Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Barracas leves, levíssimas!


Posts Recomendados

  • Membros de Honra
Getúlio, quantos mm de resistência à coluna d'água no piso e no sobreteto você considera suficientes para nossos acampamentos "molhados" aqui no Brasil? Qual o mínimo?

Abraços.

Posso responder essa?!?! :mrgreen:

Vou falar pela minha experiência: MSR Hubba com 1.500mm no sobreteto e 10.000mm no piso.

No piso tranquilo, já peguei chuva bem forte e nada de passar água. Acho que os 6.000mm da Nepal devem aguentar.

Já o sobreteto e seus 1.500mm: nas chuvas fortes chega a passar um "spray", não sei se é a umidade de dentro (condensação) que com a força dos pingos acabam "caindo" ou se o tecido saturou mesmo e passou água. Como a Hubba é inteira telada dá pra sentir o spray na hora do chuvão... mas só nos pancadões mais fortes, com chuva "normal pra forte" não molha.

Pretendo dar uma reforçada na impermeabilização da tenda, depois conto como ficou; mas vai demorar, só ano que vem...

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 295
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

E aí, sobre a Lanshan, ninguém mandou vir uma ainda? Estou vendendo minha MSR Hubba (interessados, mandem mensagem privada) e vou compra uma destas, a Lanshan por enquanto me parece a melhor opçã

Já acampei junto com uma Fly Creek e achei ela pouco resistente a ventos mais fortes. A vareta única que sai do hub e vai até a parte de trás da tenda "deitava" com as rajadas mais fortes. Tudo depend

Sem conhecer todas pessoalmente, eu escolheria a Laser competition. Acampei com um colega que tinha a Fly Creek, e achei ela bem pouco resistente a ventos mais fortes. E a Hogan e Nemo tem o mesmo des

Posted Images

  • Membros

Poxa Otávio, eu acho 1500 mm tranquilo pra qualquer chuva. A barraca que eu mais uso tem isso no sobreteto e eu já peguei muita chuva com ela. nunca passou nada. Eu tenho outra barraca que é 1200 mm e está velhinha, e mesmo assim nunca passou chuva. Isso aí que vc esta falando é condensação, com certeza.

 

Se a barraca já está muito velha tem um produto muito bom, da Nikwax. É similar aos produtos para goretex e outras membranas impermeáveis, mas este é específico para barracas. Protege dos raios ultravioleta e cria uma camada repelente à água:

 

http://www.nikwax.com/en-gb/products/productdetail.php?productid=498

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Minha T&R SE6 com 2.000mm não passa nada... pode ser que seja a umidade condensada por dentro do sobreteto que esteja formando o spray, e que somente na chuva mais forte, quando o chuvão faz o sobreteto "tremer", que forme o spray.

A Hubba é nova, foi usada 4 vezes, eu pretendia passar scothguard nela. Vou ver sobre esse Nikwax.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Olá Moçada!

 

 

Getúlio, quantos mm de resistência à coluna d'água no piso e no sobreteto você considera suficientes para nossos acampamentos "molhados" aqui no Brasil? Qual o mínimo?

Abraços.

 

Então Rafael, as considerações, tecnicamente seriam muito, muito longas, mas resumindo, considero que 1500mm sejam (em tese - ou seja, teoricamente) o mínimo aceitável para as condições climáticas brasileiras, para um uso recreacional e moderado do equipamento, principalmente pelo fato de estarmos expostos potencialmente à altas taxas de calor e umidade que temos no verão aliados a ventos potencialmente fortes. Aliás o VENTO é um dos fatores que geralmente as pessoas esquecem de considerar nesta equação. Vento gera pressão sobre os tecidos de roupas e barracas. Por isso, como exemplo, uma jaqueta que "em tese" é impermeável para uso numa caminhada na chuva não o será se for usada para andar de moto numa garoa leve a 80 Km/h, onde o vento + umidade + impacto geram pressão contra o tecido, fazendo a água penetrá-lo. Numa tempestade tropical, comum nesta época do ano aqui no Brasil, uma barraca montada, mesmo que em local protegido, poderá ser submetida a grandes cargas de pressão, ainda que por curtos espaços de tempo (cálculos de alguns fabricantes indicam pressões que ultrapassam os 6-7 PSI para tempestades com ventos até 100 km/h) o que ultrapassaria facilmente os tais 1500mm que citei.

