Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Membros

Opa pessoal, tranquilo?

-Estou com uma viagem pré planejada para Bélgica em março 2021 (se as fronteiras já estiverem abertas), mas me aparecerem algumas dúvidas, como estou sempre tentando me informar atualizadamente

-Bom, nunca mochilei na Europa antes, e, eu li em algum lugares algumas coisas obrigatórias, e gostaria de que alguém pudesse me esclarecer

-seguro viagem, eu li que isso é obrigatorio para as viagens para a Bélgica.

-passagem de ida x volta, bom eu estava em mente de comprar a penas a passagem de ida, e a de voltar comprar quando estivesse lá, pois além de sair mais em conta, eu poderia partir de qualquer cidade em que eu estivesse naquele momento, antes de esgotar meu tempo na área schegen.  Mas pelo que eu li, é necessário mostrar a passagem de volta também, há alguma forma de conseguir apenas a de ida?

-hotel, como seria mochilagem roots, hotel não estaria incluso, seria barraca e trabalhos em troca de acomodação.

-dinheiro, também li que, preciso provar que tenho dinheiro para pelo menos €95 por dia, bom, eu não teria isso, é realmente obrigatório? Como eu poderia escapar desta parte?

 

Desde já, muito obrigado, e caso alguém possa me esclarecer minhas dúvidas, responda a este post, ou envie-me uma mensagem via Whatsapp (22) 99256-4330

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

O seguro viagem não é obrigatório, o que pedem é seguro saúde. Apesar de ser bem comum as pessoas misturarem ou confundirem os dois. O seguro viagem é para caso tenha cancelamento de passagem, perda de bagagem, e tudo relacionado a viagem do aeroporto A ao aeroporto B, não inclui a viagem per se. O seguro saúde é para caso precisar um hospital, ou tiver que retornar a casa por um problema de saúde, etc.

O seguro saúde é bom fazer nem que não fosse obrigatório, porque se por acaso tiver que usar um hospital, por qualquer necessidade, você poderá ter uma conta salgada para pagar, então faça independente de exigirem. A cobertura precisa ser acima de 30.000 euros.

Da passagem ida e volta, sim é obrigatório ter, não necessariamente de volta para o Brasil, mas para fora do espaço Schengen. Para ter essa flexibilidade teria que comprar uma passagem flex, porém sai bem mais caro. Não tem muita alternativa que não seja gastar mais dinheiro, como está indo com dinheiro contado, o melhor é já garantir ida e volta, por vários motivos: Só passagem de ida é tão caro quanto ida e volta; comprar passagem na Europa não é mais barato, é até mais caro; comprar passagem perto da data de voo é mais caro, exceção quando encontra promoção, mas nunca se sabe quando terá. Então o melhor é não arriscar.

Uma coisa bem comum que tem é hostel, você aluga uma cama em quarto compartilhado, custando assim entre 10 e 30 euros o dia (depende do país). Barraca até dá, mas não tem lugar apropriado dentro da cidade para acampar, só em campings que ficam fora da cidade, ou dormir em posto de gasolina (e pode ser expulso tbm..), então precisa pesquisar bem sobre isso.

Na teoria é ilegal qualquer tipo de trabalho na Europa, mesmo voluntário. Existem programas que ajudam a fazer isso, tipo workaway.

A exigência depende do país, os países que eu já li que são mais chatos com isso são Portugal e Espanha (isso de quando vier do Brasil). Alguns outros pedem apenas uma quantia razoável e compatível. Por ex, se tiver levando 500 euros para passar 3 meses, não é compatível, mas se tiver com uns 2.000 euros, já é mais compatível. Leve o que conseguir levar. Raramente pedem comprovante de dinheiro, mas se pedirem, não tem como contornar isso.

