Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
Luisa Santos

Peru - dicas de primeira viagem

Pergunta

Oi pessoal, 

estou planejando minha primeira viagem para o Peru agora em julho e preciso de algumas dicas...

Como ir de Cusco para Águas Calientes? Gostaria de passar um dia em Ollataytambo e ir direto para Águas, o melhor jeito é ir de trem mesmo? 

Além disso, alguém já voltou de Águas para Cusco de Van? É muito perrengue?

Fora isso, vocês tem dias de companhias de turismo internas no Peru? Gostaria de fazer essa viagem de Cusco para Ollataytambo passando por Chinchero, os saleros de Maras e Moray com um guia!

Obrigada!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

9 respostass a esta questão

Posts Recomendados

  • 0

Quando eu fui, contratei o passeio do Vale Sagrado (sai de Cusco e vai até Ollantaytambo, passando por Pisac) mas não acompanhei o grupo quando chegou em Ollanta. Fui direto pegar o trem para Aguas Calientes. Conheci Machu Picchu no dia seguinte e peguei um trem de volta para Ollantaytambo no final do dia. Dormi em Ollanta e conheci o sitio arqueológico de manhã. Vale muito a pena porque todos os tours do Vale Sagrado que saem de Cusco chegam em Ollantaytambo durante a tarde, então o lugar fica muvucado. De manhã, da maneira que fiz, o lugar era praticamente só meu. E você pode contratar um guia local para te acompanhar se quiser.

Após conhecer Ollanta de manhã, contratei um taxi para me levar até Cusco parando nas Salinas de Maras e em Moray. Daria para incluir Chinchero, mas não me chamou a atenção. Dessa maneira tem a vantagem tb de conhecer esses lugares sem muvuca porque os tours que saem de Cusco chegam em Maras e Moray quase sempre pela manhã.

Para voltar de Águas para Cusco de van, se eu não estiver enganado, você terá que fazer uma caminhada de aproximadamente 2 hr de Águas Calientes até a hidrelétrica e lá pegará a Van, que percorrerá um sinuosos caminho de algumas horas até Cusco. Eu não fiz este caminho, mas já li relatos falando que era de boa e outros falando que o trecho de van é tenebroso.

Caso queira um guia particular lá em Cusco, eu combinei com o Rafael para quando meus pais foram conhecer a região. Ele leva em carro próprio e vai fazendo tudo no ritmo da pessoa, além das explicações serem bem mais aprofundadas. Segue o contato: +51 984 934785.

 

Caso tenha interesse em ler, segue o meu relato de viagem de lá:

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

@Luisa Santos oi Luisa, fiz esse trajeto de Van em 2017 através de agência saindo de Cusco. A estrada até Santa Maria, onde paramos para almoçar, (incluso no pacote) é asfaltada e em bom estado, porém são muitas curvas, mas a vista é tão bonita que vc nem percebe tanto. 
A partir de Santa Maria pega uma estrada de terra, da um pouco de medo porque a estrada é estreita até Santa Teresa (Hidroelétrica).

O trajeto dura em torno de 6 horas.

Recomendo verificar as agências em Cusco e em Ollataytambo. Valor e serviços podem variar bastante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

Deu até vontade de ir de novo! Eu e minha amigoa fomos em 2014!

Dá para voltar de van, várias pessoas que conversamos lá fizeram isso.

Eu coloquei nosso roteiro desde o Chile até Cusco no site abaixo! se tiver qualquer dúvida, pode me chamar nele :) ou também no instagram: instagram.com/amigosaventureirosbh

http://amigosaventureiros.com.br/

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
Em 05/06/2019 em 22:07, Luisa Santos disse:

Oi pessoal, 

estou planejando minha primeira viagem para o Peru agora em julho e preciso de algumas dicas...

Como ir de Cusco para Águas Calientes? Gostaria de passar um dia em Ollataytambo e ir direto para Águas, o melhor jeito é ir de trem mesmo? 

Além disso, alguém já voltou de Águas para Cusco de Van? É muito perrengue?

Fora isso, vocês tem dias de companhias de turismo internas no Peru? Gostaria de fazer essa viagem de Cusco para Ollataytambo passando por Chinchero, os saleros de Maras e Moray com um guia!

Obrigada!!

