Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''fronteira''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
    • Cupons de Desconto
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 5 registros

  1. Olá pessoas! Tudo bem? Estou planejando ir para Toronto no Canada no ano q vem, e pensei em dar um pulo em Nova York nos EUA, eu gostaria de saber se alguém já fez essa travessia ou alguma parecida vindo de outro país como o Mexico por exemplo... me conte como foi, se a passagem pela fronteira foi tudo bem, e como foi passar pela imigração. Agradeço =D
  2. Bom dia!! Estou planejando uma viagem de 20 dias saindo de São Paulo para Colonia del Sacramento de carro alugado, mas as locadoras localiza e movida não permitem atravessar a fronteira. Alguém já fez esse trajeto dessa forma ou sabe se é viável?
  3. Boa tarde, Por gentileza, poderia nos ajudar com informações ou nos indicar forma de obter tais respostas? Pretendemos cruzar a fronteira da Argentina (El Soberbio) ao Brasil (Porto Soberbo) utilizando a balsa, mas como pedestres (sem veículo). Gostaríamos de saber se há opção de transporte público para sair de Porto Soberbo e qual seriam os destinos possíveis. Se souber nome de empresa, horário, qualquer informação nos ajudará. Ou ainda se há alguma opção de hospedagem no local, caso não tenhamos como sair de lá no mesmo dia. Muito obrigada!
  4. Olá, boa noite! Gostaria de saber se é possível ir para o Myanmar, saindo da Índia, atravessando pela fronteira de Moreh...?
  5. Estivemos em Foz de 8 a 13/05/12 e nossa impressão sobre a cidade foi muito boa: povo gentil, educado e bem prestativo, fomos muito bem tratados em todos os estabelecimentos, enfim um povo bem receptivo,me impressionei com a cordialidade de todos. De diversos lugares que conhecemos no Brasil e fora do país nota dez para o pessoal de foz, continuem assim. Hotel: Iguassu Charm suítes (http://www.iguassucharmsuites.com.br/), muito bem localizado, ótimas suítes, tudo novinho e limpo, boa prestação de serviço, café da manha bem variado, tem piscina e cozinha para uso comum. Compramos pelo Hostelbookers e ficou 15% mais barato. Comidas: -Barbarela: Avenida Brasil, 1119,Centro, ótima lanchonete, lanches feitos na hora, bom atendimento, excelente. -Cantina Ricordi: R. Almirante Barroso, 1025, Centro, excelentes opções de massas, o lugar é bem discreto tanto olhando de fora, como em seu interior, porem irá se espantar com a comida, boa e barata. -Oficina do Sorvete: Av. Jorge Schimmelpheng, 244, Centro, Buffet de sopas e caldos, além de uma enorme variedade de sorvetes e sobremesas geladas, preço justo pela qualidade e quantidade, assim como nos outros locais ótimo atendimento, espaço bem aconchegante. Além destes locais que comemos existe uma enorme variedade de restaurantes, lanchonetes, bares, docerias, etc. Tem pra todos os gostos, comer bem é fácil em Foz. Transporte: -Transporte coletivo: normal como em todas as cidades, um pouco cheios, mas nada que possa comprometer um passeio, ótima opção para quem esta economizando na trip, pois te levam pra todos os pontos turísticos (valor da passagem R$ 2,65) -Taxi: Utilizamos uma única vez, preço normal de qualquer cidade do Brasil, pra quem gosta de comodidade e pode pagar vai fundo!!! -Translados através do hotel: melhor opção custo-benefício, ficam mais baratos que taxi. Roteiro: 1º dia Parque das aves: R$ 20,00 inteira/ R$ 10,00 estudante, não tem nenhum indicativo de ingresso para estudante, tem que pedir para a atendente. Parque mto bem cuidado, no início do trajeto parece um parque comum mas tudo muda quando vc entra no