Ir para conteúdo
monique.santiago

"SOZINHA" EM FORTALEZA E JERICOACOARA POR UMA SEMANA – AGOSTO/17

Posts Recomendados

Há muito tempo eu queria conhecer Jeri e decidi que deste ano não passaria. Aproveitei pra tentar encaixar a viagem pra o período do meu aniversário, realizando também um antigo desejo de passar a data viajando sozinha.

Monitorei as passagens por alguns meses e encontrei até por R$ 300,00 ida e volta partindo de SSA. Em maio, então, consegui encontrar as passagens para o exato período que eu desejava por 12000 milhas ida e volta + R$ 59,90 de taxas. Contagem regressiva até agosto!

Minha viagem seria de 09 a 16/08, sendo que eu ficaria de 09 a 13/08 em Jeri, seguindo neste dia para Fortaleza, onde ficaria até o dia 16.

TRASLADO PARA JERI:

Desembarquei no aeroporto de Fortaleza por volta das 17h de uma quarta-feira. Tinha como opção pegar um ônibus ou um traslado para Jeri.

O ônibus Fortaleza – Jeri é operado pela empresa Fretcar. Eles possuem um site onde é possível comprar as passagens antecipadas. O ônibus sai do aeroporto passando pela Rodoviária e alguns pontos em Fortaleza chegando até a cidade de Jijoca – lá os passageiros são deslocados para uma jardineira (pau de arara chique) que percorre a parte de dunas até Jeri.  Para meu horário de chegada, teria que pegar um ônibus das 18h30 saindo do aeroporto e chegaria em Jeri próximo a 01h da manhã. O ônibus custa entre R$ 70 e 80, a depender do horário.

Sobre o traslado, pode ser feito de duas maneiras: algumas empresas de turismo fazem este trajeto diariamente saindo de Fortaleza por volta das 09h. Eles te pegam diretamente no seu hotel e o traslado custa cerca de R$ 80,00, sendo que de Fortaleza a Jijoca vai de Van, mudando para Jardineira a partir daí. Para mim não daria em razão do horário, já que eu queria ir para Jeri no dia da chegada.

Outra opção é alugar um veículo tipo Hillux, que custa entre 600 e 700 reais para 4 pessoas. Tentei encontrar algumas pessoas para ratear o traslado, mas não consegui. Tive a ideia, então, de ver com o Hostel se eles teriam alguma indicação e eles intermediaram um traslado para mim por R$ 150,00 saindo as 17h30 do aeroporto numa Hillux.

A viagem foi confortável e não há necessidade de mudar de veículo. Por volta das 21h40 cheguei ao Hostel.

 

HOSPEDAGEM:

VILLA CHIC HOSTEL E POUSADA  JERICOACOARA: Excelente! O Hostel fica localizado na rua principal, bem próximo à praça principal e à praia. As instalações são bem novinhas, o staff é super prestativo, possui um café da manhã excelente para padrões de hostel. Tem uma pequena piscina e cozinha bem equipada.

Fiquei no alojamento feminino (quarto 02), que conta com quatro beliches, divididos em duas partes, com ar condicionados individuais e dois banheiros, com uma pia externa e chuveiro quente. A cama é muito confortável e conta com luz e tomada individual. Limpeza diária nos quartos. Locker enorme e eles cedem cadeado para uso dos hospedes. Aluguel de toalha por R$5, sendo possível a troca.

ALBERGARIA HOSTEL FORTALEZA:

O hostel tem uma boa localização, além de boas áreas comuns. O staff foi prestativo e o bar/lanchonete quebra um galho quando se chega cansado da praia e dos passeios. O café da manhã bom para padrões de hostel, mas vem numa bandeja (não sei se é possível repetir algum item, mas vinha tudo em boa quantidade e não precisei repetir).

Os beliches dos quartos são MUITO ruins. Por serem de três andares, o primeiro é muito baixo e o último muito alto. Além disso, o meu quarto era muito pequeno para as seis pessoas, o que atrapalhava bastante a circulação e acesso aos lockers.

Não conta com chuveiro quente (não senti falta) e o ar condicionado só ligava das 20h as 08h. Roupa de cama e toalha alugado com calção de R$20.

 

 

CONTINUA (....)