 

A Trilhas & Rumos, por exemplo, considera como padrão adequado à nossa realidade o valor de 2000mm de resistência à coluna d'água, o que na prática tem se mostrado eficiente. No exterior estes valores mudam e sofrem influência de fatores climáticos e experiências locais, mais ou menos relevantes, fazendo com que os diversos fabricantes adotem padrões diversos como "adequados" aos seus países/condições climáticas.

 

Um fator importantíssimo que também deve ser considerado é o tempo de exposição à chuva que a barraca deverá suportar. Quando me refiro a um uso "moderado", penso em uma utilização em que a pessoa ficará acampada de 2 a 4 dias (cada uso), com exposição à chuva também moderada por até 8 horas diárias, que seria equivalente a uma noite inteira de chuva. Tenha em mente que se o sujeito der azar e pegar tempo chuvoso por períodos prolongados o tecido do sobreteto da barraca irá fatalmente "saturar" e deixará passar água, comprometendo sua impermeabilidade.

 

Um grande problema, sempre, são as especificações fornecidas pelos "fabricantes" vs. as especificações reais existentes (qualidade do produto fabricado/distribuído e suas diferentes "formas" de testes). Nem sempre o divulgado pelo fabricante é real, ou a forma/metodologia empregada nos testes divergem, e então assistimos a certas discrepâncias.

 

As principais normas normalmente utilizadas como referência para se estabelecer padrões de resistência à penetração de água são a AATCC TM-127 e TM-35 (American Association of Textile Chemists and Colorists) e a ISO 811 (International Organization for Standardization), que determinam as metodologias de testes a serem empregadas. A AATCC TM-127, entre outras definições, estabelece como "impermeáveis" os tecidos com resistência hidrostática a partir de 13.000mm!!! Isso mesmo, treze mil milímetros ::ahhhh::

 

Por último, considerar que todo tecido exposto à intempéries acabará fatalmente apresentando algum tipo de desgaste, visível ou não, que fatalmente se manifestará sobre a questão impermeabilidade. Uma barraca com vários usos, exposta à várias horas de sol (raios UV), diversas horas de chuva, etc, não apresentará mais a mesma impermeabilidade do que quando era recém saída da loja.

 

É por estes e outros motivos que deve-se pensar em escolher, sempre que possível, uma barraca com maior impermeabilidade do que a "estritamente" necessária para as condições normais a serem enfrentadas. Isso se refletirá em maior tempo de vida útil do equipamento e, certamente, você sequinho lá dentro mais tempo... :mrgreen:

 

 

Algumas referências que podem ser úteis:

 

http://www.trilhaserumos.com.br/dicas_ler.asp?IdDica=57

http://www.fernandozara.com.br/2010/09/07/como-escolher-uma-barraca/#.UNHQV4w4_kE

 

 

Grande abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
E o Getúlio, o que dizer... é a wikipedia do trekking. Otávio, tenho inveja de vc por caminhar com esse "rapaiz". Quanta coisa ainda tenho que aprender...

 

Hahahahahahaha! Wikipedia do trekking foi muito boa! Sem o Otávio e o Getulio boa parte dos mochileiros montanhistas daqui estariam perdidos! São preciosidades, estão virando lenda! hahahahaha! Ainda quero ter a oportunidade de darmos umas pernadas por aí e aprender muito com esses dois mestres.

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Olá Moçada!!!

 

 

[...]

E o Getúlio, o que dizer... é a wikipedia do trekking. Otávio, tenho inveja de vc por caminhar com esse "rapaiz". Quanta coisa ainda tenho que aprender...

