Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Maíra Corrêa

Ilha de Boipeba

Posts Recomendados

Pessoal,

 

Vou pra Morro e Boipeba na segunda quinzena de fevereiro. Ficarei 4 dias em cada lugar.

 

Em Boipeba gostaria de ficar parte do tempo em Boipeba Velha e parte em Moreré. Depois de tudo que li aqui no Mochileiros, tenho em mente conhecer Tassimirim, as piscinas naturais de Moréré, Bainema e Costa dos Catelhanos. Pra isso, acho que um dia em Boipeba Velha e três em Moreré daria. O único problema é a correria, porque chegaria em Boipeba em um dia e no outro teria que conhecer Tassimirim e já ir pra Moreré. Vocês acham que Bainema é possível conhecer junto com outra praia? Gostaria de fazer flutuação nas quatro praias, se possível. =D Aí não sei se daria tempo fazer flutuação em duas praias no mesmo dia.

 

Uma outra dúvida que tenho é como ir de Morro para Boipeba. De tudo que li, só tenho duas opções: ou voltar pra Valença e pegar uma lancha para Boipeba, ou fazer o passeio de volta à ilha a partir de Morro e pedir pra me deixarem em Boipeba. Não existe nenhuma outra opção?

 

Em Boipeba estou olhando dois lugares pra ficar: Pousada da Aldeia (Boipeba Velha) e Pousada O Rancho Alegre (Moreré). Vocês já ficaram em alguma dessas? Recomendam?

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post

Você pode conhecer todas as praias em Boipeba ficando em ambos os lugares, as caminhadas são curtas. Eu escolheria um dos dois e ficaria todos os dias. Eu fiquei em Boipeba Velha, no Hostel Abaquar . Ótimas acomodacões, bom café da manhã e staff super agradável, são os próprios donos que cuidam. Possuem quartos privados e compartilhados

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Eu tb não acho que valha a pena ficar nos dois lugares, pq dá tranquilamente para conhecer ficando em um só. Fiquei em Velha Boipeba e fui em Moreré a pé e voltei de trator, super tranquilo. Acho melhor escolher o que faz mais seu estilo e conhecer o resto a pé ou em passeios.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Maira,

 

Algumas considerações.

 

Tassimirim e Cueira são uma praia ao lado da outra, fazendo caminho entre Velha Boipeba e Moreré pela praia.

 

Bainema fica ao lado de Moreré.

 

Não sei se conseguirá fazer flutuação em todas elas, dependerá da Maré, principalmente em Bainema.

 

Quanto a Ponta dos Castelhanos o acesso por terra é um pouco mais difícil, e a maioria das pessoas preferem ir de barco no que eles chamam de volta a ilha, parando em cova da onça para almoçar.

 

Quanto a Pousada da Aldeia, eu recomendo bastante. Seus donos são uma simpatia, a pousada é muito arrumadinha e eles fazem de tudo pra você ficar a vontade. Espero ter ajudado.

 

Paulo

 

Pessoal,

 

Vou pra Morro e Boipeba na segunda quinzena de fevereiro. Ficarei 4 dias em cada lugar.

 

Em Boipeba gostaria de ficar parte do tempo em Boipeba Velha e parte em Moreré. Depois de tudo que li aqui no Mochileiros, tenho em mente conhecer Tassimirim, as piscinas naturais de Moréré, Bainema e Costa dos Catelhanos. Pra isso, acho que um dia em Boipeba Velha e três em Moreré daria. O único problema é a correria, porque chegaria em Boipeba em um dia e no outro teria que conhecer Tassimirim e já ir pra Moreré. Vocês acham que Bainema é possível conhecer junto com outra praia? Gostaria de fazer flutuação nas quatro praias, se possível. =D Aí não sei se daria tempo fazer flutuação em duas praias no mesmo dia.

 

Uma outra dúvida que tenho é como ir de Morro para Boipeba. De tudo que li, só tenho duas opções: ou voltar pra Valença e pegar uma lancha para Boipeba, ou fazer o passeio de volta à ilha a partir de Morro e pedir pra me deixarem em Boipeba. Não existe nenhuma outra opção?

 

Em Boipeba estou olhando dois lugares pra ficar: Pousada da Aldeia (Boipeba Velha) e Pousada O Rancho Alegre (Moreré). Vocês já ficaram em alguma dessas? Recomendam?

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post

eu fiquei apenas em Velha Boipeba, na Pousada Aldeia q eu amei.

não fiquei em Moreré,mas deve ser legal p/ aproveitar melhor o local.

o problema é q vc perde tempo na troca de hospedagem.

 

vc consegue fazer todos esses passeios a partir de Velha Boipeba ou de Moreré.

Velha boipeba tem + opções de hospedagem e d alimentação.

