Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
psoares

De Manaus-AM direto para a Serra do Tepequém-RR de carro

Posts Recomendados

 

Segue abaixo o relato feito no meu blog de uma viagem a Serra do Tepequém -RR

https://destinoamazonia1.blogspot.com/2018/01/viagem-serra-do-tepequem-rr.html

Todo aventureiro certamente tem uma lista de lugares que querem conhecer, na nossa lista a um bom tempo já se encontrava a Serra do Tepequém em Roraima, um local ainda pouco conhecido pelos brasileiros sendo mais visitado pelos moradores do próprio estado.

Como estávamos de férias no início de janeiro de 2018 e é verão no estado de Roraima saímos de Manaus-AM para desbravar a mística Serra do Tepequém e risca esse destino da nossa lista.

13.%2BMirante%2Bdo%2BPaiva.jpg

Manaus / Serra do Tepequém

Saímos de Manaus-AM no dia 03/01/2018 as 6:00 hs já estávamos na BR-174, fiz o trecho Manaus-AM / Serra do Tepequém – RR direto percorrendo aproximadamente 996 km em aproximadamente onze horas e trinta minutos de viagem.

Não vou detalhar muito esse trecho vou apenas demonstrar como o fiz e depois faço algumas considerações.

TRECHO

KM (estimado)

Manaus-AM / Presidente Figueiredo-AM

107

Presidente Figueiredo-AM / Entrada da Reserva Indígena-AM

101

Entrada da Reserva Indígena-AM / Divisa entre Estados

47

Divisa entre Estados / jundiá-RR (Abastecer e Banheiro)

74

Jundiá-RR / Rorainópolis-RR (Almoçar e Banheiro)

139

Rorainópolis-RR / Caracaraí-RR

157

Caracaraí-RR / Iracema-RR

47

Iracema-RR / Mucajaí-RR

38

Mucajaí-RR / Boa Vista-RR (Abastecer, Banheiro e Comprar Gelo)

58

Boa Vista-RR / Inicio da RR-203

101

Inicio da RR-203 / Vila do Paiva

105

Muitas pessoas na viagem param em Presidente Figueiredo – AM para tomara café da manhã, eu mesmo fiz isso na viagem a Boa Vista – RR no carnaval de 2017, mas perdemos quase uma hora de viagem, então dessa vez levamos algo para comer durante a viagem economizando tempo e dinheiro.

Na ida completei o tanque de gasolina em Jundiá - RR e Boa Vista – RR onde também compramos mais gelo já que em Manaus-AM já tínhamos colocado gelo. Compre gelo em Boa Vista-RR pois fizemos amizade com um pessoal de Manaus-AM que não conseguiu comprar na Vila do Paiva (onde fica a serra), não sei se a falta é frequente.

Se não tiver com vontade de ir ao banheiro, considere parar somente em Rorainópolis – RR (dependendo da capacidade do seu carro) para ir ao banheiro, abastecer e almoçar assim você ganha tempo.

Nosso planejamento não incluía parada para almoço, porém a uns 30 minutos antes de chegar em Rorainópolis - RR comecei a suar frio e ter enjoo, quando cheguei no restaurante não consegui comer direito pois me deu um mal-estar muito forte, de Rorainópolis - RR até Mucajaí - RR minha esposa dirigiu com uma média de 95 k/h.

De Mucajaí em diante eu voltei a dirigir, chegamos em Boa Vista – RR as 15:10 hs, compramos remédio, gelo e abastecemos o carro (devesse completar o tanque em Boa Vista-RR).

Saímos de Boa Vista - RR as 15:50 hs, leve em consideração que a cidade é uma capital com um bom fluxo de carro.

De Boa Vista – RR até a serra são aproximados 206 km de estrada, sendo metade do caminho pela BR-174 (101 km) e metade na RR-203 (105 km).

Vale dizer que o estado de conservação da BR-174 estava ótimo em todo o trecho que andamos, já a RR-203 está em bom estado, porém próximo a serra assim que atravessar a ponte do igarapé do tucumã tem muitos buracos (Janeiro 2018).