  • Gratidão! 1
  • Acompanhando 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Piterdog    8

Legal seu relato Monique! Eu fiz a mesma coisa ano passado e foi maravilhoso, cidade encantadora, se você puder descrever mais sobre os passeios que fez, por exemplo a pedra furada ou alguma praia legal, ficaríamos agradecidos em ler! Valeu!

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutes ago, Piterdog said:

Legal seu relato Monique! Eu fiz a mesma coisa ano passado e foi maravilhoso, cidade encantadora, se você puder descrever mais sobre os passeios que fez, por exemplo a pedra furada ou alguma praia legal, ficaríamos agradecidos em ler! Valeu!

Oi Piter.. esqueci de colocar que vou continuar o relato (já editei o tópico!).

Pode deixar que vou constar os valores e relatos sobre passeios que fiz sim! Obrigada!!

 

  • Curti 1
  • Gratidão! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
D FABIANO    28

Oi Nique,

Olha quem chegou!rsrs Fico feliz por ter gostado de Jeri,fui lá há um bom tempo, não deve ter mudado muita coisa.

Aquele lugar é a sua cara,sol,mar,kitesurf e calor.rsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em ‎18‎/‎08‎/‎2017 em 15:34, D FABIANO disse:

Oi Nique,

Olha quem chegou!rsrs Fico feliz por ter gostado de Jeri,fui lá há um bom tempo, não deve ter mudado muita coisa.

Aquele lugar é a sua cara,sol,mar,kitesurf e calor.rsrs

Valeu, Fabiano! Adorei Jeri mesmo!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faltou constar os valores dos hostels:

Vila Chic - R$ 220,00  pelas 04 diárias em quarto feminino 08 camas com ar condicionado

Albergaria - R$ 120,00 pelas 03 diárias em quarto feminino 06 camas com ar condicionado.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Voltei de Jeri encantada: é o tipo de lugar que eu gosto de viajar, uma pequena Vila de Praia, onde você só precisa de carro para os passeios fora dali.

A vila é toda de areia e se você ficar no centrinho, ai fazer tudo andando tranquilamente (alguns pontos junto da entrada da cidade são mais complicados pra isso..).

Entre agosto e outubro é a época dos ventos e muita gente vai pra lá fazer kite e windsurfe. Pra quem só quer curtir praia, o vento às vezes incomoda, pois joga muita areia.

Cada dia a noite tem uma festa diferente (pra uma não queimar a outra) e todos os dias os vendedores de coquetéis fazem uma baladinha na praia com DJ – todas as festas acabam às 02h da madrugada. Não sei se foi pela época que fui, mas achei a night de Jeri meio fraca.

Fui pro forró do Restaurante Dona Amélia na quarta e no sábado. Nos dois dias estava bem vazio. A entrada custa R$ 5,00 a titulo de couvert se você estiver jantando lá até as 22h30 e R$ 20 para entrar após as 23h. Também fui pro Samba que acontece em uma pousada em frente à Igreja de Pedra – entrada R$ 20 e lotado de gringo tentando sambar.. O lugar é ótimo e a banda é bem bacana (todas as sextas-feiras).

A oferta de carros para passeio é enorme e os preços são tabelados. Fechei tudo na recepção do hostel e eles me buscavam lá mesmo (sempre pontualíssimos).

Há carros saindo da rua São Francisco para a Lagoa o tempo inteiro. Cada trecho custa R$ 20. Ou seja, ida e volta da lagoa sai por R$ 40 numa jardineira (caríssimo, por sinal..).

No primeiro dia oficial em Jeri, no final da manhã, fiz a trilha para a Pedra Furada pela praia, após ser informada que a maré estava baixando e daria pra fazer. Realmente, deu. Mas a ida foi puxada: a maré não tinha baixado totalmente ainda e alguns trechos precisei fazer subindo a duna, que é bem íngreme. O horário não ajudava (quase 10h30) e não levei água. Fica a dica: água, protetor solar e chapéu.  Pelo menos rendeu boas vistas da praia de Jeri lá de cima:

 

003.JPG.37e19292daa5e705b5d94ee178f01f5e.JPG

Essa trilha também pode ser feita pelo Morro do Serrote, sendo que lá é oferecido o trajeto de charrete ou cavalo (não sei o valor) que leva até uma parte do trajeto – o final é feito andando também.