 

eu fui caminhando pelas praias de Velha Boipeba até Bainema. Mas acho q nao vai dar p/ vc fazer isso por conta da bagagem. Dependendo da maré, vai ser ruim atravessar o rio, na Praia de Cueira.

 

Entre Velha Boipeba e Moreré, vc pode ir d barco ou d trator q é + barato, mas tem q ser no horário de saida das professoras ou tem q esperar lotar ou tem q pagar um valor mínimo.

 

Moreré e Bainema são as praias mais próximas q vc poderia fazer flutuação no mesmo dia, mas tem q ver o horário da maré. só não me lembro se Bainema tem piscinas naturais à beira da praia... TAssimirim tem piscinas na beira da praia. Ponta dos Castelhanos tb. Acho q Moreré tb tem, mas o pessoal costuma pegar barco p/ fazer snorkeling. Eu não fiz snorkeling em Moreré, embora seja a mais famosa.

 

entre as 2 ilhas, vc tem a opção d ir d 4x4 até o sul da ilha d MSP e depois atravessar de barco até Boipeba.

 

indo no passeio de barco Volta a Ilha, veja qual o limite de transporte de bagagem e se informe sobre as paradas dos passeios, acho q dependia do horario da maré. Se vc for por esse passeio, acho q compensa vc ir direto p/ Moreré e ficar por lá. Aí vc conhece Bainema, Castelhanos (a pé com guia ou d barco).

Voltando p/ Velha Boipeba, vc conhece Tassimirim.

 

boa viagem!

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post

Pessoal,

 

Bom dia,

 

Alguem saberia informar como está atualmente a situação e o horário dos barcos e lanchas partindo de Graciosa pra Boipeba?

 

Abraços,

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post

Maio e Junho são os meses que mais chovem na região. Olha o Praiomêtro para vc ter uma noção dos milímetros. Procure por Salvador-Morro de SP.

 

http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe

 

Deve ser até mais complicado de chegar, principalmente com a lancha rápida caso vc pegue um dia de muita chuva. Quando fui em Janeiro cheguei com chuva e só pude sair no horário previsto pq tinha parado de chover. Acho que final de julho-agosto seja melhor que junho, caso tenha disponibilidade.

 

Por outro lado acho que vai muito de sorte. Em 2013 fui para Maragogi em julho, período mais chuvoso por lá, e peguei bastante sol, apenas 2 dias de chuva e super compensou. Se vc só tem esse mês para ir então vá, Boipeba é um paraíso.

Compartilhar este post


Link para o post

Acho que vou esperar.

Na verdade seria um feriado que eu teria 3 dias,no geral só tenho dois dias para ir,saindo de SSA sexta,dormindo em Valença e indo pra Boipeba sabado cedo voltando no domingo a tarde. Em junho iria na quinta e voltaria no domingo.

Pelo praiômetro a coisa só começa a melhorar em agosto. Lembro que 2013 eu fui pra Arembepe no São João e peguei sol. Tô tão indecisa e muiiiiito ansiosa.

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Nani84
      Olá pessoal! Comecei a programar minha viagem efetivamente em outubro, mas comprei e reservei tudo em novembro. Consegui pegar duas passagens por milhas pela Gol, então fiz uma economia nesse ponto, gastando apenas $100,00 de taxas de embarque. Cheguei no dia 09/01/2016 e retornaria de Salvador no dia 16/01/2016, conto no final.
       
      PS: Infelizmente nunca lembro de tirar muitas fotos, então não terá muitas imagens no meu relato...
       
      A Chegada
       
      Com muitas pesquisas aqui no mochileiros vi que teria que escolher bem os horários de chegada e saída do aeroporto e provavelmente pernoitar em Salvador em um dos trajetos para não perder a lancha rápida. Com isso consegui achar uma passagem com ida as 6:15 da manha e chegada as 6:55 em Salvador (devido a diferença no fuso horário), o que me daria uma certa folga.
       
      Minha viajem começou então com minha saída de BH pelo aeroporto de Confins. Meu voo tinha previsão de saída para as 6:15, mas teve um atraso de 30min pois o piloto teve que ser substituído. Chegando em SSA as 7:30, fui recebida pelo motorista da Baiano Turismo. Resolvi fechar um transfer particular pq cheguei em um sábado, e os Táxis especiais cobravam $127 até o Terminal Marítimo, e não queria arriscar o taxímetro na bandeira 2 dos táxis normais. E foi a minha melhor decisão (o trânsito de Salvador é infernal, engarrafamento nos dois trajetos que fiz, isso em dois sábados), paguei $100,00 pelo serviço e gastei cerca de 30 minutos na corrida, o que compensou o atraso do voo. Super indico o pessoal da Baiano Turismo, atendimento e serviço de primeira.
       