 

Rafael,

Menos, menos... :mrgreen:

É sempre gratificante compartilhar experiências e conhecimentos, especialmente com quem também sempre compartilha suas indiadas conosco. ::otemo::

De qualquer forma, agradeço suas palavras!

 

 

Pois é, o Getúlio tá aprendendo direitinho, afinal eu sou o mais velho da turma... :mrgreen::mrgreen:::bruuu::::lol4::

 

Otávio,

Na vida sempre aprendemos em tudo o que fazemos, e sem dúvida aprendo muito contigo! ::otemo::

Sem falar no prazer da boa companhia em nossas pernadas! ::otemo::

 

 

[...] Sem o Otávio e o Getulio boa parte dos mochileiros montanhistas daqui estariam perdidos! São preciosidades, estão virando lenda! hahahahaha! Ainda quero ter a oportunidade de darmos umas pernadas por aí e aprender muito com esses dois mestres.

 

Amend,

Menos, menos, menos... :mrgreen:

Compartilhamos conhecimentos naturalmente (creio que posso falar pelo Otávio também). A motivação disso não é por mérito, estrelinhas, pontos de reputação ou seja lá mais o quê que conceda algum tipo de "status", mas ser reconhecido é sempre gratificante, especialmente por saber que ajudamos pessoas a fazer melhor aquilo que gostam e que também gostamos.

 

E oportunidade não faltará em 2013... Vários projetos "bons" em elaboração! ::hahaha::

 

Grande abraço a todos!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Olá Moçada!!!

Otávio,

Na vida sempre aprendemos em tudo o que fazemos, e sem dúvida aprendo muito contigo! ::otemo::

Sem falar no prazer da boa companhia em nossas pernadas! ::otemo::

 

Pô, eu esperando uma ::quilpish:: e o cara vem todo zen... nem preciso falar o quanto meus amigos do fórum e da AMC são importantes pra mim, como digo sempre, companhia é tudo, e a de vocês é nota 10!!!(rasgação de seda de final de ano.:mrgreen: )

 

[...] Sem o Otávio e o Getulio boa parte dos mochileiros montanhistas daqui estariam perdidos! São preciosidades, estão virando lenda! hahahahaha! Ainda quero ter a oportunidade de darmos umas pernadas por aí e aprender muito com esses dois mestres.

 

Amend,

Menos, menos, menos... :mrgreen:

Compartilhamos conhecimentos naturalmente (creio que posso falar pelo Otávio também). A motivação disso não é por mérito, estrelinhas, pontos de reputação ou seja lá mais o quê que conceda algum tipo de "status", mas ser reconhecido é sempre gratificante, especialmente por saber que ajudamos pessoas a fazer melhor aquilo que gostam e que também gostamos.

 

E oportunidade não faltará em 2013... Vários projetos "bons" em elaboração! ::hahaha::

 

Grande abraço a todos!

 

x2 ::otemo::::otemo::::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Olá Moçada!!!

Otávio,

Na vida sempre aprendemos em tudo o que fazemos, e sem dúvida aprendo muito contigo! ::otemo::

Sem falar no prazer da boa companhia em nossas pernadas! ::otemo::

 

Pô, eu esperando uma ::quilpish:: e o cara vem todo zen... nem preciso falar o quanto meus amigos do fórum e da AMC são importantes pra mim, como digo sempre, companhia é tudo, e a de vocês é nota 10!!!(rasgação de seda de final de ano.:mrgreen: )

 

 

Olá Otávio!

 

Hahaha, não sei porque iria te ::quilpish:: mas obrigado pela rasgação de seda!!!

Também não preciso dizer que tanto os amigos da AMC quanto outros companheiros que tenho feito de uns tempos para cá ligados ao montanhismo e ao trekking foram e têm sido muito importantes para o meu retorno a uma vida saudável, caminhadas, indiadas e montanhas!

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...