Minha dica é: verifique os horários de maré e vá pela praia com a maré baixa – o trajeto é rápido, plano e uma delicia.

Cheguei na Pedra e estava bem vazia, o que rendeu boas fotos. Há vendedores de água e de coco (água R$ 4,00 – repetindo, leve a sua!). Os vendedores são especialistas em tirar fotos com efeitos especiais: há uma pedra pequena em frente a pedra furada que rende fotos parecendo que você está em cima maior.

002.jpg.fa47a9f34aa1321bc9bb155e827e4693.jpg

Voltei andando pela praia, vez que a maré já tinha baixado por inteiro. O trajeto foi super rápido e tranquilo. Segui até a praia do centro: ela conta com espreguiçadeiras e sombreiros pra aluguel. Optei pela sombra de umas arvores próximas a entrada da Rua Principal onde estendi minha canga.

Almocei no Restaurante do Bigode – mix de frutos do mar (peixe, camarão e lagostas pequenas) mais caipirinhas de brinde para três pessoas por R$ 100.

No canto direito da praia há bons bares e restaurantes para tomar uns drinks. Neste dia fiquei pelo Restaurante Capitão Tomaz, intercalando drinks e banho de mar, até o sol baixar e seguir para a Duna do Por do Sol.

A duna fica do lado esquerdo e por volta das 17h uma multidão começa o trajeto para subir. A vista é linda e vale a pena seguir a tradição de ver o por do sol dali pelo menos uma vez – mas venta e você toma um banho de areia, já vá avisado.

 

004.JPG.c51c785f8ec89c1fe20472a79383f8b0.JPG

 

 

  • Gratidão! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No segundo dia peguei um desses carros até a Lagoa do Paraiso e fiquei na Barraca Nova Esperança. É uma barraca bem recomendada pelos locais, mas também frequentada por alguns turistas. Tem boa estrutura e um preço razoável, além de um atendimento bom. Gostei bastante!

05.JPG.4af6eea4cec614837f1a619e40c869ba.JPG

 

Ela também conta com as redinhas na água, cartão postal mais famoso de Jeri:

06.JPG.f4e56d64c665118464c4ae21c8738583.JPG

Há pessoas alugando pranchas de stand up e caiaques por cerca de R$ 20 por 15 minutos.

Como disse, gastei R$ 40,00 pra ir e voltar de jardineira saindo e voltando da Rua São Francisco (paralela a Rua Principal).

Ao chegar em Jeri, segui novamente à Duna para ver o por do sol.

A noite jantei num lugar que recomendo bastante: Casa de Pedra. Fica na Rua Principal e é uma sorveteira, tapiocaria e creperia, que tem preços muito bons e pratos bem servidos e deliciosos.

Lá tem uma sorveteria famosa que a bola de sorvete custa R$ 10 (Gelatto e Grano). Na Casa de Pedra duas bolas custam R$ 12,00 e o sorvete também é ótimo.

  • Gratidão! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No dia seguinte contratei o passeio que eles chamam de “Lado Leste” no hostel por R$ 65,00. Este passeio passa pela Arvore da Preguiça, Lagoa Azul, Lagoa do Paraíso e Pedra Furada. Pudemos organizar o passeio como foi de nossa vontade com o buggueiro – poderíamos começar pela Pedra ou pela Arvore: escolhemos essa opção. Também, dispensamos a passagem pela Pedra Furada ao final.

Vale dizer que o buggy não deixa na pedra: deixa num local que você também precisa seguir andando até ela.

Sobre a árvore da preguiça: Sim, é só uma árvore que cresceu rente ao chão pela ação dos ventos. Há fila para as fotos. Sim, eu peguei a fila (turistei! Hahaha).

 07.JPG.e06f0df7f5208cb0148e050f50911ef3.JPG

 

De lá fomos a Lagoa Azul. Gostei bastante dela. A área das barracas era menor e ficam coladas umas nas outras (as da Lagoa do Paraíso ficam a km de distancia uma das outras). A lagoa também conta com as redinhas e é ótima para banho.

