, porque falo muita conjugação errada, mas consigo me comunicar tranquilamente, na maior parte do tempo, apesar de ter desenvolvido o péssimo hábito porto riquenho de misturar Inglês e Espanhol na mesma frase, uma zona.

 

Também estudei japonês e francês, mas realmente lembro muito pouco porque a faculdade, a vida, etc. acabaram me afastando. Eu quero voltar a estudar Japonês este ano, é minha meta. E também estudar Espanhol por conta própria, para aprimorar meu conhecimento da gramática.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xaliba, parábens e obrigado!!!!

 

Inspirador!!!

 

Eu estava meio parado no estudo do ingles por falta de tempo, mas vou voltar a estudar em casa.

 

Eu uso o livro English Grammar in Use (intermediate), Straight Forward (upper intermediate e advanced), Inside Out (intermediate) e o dicionário Password English, que é dicionário Ingles-Ingles (aprendo o significado com a explicação em inglês)

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi pessoal,

 

Retomei meu inglês a alguns dias, motivada por uma oportunidade internacional e, estou estudando pela internet através do Livemocha.

Este site é pago, mas primeiro vc o experimenta por 5 dias grátis e depois paga tipo U$$ 10.00 (bem barato) algum dos cursos.

E realmente ele é muito bom, vc faz os exercícios e os alunos nativos em inglês (que estão no site aprendendo outro idioma) te auxiliam nos exercícios e até o corrije se for necessário.

Para entender melhor, quem é cadastrado atua como aluno e professor. Eu sou professora de português (minha língua nativa) e ajudo as pessoas que estão aprendendo o português. Assim como, sou aluna e envio vários exercícios para revisão e sou auxiliada por vários nativos em inglês.

 

Mas nesse site são várias línguas.

Ele é multifuncional, com certeza!

 

Vale a pena mesmo!

 

Quem quiser experimentar entra ai:

::cool:::'> http://www.livemocha.com/invite/r:Mior4i3x

 

Bjs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xaliba! Só li este relato agora acredita?!

 

Nota 1000! Recentemente voltei pra aula de inglês também, porque não sou tão autodidata como você, bem que eu queria!

Mas a dica de falar, falar, falar é tudo! Eu sempre procuro praticar com os gringos que eu encontro por São Paulo e está sendo de muuuuuuita ajuda... já até perdi o medo e a vergonha de errar... principalmente porque é normal pra quem está apredendo....

 

Você me inspirou e vou comprar uns livros em inglês que me indicaram! Já estou lendo Eat, Pray, Love da Elizabeth Gilbert... em inglês... e estou recorrendo ao dicionário para as palavras que não consigo "adivinhar" pelo conceito geral da frase.

 

A minha dica é usar dicionário com a definição das palavras em inglês... ou seja... dicionário TODO em inglês! Hoje uso o Password - English Dictionary For Speakers Of Portuguese da editora Martins Fontes.

 

Outra dica para reforçar o vocabulário é o site http://www.livemocha.com, cadastre-se e faça o curso de inglês online e gratuito. É ótimo para melhor o vocabulário do dia-a-dia.

 

Bom, é isso!

Beijos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...