Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

Esse relato é dividido em cinco partes:

.da página 1 até a 7 refere-se a viagem realizada entre dez/2007 e fevereiro/2008 de carro;

.a partir do final da página 7 refere-se a viagem que começa no final de dez/2008 até final de fevereiro/2009 de carro.

.a partir da pag. 15 - viagem a Torres del paine, carretera austral ..........viagem realizada de dez/2009 a fevereiro/2010.

.a partir da pag.19 - viagem ao Perú e Equador ....vigem realizada de dez/2010 a fevereiro/2011.

.a partir da pag.23 - viagem venezuela, amazonas, caminho da fé.... realizada entre dez/11 a fev/12.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Beier escreveu:

Depois da reportagem que fizeram a Zerao Hora e o Clarin parece que deram uma acalmada...mas convem não bobear

 

Por aqui as estradas de um mode heral são boas, claro que existem exceções. A BR 290 que liga Porto Alegre a Uruguaiana está em bom estado a exceção de um pequeno trecho de cerca de 10/20 km antes deSão Gabriel que tem alguns buracos. A BR 116 que vai para Chui está boa.

 

O norte do Chile/Argentina é bem diferente do sul, tudo muito seco e mais pobre mas mesmo assim o visual é bonito. Quando fui em janeiro passado não fiz reservas e não tive problemas para conseguir hospedagem. Na Argentina paguei em torno de A$ 90,00 a hospedagem já o Chile ficou mais caro, na média, ficou em USD 90,00. Em San Pedro especificamente paguei USD 65,00 a diária. Esses preços eram para apartamento triplo.

 

Essa viagem pelo norte é um pouco sofrida devido as elevada altitudes que se pega. As pessoas e o carro sofrem com a falta de ar. O carro perde potência e aumenta o consumo e as pessoas podem ter náusea, dor de cabeça e falta de ar.... mas isso varia de pessoa para pessoa, Uns podem não sentir nada outros passam muito mal.

Mas com tudo isso é uma viagem linda os Andes nessa parte é muito diferente e belo.

 

 

 

Beier, vc sabe como está a estrada entre São Borja e Uruguaiana?

 

Os Hotéis que vcs ficaram são bons?

 

O carro sente o problema do ar rarefeito, tirando o filtro de ar, o rendimento nao melhora?

 

No norte da Argentina as cidades sao distantes uma da outra?

 

As estradas sao boas, tem muitas curvas, quantos kms +- sao dificeis, devido à altitude?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

marioluc,

 

São Borja-Uruguaiana a tempo atrás estava horrível mas não sei como está a situação agora.

 

Os hoteis que ficamos foram:

Resistência - Colon Apart Hotel = A$ 70,00 - +/-

Salta - Marilan Apart Hotel = A$ 110,00 - bem localizado e bom apart.

San Pedro - Inti Killa - US$ 65,00 - um pouco afastado do centro mas tem estacionamento fechado e garante água 24 horas p/dia.

Iquique - Hotel Charlie Inn - USD 80,00 - a uma quadra da praia, bom hotel

Antofagasta - Hollyday Inn - USD 85,00 - a beira da praia, ótimo hotel

Santiago - Apart Los Españoles - USD 90,00 - bairro providencia, ótimo hotel.

 

Houveram outros ao longo do caminho mas que não vale a pena citar...hehehe.

 

Cara, tirei o filtro de ar também mas a melhora não foi muito grande não.

Não sei qual o seu carro mas o meu, Fiat Stilo, sofreu muito mesmo, após a aduana do Paso de Jama a coisa ficou crítica, teve momentos que o carro ia virando roda em primeira. O carro começou a falhar um pouco antes da Cuesta del Lipan, onde tem uma placa indicando a altitutde de 4.100 msnm, e foi até perto do Vulvão Licancabur quando vc começa a descer em direção a San Pedro. Não sei ao certo quantos quilometros isto dá. Pelo menos a estrada desde Salta até San Pedro ótima.

 

Uma dica muito importante é NÃO ESQUEÇA DE ABASTECER EM SUSQUES pois é onde tem o último posto antes de San Pedro. Depois serão cerca de uns 370 km sem nada a beira da estrada a não ser deserto e salares e lembre-se, na altitude o consumo de combustível é maior.