Fui pra Machu Picchu dia 22/05.  Tem algumas maneiras de chegar lá.  Essa que vc sugere é uma.  Outra é ir direto de trem de Cusco.  Escolhi a que coube no meu bolso e combina mais comigo (não tenho medo de andar... kkkk):  van de Cusco até a hidrelétrica (levou 6:45h por causa de uma manutenção na estrada) e caminhada até Águas Calientes (fiz em 2:15h).  Paguei 55 soles na Van (ida e volta), pernoitei em AC e subi MP a pé no dia seguinte, primeiro horário (o portão abre as 5h da manhã).  Levei 1:10h pra subir e tive tempo de sobra de ver o sol nascer.  Por causa das montanhas, o sol apareceu por lá umas 7:05h. 

Você pergunta de perrengue... bem aí depende de cada um.  A estrada de Santa Maria até AC realmente é perigosa.  Mas eu acho que se uma coisa tem que acontecer, vai acontecer com vc andando na beira de uma ribanceira ou indo na padaria a pé.  Até iria de trem um dia pra ver como é, mas pra mim valeu muito a pena ter ido assim.  Vai de cada um e de cada bolso.

Sobre agências de turismo, tem muitas, mas muitas mesmo em Cusco.  Eu fechei tudo com o dono do hostel que eu tava.  Os preços foram bons (consegui baixar todos negociando) e os serviços também.  Todos os passeios tem guias (menos ida/volta de MP com a van, porque não é considerado passeio).  O que você precisa ver é se o guia fala espanhol, inglês, portugues, etc.

Espero ter ajudado.  Boa trip.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 05/06/2019 em 22:07, Luisa Santos disse:

Como ir de Cusco para Águas Calientes? Gostaria de passar um dia em Ollataytambo e ir direto para Águas, o melhor jeito é ir de trem mesmo? 

Se você quer sair de Cusco, passar o dia em Ollataytambo e ainda chegar em Águas Calientes a tempo de visitar Machhu Pichu cedinho na manhã seguinte, esqueça a história de ir de van até  Hidroelétrica, simplesmente não dá tempo de fazer tudo em um dia, tem que ir de trem.

Como eu tinha pouco tempo, eu contratei um passeio com uma agência local (www.roundtriptravel.com), eles oferecem tour privados ou em grupo em carro de passeio ou van. Eu peguei um em grupo numa van com outras 8 pessoas.

O tour sai as 07:30 ou 08:00 da manhã de Cusco, passa em Pisaq, Urubamba e Ollataytambo e Chinchero, retornando a Cusco no começo da noite, mas eu só fui com o grupo até Ollataytambo onde peguei o trem das 16:30 para Aguas Calientes.

A visita as ruínas em Ollataytambo termina lá pelas 15:00, e eles deixam o pessoal na estação de trem, onde você pode pegar o trem das 16:30para Águas Calientes.

Das 8 pessoas que estavam no meu grupo, 6 ficaram em Ollataytambo para pegar o trem das 16:30, somente duas voltaram a Cusco.

Como falaram, há outras formas de se chegar em Machu Picchu, mas você tem que ter mais tempo disponível, e como eu só tinha um dia livre, optei por fazer desta forma para conseguir visitar Pisaq, Urubamba e Ollataytambo e Machu Picchu no tempo que eu tinha disponível.

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Em 05/06/2019 em 22:07, Luisa Santos disse:

Além disso, alguém já voltou de Águas para Cusco de Van? É muito perrengue?

Na volta eu comprei o pacote "BIMODAL"  na INCA RAIL, ele inclui trem e ônibus até o centro de Cusco tudo num único pacote, o trem sai de Águas Calientes as 19:00, ao chegar em Ollantaytambo já tem um ônibus da INCA RAIL esperando na frente da estação de trem, e eles te deixam no centro de Cusco lá pelas 23:00.

Era um pouquinho mais caro, mas a diferença não era tão grande assim, e não precisava me estressar ou preocupar em achar um van em Ollantaytambo, e também encaixava perfeitamente no meu tempo disponível.

 

Cheguei em Águas Caliente no trem da INCA RAIL lá pelas 18:00, fiz check-in no hotel e fui procurar um lugar para jantar e fui dormir cedo, por que iria a Machu Picchu cedinho na manhã seguinte.

Visitei Machu Picchu de manhã, e peguei o trem de volta as 19:00, ou seja, deu para visitar Pisaq, Urubamba e Ollataytambo e Machu Picchu em somente 2 dias.

Tem gente que não vai gostar deste tipo de passeio, vai achar muita correria, por que você fica só uns 30 ou 45 minutos em Pisaq, Urubamba e Ollataytambo, tem gente que quer ficar lá horas e horas sentado vendo a paisagem, para quem quer este tipo de experiência este tipo de passeio não é o mais adequado, mas se você só quer ver as ruínas e tiver pouco tempo, é uma boa forma de conseguir ver as principais coisas em pouco tempo e sem precisar alugar um carro por conta própria.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
52 minutos atrás, Ciane vieira disse:

@Sergio Maggessi boa tarde. Qual hostel vc indica? Estamos indo em agosto. Queria um hostel q guarde as bagagens.

Boa tarde.

Eu fiquei no Barrio Inka.  O nome do dono também é Sergio.  Gente boa.

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder esta pergunta...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por VoandoAltoFH
      Pessoal,
      Vou fazer um relato detalhado do Mochilão que fiz no comecinho deste ano, mas que lembrei só agora de postar aqui neste site.
      O legal de tudo isso é que registrei em videos, então estará bem fácil entender o passo a passo da viagem.
      Foram no total 32 dias de viagem e gastei R$ 13.560,00 para 2 pessoas, incluindo TUDO (hospedagem, comida, passagem aérea, passagem de ônibus, seguro viagem, passeios, transporte, taxi, mercado, etc)!!! Considerando que a cotação do dólar na época beiravam os R$ 3,85 posso dizer que em moeda americana saiu por US$ 3.522,00.
      Ressalto que se dividir o valor por pessoa, acabou saindo então por R$ 6.780,00 ou US$ 1.761,00 por pessoa aproximadamente. 
      Então, acredito que saiu bem barato e aproveitei muito a viagem.
      Todos os episódios estão registrados no meu canal do Youtube, mas postarei um pouco mais detalhado aqui, já que o conteúdo é escrito.
      Mas quem tiver curiosidades, poderá assistir por lá.
       
      Canal Voando Alto
       
      Abs!
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Arequipa
       
      Visita na cidade de Arequipa no Peru em 1 dia.
      Minha intenção era de ir direto para Cusco, mas ir direto do Chile até Cusco em Peru, seria muito logo e cansativo. 
      Achei melhor passar em Arequipa para descansar, conhecer a cidade e depois ir para Cusco.
      Muitos recomendavam a visita ao Valle del Colca, mas para fazer um bate-volta era inviável, além de ser muito cansativo, assim descartei essa possibilidade. 
      Outro evento bem famoso é ver a múmia Juanita, uma criança humana que esteve congelada numa montanha sagrada, a 80 km de Arequipa. Era um ritual ou oferenda trazida aos seus deuses.
      Mas na época que estive, não estava disponível, pois a apresentação ocorre entre os meses de Maio a Dezembro, fora disso fica guardada numa sala escura para a sua preservação. É exposta no Museo Santuarios Andinos.
      Existe uma outra opção de museu que também expõem 3 múmias intactas e era bem mais barato, em torno de 5 soles que dá em torno de R$ 6,00. Era o Museu Unsa.
      Gostei do Peru, porque o custo de vida aqui é muito baixo. Os preços  em relação a comida, hospedagem e o transporte eram de uns 10 a 20% mais barato que o Brasil.
      Optei por realizar um Walking Tour pela cidade, o guia estará falando em 2 idiomas, inglês e espanhol. Eles oferecem um chá de cortesia para interagir com o pessoal. A caminhada dura em torno de 3 horas.
      Taxi aqui no Peru é muito barato, mas terá que tomar cuidado, pois os motoristas são bem sacanas, ao perceberem que é um turista. 
      Eles tentam confundir você em relação aos preços cobrados, tome cuidado principalmente nos aeroportos ou terminais de ônibus.
      Você tem que negociar o preço antecipadamente, se possível ter troco em mãos, para não ser prejudicado.
      Em Arequipa, quase todo o Centro Histórico foi construída com pedra branca, chamada de "sillar", que tem uma origem vulcânica e é bem abundante no local. Isso dá um charme bem especial na cidade, praticamente que remodelou o visual moderno da região.
      Próximo a Plaza de Armas, vocês podem ver os arcos em volta e geralmente no segundo andar, possuem os restaurantes com a culinária local. Vale a pena almoçar neles e ter uma vista maravilhosa da praça e também da basílica.
      Veja bem o cardápio, geralmente eles oferecem um combo, com uma entrada, prato principal e bebidas a um preço justo. Dá comer bem, em média de 20 a 30 soles por pessoa, que dá em torno de R$ 24,00 a R$ 35,00.
      A entrada na Basília é cobrado, permite visitar junto o museu que está dentro da catedral, mas se não me engano estava um pouco caro que acabei desistindo.
      Aqui temos a UNSA que é a Universidade Nacional San Agostin, fundada em 1828, sendo a quinta mais antiga do país e a segunda fundada na época republicana, com um grande valor histórico do país.
      E a Igresia San Agustin e seu interior. Ao verificar os desenhos e as esculturas, é possível perceber uma mistura entre a arte européia, com a influência da igreja e a cultura indígena local. É bem gostoso de caminhar pela cidade, parecia estar na Europa.
      No monastério Santa Catalina, é um complexo turístico religioso fundado em 10 de Setembro de 1579. Nele ingressavam somente mulheres para serem monjas, mas hoje está aberto ao público para visitação.
      Está custando em torno de 40 soles, que dá em torno de R$ 47,00. E poderá apreciar a arquitetura local.
      Não cheguei a visitar por falta de tempo, mas muitos review ou avaliações recomendavam muito o passeio.
      O Mundo Alpaca, é uma loja que abriu as portas para que os turistas conheçam os animais, a fábrica, o processo de fabricação. Explicam sobre as diferenças entre cada espécie de animais entre a lhama, alpaca, vicunha e guanaco. 
      Eles garantem que as fibras são feitas artesanalmente e temos ao fundo a moça representando a forma antiga de preparar os fios. 
      Quase terminando o passeio o guia recomenda para que cada faça um trekking pelo vulção que temos aqui em Arequipa, que não era tão difícil realizar.
      Por fim, é de lei vocês visitarem as "Picanterias" para almoço, que são os restaurantes que servem a comida tradicional peruana, geralmente picantes, bem como fazem a melhor chicha, que é uma bebida local feita à base de milho.