1.%2BRR-203.jpg

Considere fazer os 105 km da RR-203 em mais de uma hora de viagem, pois tem buracos, pontes estreitas onde só passam um carro por vez e a subida de 11 km da serra é pesada sendo possível subir apenas na primeira macha (Nosso carro era um Uno 1.0).

2.%2BRR-203.jpg

Chegamos na Vila do Paiva - RR as 18:35 exaustos, ficamos no camping Picuá onde pagamos 20,00 por pessoa a diária, vou destacar o camping pois achei ele muito barato para a estrutura que oferece, recomento 100%.

04/01/2018 – Enfim o Tepequém

No dia anterior assim que chegamos armamos o nosso acampamento e fomos tomar uma sopa, logo o mal-estar voltou mais forte, tomei um remédio mas não melhorou nada.

No dia 04/01/2018 acordei as 07:00 hs passando mal novamente, as oito tomei um café e não melhorava nem um pouco, as 08:00 hs a dona do camping perguntou se a gente iria ficar mais de um dia, foi quando eu disse que não estava me sentido bem e talvez voltasse naquele mesmo dia para Boa Vista – RR, foi ai que ela me orientou a ir no posto de saúde que ficava a uns 200 metros de lá.

No posto de saúde fui atendido por uma enfermeira que pegou meus dados e tirou minha pressão, depois fui atendido por uma médica cubana que me examinou e me deu dois remédios que foram a salvação da viagem.

Sei que muita gente lendo isso pode dizer que isso talvez não seja interessante de relatar, mas acho que vale ressaltar que se você não se sentir bem por lá poderá contar com atendimento médico, já que nem sempre uma viagem sai 100% do jeito que a gente planeja.

Voltamos do posto as 10:00 hs, depois que tomei os remédios comecei a me sentir melhor, resolvemos fazer nosso almoço e sair somente a tarde para passear, não queríamos forçar nada.

A princípio tínhamos planejado conhecer a Cachoeira do Paiva de manhã, Lago das Esmeraldas a tarde, subida do Platô na manhã seguinte e Cachoeira do Barata por ultimo, porém como eu não estava bem, cancelamos o Platô pois exige uma caminha de quase 2 h de subida e nos falaram que o Poço das Esmeraldas estava muito seco.  

Cachoeira do Barata

As 14:30 hs fomos conhecer a Cachoeira do Barata, o local é fácil de achar com varias placas e não precisa de guia, outra coisa legal é o fato de não pagar nada para conhecer esses locais.

3.%2BPlaca%2Bde%2BPontos%2BTuristico%2Bdo%2BTepequ%25C3%25A9m.jpg

A trilha da cachoeira é um pouco difícil, mas nada impossível no local tinha crianças idosos, basta ter cuidado pois no local tem muita pedra sabão que fica muito lisa quando molhada.

5%2BCachoeira%2Bdo%2BBARATA.jpg

A Cachoeira do Barata tem uma água esverdeada com pedras sabão esbranquiçadas e muita floresta em volta deixando o local com um visual incrível.

6.%2BCachoeira%2Bdo%2BBARATA.jpg

As 17:15 hs saímos da cachoeira e no caminho de volta tiramos algumas fotos ao lado da serra até umas 17:30 hs e depois seguimos para o nosso próximo destino para ver um dos por do sol mais bonitos que tive oportunidade ver na vida.

4.%2BCachoeira%2Bdo%2BBarata.jpg

Por do Sol no Abismo do Paiva

As 18:00 hs chegamos no estacionamento da Cachoeira do Paiva e a temperatura já havia caído bastante, o local tem uma placa indicando a entrada da cachoeira e outra  escrita “Abismo” com uma seta para a direita (fica a uns 10 m do estacionamento).

Placa%2Bdo%2BAbismo%2Bdo%2BPaiva.jpg

O abismo é na verdade é um mirante natural onde você consegue ver a Cachoeira do Paiva do alto, no local só estavam eu e minha esposa e mais um casal com uma criança, parece que essa atração não é divulgada, a paisagem junto com o silencio é incrível.