08.JPG.da1831ed853fe975f27a2e83804872c1.JPG

 

De lá, fomos a Lagoa Paraiso. Escolhemos ir à famosa Alchymist Beach Club. Ela tem uma boa estrutura, mas o serviço foi péssimo e, obviamente, é bem cara: só vende cerveja long neck e a mais barata custa R$ 12,00.

Há aluguel de locker junto às mesas por R$10. Uma espreguiçadeira junto a lagoa custa R$ 50,00 e há uns bangalôs cujo acesso custa R$ 100 por pessoa. Há redinhas e pelo menos elas são de graça.

A barraca estava mais cheia que as outras e achei mais ostentação que curtição. O péssimo serviço não valia o preço. Valeu para conhecer..

Haviamos combinado o horário com o buggueiro e saímos de lá as 16h direito para a praia do centro onde optamos ver o por do sol na Creperia Naturalmente – recomendo bastante. É relativamente cara, mas o crepe é delicioso (media de R$ 20 – 30 e long neck R$9), fora que também oferece uma linda vista do sunset. Fica em frente à quadra de volei.

 

09.JPG.e376ee6a0c571734a8ec748135d1a000.JPG

 

A noite jantei o famoso Camarão no Abacaxi do Restaurante Dona Amélia. Chegamos por volta das 21h e foi difícil achar uma mesa. O camarão custa R$ 85 e é ideal para duas pessoas com muita fome ou três com pouca. Vem muito acompanhamento. Como jantamos lá, pagamos R$5 do Couvert do forró por cabeça.

Você pode sair e entrar do Restaurante quantas vezes quiser, pois vão lhe carimbar. Intercalamos a noite entre o forró e a praia, onde as barracas de capeta fazem uma festa com DJ.

10.JPG.27e18515cc28e3d5ab47a3a2c9fc8aca.JPG

 

As 02h tudo acabou e todos seguiram para Padaria São Francisco, que fica na rua de mesmo nome e só abre na madrugada – é tradição por lá!

Em Jeri tem um outro passeio chamado “Lado Oeste” – sinceramente, não me interessou. É um passeio controverso: algumas pessoas adoram, outras odeiam. Sugiro verificar fotos e maiores informações. Eu preferi ir às Lagoas todos os dias.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Juliana Champi disse:

Continuuuuuaaa! :)

Vou continuar, pode deixar!

Ate o fds coloco todas as infos, com fé em Deus !!

Bjooo

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu último dia em Jeri começou pontualmente às 09h, quando meu transfer passou no hostel para me pegar com destino à Fortaleza.

O transfer me custou R$ 75,00, contratado no hostel. Seguimos em uma caminhonete até a Lagoa Paraíso. Lá paramos na barraca Lua Cheia, onde ficamos até as 12h30 seguindo até Jijoca. Em Jijoca mudamos para uma Van, que me levou até fortaleza, onde cheguei às 17h00.

Apesar do atendimento não ser muito bom (estava relativamente cheia por ser parada de vários transfers e excursões), os preços da barraca eram bons, com cerveja por R$ 8,00, além de ter sido o ponto com a cor de água mais bonita dos locais que visitei.

001.JPG.a738d7ad09c0fc20a4f19cfc3495c192.JPG

 

Chegando em Fortaleza, aproveitei a noite na Feirinha Beira Mar. Nas proximidades há muitas opções de restaurantes e bares, além de vendedores de comidas típicas. 

Fui e voltei de Uber, que funciona muito bem na cidade (eles pedem para que uma pessoa vá no banco da frente, para disfarçar). Ida R$9,21 / Volta R$ 14,07.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na segunda-feira optei por fechar um passeio para uma das praias próximas a Fortaleza.

Os preços de passeio na cidade são praticamente tabelados. Aproveitei a indicação de uma amiga que conheci na viagem e contratei com a Ocean View (85 97871212 – Whatsapp). Eles agendam os passeios por whatsapp e pegam e deixam no seu hotel, no horário combinado. Gostei bastante da empresa e recomendo.

O site deles é ótimo e tem todas as informações sobre os passeios: http://www.oceanviewturismo.com.br/br/index.php

Além disso, pagamento a vista e no dinheiro tem 10% de desconto. O passeio me custou R$ 36 com esse desconto.

Contratei o passeio para Águas Belas pois foi o que me pareceu mais interessante – foi um tiro certeiro! Águas Belas é um destino que passou a ser explorado há pouco tempo pelas empresas de turismo de Fortaleza e é verdadeiro paraíso.

