Ir para conteúdo

Bolívia, Atacama, Peru...Paisagens, Sunsets, Pessoas, Momentos...


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Quinta, 25 de outubro de 2018 🇵🇪

O dia seria cheio pois queria conhecer o máximo de Lima nesse dia. Depois do bom café da manhã do hostel fui pegar o BRT de Lima que passa a 3 quadras do hostel. O cartãozinho do BRT custa 4,50 soles (mais um pra minha coleção) e as passagens você recarrega nele, cada passagem custa 2,50 soles. Como peguei ele por volta de 09:30, já fora do horário de pico, foi bem tranquilo. Desci no centro, na estação Jirón de La Union, que fica a 3 quadras da Plaza de Armas. A praça de Lima é bem bonita, florida, policiada e cheia de turistas. Entrei na catedral e tirei várias fotos por ali. Andei meio sem rumos pelas ruas próximas e fui na Igreja e Convento de São Francisco onde você pode visitar as catacumbas. A entrada é 15 soles, a visita é guiada e primeiro passa pelo convento, explica a história dos franciscanos em Lima, a guia dominava muito bem o assunto e por fim vamos as catacumbas onde tem várias ossadas das pessoas que antigamente eram enterradas debaixo da igreja, geralmente pessoas ricas que contribuam com a igreja. Você vê vários crânios e ossos. Pode parecer um pouco mórbido mas é bem interessante.IMG_20180901_121457098_HDR.thumb.jpg.31a4c6467deeced2dbcefadc9b6ea5ff.jpgIMG_20180901_132150963.thumb.jpg.6684af373f2541299e20c55b26a59e09.jpgIMG_20180901_135120043.thumb.jpg.2039b8c1b8ba4eefb97a2b82f3f10fdd.jpg

Depois olhei as lojinhas de artesanato mas as feiras de Miraflores pareciam melhores.

Voltei pra pegar o BRT 12:30 mas como já era horário de almoço ele já tava bem mais cheio.

Almocei um ceviche muito bom em Miraflores e fui a pé mesmo, uns 10 minutos, até o shopping Larcomar onde me disseram que poderia alugar uma bike. Adoro alugar bikes nessas cidades planas já que aqui onde moro não rola pedalar nessas ladeiras. Tava afim de uma bike desde San Pedro 😅 Não podia ir embora sem uma pedalada.

O aluguel de bike não era dos mais baratos, 20 soles pra uma hora, mas eu tava muito afim. E com uma hora deu pra rodar toda a ciclovia tranquilamente. Depois fiquei no Larcomar, tinha um café Juan Valdez (aquele mesmo da Colômbia) e fiquei um tempinho ali. Depois fui curtir o fim de tarde. Os gaúchos de Huacachina apareceram por lá também e foi muito bom revê-los. Eles já estavam se despedindo de Lima e iam voltar pro Brasil naquela noite. Eu ainda tinha mais tempo e fiquei até o último raio de sol. Numa cidade quase eternamente nublada como Lima, poder contemplar o por do sol é uma dádiva enorme. Era o último sunset da viagem. Muita coisa passou pela cabeça. Os lugares que passei, as pessoas que conheci, os momentos que vivi...junte a tudo isso aquela melancolia básica do fim de uma trip. Ao fundo ouvia um trecho de uma música que eu adoro e que combinou demais com o momento: “I can see the sunset in your eyes...(Baby I love your way)” Já tava balançado e ainda me vem um golpe desses!! Desabei por um tempo... o sol se foi... Nessas horas que uma viagem realmente te faz conhecer muito mais sobre si mesmo do que sobre os lugares que você está visitando...IMG_20181025_154904260.thumb.jpg.f8e871f696d0b5c659530122d96067a7.jpgIMG_20181025_165948200.thumb.jpg.fc286d943bb03451d4d6a8d140b50f95.jpgIMG_20181025_174939666.thumb.jpg.4549f9350fe378c08e1485a4aaba9435.jpgIMG_20181025_180220936.thumb.jpg.80d1ea3132b3bc65fcb5409eaeaae2bf.jpg

