Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Membros

Tirei férias na pandemia, em setembro 2020 e resolvi viajar depois de muito pensar, estava decidido que compraria um pacote de viagem, pela primeira vez na vida 🤩iria viajar com um pacote de viagem...na minha cabeça era mais seguro ter tudo cronometrado e com alguém se preocupando comigo. o valor de 7 dias de hospedagem, passagem ida e volta de avião do Rio de janeiro a Navegantes, dois dias do Parque Beto Careiro mais transfer por R$1700,00.

Embarquei no dia 15/09 no Rio de janeiro e cheguei em Balneário de Camboriú de tarde, estava nublado mais dei uma volta na orla de bicicleta R$10,00 a hora.🚴‍♀️ Fui ao mercado para comprar água e algumas besteiras para jantar à noite R$25,40. Na quarta feira o transfer foi me buscar para ir ao Parque Beto Carreiro, mas antes comi como não houvesse amanhã no café da manhã para não precisar almoçar no Parque e só comer quando chegasse no hotel... eu tenho essa tática para economizar na alimentação, isso funciona pelo menos pra mim. O Parque estava super seguro higienização em tudo e o tempo todo, as filas eram mínimas e ainda para adiantar tinha uma fila virtual pelo aplicativo do Parque, aproveitei o dia inteiro, voltei para o hotel morta e só fiz foi dormir. Na quinta feira meu segundo dia de Parque estava chovendo e por conta da pandemia muitas coisas do Parque não estavam funcionando, então as 15h já não tinha mais nada para fazer, comi uns pasteis com refri R$21,00, na volta o guia ofereceu o passeio para Florianópolis o city tour fechei no valor de R$85,00, também fechei o city tour para Blumenau e Pomerode por R$89,00, esse último foi uma furada, porque eu não curto comprar em viagens e por conta da pandemia os museus estavam fechados e foi mais um city tour de compras do que um city tour cultural, o que achei que seria, resultado R$90,00 de presente 😮🎁, no almoço em Blumenau provei a cerveja alemã, o primeiro chop é de graça, o buffet livre R$35,00, com comida alemã (não provei) e sobremesa a vontade. Retornei para o hotel já quase 21h, descansar para o city tour de sábado.

Sábado de sol, foi o dia de conhecer Floripa a capital de Santa Catarina, primeira parada no centro histórico, mercado municipal, segunda parada Ponte Hercílio Luz e terceira e última parada na Praia de Joaquina (almoço R$50,00). Fiz uma amizade com uma turista alagoana, tiramos muitas fotos e curtimos a praia, voltamos para o hotel, fui dar um mergulho na piscina com minha amiga alagoana, mas não consegui ficar muito tempo, por ficar pensando que a piscina seria um lugar de transmissão do vírus...🏊‍♂️

Domingo dia de bater perna como todo mochileiro gosta, sem ninguém te controlando só você rsrsrs pelo menos eu acho que é assim, depois do café da manhã, fui andando até o Oceanic Aquarium (R$40,00), Ponte da Barra sul, Parque Unipraia (R$39,00), Praia das Laranjeiras e orla da Barra sul. Jantei uma sopa com uma taça de sorvete de sobremesa R$30,00. Dei uma volta na orla de noite e fui de cama. Mesmo estando viajando eu estava em constante vigilância por conta do vírus então não me permitia ficar em aglomerações.

Segunda último dia de passeio, fui bater perna pelo lado Norte, Deck do lado Norte, Prainhas, Morro do Careca (lugar que soltam de parapente e asa delta) terminei o passeio em Itajaí na Praia Brava. Voltei para o hotel, jantei no BK R$25,00 e na terça, dia de retorno, ainda dei uma volta na praia na parte da manhã com a amiga alagoana e retornei para o Rio de Janeiro.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@Gleiseane MartinsMorei anos em Curitiba, por causa disso fui inúmeras vezes a SC e ao Beto Carrero.Pelo vídeo vi que não mudou nada após anos,só faz falta o próprio Beto,que sempre estava presente e participava do desfile de fechamento com seu cavalo Faísca.Saudades da juventude, saudade dos anos 2000.

Pomerode não tem nada,como Blumenau,só calor terrível por ser um Vale sem circulação de ventos. 

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Em 25/10/2020 em 00:35, D FABIANO disse:

Pomerode não tem nada,como Blumenau,só calor terrível por ser um Vale sem circulação de ventos. 

Depende. A região do Médio Vale do Itajaí é rica em opções de turismo de aventura, e também é famosa pelas festas tradicionais.

Pomerode e Blumenau de fato são mais famosas por suas festas (Festa Pomerana e a Oktoberfest) e também pelo turismo gastronômico.