      * Links
      - Free Walking Tour
      Horários: 10h / 15h
      Endereço: Calle Santa Catalina, 204 - dentro do Chaqchao Choco Museo.
      https://www.freewalkingtoursperu.com/...
      - Mundo Alpaca (horários)
      https://mundoalpaca.com.pe/
      - Monasterio Santa Catalina
      https://www.santacatalina.org.pe/inde...
      - Museo Arqueologico UNSA: Onde tem as 3 múmias
      Endereço: Arequipa Metropolitana, 04001
      http://www.unsa.edu.pe/museo/
      - Museo Santuarios Andinos (horários e tarifas): Onde tem a famosa múmia Juanita
      Endereço: Calle La Merced, 110
      https://www.ucsm.edu.pe/museo-santuar...
      - Hospedagem (Haku Hostel): Bom custo benefício com opção de quartos privativos.
      https://www.booking.com/hotel/pe/oui-...
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Cusco
       
      Um breve resumo de tudo que fiz em Cusco e seus arredores. 
      Para realizar os passeios básico, serão necessário no mínimo 5 dias, o recomendado 1 semana.
      Dos 5 dias, 2 gastei em Cusco para planejar a viagem para Machu Picchu, fechar os pacotes turísticos, visitar os museus e o sítio arqueológico Sacsayhuaman. 
      Teve 1 dia inteiro para o passeio ao Vale Sagrado, optei pela versão VIP que é bem mais completo, que inclui Moray e Salinera de Maras.
      E 2 dias somente para Machu Picchu. Machu Picchu fica  longe de Cusco e terá que ir de trem até a cidade próxima chamada de Machu Picchu Pueblo, mais conhecido como Aguas Calientes, que era o antigo nome. É cansativo se tentar um bate-volta. 
      Então, 1 dia será para chegada na cidade de trem, na manhã seguinte visitar o sítio arqueológico Machu Picchu e voltar de trem à tarde para Cusco.
      Lembre de comprar o seu boleto turístico que é um ingresso que contém um pacote fechado de vários museus, sítios arqueológicos, teatros e eventos culturais. 
      É possível economizar uma boa grana, ao invés de pagar por cada ingresso separadamente. Principalmente se for realizar o passeio pelo Vale Sagrado.
      Compre ele no Museu de Arte Popular, próximo a Plaza de Armas. 
      O boleto custa 130 soles, que dá em torno de R$ 150,00 e vale por 10 dias.
      O Sacsayhuaman fica na parte elevada de Cusco, é um pouco cansativo se for a pé, leva de 30 a 40 minutos do centro da cidade e é uma subida bem longa. Se quiser, poderá ir de taxi.
      Chinchero é o início do passeio ao Vale Sagrado. Acabei contratando uma agência de turismo que saiu por 50 soles por pessoa, em torno de R$ 58,00.
      Estava incluído o transporte com Van, guia local e o almoço. As entradas terá que pagar por contra própria, adquirindo o boleto turístico.
      Moray e Salinera de Maras, estão incluídos somente no pacote de Vale Sagrado VIP, que é o que eu recomendo por ser a mais completo.
      Muitos acabam emendando este pacote com a ida ao Machu Picchu, mas não recomendo fazer isso porque você vai acabar perdendo a visita ao Pisaq. 
      Minha dica é que faça o tour do Vale Sagrado por completo e depois se preocupe somente com o Machu Picchu.