Depois de uma sessão pesada de psicologia interna, dei uma passada no hostel e fui ver o circuito das águas. Imaginei que aquela hora o BRT estaria insuportavelmente cheio e fui lá pra confirmar. Uma manada absurda de gente entrando. Desisti e resolvi que uma boa caminhada era a melhor opção. São pouco mais de 5 km até lá o que eu faria em uma hora. Fui embora pela avenida que é reta toda vida e cheia de transito e pessoas então achei de boa caminhar por ali. Cheguei na entrada do parque às 20h. O ingresso custa 4 soles. O parque é muito show, as primeiras fontes já são lindas mas perto do que está pela frente ficam bem inferiores. Os tuneis formados pelos jatos de água, o jogo de iluminação e a música de fundo que combina com a dança das águas são demais, tudo muito top e muito bem feito. IMG_20181025_201100427.thumb.jpg.ee65d768c2ecc1df551fa0590222b4b9.jpgIMG_20181025_201206632.thumb.jpg.948fb75395c545f50c28ff68975323a8.jpgIMG_20181025_203506827.thumb.jpg.d57ff4be63a25b8120da6ea8e7eca43b.jpg

Fiquei ali uns 40 minutos e fui pegar o BRT que é logo ali do lado. Nesse horário ainda tinha bastante gente mas já tava trafegável 😅Passei o resto da noite no bar do hostel, tinha karaokê cantei um reggaeton e a galera tava mais interativa esse dia. Ultima noite de uma viagem já inesquecível.

 

Sexta, 26 de outubro de 2018 🇵🇪

O último dia era pra comprar as lembrancinhas pros amigos e familiares e ali perto do hostel tem feiras artesanais muito boas, o Mercado Índio, o Mercado Inka e vários outros centrinhos comerciais. Voltei pro hostel, fiz check out e fui pra Huaca Pucllana a pé mesmo pois fica a 7 quadras do hostel. A entrada custa 12 soles só que tinha uns 4 gringos na minha frente, tava começando um tour em espanhol e o sistema da bilheteria tava meio garrado. Um cara veio perguntar se todo mundo ia fazer o tour em inglês. Os outros disseram sim mas eu disse que não, que ia no espanhol. Então ele falou pra eu entrar e depois pagava o ingresso na saída. Ok, né. Achei o lugar interessante, é um sítio arqueológico construído há 1500 anos pela civilização lima, depois usado por uma outra civilização e depois pelos incas também. Interessante aquilo tudo incrustado bem no meio da cidade, com aquela tecnologia pra suportar terremotos, os pátios pra rituais e tudo mais. Na saída todo mundo saiu normal, o cara que mandou eu entrar nem tava lá, então fui embora com o tour de graça 😜IMG_20181026_120250285.thumb.jpg.a357da884cd22b916ec63dfc59ef6c0a.jpg

Voltei pra praça de Miraflores, almocei um menu del dia num restaurante chamado Holandes e tomei um sorvete na praça. Voltei pro hostel, pedi uma cusqueña no bar e já era o fim da linha. Meu voo era 19h então pouco depois das 15h já tratei de chamar um Uber. O táxi sairia uns 60 soles ou mais. Um Uber dava 38 soles. O cara do Uber, Mario, era muito legal e conversamos o tempo todo, quase uma hora até o aeroporto.🔚

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Junho de 2015 🇵🇪

Já que #tbt tá na moda...queria voltar um pouco no tempo e completar esse relato com a minha viagem pra Cusco. Como disse no começo do relato eu fui com mais uns amigos somente pra Cusco e não foi do modo mochileiro por isso na época nem escrevi relato.

Vou colocar aqui um resumo do que foram aqueles dias naquela cidade que só de lembrar já me arrepia a pele

CUSCO É VIDA!!!::love::::love::::love::

Fizemos o city tour em Qoricancha, Sacsayhuaman, Tambomachay…

No outro dia fomos pra Maras e Moray que eu recomendo demais, gostei muito de ambos::otemo::

Fomos ao Valle Sagrado, Pisac, Urubamba e Ollantaytambo e de lá de trem pras Aguas Calientes

Subimos Machu Picchu no outro dia de manhã, ficamos lá todo o dia e fomos até a Porta do Sol.