Além disso, para que curte caminhadas e pedaladas têm o Circuito Vale Europeu que percorre diversas cidades do vale, iniciando por Timbó, que já foi considerada uma das dez melhores cidades do Brasil para se viver.

Em Doutor Pedrinho tem a Cachoeira Paulista (que é estruturada e tem bungee jump). Em Blumenau o Parque Ecológico Spitzkopf. Em Benedito Novo temos a Tirolesa K2000, que é a tirolesa mais longa das américas (com 2.100 metros de percurso).

E naturalmente tantas outras atrações menos famosas, mas tão extraordinárias quanto: Morro Azul, Cachoeira do Zinco, Cruz de Pedra, Fazenda Ventania, etc.

Sem contar as diversas opções que infelizmente ainda não estão mapeadas, mas que é daqui conhece bem.

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Em 24/10/2020 em 18:24, Gleiseane Martins disse:

Sábado de sol, foi o dia de conhecer Floripa a capital de Santa Catarina, primeira parada no centro histórico, mercado municipal, segunda parada Ponte Hercílio Luz e terceira e última parada na Praia de Joaquina (almoço R$50,00). Fiz uma amizade com uma turista alagoana, tiramos muitas fotos e curtimos a praia, voltamos para o hotel, fui dar um mergulho na piscina com minha amiga alagoana, mas não consegui ficar muito tempo, por ficar pensando que a piscina seria um lugar de transmissão do vírus...🏊‍♂️

Floripa é realmente foda!

Por mais que seja a capital catarinense, a ilha da magia tem um toque selvagem quando você sai da parte central.

Além das infinitas praias, você encontra fortes e igrejas para visitação, e em Santo Antônio de Lisboa tem a primeira estrada pavimentada de Santa Catarina.

No litoral norte tem algumas casas noturnas bem famosas (Parador12, Café de La Musique) e é um cenário mais badalado, diferente do sul que conta com uma 'área ruralizada'.

Tem muita opção para hikers e trekkers - como a famosa Lagoinha do Leste, o Morro da Aranha ou um circuito mais root como a Praia de Naufragados (que vou fazer nesse final de semana haha).

Já fui tantas vezes pra ilha e nunca me canso daquela vibe.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
4 horas atrás, Alan Rafael Kinder disse:

Depende. A região do Médio Vale do Itajaí é rica em opções de turismo de aventura, e também é famosa pelas festas tradicionais.

Pomerode e Blumenau de fato são mais famosas por suas festas (Festa Pomerana e a Oktoberfest) e também pelo turismo gastronômico.

Além disso, para que curte caminhadas e pedaladas têm o Circuito Vale Europeu que percorre diversas cidades do vale, iniciando por Timbó, que já foi considerada uma das dez melhores cidades do Brasil para se viver.

Em Doutor Pedrinho tem a Cachoeira Paulista (que é estruturada e tem bungee jump). Em Blumenau o Parque Ecológico Spitzkopf. Em Benedito Novo temos a Tirolesa K2000, que é a tirolesa mais longa das américas (com 2.100 metros de percurso).

E naturalmente tantas outras atrações menos famosas, mas tão extraordinárias quanto: Morro Azul, Cachoeira do Zinco, Cruz de Pedra, Fazenda Ventania, etc.

Sem contar as diversas opções que infelizmente ainda não estão mapeadas, mas que é daqui conhece bem.

Interessante seu ponto, acredito que para quem está no estado pela primeira vez é válido conhecer esses lugares, mesmo fora da época dos festivais. Tem a questão paisagística e o choque cultural que chamam a atenção, por exemplo (pow, conhecer "a cidade mais alemã do país" com certeza deve render uma boa história para quem vem de outra região do Brasil). Isso fora os lugares que não são divulgados popularmente mas que acabam entrando no roteiro de muito visitante, como vc bem colocou.

Bom que hajam pessoas que conhecem de verdade os locais e possam dar esse bom feedback. Pomerode com certeza está na minha lista de lugares a conhecer, embora eu pretenda ir na época do Osterfest (esperando que ocorra em 2021)

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@Alan Rafael KinderFui várias vezes a SC,afinal morei todo o tempo de curso  na UFPR ao lado. Conheço tanto a ocktoberfest como a Summerfest.Como não bebo,não vi nada ali.Sou mais São Francisco do Sul e Joinville ou as estradas da Serra do Rio do Rastro.O estado é pequeno, conheço todo,mas o post só fala em Floripa,Balneário e Blumenau, nem Brusque fala.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@StanlleySantosQuer ir a cidade mais alemã do país?Vá a Pomerode,aonde as pessoas falam alemão nas ruas,mas na época da festa pomerana,quando há muita gente. A não ser isso, tem um bom zoológico e acabou.Agora, ninguém falou ainda,se quiser conhecer a cidade de maior influência do Tirol vá mais ao Oeste a Treze Tilias é muito pequeno, mas tem águas quentes por perto. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Entendo @D FABIANO, eu sou residente do Médio Vale do Itajaí, e frequento muito o litoral onde tenho casa de veraneio.