11.JPG.4beaf75f290432f4c817a7a9d6cb235b.JPG

 

A praia fica a 65km de Fortaleza, fazendo com que a viagem seja curta. Além disso, é o único ponto de parada, você não fica pulando de galho em galho o dia inteiro.

Foi exatamente por esse motivo que não fiz o famoso passeio das três praias, o mais “recomendado” de Fortaleza. Conversei com pessoas que fizeram e todos me disseram a mesma coisa: as paradas são muito curtas e você aproveita pouco das praias.

Na ida, a excursão para em um local onde se fabrica e vende rapadura. É uma parada rápida, de 20 minutos para provar caldo de cana e os milhares de sabores de rapadura (tem até de chiclete)

Chegando em Águas Belas, você pode contratar um passeio de buggy (R$50 por pessoa) que dura cerca de 1h30. Eu tava cansada de passeio e só queria ficar fazendo vários nadas. Fui até o canto direito da praia, no encontro do rio com o mar e por lá fiquei até retornar à Barraca de apoio da excursão pra almoçar – Delícias da Jangada.

Comida boa, cerveja barata e gelada (R$9), uma estrutura muito boa e um ótimo atendimento!

A saída é por volta das 15h30 e por volta das 16h30 já estava de volta ao hostel.

 

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No dia seguinte, foi a vez de ir até a praia do Futuro (Uber R$19 ida e R$ 18 volta). Optei pela Barraca Crocobeach. Muito me disseram sobre ela ser absurdamente cara – achei os preços bem normais. Além disso, não cobra 10% do serviço.

A região é meio tensa – não é recomendável andar entre as barracas e pela praia em razão de constantes assaltos. Inclusive, a barraca Crocobeach conta com seguranças particulares na areia.

O serviço foi bom e no final ainda teve uma banda numa parte interna da barraca com couvert a R$ 8,00 para sentar na mesa.

O acesso à piscina ou a parte dos lounges vips é pago por fora. A piscina custa R$ 18 adulto e R$ 15 criança.

 

No meu último dia em Fortaleza, conheci o Mercado Central e o Mercado de Peixes, antes de pegar o avião de volta pra casa.

Uber Hostel – Mercado Central R$ 13,14 // Uber Mercado Central – Mercado Peixes R$ 12,34 // Uber Hostel Aeroporto R$ 21,79.

O mercado é ótimo para quem quer comprar lembranças e produtos regionais – achei melhor que a Feirinha Beira Mar. Há opções para almoço por lá também (comida a kg, camarão, churrascaria).

13.JPG.841645c9c967780ed463c74d5e4480d8.JPG

 

São três andares e conta com rampas, escadas e elevador.

Já o mercado de Peixes é para quem é apaixonado por frutos do mar. Você compra o peixe ou marisco nos boxes e paga R$ 10 para uma das barracas prepararem conforme sua vontade.

Paguei R$ 15,00 em 600g de camarão, mais R$ 19,50 por uma cerveja mais o preparo do camarão ao alho e óleo mais 10% de serviço. São várias opções de preparo, incluindo ao bafo, molho branco, ferventado.

O local é bastante recomendado para o por do sol também.

 

12.JPG.94da7ea7342d401323acf152befcf35f.JPG

 

Passei no hostel pra pegar a mala e segui pro aero (Uber R$22).

 

 

Bom, essa foi minha semana no Ceará. Espero que as dicas sejam úteis!

Voltei completamente encantada por Jeri e já planejo um retorno.. 

 

  • Gratidão! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 18/08/2017 em 14:42, monique.santiago disse:

Há muito tempo eu queria conhecer Jeri e decidi que deste ano não passaria. Aproveitei pra tentar encaixar a viagem pra o período do meu aniversário, realizando também um antigo desejo de passar a data viajando sozinha.

Monitorei as passagens por alguns meses e encontrei até por R$ 300,00 ida e volta partindo de SSA. Em maio, então, consegui encontrar as passagens para o exato período que eu desejava por 12000 milhas ida e volta + R$ 59,90 de taxas. Contagem regressiva até agosto!

