Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

ROTEIRO JERICOACOARA (04 DIAS)


ms.priscila

Posts Recomendados

  • Membros

Roteiro Jericoacoara (04 dias)

Jericoacoara está situada a 317km de Fortaleza. Para chegar até lá, pode-se optar por alugar um carro, o que não é recomendável, já que você deverá deixar o veículo em Jijoca de Jericoacoara para, então, atravessar as dunas e chegar até a vila. O transporte mais utilizado, portanto, são os ônibus ou transfer.

Em 2017, pagamos cerca de R$220,00 em um veículo 4×4 para 06 pessoas, ida e volta, a partir do aeroporto de Fortaleza. Esse foi o contato do nosso transfer: (88) 9979-0127.

Em Jeri, 04 dias são suficientes para conhecer todas as belezas que a região oferece. Existem basicamente dois passeios de bugre. Um para o lado leste e outro para o lado oeste.

O passeio do lado leste inclui a Pedra Furada, Árvore da Preguiça, Praia do Preá, Lagoa Azul e a famosa Lagoa do Paraíso. Este passeio se encerra no restaurante Nova Esperança, onde se pode almoçar e aproveitar o restante da tarde.
 

a27d24_7d41c1b34178420c895b1c3e7e12135e~

Árvore da Preguiça


O passeio do lado oeste inclui o Mangue Seco, onde se pode fazer um passeio de canoa para visualização de cavalos-marinhos (em 2017 pagava-se algo torno de R$20,00 por pessoa), travessia do bugre em um Catamarã em direção à velha Tatajuba, antiga vila soterrada pelas dunas, nova Tatajuba, Duna do Funil (onde se pode praticar esqui bunda) e, por fim, restaurante no Lago da Torta. Pagamos R$90,00 por esse passeio, por pessoa.
 

a27d24_0354a83eea5c4f80983a62296a4040eb~

Observação de Cavalos-Marinhos

 

a27d24_705cda53ccf7470988c21868d9dfba6d~

Lago da Torta

 


Entretanto, para quem não quer pagar pelos dois passeios, pode-se optar por Tatajuba, que é um passeio de dia inteiro e, em outro dia, optar por um transporte público, ao custo de R$50 por pessoa, que te leva até o Alchymist Beach Club, um super restaurante, à beira da Lagoa do Paraíso. Esse passeio te permite aproveitar melhor a lagoa, em uma estrutura com espreguiçadeiras, redes e muito conforto.
 

a27d24_1e9d251b7ce24d8fab6f9eb02d16669f~

Alchymist Beach Club


No mais, você pode acompanhar a procissão que sai todos os dias, às 16h, em direção à Pedra Furada, e o pôr do sol, na Duna do Pôr do Sol.
 

a27d24_15e0fe0fd77a49fa862eb2a25c70ba5b~

Duna do Por-do-sol

 


No meio do ano, o sol se põe dentro da Pedra Furada. Algo que se guarda para sempre na memória.
 

a27d24_eb09ff8e60814123bc55eb6eadb14ff6~

Pedra Furada


Então vamos ao roteiro:

Dia 01: chegada e pôr do sol na duna

Dia 02: passeio até Tatajuba

Dia 03: tarde no Alchymist para aproveitar lagoa e pôr do sol na pedra furada

Dia 04: praia e retorno à Fortaleza

Hospedagem: prefira hospedar-se na Rua Principal ou na Rua do Forró, que são as ruas mais importantes e dão acesso ao centrinho de Jeri. Recomendo a Pousada Jeribeka e a Pousada Jericó, onde me hospedei nas duas oportunidades em que estive na vila.

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por cricascosta
      Fui conhecer a praia de Águas Belas, sobre a qual havia ouvido maravilhas. E não é para menos: o lugar é realmente lindo!
      Fui com duas amigas de carro a partir de Fortaleza. O percurso demorou cerca de 2h e havia estacionamento gratuito pertinho da praia, mas não é coberto (então o carro vira um forno debaixo do sol). Quando chegamos, começou a chover e pensei que o passeio estaria arruinado, mas o sol logo saiu e curtimos cada segundo. Alugamos um guarda-sol com mesa e cadeiras na areia e pedimos um peixe assado com macaxeira e baião para o almoço.
      O mar estava bem calmo, com temperatura agradável e havia piscinas naturais rasinhas para crianças e turistas que não sabem nadar (oi, tutupom?) poderem se divertir hahahah! Andando alguns minutos chegamos ao local onde o rio se encontra com o mar. Coisa mais linda! Aqui a correnteza era forte, mas deu pra curtir muito! Novamente, havia piscinas naturais rasinhas muito gostosas e nesta parte não havia muito movimento. Bom pra quem quer fugir um pouco da parte mais agitada (com barracas).