De toda forma, meu objetivo com a postagem foi apenas de contradizer teu ponto onde afirmasse que 'Pomerode e Blumenau não tem nada', seguido de 'apenas calor terrível'. A forma que você escreveu isso me passou uma impressão muito negativa, então eu decidi expor as riquezas de nossa região.

De fato, a nossa oferta de turismo é bem específica - no caso de Pomerode e Blumenau, o foco é totalmente gastronômico (comidas e bebidas) - se você não curte as festas tradicionais (quais são regadas por chopp e comida típica) e também as ofertas de turismo de aventura (que são vastas pelos arredores destas duas cidades - diga-se num raio de 100km) realmente não tem muito o que fazer por aqui.

Não é bem meu tipo de programa, mas Pomerode também é a cidade com mais construções em enxaimel de nosso país. E o governo local incentiva os moradores a recepcionarem os turistas.

Quanto as festas típicas, todos os municípios do Médio Vale do Itajaí tem seus respectivos temas, e alguns casos existem mais eventos durante o ano - destaque muito forte para o Festival Gastronômico de Pomerode (só é meio caro) e o Festival da Cerveja (em Blumenau). Timbó é, em minha opinião, a cidade mais agradável da região, e tem a Festa do Imigrante e também outros festivais. Minha cidade (Benedito Novo - que é bem pequeninha) tem a Festa das Tradições (Alemã, Italiana e Polaca).

Eu mesmo adoro hiking e trekking, já fiz diversos circuitos daqui, e tenho uma quedinha por Florianópolis (a mescla de praias e trilhas me agrada um bocado).

Para que vem de fora, eu sugiro fortemente dar uma olhadinha na Cruz de Pedra, que fica na Reserva Ecológica Serra da Leoa. Eu fiz a trilha (com opção de camping) com a Andreia, da Pousada Nona Rosina (que administra o acesso pelo município de Ascurra) - mas vi que também é possível chegar lá por outra trilha vindo da Pousada Campo do Zinco, que fica em Benedito Novo.

Enfim, tem um bocado de opções aqui, o que dificulta é que não existe um portal que agrupe e simplifique essas informações para quem não é de Santa Catarina.

Vou ver se consigo registrar minha trip nesse finde na Praia dos Naufragados (em Florianópolis, acampando) e trazer para a galera aqui.

Abraços!

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
1 hora atrás, Alan Rafael Kinder disse:

Para que vem de fora, eu sugiro fortemente dar uma olhadinha na Cruz de Pedra, que fica na Reserva Ecológica Serra da Leoa. Eu fiz a trilha (com opção de camping) com a Andreia, da Pousada Nona Rosina (que administra o acesso pelo município de Ascurra) - mas vi que também é possível chegar lá por outra trilha vindo da Pousada Campo do Zinco, que fica em Benedito Novo

anotado!

8 horas atrás, D FABIANO disse:

Quer ir a cidade mais alemã do país?Vá a Pomerode,aonde as pessoas falam alemão nas ruas,mas na época da festa pomerana,quando há muita gente. A não ser isso, tem um bom zoológico e acabou.Agora, ninguém falou ainda,se quiser conhecer a cidade de maior influência do Tirol vá mais ao Oeste a Treze Tilias é muito pequeno, mas tem águas quentes por perto. 

anotado tbm!

 

@Alan Rafael Kinder, aproveitando o embalo da conversa (invadindo o relato da moça por sinal, rs), sabe dizer se é fácil achar locação de bike para fazer a estrada bonita das proximidades de Joinville? A cidade me chamou a atenção justamente pelos roteiros mais naturais e tal.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@StanlleySantos poxa, me desculpe, eu não conheço muito de Joinville. Eu já passei brevemente pela cidade até chegar em Garuva para fazer a Serra do Quiriri (parcialmente), mas não tive a oportunidade de curtir muito de lá.

Inclusive a foto do meu perfil aí do lado foi tirada nesse trajeto (travessia do Monte Crista ao Monte Garuva).

Não foi o que pedisse, mas aqui no Médio Vale do Itajaí, temos esse site http://cicloturismo.circuitovaleeuropeu.com.br/ (mantindo pela CIMVI - Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí) que traz diversas informações sobre altimetria, distâncias, trajetos, opções de hospedagem e também empresas parceiras que oferecem opções de locação de bikes.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...