Quero muito voltar pra fazer uma trilha longa como a Inca ou a Salkantay, subir Wayna Picchu e conhecer as montanhas coloridas que ainda não eram exploradas na época. 

Cusco tem uma energia indescritível, acho que é a cidade que mais curti até hoje...IMG_20150613_095852819.thumb.jpg.d5cd64ce9200de9292ba5ad0514e762e.jpgIMG_20150613_160540599.thumb.jpg.dfedaf63a16b5066c333cd92eedbb561.jpgIMG_20150614_103123458.thumb.jpg.329930d9429e87b99c452c24acd24dac.jpgDSC01070.thumb.JPG.1eac52d3c2cf6c0d0c92d916dd9cbbbb.JPGDSC01119.thumb.JPG.c78e9559355a2644516652053b08dd96.JPGIMG_20150615_144523702_HDR.thumb.jpg.bd29a8f2eac3f93709996b9d0d73498c.jpgDSC01302.thumb.JPG.d66f76cd45021eef6a7eda089124ba58.JPGIMG_20150616_143041115_HDR.thumb.jpg.f160549c8f28a3ae50403d4d2b6cdda5.jpg

E acabou 😢 Mas logo logo tem outro relato em outra parte desse mundão, afinal um mochileiro que se preze já sai de uma viagem pensando na próxima 😉

Dúvidas, elogios, reclamações, sugestões e xingamentos são bem vindos nos comentários 😁

Hasta la próxima, chicos!!!🇧🇴🇨🇱🇵🇪

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores
Em 01/11/2018 em 16:38, Rezzende disse:

Depois mandei a foto dela no instagram da @Maryana Telesmas ela disse que não era a mesma doninha. Era a mesma @rodrigovix? Talvez existam mais de uma ou um cartel de doninhas, mas fato é que elas salvam os mochileiros perdidos na madruga de Uyuni 😁

Fala, @Rezzende. Que beleza de relato, cara. Parabéns!!! Muito feliz por sua trip.

Era essa aí mesmo haha. Lembrei bem dela. Me salvou. Muito engraçado como ela se tornou famosa aqui no mochileiros. Foi realmente uma salvadora da pátria naquele momento de frio congelante em que eu não tinha ideia de pra onde ir. Pode ser também que várias senhorinhas façam esse trabalho e a da Mary tenha sido uma outra. O importante é tirar a gente do frio haha. Abraços!

  • Obrigad@! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores
Em 09/11/2018 em 13:41, Sorrent disse:

Que legal saber que após todos esses anos o meu relato continua inspirando algumas pessoas. Realmente é uma viagem foda e eu revivi a minha vendo algumas das suas fotos. 

Gostei de ver, @Rezzende. Muito boa menção ao @Sorrent. Relato foda! Foi um dos pioneiros no relato desse roteiro e de fundamental contribuição quando eu estava planejando minha viagem. Valeu mesmo! É natural que a gente vá procurando sempre os relatos mais recentes e atualizados, mas importante lembrar da galera lá de trás que foi dando condições pros que vieram em seguida.

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • 1 ano depois...
  • Membros

@Rezzende Que relato bacana! Viajei de volta com você. O Uyuni realmente é de uma beleza chocante. Estive lá em dezembro de 2011 e me lembro de ficar impactada com aquela paisagem. A diferença para as tuas fotos é que quando fui, estava espelhado. De todo jeito é lindo demais, um dos lugares onde quero voltar.

Vendo o trekking de Colca, só me acende mais a vontade de conhecê-lo e poder descer e subir a trilha. Assim como você, as montanhas também me fascinam.

Ah, que saudade de tudo, das paisagens impressionante e quase irreais do Atacama (dos lugares que mais amo no mundo!), da energia secular, tão forte e misteriosa do Peru, do salar e do deserto boliviano. Quero tudo de novo! rs.

E agora? Quais os planos pós pandemia? Por onde quer se perder e se achar? 

  • Obrigad@! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...