9.%2BPor%2Bdo%2BSol%2Bno%2BAbismo%2Bdo%2BPaiva.jpg

10.%2BPor%2Bdo%2BSol%2Bno%2BAbismo%2Bdo%2BPaiva.jpg

A noite tomamos um bom café, porém o mal-estar voltou, tomei os remédios e voltei a me sentir bem.

05/01/2018 – Segundo dia no Tepequém e Volta para Boa Vista - RR

Na manhã do dia 05/01/2018 acordei cedo, pois não estava me sentindo bem, porém após o café da manhã voltei a me sentir melhor, definitivamente não havia condições de fazer a subida ao platô.

As 9:00 hs seguimos para a atração mais visitada do local, a Cachoeira do Paiva.

Cachoeira do Paiva

A Cachoeira do Paiva também é de fácil acesso e não precisa de guia, pois na vila tem varias placas indicando o local.

3.%2BPlaca%2BTuristica%2Bde%2BTepequ%25C3%25A9m.jpg

O acesso do estacionamento até a cachoeira é feito através de uma escada de madeira que dizem ter 200 degraus.

11.%2BCachoeira%2Bdo%2BPaiva.jpg

A cachoeira é linda, tem que ter cuidado pois em alguns lugares as pedras são bastante lisas.

12.%2BCachoeira%2Bdo%2BPaiva.jpg

Mirante do Paiva

De quem está de frente para a cachoeira, do lado esquerdo tem uma trilha subindo que te leva até o Mirante do Paiva (Não é o mesmo do por do sol).

A trilha é uma subida íngreme que tem que ter atenção, a paisagem do local vale todo o esforço. 

13.%2BMirante%2Bdo%2BPaiva.jpg

No local da para tirar fotos de ângulos que parece que você está na beira do abismo.  

16.%2BMirante%2Bdo%2BPaiva.jpg

Também é possível ter uma visão de outro ângulo da Cachoeira do Paiva. 

14.%2BMirante%2Bdo%2BPaiva.jpg

Saímos da cachoeira as 12:00 hs, voltamos para o camping Picuá onde fizemos o nosso almoço, arrumamos nossas coisas no carro, descasamos e conversando com os amigos que fizemos no camping até as 14:30 hs, depois seguimos viagem para Boa Vista – RR, na descida da serra ainda paramos para tirar uma foto no portal de entrada, já que na vinda chegamos a noite.

IMG-20180124-WA0035.jpg

No caminho para Boa Vista – RR ainda paramos na sede município de Amajari - RR para comermos alguma coisa, pois tinha comido pouco no almoço, chegamos em Boa Vista – RR as 17:00 hs.

18.%2BAmajari.jpg

No plano inicial da viagem na volta iriamos dormir em Caracaraí – RR a aproximadamente 141 km depois de Boa Vista - RR no sentido a Manaus-AM, porém como eu ainda não estava 100% resolvemos encerrar o dia por ali mesmo e ter uma boa noite de sono para seguir viagem no dia seguinte.

06/01/2018 – Boa Vista – RR / Manaus – AM

Na volta saímos de Boa Vista - RR as 7:30 hs depois de um bom café da manhã do hotel, abastecemos em Rorainópolis-RR e almoçamos Judiá - RR, as 16:00 hs chegamos em Manaus – AM.  

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post

Haha, finalmente foi man. Ótimas fotos! 

 

Uma pena que tenha passado mal, isso acaba com um roteiro de viagem, sem dúvidas. Quando eu for pra Goiás daqui a uns meses vai ser metade de uma farmácia dentro da mochila ::xiu::

Agora a dúvida que não quer calar, vc não visitou o platô? É o ápice da viagem rs. 

Compartilhar este post


Link para o post
34 minutos atrás, StanlleySantos disse:

Haha, finalmente foi man. Ótimas fotos! 

