Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#602584 por Augusto
19 Jun 2011, 17:35
E aí Daniel, blz?
Acho que são esses miojos mesmo. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Intervalo de quase 1 ano e ninguém mexeu? ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh::
Nem imaginava que eles ainda estivessem lá mesmo após todo esse tempo, senão teria batido uma foto.
Pensava que os ratinhos de lá iriam comer até a embalagem, mas não.

E passaram pelo Massenas também? Viram como tá o lugar?
E a parte do brejão?
Teve algum problema?
Tá escrevendo o relato?
E pelo jeito ninguém tá passando a muito tempo nessa travessia hein.




Abcs

#602853 por c11daniel
20 Jun 2011, 12:04
E passaram pelo Massenas também? Viram como tá o lugar?
***O grupo acampou no Massenas e passou pelo Macieiras. O que existe são as ruínas do abrigo. Essa travessia foi reaberta em 2007, até 2007 praticamente ninguem passava por lá. Houve um avanço, claro que devemos querer mais. Acredito que o ideal seria o PNI transformar as ruínas em abrigo.

E a parte do brejão?
Teve algum problema?
***No segundo dia, ou seja apó o Massenas estávamos certos que teríamos agua no mínimo até as canelas e a preocupação era não ficarmos atolados. Contornando daqui e dali foi possível não molhar os pés nos 2 dias e ninguém ficou "atolado". Dava pra ver que em muitos locais isso era possível.

Tá escrevendo o relato?
Um dia vou escrever algum relato com informações que possam ser útei a outras pessoas. Nesse caso você e o Sandro praticamente esgotaram o assunto, aí não dá rsrsr
Essa travessia é simples ... sai dali chega lá, não tem muito mistério. O que eu teria pra relatar ? Só sentimento, subjetividade total. Não consigo explicar pra mim mesmo como e porquê eu gostei tanto de ter feito essa travessia. Deve ser a impressão de um novato.
#603495 por Augusto
21 Jun 2011, 16:34
Bem que o Parque poderia fazer uma pequena reforma (não precisa ser grandiosa) nas ruinas desses abrigos que existem nessas travessias e aí eu citaria o Massenas e o Macieira. E agora que estão p/ abrir oficialmente a Rebouças-Mauá, que passa pelo Rancho Caído, poderiam também construir algum nessa travessia.
O Rebouças é um bom exemplo disso, mas depender de ações de governo é esperar sentado p/ não se cansar.

Acho que um relato não é só informações, dicas, sentimentos. Cada pessoa tem uma maneira diferente de escrever.
Tem de contar as impressões, perrengues, problemas, essas coisas. Essa é a magia.

Depois que escrever o primeiro, vc vai ver que vale a pena.


Abcs
#605676 por alessandro_sp
27 Jun 2011, 18:56
Fala, Augusto!

Fiz essa travessia com um grupo em meados de maio/2011. Seu relato (e do Sandro) foram muito úteis para mim, pois tive uma idéia do tempo entre as referências. Já deixo aqui meu agradecimento ::cool::

O que não bateu muito, pra mim, foi o tempo entre o Massena e o Macieiras (onde devemos ter levado mais de 3 horas, porém como estávamos em grupo a caminhada naturalmente era mais lenta).

Não conseguimos evitar o segundo charco (após o Massena) totalmente, e um dos integrantes atolou até a coxa. Só conseguiu sair comigo puxando, e mesmo assim o cara deve ter arejado todas as vértebras de tanto que o estiquei :lol:

Não me lembro de ter visto quaisquer ratinhos. Bivacamos no Massena, nem levei barraca - só um saco de dormir pra 0°C que foi suficiente. Ficamos na sala principal, numa parede ao lado da entrada, e como levei um pedaço de lona plástica de 3x4m (que aliás deixei lá para quem precisar) o assoalho não foi problema. Porém sem a lona é meio chato, está bem apodrecido e embora não ofereça riscos maiores, é bem fácil enroscar o saco de dormir ou mesmo os pés em alguma farpa.

A vossoroca me impressionou. Em um certo ponto, a trilha fica muito exposta e um passo errado é queda com certeza.

Enfim, disso tudo você sabe, então vou rasgar um pouco de seda em favor do pessoal do PNI.

Quinze dias depois que fiz a travessia eu retornei ao parque para uma estadia no Rebouças com alguns amigos. Nessa data tive oportunidade de conversar com o Luiz Coslope, que é o responsável pela parte alta (e por responsável entenda o cara que põe as mãos na massa). Ele comentou o que agora já é oficial, sobre reabertura de certas travessias. E também me disse que a Ruy Braga será recuperada (falando da trilha em si - quanto ao Massena e demais abrigos é uma incógnita, mas existe a intenção de recuperá-los sim). A vossoroca não tem remédio, não existe como aterrá-la. O que está nos planos é a construção de contenções e o desvio da trilha por um caminho mais afastado da erosão. Os charcos provavelmente terão algum tipo de ponte ou passarela, e os buracos nas canaletas do início da trilha (tem buraco que cabe uma pessoa com a mochila) também serão devidamente reparados. Pelo que ele me falou (e já havia lido no site do parque) essa é uma iniciativa conjunta com a Michelin. O GEAN também tem desempenhado papel importante na manutenção e reabertura das trilhas, porém não cheguei a conversar com o Luiz sobre isso - a informação que tenho a respeito deles é apenas o que consegui ler no site do parque.

Estou relatando isso apenas para enfatizar que, muitas vezes, metemos o pau em quem trabalha lá sem saber da missa a metade. Eu mesmo em momentos de raiva já reclamei muito da administração do parque, mas conhecendo melhor alguns funcionários, não posso deixar de admirar a força de vontade e o amor que eles têm ao parque. Claro que existem burocracias, faltam verbas, xingar Brasília não vai ajudar em nada (embora alivie nosso stress), nem tampouco encrencar com o pessoal de lá. O que podemos (devemos) fazer, é usar bem para não dar quaisquer motivos para que fechem as travessias novamente.
#607241 por Augusto
30 Jun 2011, 18:17
Blz Alessandro.

Aquele trecho entre Massenas e Macieira depende de uma serie de fatores. A gente foi rapido porque não queriamos chegar no Macieiras no final da tarde. Não sabiamos como estava a trilha. Vai que começava a escurecer e nada de chegar lá não é?
Por isso fizemos em menos de 2 horas.
Ratinhos no massenas a gente não viu mesmo, mas como os 2 abrigos são parecidos, pensei isso.
Mas é uma boa noticia, já que com isso dá p/ fazer essa travessia só bivacando.
As voçorocas em todos os trechos dessa travessia estão ficando cada vez piores. Tomara que façam uma manutenção o mais breve possivel, pois se demorar mais ainda, com certeza teremos que seguir por desvios e isso eu não concordo.

Eu sou frequentador desse parque a uns 15 anos, qdo subi pela primeira vez o Agulhas Negras, então eu tive muitas decepções com o pessoal do PNI ao longo desses anos.
Lembro que todo fds tinha alguém perdido nas trilhas e o pessoal do PN tinha de ir atras.
E a época dos crachás coloridos? Coisa absurda.
Fora as inumeras promessas de reabrir essa ou aquela travessia.
Principalmente em gestões anteriores.
Só foi mudar um pouco a alguns anos atras, qdo uma nova direção assumiu.
Por isso que qqer melhoria ou promessa de fazer isso ou aqquilo eu estou sempre com um pé atras.


Abcs

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes