Ir para conteúdo

Quanto custa escalar o Everest?


Posts Recomendados

  • Membros

@Renato Santini 

Olá! Eu nunca fui pro Everest, nem sou alpinista nem nada (HAHAHA), mas gosto muito do assunto. Sou obcecada pelas histórias.

Li bem recentemente os livros No Ar Rarefeito do Jon Krakauer e A Escalada do Anatoli Boukreeve que ambos falam sobre o acidente que ocorreu em 10 de Maio de 1996 que foi o dia que mais morreu gente no Everest na história, só que cada um no seu ponto de vista. As duas agências envolvidas que são citadas nos livros, a Adventure Consultants e a Mountain Madness cobravam até 65 mil dólares por cliente na época. Nos dois livros, eles citam que alguns clientes pagaram menos, cerca de 40 mil dólares, e ai vai uma série de variações de negociações. Ambas agências ainda existem, a Adventure Consultants hoje tá cobrando 69 mil dólares: https://www.adventureconsultants.com/expeditions/seven-summits/everest/ e a Mountain Madness 67 mil: https://mountainmadness.com/trips/mount-everest#overview 

Lendo os livros vc consegue ter bem uma noção o porque desses valores. Tem as permissões pagas ao Governo do Nepal que o cara cita no vídeo, tem toda uma questão de logística de material de todo lugar do mundo até o topo da montanha: barracas, comida, garrafas de oxigênio, o serviço de uma equipe de xerpas (as expedições geralmente tem mais xerpas do que clientes) que leva e trás o material desde o acampamento-base até os 4 acampamentos avançados, tem custo com médico que fica de plantão pra te atender, os guias que vão te levar pro cume, além de que a própria agência precisa ter seu lucro... Enfim, é muita coisa envolvida. Então sim, esse valor citado no vídeo de 50 mil dólares é até 'barato' se considerar que estamos em 2020 e o cara ainda é brasileiro, vai conversar com você na sua língua nativa, isso não tem preço. 

Aliás, recomendo muito a leitura desses livros porque se você estiver pensando nessa escalada, você aprende com os erros cometidos pelas pessoas ali e não repete.

Claro que no vídeo o cara fala que obviamente você precisa escalar muitas montanhas antes do Everest para se preprarar e ai são mais valores 'adicionais', mas falando exclusivamente do Everest o valor citado de 50 mil dólares é bem realista. 

  • Gostei! 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

@Renato Santini não vi o vídeo pq onde estou não está abrindo o youtube

não sei sua experiência com montanha mas não deve ser muito grande já que ficou surpreso com o valor da escalada ao everest

everest é para quem tem MUITA experiência e quem tem tempo e dinheiro

procure assistir a série da discovery (você consegue achar no you tube): Everest: beyond the limit

retrata  o dia-dia de um grupo até a subida, você percebe toda a infra-estrutura que tem que ter para conseguir subir com exito

num dos episódios eles encontram uma pessoa que estava  morrendo, e eles não podem fazer nada a mais de 8 mil metros de altura

era david sharp, depois foi altamente divulgada pela mídia que ele estava mal preparado para a subida 

"Sharp was climbing with a bare-bones "basic services" package from Asian Trekking that does not offer support after a certain altitude is reached on the mountain or a Sherpa to climb with as a partner, although this option was available to Sharp for an additional fee.[9] He was grouped with 13 other independent climbers – including Vitor Negrete, Thomas Weber, and Igor Plyushkin who also died attempting to summit that year – on the International Everest Expedition.[9] This package only provided a permit, a trip into Tibet, oxygen equipment, transportation, food, and tents up to the Mount Everest "Advance Base Camp" (ABC) at an elevation of about 6,340 m (20,800 ft).[9] The group Sharp was with was not really an "expedition" and had no leader"

como diriam em ingles, para o everest não existe " cut corners"

 

 

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
6 horas atrás, Renato Santini disse:

Lançaram esses tempos esse vídeo sobre o custo para escalar o Everest, alguém ai já foi pra dizer se é isto mesmo? 