      Cheguei com o Terminal bem cheio, creio que fiquei cerca de 30min na fila para comprar as passagens ($5,60 no fim de semana), conseguindo pegar o Ferry das 9:00. Achei super tranquila a viajem (levando em consideração que aqui eu já tinha tomado meu belo Dramin, rsrs). Assim chegando em Bom Despacho, eram cerca de 10:20, fui primeiro no guichê da Águia Branca, não sei se é o normal, mas a empresa tinha pouquíssimos horários e o próximo seria apenas 12:30. Resolvemos pegar o da Cidade Sol mesmo, que sairia as 11:00 ($21,26). O ônibus não tinha ar e fez algumas paradas, mas achei melhor do que gastar 200 reais com táxi, pois não achei vans por lá. A viajem foi tranquila e as paradas rápidas. Chegamos em Valença era por volta de 13:20. O pessoal da empresa avisa o ponto mais próximo do Cais, então foi tranquilo.
       
      Como chegamos as 13:20 e nossa lancha era as 14:40 tentei trocar para um horário anterior, mas já não havia nenhuma vaga para o resto do dia. Lembrando que reservei a lancha rápida uma semana antes de viajar, com a empresa Dátoli. Então, POR FAVOR, reservem a lancha rápida se forem em alta temporada. Vi muitas pessoas dando de cara na porta e tendo que pegar um coisa que chamam de ônibus, que leva a Cidade de Torrinhas, e é a alternativa para pegar outras lanchas. Os ônibus são esqueletos de ferrugem, não corram esse risco. Depois disso fomos almoçar na cidade, não vou lembrar o nome do lugar, mas era bem ruim a comida, então nem vale indicar. Nesse tempo caiu um temporal e ficamos receosos da lancha não sair.
       
      A chuva passou, e na entrada para o Cais tivemos que pagar uma taxa de 1,50 por pessoa. Esperamos um tempo, e depois do processo de embarque das malas e passageiros nossa lancha saiu as 14:45. Achei a viagem de lancha tranquila, pensei que seria pior. Estava chuviscando e as vezes a lancha batia muito, principalmente quando outras embarcações passavam e davam ondulações na água. A paisagem é muito bonita, mangue dos dois lados, achei bem legal. Por fim chegamos em Velha Boipeba as 16:00.
       
       
       
      Continua...
    • Por leticiaMR
      Olá Pessoal,
      tudo bem?
       
      Fui para a Ilha de Boipeba, agora no reveillon.
      Eu e meu namorado começamos a nossa jornada no aeroporto de guarulhos no dia 29/12.
       
      CHEGANDO EM SALVADOR - COMO CHEGAR A ILHA
      Chegamos em Salvador ainda no dia 29/12 as 06h da manhã, de lá pegamos um Uber até o Terminal Marítimo de São Joaquim (R$40,00) ** lá o uber não esta regularizado, então vale a pena ficar de olha se tem algum CET ou PM)**
      Chegando no terminal e de se assustar, é lotado e o povo vai te atropelando, então relaxa e não deixa a muvuca te irritar. O Ferry sai lotado e demora mais de 1 hora de viagem ( até todo mundo entrar e etc e sai por R$4,80 de seg a sex) sábado e feriados R$7,50.
       
      O Ferry faz a travessia ate a cidade de Bom Despacho, de lá você toma um ônibus até a cidade de Valença. O horário dos ônibus é sincronizado com o Ferry, então na hora que você desembarcar do Ferry, não enrola muito e compra a passagem (R$23,00/pessoa) Tem uns caras que fecham o carro até Valença também, que sai um pouco mais caro que o ônibus, porém mais rápido (já que não faz parada). Sai em media uns R$30,00 por cabeça, fechando em 4 pessoas o carro.
       
      Chegando em Valença, existem 2 possibilidades
      1º Ir até o porto e pegar uma lancha direto para Boipeba (R$60,00/70,00) pessoa
      2º Pegar um ônibus até a cidade de Graciosa (R$3,50) e de graciosa pegar uma lancha de R$25,00/pessoa até Boipeba.
       
      Nos pegamos o ônibus e fomos até graciosa, pois a nossa grana era curta e vou te falar, compensa bastante. O ônibus é mega rápido e não demora nem 15 minutos pra chegar no porto de graciosa, lá já ter uma galera pra te levar.
       
      CHEGANDO EM BOIPEBA
       
      Depois da maratona de quase 5/6 horas de viagem, nos chegamos a Ilha de Boipeba
      No centrinho, onde o barco te deixa, você tem opções de mercadinhos, lanchonetes e etc, HAAAAAAA bom avisar, em Boipeba não existe caixa eletrônico e quase todos os comércios não aceitam cartão, então LEVEM DINHEIRO. Alguns estabelecimentos, até fazem um rolo ( você passa 200 no cartão e ele de dá 150). Mas nossa caminhada não terminada ali, já que o nosso camping era na Praia de Moreré (linda, maravilhosa, de tirar o folego). Ali no porto, tem uns meninos que oferecem carregar a sua bagagem nos carrinhos de rolimã por uns R$10 conto. Nos como somos roots, fomos andando.
       