viveiro das araras ou na área dos tucanos o que proporciona ótimas experiências com a natureza. As aves parecem fazer poses para as fotos. Além das aves tem tbm cobras e é possível tirar fotos com a jibóia. Vale mto a pena. Parque Nacional do Iguaçu – Brasil: R$ 24,60/ R$ 12,30 cliente Itaúcard. É sensacional. Conforme vai andando na trilha vão surgindo vários mirantes com vários ângulos das cataratas. Trilha fácil, não é cansativa e termina na passarela que dá acesso à garganta do diabo. As quedas produzem uma garoa na passarela, é mto massa!! Inesquecível! Fizemos tbm o Macuco Safari (R$ 140,00, não tem meia pra estudante, pelo nosso hotel ficava 125,00): foi mto da hora. Começa com uma trilha em um carro elétrico com guia falando sobre fauna e flora do parque, depois segue-se a trilha a pé até a beira do rio para pegar o bote. O bote vai fazendo manobras até chegar numa queda das cataratas, mto bacana tomar um banho nas cataratas rsrs, sem contar a paisagem que se tem do rio/ cataratas!! . Valeu mto a pena. Dica: tinha gente de capinha mas se molharam do mesmo jeito. Leve uma troca completa de roupa! 2ºdia Parque Nacional Iguazu- Argentina: Ar$90,00, só aceitam em pesos =/. Dentro do parque aceitam reais porém devolvem o troco em pesos. Como todo mundo falava que ir de ônibus era mto complicado e demorava mto acabamos indo com o transfer do hotel. Patriotismo a parte: o lado argentino das cataratas é mtoooo mais bonito, é emocionante! É um parque mto grande (bem maior que o lado brasileiro) e por isso é um pouco cansativo. Primeiro vai por uma trilha até o trem que leva à garganta do diabo (o trem demora), qdo chega na estação cataratas tem a passarela de +- 1km até a garganta do diabo. É indescritível, a sensação é inexplicável, é lindo demais, a garoa que é formada molha mtoo, mas se usar capa de chuva perde a graça heim!!! Deixa molhar rrsrs Depois volta de trem e faz-se as trilhas superiores e inferiores. Cada uma é de mais ou menos 2km. As paisagens traziam a sensação: “Acho que o jardim do Eden foi aqui” rsrs juro. Pelo caminho os quatis (atração a parte) iam recepcionando os turistas. É um passeio longo, de quase o dia inteiro. 3º dia Ciudad Del leste: é o caos que todo mundo fala mesmo. Pra quem mora em SP é um largo treze 5x pior rsrsrs. Como o dólar tá alto as coisas não valem mto a pena. Pegamos o Black Friday mas como não fomos atrás de eletrônicos não vimos vantagem. Os preços não são mto diferentes da 25 de março. Perfumes e maquiagem são bem mais baratos que no Duty Free. Pra falar bem a verdade a única coisa que achei que realmente compensa foi cobertor! Rsrsrs Do mais vale conhecer. Não tivemos nenhum problema lá mas é bom ficar esperto com bolsas etc. 4º dia Itaipu Binacional: Passeio especial: R$ 56,10 inteira/ R$28,05 estudante e cliente Itaucard: passeio mto bacana, o tamanho da usina é monstruoso. Durante todo o percurso o guia vai falando sobre a história/ capacidade/ estatísticas da usina, mto interessante. O passeio tem duração de aproximadamente 2 horas. Uma ótima opção de conhecimento. Imperdivel! Duty Free: na volta de Itaipu fomos para o Duty Free da Argentina. Lá é bem bonito mas não podia tirar foto. Os preços são maiores que no Paraguai e menores que no Brasil. Pra quem gosta de marca é ótimo. Alem destas atrações existem também outras opções, que por falta de tempo não fizemos como: Templo budista, Marco das 3 fronteiras, Cassino, Cidade de Puerto Iguazu. Bom, é o que eu falei pra minha família: ninguém pode morrer antes de conhecer as Cataratas!!! Esperamos ter ajudado, qualquer coisa estamos aí!
×
×
  • Criar Novo...