      Uma pena eu não ter tirado mais fotos para poder mostrar a beleza do local... 
      Infelizmente, os turistas não contribuem com a preservação do local e vimos latinhas de cerveja pela areia. Inclusive, largaram uma garrafa de refrigerante ao lado do nosso carro, assim do nada.
      Essa praia é tão bela quando o nome promete, talvez até mais. Fico com saudade só de lembrar. Vale muito a pena o passeio, especialmente se você puder ir de carro. O mar calmo e as piscinas naturais são perfeitos para pessoas como eu, que amam praia mas morrem de medo de mar brabo hahaha! E o trecho com o rio é um espetáculo à parte. Só tem que ter cuidado para correnteza não te levar embora.
      O que não gostei: o aluguel da mesa com guarda-sol custou a facada de R$ 50 e o almoço foi mais de R$ 120. Para piorar, o atendimento foi péssimo. O ideal é ir para a praia equipada com um guarda-sol e lanches para se ajeitar ali na areia por conta própria mesmo.
    • Por Francisco Aurélio Alves De Melo Filho
      Não sei para onde ir, mas vou. Estou buscando muito mais que experiências, vivências, aventuras, mas respostas e sentido para viver. Quem quiser me acompanhar, seja bem vindx.
       
      Conhece o Eduardo Marinho? O rolê é esse. Decidi algumas coisas na minha vida. Uma delas é: não quero ter patrão nem empregado, ter superior ou subordinado, não quero explorar nem ser explorado, oprimir nem ser oprimido, até porque o que quero é harmonia social, felicidade, liberdade, coisas que não tem a ver com essa lógica egoísta e mentirosa, pois ninguém é melhor que ninguém. Quero romper com esse sistema egoísta de vez. Não quero vencer quando uma vitória produz milhões de derrotados, tristeza, fome, miséria. Pra mim isso não é vitória. Em um mundo competitivo, a minha derrota é minha vitória. Eu não quero vencer, eu quero viver. Quero buscar trabalhar e participar na mudança constante do mundo de forma positiva, tendo como horizonte dias melhores. Analisando a nossa realidade atual, vejo que minha missão é gerar consciência, pois meu sonho é mudar este mundo, mas não posso fazer isso sozinho, e é por isso que essa é a missão, porque é necessário mudar as pessoas, pois elas mudam o mundo. Quando o povo tiver a consciência da realidade, da falcatrua de sociedade que vivemos na qual um punhado de gente explora o resto da população, sendo assim eles os causadores de nossas mazelas sociais, somente quando o povo tiver consciência de que para acabar com a exploração é necessário dizer "não" à exploração, simplesmente parar de ser explorado, aí sim teremos mudanças, pois o que nós queremos é ser feliz, paz, um mundo melhor, não este mundo. Só o povo consciente pode mudar sua vida, construir um novo caminho no qual não há pessoas abandonadas, onde há solidariedade, onde a vida é o que temos de mais importante e não o lucro dos multimilionários. É assim que quero participar da vida, da mudança constante.
       
      Quem quiser se juntar para ajudar, seja bem vindx.
    • Por Eloá Simões
      Alguém indo para O Maranhão e/ou Jeri em Novembro 2020? Preciso de algumas dicas tbem ☺️
    • Por Ricardo Bueno
      Oi pessoal, tudo bem? Somos um casal que ama viajar pelo Brasil e pelo mundo e compartilhamos tudo em nossas redes sociais.
      Estivemos em Jeri este ano e ficamos encantados com esse lugar. Vamos deixar aqui 2 vídeos que mostram como foi nosso rolê por lá. Demos dicas de onde ficar hospedado, onde comer e o que fazer na vila e nos arredores. Usamos o drone para fazer algumas imagens... Esperamos que gostem!
      Caso queriam tirar alguma dúvida sobre Jeri só escrever um comentário nos vídeos do Youtube (aproveitem e se inscrevam) ou nos escrever pelo Instagram: https://www.instagram.com/ossaboresdomundo/
      Obs: não exploramos muito o lado oeste, tem passeios de 4x4 ou buggy pra lá, se vocês tiverem tempo super recomendamos fazer. Não tivemos!
      Vídeo 1:
       
      Vídeo 2:
       