 

No norte da Argentina o trecho mais crítico é quando vc atravessa a Região do Chaco que é uma longa reta com muitos bichos soltos à beira da estrada e a cidades ao longo do caminho não animam muito. Essa estrada tem uma parte que não está em muito bom estado, apresentava muitos buracos, se não estou enganado é entre Pampa de Los Guanacos e Monte Quemado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só para completar...a respeito do problema do carro na altitutde...mandei um e.mail para Fiat e eles responderam que o carro não foi projetado para rodar em altitudes superioress a 3.000 msnm sendo, portanto, normais os sintomas apresentados nessa situação.

 

Como as pessoas, carros diferentes reagem difente à altitude pelo que pude ler em diversos relatos.

Falo da experiência que vivenciei, talvez outros não tenham tido tantas dificuldades com o carro na altitude.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Beier, muitíssimo obrigado!!! vc é dez! :)

 

Mais algumas dúvidas:

 

 

.Vcs fizeram os passeios com seu carro? se sim, as estradas como sao, dá para ir de boa?

 

.vcs foram ao salar de Uyuni? como foi?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marioluc

 

Não, os passeios fizemos sempre por agências. As estradas são muito ruins então preferimos preservar o carro.

 

Não fomos p/Uyuni

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

beier e todos,

 

estou em jujyu, desde hoje de madrugada, fiz uma viagem tranquilo, somente pegamos alguns trechos de estrada ruim no chaco... depois conto mais, pois estou saindo agora para passar o paso de jama, vou ver o que està me esperando.......

 

 

CUIDADO COM A POLICIA ARGENTINA, NO CHACO, ESTÁO COM TUDO..... UNS CARROS BRASILEIROS COM CATARINENSES, FORAM PARADOS E EXIGIRAM LENCOL BRANCO PARA MORTO, COMO NAO TINHAM, QUERIAM MULTÀ-LOS, EM 500 PESOS, AI "NEGOCIARAM" EM 300 PESOS...............

OUTRA COISA, EH MELHOR COMPRA O KIT PRIMEIROS SOCORROS AQUI NA ARGENTINA, NAO ACEITARAM UM QUE ESTAVA INCOMPLETO, E MULTARAM TAMBÈM......................

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

desculpem-nos,

 

mas, infelizmente nao conseguimos atualizar essa pasta, em virtude de alguns fatores,............

mas se alguém tiver alguma dúvida daqui, fiquem aa vontade para perguntar.

 

Chegamos hoje do salar de UYuni, passeio maravilhoso, depois conto com mais detalhe, estamos saindo amanha cedo para santiago e sul do chile.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nao conseguimos fazer o relato online, portanto na medida do possìvel vamos atualiza-lo.

 

PRIMEIRO DIA - 28/12/2007 de Brasilia aa Prata-MG

(saída Brasilia as 16:20 hs, chegada Prata-MG âs 22:00 hrs.

 

Saída de Brasília-DF âs 16:20hs, com intençao de dormir em Uberaba-MG, por orientaçao de um frentista de posto em Uberländia, resolvemos mudar os planos e dormir na cidade de Prata-MG.

 

 

Estrada: de Brasília â Luziänia-DF, pista dupla em bom estado de conservaçao, mas muito transito principalmente na saìda de brasilia e na cidade de Valparaiso; de Luziänia a Uberländia, pista simples, em boas condiçoes, cuidado somente com as curvas entre cristalina e Uberlandia, e alguns trechos com asfalto gasto; de Uberländia a Prata, pista simples em ótimas condiçoes.

Total de Kms no dia: 523 kms;

Preço gasolina: R$2,63 em media;

Hospedagem: Hotel RPH - Ramada Hotel Prata-MG, preço R$24,00 por pessoa (Localiza no trevo da cidade, bom hotel, o problema que náo tinha ar condicionado e passamos um calor do caral..., café da manha muito bom, pricipalmente com o famoso pao de queijo mineiro.

 

 

SEGUNDO DIA - 29/12/2007 de Prata-Mg â SantaTerezinha de Itaipu-PR

(saída Prata-mg as 09:45, chegada santa terezinha âs 20:15hrs.

 

Fiz revisao geral do carro, mas esqueci de trocar o óleo, portanto tive que trocar em Prata, depois de resolvido, partimos com a intençao de dormir

em Puerto Iguzu na argentina, mas dormimos antes de foz.

 

Estrada: de Prata até a cidade de Fronteira-MG em boas condiçoes, salvo um pequeno pedaço de náo mais de 500 metros, antes de chegar â ponte sobre o rio grande(TOMEM MUITO CUIDADO NESTE TRECHO), está ruim mesmo; alguns trechos no estado de sao paulo requer algum cuidado, pois o asfalto està um pouco gasto, com alguns buracos; no estado do Paraná a estrada está ótima, o problema é o preço do pedágio.