      As Salineras de Maras, este local não está contemplado no boleto turístico, então terá que pagar a entrada de 10 soles por pessoa, que dá em torno de R$ 12,00.
      Em Ollantaytambo fica localizada a estação de trem que vai 
      te levar até Machu Picchu Pueblo. 
      As pessoas que emendam o pacote do Vale Sagrado com Machu 
      Picchu, acabam por permanecer por aqui e não terminam o passeio do Vale Sagrado.
      Esta cidade fica a 2 horas de Cusco. Lembrando que não é possível chegar a Machu Picchu de carro ou Van. Haverá sempre um trecho, mesmo que pequeno em que terá de realizar de trem ou a pé.
      Pisaq é a última parte do passeio pelo Vale Sagrado, que é bem 
      recomendável visitar.
      Depois disso fui para a cidade de Machu Picchu Pueblo de trem. 
      Os pacotes vendidos pelas agências é em torno de 220 a 250 dólares por pessoa e nele estão incluídos a ida e volta de 
      trem, entrada ao Machu Picchu, hospedagem, em alguns casos refeição, outros a visita aos termas e a van para subir ao sítio 
      arqueológico, algumas agência incluem somente a ida de van sem a volta. 
      Negocie a ida e volta, porque descer a pé e muito cansativo.
      No meu caso, fiz tudo por conta própria, pois o valor era muito alto para poder confiar em qualquer agência de turismo.
      E não é tão difícil organizar isso sozinho, poderá realizar a reserva de hotel pelo site do Booking. 
      O trem pelo site do Peru Rail ou Inca Rail. Optei pelo Peru Rail por ter uma grande disponibilidade de horários e era um pouco mais barato que a concorrente.
      A entrada para Machu Picchu já tinha comprado em Cusco e a van que te leva até o sítio arqueológico poderá ser reservado em Machu Picchu Pueblo.
      Existem as opções um pouco mais baratas de se chegar a Machu Picchu, mas que no final de contas é mais cansativo e demandará mais do seu tempo. 
      O preço dos trens é bem caro, bem abusivo. Paguei em torno de 500 soles, em torno de R$ 570,00.
      A van que te leva até o sitio arqueológico custa em torno de 79 soles, ou R$ 90,00 para ida e volta.
      O ingresso do Machu Pichu foi de 152 soles, ou R$ 175,00.
      Creio que se eles continuarem a aumentar mais os preços, talvez não compense mais. Ultimamente têm criado várias regras restrigindo a quantidade de pessoas.
      Outras vezes, obrigavam a contratar um guia local para adentrar ao Machu Picchu. Por sorte, não foi exigido na minha vez.
      É um lugar para se visitar 1 vez e nunca mais. Haja grana para isso.
      Mas pelo menos a vista foi de matar, não é a toa que é uma das maravilhas do mundo.
      Aproveitem esse pequeno resumo com os melhores momentos de Machu Picchu.
      * Links:
      - Andean Flicker Adventure (Pacote Vale Sagrado)
      Endereço: Calle Educandas, 375 - Cusco
      Whats (Yessica): +51 984 982 013
      Tel: +51 084 599 832
      E-Mail: [email protected]
      https://www.facebook.com/flickeradven...


×
×
  • Criar Novo...