    • Por Daniela Alvares
      Nossa viagem começou no final de dezembro, para passar a virada do ano no Ceará, em Icaraí de Amontada, carinhosamente chamada de Icaraizinho, um pequeno vilarejo a 200km de Fortaleza, destino de muito amante do kitesurf, por seus ventos perfeitos pro esporte. A vila é tranquila, as ruas são de pedra, o que dá um charme a mais e a praia é extensa, de mar calmo e morno.
      O aeroporto mais próximo de Icaraí de Amontada é o de Fortaleza. De lá, é possível pegar um transfer (cerca de 2 horas e meia de viagem, em torno de 400 reais) ou um ônibus para Amontada (cerca de 4 horas de viagem, 25,45 reais com a empresa Fretcar). Optamos por seguir de ônibus. A viagem foi super tranquila e passamos por paisagens lindas, principalmente na região de Tururu. Chegando em Amontada, fomos de carona para Icaraizinho (cerca de 50 minutos).
      Alugamos uma casa por 5 dias, o que foi uma excelente escolha. A localização era ótima, a 100m da praia, com uma área verde cheia de árvores frutíferas e palmeiras que bailavam no vento. Uma delícia total. Ainda fizemos uma fogueira, que rendeu muitos churrascos de frutos do mar. Às noites, o céu estrelado e o silêncio davam uma sensação de calmaria.
      Icaraizinho é um desses lugares que te permite se perder no tempo. Tudo é tão tranquilo que a impressão que temos é de que o tempo passa diferente e isso é uma maravilha para quem gosta de viagens para se desligar um pouco de tudo.
      Além de curtir a praia e principalmente o mar-piscina, há uma série de passeios lindíssimos para descobrir por lá.

       

       

       

       

       
      Próximo a Icaraizinho, tem a Lagoa das Flexeiras, ou Lagoinha, um paraíso de água doce cercado de muito verde. Há alguns barzinhos simples e rústicos que servem cerveja, peixe frito, batata e outros petiscos. Maravilhoso passar a tarde nesse lugar. Eles colocam redes na lagoa para quem gosta de relaxar na água.

       

       

       
      Um dos passeios mais famosos da região é assistir ao pôr do sol nas dunas do chamado Lençóis Cearenses. O lugar é realmente mágico. Uma paisagem belíssima e um pôr do sol inesquecível. Alguns guias oferecem esse passeio por cerca de 350 reais. O passeio leva o dia todo e deve ser feito num 4X4. Começa pela praia, passa pelas antenas aeólicas nas dunas de Moitas, pega uma estrada coroada de lindos coqueiros e faz uma primeira parada à beira rio para fotos e para ver os barcos de ostras que atracam por ali. Apesar da vista linda pro rio, essa parada não tem nada demais, assim como a segunda parada, num restaurante super cheio, feito para receber grupos turísticos, caro e com um serviço péssimo. Resolvemos pedir só uma água de côco, que para piorar, estava quente. A terceira parada é no alto da duna, com vista e mergulho no rio. Ali você se vê diante da imensidão e da soberania da natureza. A última parada é também no alto de outra duna, com vista para a ferradura do rio, bem onde o sol se põe. 

       

       

       

       

       

       
      É por ali, a creca de 30 minutos de carro, o cemitério mais lindo que já vimos na vida. As lápides ficam na areia, de frente pro mar, lugar perfeito para o “descanso eterno”. 

       
      5 dias foi tempo suficiente para curtir esse paraíso cearense. Para sair de Icaraizinho, pegamos um transfer até Amontada (150 reais o carro) e de lá o ônibus da Fretcar na linha Amontada-Fortaleza, por R$22,40, de onde seguimos para Pernambuco, rumo às ladeiras de Olinda.

       

       
      Do que não gostamos:
      Um transporte comum em Icaraizinho são as carroças de boi. Sabemos que faz parte da cultura e do meio de sobrevivência e trabalho local, mas dá dó ver os bichos magros, com sede, se arrastando pelas ruas de pedra. Muitos são mal tratados, o que é de cortar o coração.
      Muita gente anda de carro e moto na areia da praia. Um hábito terrível que provoca danos à natureza e perigo a todos que estão curtindo a praia.
       
      Para comer:
      Vila Icaraí - é uma pousada super aconchegante e charmosa. O bar da pousada é aberto também para quem não está hospedado lá e oferece opções deliciosas de sanduíches, que você come à beira da piscina. O preço é muito bom, o atendimento excelente e os drinks são ótimos.
      Restaurante Hibisco - é o restaurante que muita gente indica. Fomos 2 vezes. Na primeira comemos um camarão com leite de côco gostoso e bem servido. Da segunda vez optamos pelo PF e não foi uma boa escolha. A comida chegou fria e sem nenhum tempero. É caro para o que serve.
      Papaya Beach - de frente pro mar, o bar é um grande lounge. Cervejas, drinks e petiscos. Música alta, mas uma opção para quem está na praia e quer tomar um goró e curtir o pôr do sol atrás das aeólicas. 
      Posto 1 - mais um barzinho em frente ao mar. Tem cerveja, caipirinhas e um bolinho de arroz com calabresa muito gostoso. O preço é bem bom. 
       
      Horários dos Ônibus:
      Fortaleza-Amontada

       
      Amontada-Fortaleza

       
       
      instagram.com/trip_se_
       
       
×
×
  • Criar Novo...