 

Total de Kms.: 1050 kms.

Pedágios: No estado do Paraná morremos em R$35,00 em 5 pedágios(UM ROUBO, estrada simples, náo tem nem pista dupla nas subidas, daí o trafego de caminhoes atrapalha muito o desenvolvimento do carro).

Preço da Gasolina: abasteci somente em Pirapozinho-SP, R$2,40 o litro,

Hospedagem: Praia Sol Hotel - em santa terezinha do Itaipu, uma cidade antes de fóz do iguassu, bom hotel, com ótimo cafè da manha, R$30,00 por pessoa no mesmo quarto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desculpem, mas esta dificil atualizar esse relato, acho que vou esperar chegar ao Brasil para fazer.

Cheguei hoje em buenos aires, depois de passar por atacama, salar de uyuni, salta, rioja, mendoza, santiago, pucon, llaima, puerto varas, frutillar, ilha de chiloe, s.m. los andes, bariloche, el bolson, esquel, punta arenas, torres del paine, el calafate, el chalten, san julian, PUERTO madryn, buenos aires........... ate agora foram quase 14.500 kms.

 

ALGUMAS INFORMAÇOES IMPORTANTES:

 

1. Muitas cidades argentinas, estao sofrendo com a falta de combustivel, as distribuidoras nao estao entregando o produto, nao sei o motivo..... portanto, quem estiver vindo para ca, fiquem atentos, nunca deixem o tanque com menos de meio tanque, sempre abasteça, quase fiquei sem combustivel, entre esquel e comodoro rivadavia.

 

2. NA REGIAO DE SALTA, ESTA DEBAIXO DÁGUA, LITERALMENTE, ENTAO QUEM FOR PARA AQUELA REGIAO, SE INFORME SOBRE AS CONDIÇOES METEREOLOGICAS. A COISA REALMENTE ESTA FEIA POR LA.

 

3. QUEM ESTIVER INDO PARA O CHILE, CUIDADO, O INDICE DE ASSALTOS ESTA ATORMENTANDO AS AUTORIDADES, EM PUCON FIQUEI SABENDO DE VARIOS ASSALTOS CONTRA TURISTAS.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Vivi Nakano
      Oi, amigos e amigas viajantes!
      Antes da pandemia fizemos um mochilão de carona em alguns países da América do Sul. Uma das primeiras partes da viagem foi conhecer Buenos Aires e descer até o Ushuaia (tudo de forma econômica e de carona!!).
      É possível ir inteiramente de carona? Sim! Nós fomos e foi demais. Na Patagônia argentina é muito comum as pessoas darem carona. A estrada para a cidade do fim do mundo é incrível, repleto de lugares diferentes, misteriosos, vários animais diferentes e muito mate. 
      Estamos postando alguns vídeos no YouTube sobre este trajeto e nosso mochilão, se você tiver interesse, dúvidas e curiosidades, fale com a gente, se inscreva no canal!!! Pegamos muitas dicas aqui no blog antes de cair na estrada, e queremos ajudar outras pessoas com este sonho. 
      O link do canal é este: https://www.youtube.com/channel/UC_s6lPHmcwshOyB8FlFNO0A
      Prazer! Sou a Vivi e meu parceiro de viagem é o Trumai :D 
      Qualquer dúvida nos envie mensagens no insta: @vivinakano e @trumaiii




    • Por Gerhard Jahn
      Fala raça!
      Tô felizasso em poder compartilhar essa experiência com vocês. Fiz o mochilão na companhia do meu irmão Kevin Jahn e minha cunhada Carol Jahn em janeiro/fevereiro de 2020, dormindo em barraca, hostels, Airbnb e até no chão do aeroporto (pra dar aquela emoção a mais).
      Apesar de ter sido uma das melhores experiências que já vivi, foi bem difícil planejar essa viagem, então espero que essas poucas informações iluminem quem está cogitando conhecer essa região. De início vou focar apenas nas questões mais relevantes (roteiro, custos e o que levei na mochila), e aos poucos vou relatando os acontecimentos da viagem, principalmente o trekking em Torres del Paine e El Chaltén.