 

Uma pena que tenha passado mal, isso acaba com um roteiro de viagem, sem dúvidas. Quando eu for pra Goiás daqui a uns meses vai ser metade de uma farmácia dentro da mochila ::xiu::

Agora a dúvida que não quer calar, vc não visitou o platô? É o ápice da viagem rs. 

Mano levei um bolsa de remédio cheia, mas quando precisamos fomos ver que não tinha nada necessário e um monte de remédio que nem sabíamos para que servia, ficou a lição de sempre checar a bolsa de remédios. Assim que cheguei em Manaus fiz uma limpa e joguei um monte fora, por sorte o posto de saúde da vila do paiva fez atendimento ótimo. 

Não teve condições de eu subir, estava no planejamento mas não quis forçar, mas ja fica como desculpa para eu voltar, pois ainda tem muita coisa para conhecer.

Fora que o frio da noite e a tranquilidade do local são muito bons. 

Compartilhar este post


Link para o post

Adorei conhecer esse cantinho do Brasil através do seu relato. Roraima tem me parecido cada dia mais interessante. Merece uma visita!

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  
  • Conteúdo Similar

    • Por Aprazzivel
      Oi, sou de Manaus.
      E recentemente criei um site falando sobre:
      o que fazer em Manaus,
      o que fazer em Roraima.
      Além de outras dicas. Confere lá.
      E se surgir alguma dúvida pode entrar em contato no instagram que respondo mais rápido (@aprazzivel)
    • Por Aprazzivel
      Oi, sou de Manaus.
      E criei um site recentemente falando sobre o que fazer em Manaus, e seus arredores. São várias dicas para incrementar nas suas viagens!
      Dicas sobre o Amazonas.
      E se surgir alguma dúvida pode entrar em contato no instagram que respondo mais rápido (@aprazzivel)
    • Por Aprazzivel
      Fui em Roraima em Março de 2019. E não imaginava quanta beleza iria encontrar.
      No link abaixo conto tudo sobre preços e os lugares. E garanto que vocês não irão se arrepender!
      https://aprazzivel.com.br/o-que-fazer-em-roraima/
      Se precisarem de alguma informação extra ou se surgir alguma duvida, podem faze-la pelo instagram (@aprazzivel) lá responderemos mais rápido!
    • Por Aprazzivel
      Criei um site sobre viagem, moro em Manaus e estou dando várias dicas sobre o que fazer em Manaus e no seus arredores.
      Acompanhem o site e qualquer dúvida é só me comunicar!!!
      Obs.: no instagram respondemos mais rápido!!!
      https://aprazzivel.com.br/category/dicas-brasil/dicas-do-amazonas/
    • Por Edson Leite
      Planejamento
      Comecei pesquisando os preços. Meus planos era chegar até Cali-CO onde tenho amigos. Passar alguns dias em Bogotá e conhecer a capital do país em alguns dias.
      ·         Os preços que encontrei de Manaus-Bogotá eram absurdos pois teria que fazer escala em São Paulo ou Panamá pra poder chegar a Bogotá. Teria que vender minha alma e ainda ficaria devendo. Algo em torno de R$ 8.000,00 as vezes chegando a R$12.000,00 e em raros caso com passagem de ultima hora chegando facilmente a R$ 25.000,00. Como assim? Os aviões passam toda hora aqui em cima de Manaus. Temos um aeroporto internacional. Voos para Miami que passam em cima de Bogotá. Estamos muito perto de Bogotá-CO e Lima-Perú. Não consigo entender isso.
      ·         Comecei então a buscar possibilidades. Então decidi atravessar a fronteira a pé literalmente. Kkk. Partir de avião ou barco até Tabatinga, atravessar a fronteira e em Leticia-CO pegar um voo doméstico até Bogotá-CO.
      ·         As opções por rio eram muito caras. De barco (5 Dias) e Ajato (36 horas) tem custo aproximado entre R$ 300,00 e R$ 600,00. Não eram uma boa opção, vai que o barco ou a lancha dar defeito e perco meus voos na sequência. Melhor não ariscar. Não tinha interesse na viagem de barco, já fiz muito à trabalho. Para quem nunca veio a Amazônia recomendo pelas paisagens naturais. Não era o meu caso.
      ·         Optei por um voo pela companhia aérea azul com custo entre R$400,00 a R$ 1.000,00 dependendo de quando com antecedência compra a passagem. Diga-se de passagem, que deveria ter concorrência pois ainda estão caras as passagens neste trecho.
      ·         Definido a passagem de ida e volta, faltavam as passagens dentro da Colômbia. Comecei a pesquisar passagem no site decolar. Encontrei muitas mais também a preços muito alto em companhias como LATAN e AVIANCA.  O trecho Leticia-Bogotá-Cali e voltando em torno de R$ 1.200,00. E aí uma luz me iluminou. Porque não pesquisar no site em espanhol? Então para minha surpresa os mesmos trechos e mesmos voos por COP 500.000, algo em torno de R$ 600,00. Para fazer isso já adianto que necessita ter um cartão de crédito internacional, pois a compra será feita em dólares americanos e convertido em Reais na sua fatura.
      ·         Os hotéis em Bogotá e Cali comprei pelo site Decolar.com. Comprei na Rede IBIS por serem baratos e bem localizados. Não são hotéis de luxo afinal ninguém vai de viagem pra ficar trancado em um quarto, mesmo se fosse de lua de mel. O hotel Ibis Museu Bogotá fica no centro da cidade perto de tudo e se for como eu que gosta de conhecer a cidade a pé, é uma boa opção pois pode chegar facilmente a maioria da atrações da cidade. Em Cali escolhi o Ibis granada pelo mesmo motivo, perto das principais atrações da cidade.
       