 

 

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Olá, o Davi já te explicou tudo, só vou comentar que março na Bélgica não combina com dormir em barraca, ok? Março ainda faz bastante frio, nos poucos campings abertos vc só vai ver gente em campervans, trailers ou motorhomes... pessoal começa a acampar com barraca aí por maio (e dependendo do seu equipamento ou do que vc está acostumado no Brasil, talvez maio seja frio para vc numa barraca?). Março é garantido que faz frio, então repense seus planos. Mude a data da viagem ou se prepare para pagar acomodação mais apropriada. Boa viagem pra vc!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Complementando o Davi.

Quando você descer do avião lá na Europa, você tem que passar por uma entrevista com a policia de imigração, e a primeira coisa que eles costumam perguntar é a data em que você vai embora da Europa, e se você não tiver uma data definida e uma passagem comprada para provar isto, eles te colocam dentro do próximo avião de volta ao Brasil ainda no mesmo dia.

Na hora de comprar a passagem de ida e volta, você não precisa ir e voltar pela mesma cidade, compre passagens "Várias Cidades" chegando por uma cidade e voltando por outra, geralmente o preço é igual, e você economiza o tempo e dinheiro voltando a cidade de chegada.

Quanto ao dinheiro, para estadias curtas de uns 15 a 30 dias, geralmente eles não ficam conferindo quanto dinheiro você está levando, mas quando você tem estadias mais longas, acima de 30 dias, a imigração já começa a implicar mais, e querer conferir melhor as coisas, por que eles sabem que passar 2 ou 3 meses só viajando custa um monte de grana, e que um mochileiro geralmente não tem este monte de grana a disposição, e que existe grande chances de ele querer tentar algo irregular...

Mas mesmo assim, os policiais sempre podem querer conferir quanta grana você tem, mesmo que sejam só 10 dias de viagem, e ver se a quantidade de dinheiro é compatível com a duração da sua viagem,  se eles acharem que a quantia de dinheiro que você tem é incompatível com a duração da sua viagem, eles te colocam dentro do avião de volta para o Brasil no mesmo dia...

Então tente ajustar a duração da sua viagem a quantidade de grana que você tiver, por que depender de sorte para passar na imigração costuma dar errado para a maioria das pessoa, e conseguir trabalho em troca de acomodação e alimentação, nem sempre dá certo...

  

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Normalmente quem sai do Brasil tem como hub Lisboa ou Barajas, isso é fato. Tinha um companhia Condor que descia direto para Franfourt e me parece que a KLM faz direto para AMS. Air France faz SP x CDG direto...

Considerando preço o mais barato acaba sendo Lisboa e Barajas. Barajas confere sim o "dinheiro" (não necessariamente em espécie) com certa frequência e manda de volta sim, mesmo porque a Espanha tem delimitação de valor mínimo e valor diário. Lisboa também pede.

Ja aconteceu de fazer imigração em Lisboa e pegar conexão para Porto. Chegando em Porto o cara fez mil perguntas, abriu as malas e pediu p ver o extrato do TVM.

É ver para crer!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
53 minutos atrás, Rezzende disse:

Em relação a comprovação de grana, se não tiver o necessário em espécie, tenho limite no cartão Nubank. Como seria essa comprovação? Pelo aplicativo mesmo? Ou imprimindo a fatura anterior?

Tudo que voce precisa comprovar precisa estar impresso em maos pra mostrar pro oficial. Ao chegar na fila que antecede a cabine da policia voce ja vai ver avisos que nao pode mexer em equipamentos eletronicos. Sem falar que voce nao poderia confiar numa bateria de celular que a qualquer momento pode acabar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@RezzendeNunca me pediram nada,sempre entrei nem olhando para a cara do sujeito, pois não dá tempo,muita gente ao mesmo tempo. Então,é por amostragem, quando eles resolvem perturbar, o que também já vi,eles perturbam mesmo,mas deixam entrar vários supostos mal carateres que dominam as ruas do interior de Portugal. Torça para dar sorte e não encontrar com esses daí,sobretudo no Algarve. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Em 17/10/2020 em 18:17, Rezzende disse:

tenho limite no cartão Nubank. Como seria essa comprovação? Pelo aplicativo mesmo? Ou imprimindo a fatura anterior?