      PARA CHEGAR EM MORERÉ
       
      Bom para chegar a praia, você precisa pegar um Trator, caminhamos até o ponto do trator (20 minutinhos) e de lá partimos R$10,00/pessoa. O Trator só sai com o minimo de 10 pessoas, então nos tivemos que esperar um tempo. Chegando em moreré, as opções ficam cada vez menores, existem apenas 2 mercadinhos ( que por milagre aceitavam cartão, mas os únicos lugares da praia inteira que aceitavam) Os preços são mais caros que no centrinho de Boipeba, então aconselhamos levar o máximo de coisas de casa ou comprar em Salvador e levar.
       
      CAMPING DO CEPACOL
       
      Nos ficamos no camping do cepacol, que fica na ponta esquerda da praia bem de frente pro mar.
      O camping é muito grande os dois campi ng do lado eram da mesma família. O Dono do camping é gente finíssima, assim como todo o pessoal que trabalha lá. Banheiro limpinho, lugar pra colocar a barraca com grana, uma cozinha com fogão a lenha e com alguns utensílios para cozinhas ( uma boa fazer uns rangos no camping, por que comer fora é caro, os pratos saem quase R$40/pessoa) No camping existem uns opções de café da manha MARAVILHOSAS, um pão de hambúrguer com um ovo (R$4,00) sucão daora de acerola (melhor da ilha) 4 dolatas tbm. Nenhuma opção de comida sai mais de R$10 reais. Além do mais, o camping é o mais movimentado ( se você quer uma boa bagunça. o cepacol é o lugar) Forro todos os dias, sambinha raiz. uma delicia mesmo. O valor do camping é R$20 reais a diária e se for casal ele faz por R$35 a diária.
       
      O QUE FAZER?
       
      Em geral todas as praias são muito lindas, dá pra ir andando até o centro de Boipeba e vendo as praias uma nice, a maioria tem poucos quiosques, então levem um lanchinho. Você pode pagar uma lancha e conhecer o Morro de São Paulo, saindo de moreré (R$100/pessoa) ou ir ate Castelhanos R$60,00 pessoa. Vocês tem que comer o bolinho de apim de lagosta do camping verde (em moreré), ELE É SENSASIONAL. Serio cara, parece um enroladinho de salsicha bem barrudo, e cheio de lagosta, sai 6 mangos e com uma cervejinha fica sensa.
       
      No centrinho de morerê, tem a barraca do Seu Cristóvão, que faz uma caipirinha otina R$10,00
      Mas o que vale é procurar por um PAULINHO, sai pergutando que alguém te fala onde encontrar o dito. O Paulinho pesca uma lagosta por R$40/kilo pra você meu chapa. Mas você precisa encomendar 1 dia antes. De resto o lugar é magico e qualquer coisa feita lá, vai ser incrível.







    • Por Micheli Cruz
      Para quem gosta de curtir um final de semana, férias, feriadão super tranquilo com a família em uma ilha paradisíaca localizada no baixo sul da Bahia irá se surpreender com os encantos naturais em que essa ilha nos proporciona.
      A idéia dessa viagem surgiu através do meu pai que é nativo e sempre convidou a família pra passar as férias e enfim concordei também a partir de 2008 em conhecer os encantos da ilha.
      A ilha de Boipeba é inserida no Arquipélago de Tinharé e é cercada de um lado pelo oceano e de outro pelo estuário do Rio do Inferno.
      Contemplada por uma floresta densa da Mata Atlântica, restinga, dunas, extensos manguezais e praias paradisíacas com coqueirais e recifes de grande valor ecológico e paisagístico.

      Quem for de Salvador enfrenta uns 300 km, a viagem é demorada. Sempre quando eu viajo vou pelo Ferryboat. Você pega uma estrada pela BA001 até a cidade de valença baixo sul da Bahia. E por Valença tem mais um trecho pela frente. A caminho você vai encontrar placas indicando Morro de São Paulo, Boipeba. Você segue o caminho onde tem escrito Boipeba, ainda vai passar por uma estrada de Barro até Torrinhas, onde você vai pegar um barco ou lancha se preferir.
      O bom de viajar pelo rio é ir descobrindo aqueles lugares que estão fora dos roteiros oficiais de turismo. Por exemplo, bares, restaurantes, flutuando no rio, frequentados pelos nativos. A dica aqui é comer ostra crua, cultivada aqui mesmo no rio.
      A maior atração de Boipeba está mesmo no mar. As piscinas naturais são de um azul tão forte e limpo que você tem a sensação de estar mergulhando num aquário. As piscinas ficam a mais de um quilômetro da praia.


×