      Manaus/Tabatinga
       
      ·         Passagens compradas faltava a hospedagem. Meu voo Manaus-Tabatinga comprei pra um dia antes do voo Leticia-Bogotá porque teria que dar a saída na policia federal e chegar adiantado pra dar entrada na imigração na Colômbia. Peguei um taxi no aeroporto de Tabatinga e fui direto a PF em Tabatinga onde preenchi o formulário de saída do Brasil e continuei no mesmo taxi até o hotel TAKANA. Hotel que recomendo.
      ·         Tem café da manhã internacional e farto. Internacional entende-se que vai encontrar itens do café da manhã do Brasil e da Colômbia, tudo muito bem feito e farto, tipo tudo que possa comer, kkkk. Beto o Gerente é super atencioso bem como todos os funcionários. Recomendo e recomendo de novo.
      Sobrou um tempo a noite e resolvi dar uma volta em Leticia com uma amiga que estava no mesmo hotel.


      Hotel TAKANA
       
      Tabatinga/Leticia
      Depois do café da manhã reforçado segui até o aeroporto em Letícia. Sempre gosto de chegar antecipado para evitar qualquer transtorno. Cheguei e fui a imigração da Colômbia que fica dentro do aeroporto. Lá me pediram a identidade e o formulário de saída do Brasil, O funcionário da imigração me orientou que teria que ir a companhia aérea, imprimir o cartão de embarque e voltar com ele para autorizar o embarque carimbando a o cartão.
      Letícia/Bogotá
      Seguido todos os tramites. Embarquei na hora programada. A viagem foi tranquila, céu de brigadeiro.

      Decolando de Letícia-CO
       
      Bogotá
      Chegando em Bogotá tomei um tempo pra fazer o câmbio de dólar pra pesos colombianos e comprar um SIMCARD da TIGO que custou COP $ 40.000,00 para ter um numero de celular e internet durante a viagem. Aqui vale uma observação como em qualquer cidade do mundo existem pessoas mal-intencionada e deve ter cuidado com que fala e o que fala. Como viajante frequente dei conversa pra ver até onde ia. A pessoal que me abordou ofereceu um SIMCARD habilitado e condução até o hotel e me levou até a casa de câmbio. Depois desconversei e falei que um amigo de lá tinha me ligado e que ele viria me buscar no aeroporto. E sai a conhecer o aeroporto. Acabei comprando um SIMCARD mais barato em uma loja de conveniência. Peguei um taxi oficial pagando COP $ 35.000,00. O cara queria COP $ 80.0000,00. Na Colômbia UBER não é reconhecido e marginalizado pela maioria dos taxistas, tome por sua própria conta. O taxi oficial é da cor amarelo. Funciona por taxímetro e é muito barato, por isso recomendo este meio de condução. Na Colômbia não existe metrô, tem o MIO que é um sistema de ônibus bi-articulado e tri-articulado. Não cheguei a tomar nenhum pois como disse o taxi oficial é barato.