Minha viagem seria de 09 a 16/08, sendo que eu ficaria de 09 a 13/08 em Jeri, seguindo neste dia para Fortaleza, onde ficaria até o dia 16.

TRASLADO PARA JERI:

Desembarquei no aeroporto de Fortaleza por volta das 17h de uma quarta-feira. Tinha como opção pegar um ônibus ou um traslado para Jeri.

O ônibus Fortaleza – Jeri é operado pela empresa Fretcar. Eles possuem um site onde é possível comprar as passagens antecipadas. O ônibus sai do aeroporto passando pela Rodoviária e alguns pontos em Fortaleza chegando até a cidade de Jijoca – lá os passageiros são deslocados para uma jardineira (pau de arara chique) que percorre a parte de dunas até Jeri.  Para meu horário de chegada, teria que pegar um ônibus das 18h30 saindo do aeroporto e chegaria em Jeri próximo a 01h da manhã. O ônibus custa entre R$ 70 e 80, a depender do horário.

Sobre o traslado, pode ser feito de duas maneiras: algumas empresas de turismo fazem este trajeto diariamente saindo de Fortaleza por volta das 09h. Eles te pegam diretamente no seu hotel e o traslado custa cerca de R$ 80,00, sendo que de Fortaleza a Jijoca vai de Van, mudando para Jardineira a partir daí. Para mim não daria em razão do horário, já que eu queria ir para Jeri no dia da chegada.

Outra opção é alugar um veículo tipo Hillux, que custa entre 600 e 700 reais para 4 pessoas. Tentei encontrar algumas pessoas para ratear o traslado, mas não consegui. Tive a ideia, então, de ver com o Hostel se eles teriam alguma indicação e eles intermediaram um traslado para mim por R$ 150,00 saindo as 17h30 do aeroporto numa Hillux.

A viagem foi confortável e não há necessidade de mudar de veículo. Por volta das 21h40 cheguei ao Hostel.

 

HOSPEDAGEM:

VILLA CHIC HOSTEL E POUSADA  JERICOACOARA: Excelente! O Hostel fica localizado na rua principal, bem próximo à praça principal e à praia. As instalações são bem novinhas, o staff é super prestativo, possui um café da manhã excelente para padrões de hostel. Tem uma pequena piscina e cozinha bem equipada.

Fiquei no alojamento feminino (quarto 02), que conta com quatro beliches, divididos em duas partes, com ar condicionados individuais e dois banheiros, com uma pia externa e chuveiro quente. A cama é muito confortável e conta com luz e tomada individual. Limpeza diária nos quartos. Locker enorme e eles cedem cadeado para uso dos hospedes. Aluguel de toalha por R$5, sendo possível a troca.

ALBERGARIA HOSTEL FORTALEZA:

O hostel tem uma boa localização, além de boas áreas comuns. O staff foi prestativo e o bar/lanchonete quebra um galho quando se chega cansado da praia e dos passeios. O café da manhã bom para padrões de hostel, mas vem numa bandeja (não sei se é possível repetir algum item, mas vinha tudo em boa quantidade e não precisei repetir).

Os beliches dos quartos são MUITO ruins. Por serem de três andares, o primeiro é muito baixo e o último muito alto. Além disso, o meu quarto era muito pequeno para as seis pessoas, o que atrapalhava bastante a circulação e acesso aos lockers.

Não conta com chuveiro quente (não senti falta) e o ar condicionado só ligava das 20h as 08h. Roupa de cama e toalha alugado com calção de R$20.

 

 

CONTINUA (....)

Monique amei seu relato. Super detalhado e com preços - melhor parte! Geralmente as pessoas só escrevem "muito caro" ou "bom preço" e fico perdida, imaginando o quanto é caro ou barato pra pessoa que relatou rs

Estou indo fazer EXATAMENTE a mesma coisa que você. Viajar sozinha, por uma semana e passar meu aniversário sozinha. Estou impressionada com a coincidência.

Fiquei curiosa se conheceu gente lá, pois algumas partes você menciona "fomos" "comemos" optamos".

E, se não for pedir muito, pode me dizer se valeu a pena a experiência? E qual a melhor coisa e a pior de viajar sozinha?