O problema é que é tudo muito subjetivo... sendo bem realista:

O cara pede a comprovação dai o turista puxa um Visa platinum ... ele vai se dar por satisfeito pq são cartões com limite mais alto que  os Bancos oferecem para um público com renda maior (Os agentes não são bobos e o mundo é capitalista). E outro vai e puxa um mastercad daquele azulzinho... o agente olha com outros olhos.

O cara chega com 1500 euros para passar 20 dias, puxa la qualquer cartão de credito... o agente não vai dar muita atenção para o cartão. Por outro lado o cara chega com 200 euros para passar 30 dias e diz que o resto vai gastar no cartão... o cara vai olhar mais afundo.

Dizem que leva-se a fatura do cartão ou mesmo aplicativo. Mas eu fico meio que inseguro porque voce fica meio que refém da subjetividade do agente... O que garante que aquele limite está disponível? Acaba que no final das contas o agente vai meio que no "faro". O dinheiro em espécie ou no TVM não ha margem para contestação.

Esse nubank é cartão de crédito?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
6 horas atrás, Rafael_Salvador disse:

Esse nubank é cartão de crédito?

Sim...e platinum kkkk

A minha dúvida mesmo é em relação a o que comprova que tenho limite pra gastar. No aplicativo aparece mas se tiver que ter impresso seria o que? A fatura anterior é que diz o limite. E o limite vem em reais, não em euros. O cara lá da alfandega não vai procurar saber quanto aquilo corresponde em euros né

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Fora da Zona de Conforto
      Nos últimos anos, o número de plataformas que você pode usar para transferir dinheiro para o exterior explodiu. Então, qual você deve escolher? Dê uma olhada abaixo para as 7 formas mais baratas de mandar dinheiro da Europa para o Brasil e o Mundo (incluindo taxas, prazos de transferência, taxas de câmbio e muito mais). 
      Não importa qual seja o seu motivo, é muito importante que você conheça as principais formas de enviar dinheiro de um país para outro. Não apenas para ter certeza de que você está usando uma plataforma confiável, mas também para não perder dinheiro com taxas.
      Nesse artigo vamos falar especificamente sobre a Europa, e sobre como enviar e receber dinheiro do Brasil. 
      Por isso, se você mora no continente europeu ou presta algum serviço por lá, você já deve saber que o IBAN é um dado importantíssimo na hora das suas transferências. Mas calma, se você ainda não sabe o que é isso, fica tranquilo que já explico! 
       
      O que é um IBAN e por que ele é importante ao transferir dinheiro de/para a Europa?
      O IBAN, ou International Bank Account Number, é o número de identificação internacional da sua conta bancária. Ou seja, é esse número que você deve utilizar para identificar a conta que vai transferir ou receber o dinheiro. 
      O IBAN é utilizado para fazer transferências entre países na Europa desde os anos 90, mas no Brasil isso só começou a acontecer em 2013. Portanto, é normal que você ainda não tenha conhecimento ou não saiba qual é o seu. 
      Ele é formado basicamente pelo código do país (PT, BR, US, DE, ES…) e código de controle, mais o número de identificação da instituição financeira (ISPB) e os números da sua agência e conta bancária. 
      Então, se você ainda não sabe qual é o seu IBAN, você pode buscá-lo no seu internet banking ou entrar em contato com a sua agência. Outra maneira é através de um gerador de IBAN, como o IBAN Generator. 
       