      Centro de Bogotá
       
      Cerro Monserrate
      Como cheguei cedo a Bogotá tomei um banho, coloquei um agasalho pois faziam 16 Graus e prometia cair mais a temperatura. Tomei um taxi do hotel até a entrada do teleférico que paguei COP$ 6.800,00. Depois de meia hora de fila paguei um ingresso que custa COP$ 22.000,00 ida e volta. Se preferir pode subir a pé, coisa que não recomendo para nós que vivemos a 60 metros do nível do mar, na base do Monserrate você está a 3 mil e pouco metros chegando a quase 3 mil e seiscentos no topo. Mesmo chegando inteiro ao topo. Ainda tem que subir uma escadaria onde se pode ver a via cruzes. Cheguei com a língua no joelho e com falta de ar digno de um asmático, Kkk, De lá se tem a visão de toda Bogotá. Mas o que mais me foi a catedral de Monserrate. Tive o privilegio de chegar justamente quando estava começando a missa, e fiquei lá durante toda a celebração, bem mais perto de Deus.

      Centro de Bogotá
      No dia seguinte, domingo, resolvi caminhar. Depois de dar uma revisada no mapa, chequei o caminho e pé na estrada. Como era domingo as principais vias estavam fechadas e liberadas para a pratica de ciclismo. Muita gente caminhando, muitos policiais nas ruas, me senti confiante e segui a pé até a Praça Bolivar e de lá seguir a conhecer os lugares ao redor. Tudo muito perto. Encontrei um grupo de pessoas e perguntei ao policial o que estava acontecendo. Ele prontamente me falou que era uma caminhada turística guiada e me convidou a acompanhar o grupo. Nada melhor que isso não? E de graça além de tudo. Conheci muito do lugar. Um pouco da história da Colômbia, seus poetas, o dinheiro.

      Praça Bolivar

      Palácio do Governo. Onde fica o presidente da Colômbia


      Museo Botero

       
      Centro de Bogotá
       
       
      Cali-CO
      No dia seguinte fiz check-out cedo no hotel e tomei um taxi até o aeroporto onde peguei o voo até Cali. Tinha combinado com uma amiga de lá uma pessoa pra me buscar no aeroporto e me levar até o hotel o que não aconteceu devido a compromisso da pessoa. Acabei pegando um taxi oficial. Por coincidência o taxista era brasileiro e mineiro, embora não falasse quase nada de português por ter ido com a mãe para a Colômbia muito pequeno.
      Fiquei hospedado no Hotel Ibis Granada Cali. Como falei anteriormente, bem localizado, perto de restaurantes e boates e dos principais pontos turísticos.

      Iglesia La Ermita

      El gato del Rio

      Plazoleta Jairo Varela

      Las tres cruces
      Por motivos já esclarecidos e como gosto de caminhar pela cidade, é a melhor maneira de conhecer a cidade e seu povo. Sai a conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Alias esse é um ponto que recomendo, escolher um hotel perto de tudo se possível for. Vai pagar um pouco mais, mais vai ter mais conforto e menos despesas de locomoção.
      Espero com este relato, ajudar a viajantes que pretendem conhecer a Colômbia. Principal pra gente que vive no norte do Brasil e um pouco esquecidos do governo central. Ainda não entendo que estando tão perto dos Hermanos, temos que pegar um voo até o sul do Brasil pra viajar pra lugares aqui ao lado. Boa viagem a todos








×
×
  • Criar Novo...