Boa noite. Gratidão 🙏

 

Em 30/08/2017 em 10:59, monique.santiago disse:

No dia seguinte, foi a vez de ir até a praia do Futuro (Uber R$19 ida e R$ 18 volta). Optei pela Barraca Crocobeach. Muito me disseram sobre ela ser absurdamente cara – achei os preços bem normais. Além disso, não cobra 10% do serviço.

A região é meio tensa – não é recomendável andar entre as barracas e pela praia em razão de constantes assaltos. Inclusive, a barraca Crocobeach conta com seguranças particulares na areia.

O serviço foi bom e no final ainda teve uma banda numa parte interna da barraca com couvert a R$ 8,00 para sentar na mesa.

O acesso à piscina ou a parte dos lounges vips é pago por fora. A piscina custa R$ 18 adulto e R$ 15 criança.

 

No meu último dia em Fortaleza, conheci o Mercado Central e o Mercado de Peixes, antes de pegar o avião de volta pra casa.

Uber Hostel – Mercado Central R$ 13,14 // Uber Mercado Central – Mercado Peixes R$ 12,34 // Uber Hostel Aeroporto R$ 21,79.

O mercado é ótimo para quem quer comprar lembranças e produtos regionais – achei melhor que a Feirinha Beira Mar. Há opções para almoço por lá também (comida a kg, camarão, churrascaria).

13.JPG.841645c9c967780ed463c74d5e4480d8.JPG

 

São três andares e conta com rampas, escadas e elevador.

Já o mercado de Peixes é para quem é apaixonado por frutos do mar. Você compra o peixe ou marisco nos boxes e paga R$ 10 para uma das barracas prepararem conforme sua vontade.

Paguei R$ 15,00 em 600g de camarão, mais R$ 19,50 por uma cerveja mais o preparo do camarão ao alho e óleo mais 10% de serviço. São várias opções de preparo, incluindo ao bafo, molho branco, ferventado.

O local é bastante recomendado para o por do sol também.

 

12.JPG.94da7ea7342d401323acf152befcf35f.JPG

 

Passei no hostel pra pegar a mala e segui pro aero (Uber R$22).

 

 

Bom, essa foi minha semana no Ceará. Espero que as dicas sejam úteis!

Voltei completamente encantada por Jeri e já planejo um retorno.. 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, ViajanteDyane disse:

Monique amei seu relato. Super detalhado e com preços - melhor parte! Geralmente as pessoas só escrevem "muito caro" ou "bom preço" e fico perdida, imaginando o quanto é caro ou barato pra pessoa que relatou rs

Estou indo fazer EXATAMENTE a mesma coisa que você. Viajar sozinha, por uma semana e passar meu aniversário sozinha. Estou impressionada com a coincidência.

Fiquei curiosa se conheceu gente lá, pois algumas partes você menciona "fomos" "comemos" optamos".

E, se não for pedir muito, pode me dizer se valeu a pena a experiência? E qual a melhor coisa e a pior de viajar sozinha?

Boa noite. Gratidão 🙏

 

 

Oi Dyane!! Super coincidência mesmo!!

Eu procuro sempre colocar preços nos relatos pq o barato pra um é caro pra outro, ne? Já tive experiências de ir a locais recomendados em relatos e o queixo cair de tão caro que era.. hahaha 

Quanto a viajar sozinha: o título do relato é "sozinha" porque não fiquei sozinha praticamente hora nenhuma nessa viagem- só fiquei em um momento por opção mesmo, pq queria muito ficar umas horinhas de boa (achei até que tinha mencionado isso no relato!).

Conheci pessoas maravilhosas (e isto vale para todas as viagens que fiz sozinha e muitas delas tenho contato até hoje, anos depois!). Eu acho que ficar em hostel é essencial neste processo, porque você acaba sendo forçado a ter contato com outras pessoas, o que eu já faço de modo normal pq gosto mesmo de conhecer gente nova e novas histórias. Quando você tá com saudade daquela nova amiga que você fez e que foi embora de manhã do seu quarto, a tarde chega uma nova cheia de energia e com muita historia boa pra contar. 

Não vejo uma "pior" coisa em viajar sozinha. Todas as últimas vezes que viajei só foi por opção mesmo (escondi a viagem dos meus amigos pq queria ir só hahaha)..

Relaxe.. você vai encontrar MUITA gente sozinha pelo caminho.. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×