       
      ROTEIRO
      Dia 1: 23/01/20 - Floripa > Santiago > Punta Arenas
      Dia 2: 24/01/20 - Punta Arenas > Puerto Natales - Conhecemos o Estreito de Magalhães pela manhã e em seguida pegamos o ônibus para Puerto Natales. Final da tarde compramos as comidas para TdP
      Dia 3: 25/01/20 - Puerto Natales > Torres del Paine - Ataque ao Mirador Base de las Torres, acampamento no Camping Central
      Dia 4: 26/01/20 - Torres del Paine - Travessia até o Valle del Francés, acampamento no Camping Italiano
      Dia 5: 27/01/20 - Torres del Paine - Ataque ao Mirador Fracés e travessia até o Camping Paine Grande, onde acampamos
      Dia 6: 28/01/20 - Torres del Paine > Puerto Natales - Acabamos ficando de molho no Camping Paine Grande até a chegada do catamarã
      Dia 7: 29/01/20 - Puerto Natales > El Calafate - Ficamos mais de duas horas na aduana Chile/Argentina, foram mais de 8 horas de viagem ao total
      Dia 8: 30/01/20 - El Calafate - Dia de conhecer o Glaciar Perito Moreno, não fizemos o Mini Trekking mas foi ótimo pra tirar um dia pra descansar
      Dia 9: 31/01/20 - El Calafate > El Chaltén - Chegando em Chaltén já fomos direto para a Laguna Capri montar acampamento, final da tarde fizemos um ataque ao Fitz Roy
      Dia 10: 01/02/20 - El Chaltén - Descanso na cidade
      Dia 11: 02/02/20 - El Chaltén > El Calafate - Chorrillo del Salto pela manhã e viagem de volta a Calafate após o almoço
      Dia 12: 03/02/20 - El Calafate > Puerto Natales > Punta Arenas - Chá de ônibus nesse dia
      Dia 13: 04/02/20 - Punta Arenas > Santiago > Floripa