Nunca fui ao Everest, mas fazer um treking até o Base Camp do Everest está nos meus planos de ainda fazer algum dia, e já andei pesquisando algumas coisas a respeito

Tem uma diferença bem grande entre ir até o Base Camp e escalar até o cume da montanha. Base Camp caso não saiba, é o acampamento nos pés do everest de onde partem todas as expedições de escalada ao cume, e o Base Camp recebe milhares de pessoas toda temporada. 

Fazer um treking até o Base Camp é relativamente tranquilo, e dá para fazer até sozinho sem sherpas se você tiver bom preparo físico e bastante experiência em treking, já vi pacotes partindo de Katmandu custando entre 2 e 3 mil dólares, até pacotes de 10 mil dolares, o que varia entre os mais baratos e mais caros é a duração do treking, que pode ser entre 12 e 30 dias, o números de sherpas e o conforto/luxo das acomodações, etc...

A escalada ao cume é outra história, bem mais complicado e só recomendada para alpinistas experientes, e todos os relatos que eu vi, o custo de uma expedição até o cume ficava acima de 50 mil dólares, o custo novamente vai depender do conforto que você quiser ter durante a aclimatação, do número de sherpas e garrafas de oxigênio, etc...

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 semanas depois...
  • Membros

@Renato Santini é isso aí mesmo! A logística envolvida acaba por ser muito cara, e como já citado por outros, algumas economias podem se mostrar escolhas caras no final, como a necessidade de abortar a expedição por um erro de estratégia!

Se tu tiver muita experiência de montanha e se sentir confortável em tomar decisões em condições muito adversas daí sim pode abdicar de alguns itens, como mais sherpas ou mais garrafas de oxigênio!

O ideal é ter feito quantas montanhas com mais de 6000 quanto possível! Eu não fiz nenhuma montanha no Nepal antes do Everest, mas tinha uma boa bagagem de montanhas de 6000, autônomo ou em expedição, nos Andes, e entendo que foram importantíssimas! Desde esse ano o governo nepalês estudava incluir essa experiência prévia no Nepal para a emissão do permit, mas ainda assim entendo o Aconcágua como uma montanha importante nessa preparação!

Se quiser saber mais só chamar aí!

  • Gostei! 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Coisa para gente grande ai. Admiro e respeito. Mas é óbvio que não é uma parada para amadores. Como disse poiuy, o base-camp já é um desafio.

Só acho uma pena a montanha ter si tornado tão comercial dominada por estas empresas de "turismo radical", canais de aventura, revistas e etc.. Os relatos que vejo é que fica mairo zona na montanha, engarrafamento de sherpas e alpinistas... solidariedade e respeito ao próximo faltam.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

@Rafael_Salvador apesar da hiper comercialização que tu citaste concordo que continua não sendo para amadores. Eu sempre tive como premissa, e é o que tento passar a quem me pergunta sobre os passos para ir ao Everest, que para uma montanha dessas você deve ter um mínimo de autonomia em relação a procedimentos de segurança e, minimamente, auto resgate. Mas é verdade que vemos diversas pessoas totalmente dependentes dos sherpas!

Porém gostaria de fazer um contraponto: 350 pessoas, 700 com os sherpas, é bastante gente, mas não é isso que causa os congestionamentos.. o que causa os congestionamentos é a falta de experiência dessas pessoas! Felizmente não enfrentei essas dificuldades em 2018, e tive uma expedição incrível!

E para quem gosta de mais "solidão", como é meu caso, temos mais um monte de montanhas não comerciais... rsrsrsrs

  • Gostei! 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

@henriquefranke É isso cara! É como seu eu pagasse a um cara para me ajudar a pilotar um formula 1, enquanto eu deveria estar correndo de kart kkk. Gente que não tem nada a ver com a montanha... apenas tem grana para bater uma vaidade pessoal.

Quem pratica algum esporte de alta performance sabe a estrada que enfrenta para conquistar um feito desses. De repente tem um carinha levantando um troféu desses "do nada". Se não rolasse a exploração comercial da coisa... tinha gente que não chegaria no base camp...

Bom, sou somente um admirador do alpinismo e do atletismo... dois esportes que são a superação do ser humano em estagio altíssimo ...

 

 

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...