      Continue lendo em: 7 Formas Mais Baratas de Mandar Dinheiro da Europa p/ o Brasil e Mundo
    • Por Fora da Zona de Conforto
      A principal razão pela qual as pessoas visitam a Espanha é que ela possui vários pontos turísticos únicos. Além disso, devido às tecnologias modernas, todos podem se preparar para uma boa viagem instalando aplicativos úteis.
      Eles recomendam quais locais de interesse você deve visitar primeiro, como ganhar dinheiro extra para a viagem para evitar falta de dinheiro e assim por diante. Algumas das coisas que o lugar é conhecido e sugerido pelos aplicativos e sites incluem:
       
      Ilha de Ibiza – Esta é uma pequena ilha na costa leste da Espanha. É conhecida pelas festas que acolhe e pelas excelentes vistas. Os barracos na área da praia onde acontecem todas as festas noturnas são intermináveis. Com vários músicos de EDM em ascensão, este é o destino que a maioria dos jovens vai para se divertir com a Espanha. Cozinha Espanhola – Tapas e Paella são os pratos mais comuns no país que você pode encontrar em todos os restaurantes ou cafés. A paella é um prato de arroz valenciano com vários sabores, feito com ingredientes diferentes, dependendo da sua preferência. As tapas, por outro lado, são petiscos que acompanham muitas cozinhas espanholas. Calat Alhambra – Esta é uma antiga fortaleza em Granada, Andaluzia, construída pelo rei mouro Badis Ben Habus em 889, mas foi aprimorada em 1333. Este esporte de entretenimento da Andaluzia Espanha hospeda o estilo arquitetônico histórico da Espanha, que é uma mistura perfeita de ambos islâmicos e estilos góticos.  
      Continue lendo em: 7 Coisas Imperdíveis que Você Deve Experimentar na Espanha
    • Por Fora da Zona de Conforto
      As catedrais europeias são algumas das estruturas mais bonitas do mundo. Elas existem há séculos e essa história se reflete em sua arquitetura.
      A Catedral de Reims, por exemplo, foi construída no topo de um grande salão que remonta aos tempos romanos, enquanto a Catedral de São Vito guarda muitos tesouros onde está desde 1037 d.c.
      Esse artigo fornecerá todas as informações de que você precisa saber sobre sete das mais belas catedrais europeias que valem a pena ver – e você pode querer preparar o seu seguro de viagem depois de ler este artigo, por causa da “coceira” para visitar esses locais que você pode desenvolver. 
       
         1. Basílica de São Pedro, Itália
      Esta catedral fica na Colina do Vaticano e é conhecida como um dos lugares mais sagrados do Cristianismo. Foi construída pelo Imperador Constantino I por volta de 324 DC depois que ele teve uma visão que o levou a se converter ao Cristianismo, tornando-a uma das igrejas mais antigas da Europa!
      São Pedro guarda tumbas para muitos papas e líderes religiosos, incluindo João Paulo II, que morreu em 2005, e o Papa Bento XVI, que se aposentou aos 78 anos por causa de sua saúde debilitada. Desde a sua primeira construção, a própria basílica passou por algumas reformas, com Michelangelo adicionando afrescos como “O Juízo Final” (1541-45).
       
         2. Catedral de Colônia, Alemanha
      Esta catedral gótica foi construída no século 13 para substituir uma igreja românica anterior que havia sido destruída por um incêndio. O plano original para a catedral de Colônia incluía duas torres, mas apenas uma foi concluída por falta de fundos – o que é uma pena, porque a teria tornado mais alta do que a Catedral de Ulm se ambas tivessem sido concluídas.
      Ele passou por alguns momentos muito difíceis sob Napoleão e na Segunda Guerra Mundial, quando seu telhado desabou durante os bombardeios aliados em 1944, após ser atingido por várias bombas. Hoje você pode entrar ou subir na torre, então aproveite sua visita!
       