      TOTAL GASTO: R$ 4700,00 (joguei o valor um pouco pra cima porque posso ter esquecido de algo)
      Os valores estão por pessoa e na moeda utilizada no momento da compra.
      DESLOCAMENTOS: R$ 3.526,00.
      Passagem aérea ida/volta + seguro viagem + bagagem de mão + cargueira despachada + assento reservado + taxa de embarque: R$ 2760,00 pela LATAM, de Floripa à Punta Arenas com conexão em Santiago.* Ônibus Punta Arenas-Puerto Natales ida/volta: CLP $ 15.000,00 Ônibus Puerto Natales-Torres del Paine ida/volta: CLP $ 16.000,00. Transfer Guarita-Camping Central: CLP $ 3.000,00. Catamarã Camping Paine Grande-Guarita: CLP $ 23.000,00. Ônibus Puerto Natales-El Calafate ida/volta: CLP $ 34.000,00. Ônibus El Calafate-El Chaltén ida/volta: ARS $ 2400,00.  Van El Calafate-Perito Moreno ida/volta: ARS $ 1200,00. *Pelo meu monitoramento só o valor da passagem variou na época entre R$ 1900,00 a R$ 2400,00. Comprei com três meses de antecedência e confesso que há uma semana antes da viagem o preço ainda estava na mesma faixa.
      HOSPEDAGENS: R$ 506,00.
      Puerto Natales 
      Hostel Bella Vista: R$ 55,00 c/ café da manhã e aluguel de equipamentos de trekking, inclusive ganhamos de presente um gás da host Ni Torres del Paine (vou detalhar melhor no tópico exclusivo de TdP) Camping Central: USD $ 21,00. Camping Italiano: Free, grátis, na faixa. ~não recomendo Camping Paine Grande: USD $ 11,00. El Calafate
      Airbnb Groovy Dooby Doo: R$ 59,00. ~não recomendo El Chaltén
      Camping Laguna Capri: Free, grátis, na faixa. Hostel Rancho Apart: ARS $ 1250,00, quarto compartilhado. *valores por noite
      **foram 10 noites, na primeira passamos no avião e na última no chão do aeropoto.
      ENTRADAS: R$ 200,00.
      Entrada do parque Torres del Paine: CLP $ 25.000,00. Entrada do parque Los Glaciares - Perito Moreno: ARS $ 800,00. ALIMENTAÇÃO: R$ 350,00.
      Restaurante no Chile: em torno de CLP $ 3.500,00. Restaurante na Argentina: em torno de ARS $ 600,00. Mercado para Torres del Paine: CLP $ 6.600,00. Mercado para Fitz Roy: ARS $: 660,00. Compras nos aeroportos, rodoviárias, snacks, frutas e etc. COTAÇÕES
      R$ 1,00 = CLP $ 190,00 (Aeroporto de Santiago) R$ 1,00 = CLP $ 170,00 (Punta Arenas) R$ 1,00 = CLP $ 165,00 (Puerto Natales) R$ 1,00 = ARS $ 16,50 (Restaurante Casimiro em El Calafate, apesar de ter a melhor cotação de Dólar, Euro e Real, aqui é clandestino devido aos problemas políticos-econômico da Argentina)  
      VESTUÁRIO E EQUIPAMENTOS
      O segredo é focar em roupas e equipamentos apropriados para a região. A fama da Patagônia ter uma instabilidade climática não é um exagero, tu literalmente vai viver as quatro estações e todos os tipos de condições em um único dia.
      O que eu levei na minha mochila Forclaz Trek 900 50L + 10L:
      1x Calça modular - Tecido de secagem rápida e que não propagada corte 1x Fleece (0 a 7 ºC) - Uso um com zíper pra ser prático e ajudar a regular a temperatura corporal 1x Jaqueta impermeável (2000 mm) corta vento - Conhecida também como anorak, acabou passando a água em uma das tempestades em TdP 1x Calça segunda pele técnica - Usei a viagem toda, até por baixo dá bermuda 2x Blusas segunda pele - Uma técnica pra caminhada e uma mais quente pra dormir 1x Calça impermeável (2000 mm) - Precisei usar em vários momentos 3x Camisetas curtas Dry Fit - Acabei usando só duas 4x Cuecas de Microfibra  - Secagem muito rápida, foi excelente 2x Meias técnicas de trekking - Nunca tinha usado e fez muita diferença, deveria ter levado pelo menos 4 1x Meia térmica - Usei apenas pra dormir e foi muito bom para deixar as outras respirando 1x Bota de trekking impermeável - Confesso que a minha segurou a água mas a palmilha e solado eram fracos, sugiro comprar uma palmilha boa 1x Havaianas - Usei pra tomar banho, no avião e nas cidades (BRASIIIIIL) 1x Bermuda de banho - Usei bastante nos hostel, todos lugares tem calefação então sugiro levar algo curto pra dormir 1x Luva de fleece para trekking - Usei poucas vezes, somente quando chovia nos lugares mais frios de TdP 1x Protetor de orelha de fleece - Baita acessório, ajuda até pra dormir quando ainda tem luz 1x Cachecol - Acabei usando só pra dormir em virtude do meu saco de dormir ser patético 1x Touca de lã - Usei uma vez, protetor de orelha já resolve 1x Toalha de Microfibra - É item obrigatório, já uso há anos 1x Mochila de ataque 30L - Usei muito pra fazer compras, lá não tem sacola plástica 1x Bastão de trekking - Recomendo dois, a grande maioria das pessoas utilizava um par 1x Shoulder Bag - Ideal pra levar documentos e dinheiro, já tinha costume de usar nos acampamentos em Floripa, pra não deixar nada na barraca dando sopa 1x Barraca de trekking - Uso a Quechua Quick Hiker 2, tenho um vídeo falando sobre ela 1x Saco de dormir para 15 ºC - Não morri mas não passei bem haha sugiro um para 0 ºC 1x Isolante térmico - Uso um egg crate Nature Hike, é importante que o isolante seja bom, foi o que me salvou 1x Kit cozinha - Não pode levar o gás no avião 1x Lanterna de cabeça - Quase não usei porque escurece tarde (22:00) e amanhece cedo (05:00) 1x Kit Primeiro Socorros - Aconselho a levar medicamentos específicos, como antibióticos dose única, antitérmico, anti-histamínico, relaxante muscular 1x Silver Tape - Não usei, mas aconselho levar porque dá pra usar até pra tapar rasgos em roupas. 1x GoPro Hero 7 Black + Bateria extra + Carregador Duplo externo + Micro SD Card extra - Sou fã de GoPro, acho muito útil num lugar como esse que chove toda hora 1x Power Bank 20.000 mAh - Usei muito, apesar de ter entrada USB nos ônibus e tomada em alguns campings
      RESERVAS EM TORRES DEL PAINE
      http://www.conaf.cl/parques/parque-nacional-torres-del-paine/ (camping gratuito)
      https://www.verticepatagonia.cl/home (lado esquerdo do W)
      https://www.fantasticosur.com/en (lado direito do W)
      PASSAGENS DE ÔNIBUS
      https://www.bussur.com/
      https://www.recorrido.cl/ 
      http://www.busesfernandez.com/ 
       
      Espero que a leitura tenha sido útil, logo menos continuo o relato.
      Abraço a todos,
      Gerhard Jahn.
       


×
×
  • Criar Novo...