      Continue lendo em: As 7 Mais Belas Catedrais Europeias que Você Deve Visitar
    • Por Rafaelafreitas
      Oi pessoal, eu pretendia viajar para o japão no ano que vem, mas pelo jeito não vai abrir, por isso, estou mudando meu roteiro para a Europa.
      Minha vontade é ir para Portugal, depois ir para a França e talvez ir para Itália, caso eles abram.
      Minha dúvida é, vou fazer o teste do covid no Brasil para ir até Portugal. Pretendo ficar três dias, depois vou ir para a França... Preciso fazer outro teste de covid para entrar na França? Tomei a coronavac, pelo que eu li em algumas notícias, quem tomou essa vacina é considerado como se nem tivesse tomado...
      Vou ficar cinco dias na França, aí devo fazer mais um teste para ir até a Itália?
      Estou confusa, na minha mente eu achava que se eu estivesse em Portugal por primeiro não haveria problema transitar nos outros países sem precisar fazer o teste....
      Eles pedem terceira dose para quem tomou coronavac, mas eu acho inviável fazer isso no Brasil, já que somente os idosos estão tomando o reforço, não seria justo.
    • Por Fora da Zona de Conforto
      A decisão de mudar de país nunca é fácil, sentimos medo, ansiedade, insegurança… E tudo isso é normal, afinal mudar para a Europa envolve se adaptar a uma nova cultura, novos costumes e até a um novo idioma em muitos casos! 
      Por isso, é importante tomar um pouco de tempo para pesquisar e contratar serviços, ainda no Brasil, que serão fundamentais para a sua chegada no novo continente.
      Pensando nisso, criei essa lista com as 7 melhores opções de seguros internacionais de saúde para imigrantes que podem cobrir você e sua família na Europa (inclusive o Reino Unido, onde estão a Inglaterra, Escócia, País de Gales, e Irlanda do Norte).
      Você pode conferir o que as melhores empresas oferecem, quais são as coberturas e qual a melhor escolha para você e sua família! 
      Mas antes…
       
      Por que é importante ter seguro saúde internacional se você está morando na Europa?
      Antes de mais nada, é importante que você saiba porque a contratação desse serviço ainda no Brasil faz toda a diferença. Além de garantir que você estará coberto contra possíveis acidentes, o seguro também garante a sua entrada na Europa e pode ser requisito para concessão de vistos de trabalho, estudo e residência permanente. Então confira!
      Portanto, aqui estão três razões mais detalhadas para garantir que você obtenha sua apólice antes de sair de casa.
       
         1. Você terá que ter um seguro de saúde no Espaço Schengen
      Primeiro, esse é um assunto que gera muitas dúvidas. Porque quando falamos de turismo, você não precisa apresentar um seguro de saúde para entrar em todos os países, como é o caso do Reino Unido.
      Porém, em grande parte da Europa (incluindo países como França, Alemanha e Portugal), ter seguro saúde, mesmo se você estiver visitando apenas como turista, é tecnicamente uma exigência.
      Mais especificamente, o seguro saúde é um requisito para todos os países (que é a maior parte da Europa) que fazem parte do Acordo de Schengen.
      Falaremos sobre o que é o Espaço Schengen em um minuto. Mas aqui está o que você deve saber: embora eles nem sempre perguntem, é possível que seja solicitado que você apresente um comprovante de seguro na imigração quando desembarcar. Então você não quer ser pego sem ele!
      Você só precisa se certificar de que qualquer apólice de seguro saúde que tenha cubra o país para onde está se mudando. E, felizmente, as seguradoras internacionais de saúde que recomendo abaixo cobrem a maioria dos países do mundo!
       
      O que é o Acordo de Schengen? 
      Também conhecido como Tratado ou Espaço Schengen, é um acordo que garante a livre circulação de pessoas entre os países participantes. Ou seja, não há um controle de fronteiras para ir de um país a outro. 
      Vale ressaltar que, apesar da maioria dos países participantes serem membros da União Europeia, não são todos que fazem parte do Acordo de Schengen, como é o caso da Irlanda, Croácia, Bulgária e Romênia. Há também países de fora da UE que fazem parte do Espaço Schengen, como a Suíça e a Noruega. 
      Por fim, turistas brasileiros não precisam de visto para viajar entre esses países, por até 90 dias, mas devem ter sempre em mãos um passaporte válido e um seguro saúde com cobertura mínima de 30 mil euros. 
       
      Continue lendo em: 7 Melhores Seguros Internacionais p/ Imigrantes na Europa e Reino Unido
×
×
  • Criar Novo...