Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Eriendson

Caminho Português de Santiago de Compostela

Posts Recomendados

8 horas atrás, joshilton disse:

Fantástico. Cada uma foto mais linda que a outra. Cara, estou viajando nessas fotos.

Essas dores que sentes, nem vai ser lembrado no final de tudo, só ficará de lembranças, as coisas boas que estão te acontecendo.

Essa senhora de 93 anos ..... tenho que ir, isso me dá mais forças.

Tô com uma inveja branca de você.

Vem embora agora! Me encontra em Pontevedra!!

  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

6 horas atrás, Eriendson disse:

Vem embora agora! Me encontra em Pontevedra!!

não dá, estou de saída para a Bolívia, agora dia 3 de maio.
Uma Trip pelo Chile, Bolívia e Peru, como te falei ante, em 2020 inicio as trips pela Europa, porém ainda não será a Caminhada a Compostela.

Tenho muito que aprender ainda, para encarar uma dessa.

Provavelmente lá para 2025 .... quem sabe.
Quero ver as fotos.

  • Gostei! 1
  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

8° dia de Peregrination

Redondela - Pontevedra

27/04/19

"A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida" Vinícius de Moraes

Meu bom dia se inicia no albergue Refuxio de la Jerezana, um hostel um pouco depois do centro de Redondela.
Por volta das 9h30 meu tênis começava a ganhar os primeiros metros rumo a Pontevedra.

Uma hora depois encontro amigos portugueses queridos que havia conhecido no dia que adentrei na Espanha, quando tomei aquela chuva em Portugal.
Daí seguimos o caminho todo juntos.
São eles o Manuel, a Carla, e a Paula.
Saímos da região de Redondela passando por uma ponte romana, de beleza indiscutível.
Passamos por um conhecido lugar do caminho onde há um ESPIGUEIRO, onde há centenas de anos se estocam comida, e se notar na foto a base dele está em pedras circulares para que os ratos e os primos deles não subam e acessem o espigueiro.

Acessamos caminhos bem dentro da mata muito bonitos, até que determinado momento paramos em uma pequena igreja onde havia um violeiro na frente, onde posto até o vídeo pra vocês apreciarem. Lá tiramos fotos, carimbamos a credencial que tá ficando bonita, e continuamos a boa peregrinação.
Nesse dia fizemos um caminho muito bonito, a natureza na sua forma mais bela com pássaros, patos, fontes de água, plantas de diversas cores e tipos. Chegamos em Pontevedra. Ainda fomos ao albergue público, não para passar a noite mas para carimbar. Lá estava tendo massagens a preços voluntários. É claro que ficamos lá esperando a nossa vez, e recebemos. Quarenta minutos de massagem não é a maravilha do universo mas revitaliza bastante. Antes disso almoçamos num restaurante chamado CASA DE PEDRA. Costelinhas assadas. Foi uma boa recompensa pro dia.
Hasta mañana!

IMG_20190427_100550980.jpg

IMG_20190427_104440588.jpg

IMG_20190427_105619210_HDR.jpg

IMG-20190427-WA0084.jpg

IMG_20190427_104349362.jpg

IMG_20190427_165316740.jpg

IMG_20190427_200907556.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Eriendson, vi o chapéu desse músico, tu fez um pequeno depósito ? kkkkkkkk.
Cara, eu viajo nessa tua caminhada, acredito por ser fotógrafo, tenho essa facilidade de me sentir no local, como se estivesse lendo um livro.

Sera legal, no fim da caminhada, chegando em vossa casa, escrever um livro, um diário a Santiago de Compostela, pois escreves bem, detalhas e posta fotos. Tenta fazer um livro.
Tem pessoas aqui, que dão cada detalhe, cada ajuda, que daria um livro.
Então tu aproveitas o que já escrevestes e faz um livro guia.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, joshilton disse:

@Eriendson, vi o chapéu desse músico, tu fez um pequeno depósito ? kkkkkkkk.
Cara, eu viajo nessa tua caminhada, acredito por ser fotógrafo, tenho essa facilidade de me sentir no local, como se estivesse lendo um livro.

Sera legal, no fim da caminhada, chegando em vossa casa, escrever um livro, um diário a Santiago de Compostela, pois escreves bem, detalhas e posta fotos. Tenta fazer um livro.
Tem pessoas aqui, que dão cada detalhe, cada ajuda, que daria um livro.
Então tu aproveitas o que já escrevestes e faz um livro guia.

Kkkkkkkkkkkkkkk

Obrigado pelas palavras.

Eu sou apenas um viajante. Deixo pro Paulo Coelho falar sobre a viagem.

Doei só umas moedas ao homem. 

  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sabe, eu penso que dê certo, tenta escrever um livro-guia, vais ajudar muita gente e ainda vai render uns trocados.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

9° dia de Peregrinação

Pontevedra - Caldas de Reis
28/04/19

Há um livro conhecido entre os brasileiros do autor Paulo Coelho chamado Diário de um Mago, trata-se da viagem dele pelo Caminho de Santiago onde ele deveria na viagem (viagem mesmo!) encontrar sua espada e para esse intento deve passar por diversas provações, conhecendo seus limites e mantendo algumas tradições que lhe ensinam a manter a calma. Há um trecho no livro que diz: "O barco está mais seguro quando está no porto, mas não foi para isto que foram construídos os barcos."

Pois bem! Meu café da manhã foi na praça central de Pontevedra com os amigos portugueses. Lá mesmo no café se juntaram a eles amigas portuguesas também (a Soraia e a Linda). Ainda caminhamos juntos uns 3 km até que nossos destinos mudaram, pois eles iriam fazer um desvio na viagem deles que se chama VARIANTE ESPIRITUAL - um desvio no roteiro onde se passa por um outro lugar, e se soma mais 2 dias a viagem. Eu que já tenho tudo agendado (albergues, voos e datas) segui direto rumo a Calda de Reis. Nos despedimos! E sabe como são as despedidas: promessas que um dia nos encontraremos e agradecimentos pelos dias vividos, porque os barcos tem que seguirem.
(...)
Não sei que rua tomei que logo perdi a rota. Tive que andar pela margem da rodovia uns 4 a 5 km até que com ajuda me "encontrei".
Vale destacar que durante a sagrada viagem você encontra muitas pessoas e elas também encontram você. Independente da nacionalidade, independente de idade ou sexo algumas pessoas vão lhe tratar bem, outras mal vão lhe dirigir o olhar. E em muitas situações o sorriso vai quebrar a barreira do idioma. Bem parecido com a vida normal...
Na metade da minha jornada comecei a sentir dores fortes na coxa direita, que quando simplesmente tocava doía muito. Comecei a fazer paradas mais rigorosas pra colocar remédio (Voltarem gel) e outras paradas gelo. Já não me importava o horário que iria chegar, eu só queria chegar! Foi bem difícil! Mas ao final da tarde cheguei ao meu destino. Um hotel no centro de Caldas, quarto privado, TV, lavadora e secadora de roupas.
E esse meu dia termina em pizza - e só pra mim!!

Dicas importantes:

ÁGUA - Sempre encha nas fontes disponíveis no caminho. Tem muitas fontes, tem muitas quedas d'água. Ou se você for fresquinho compre sempre.
DESCANSOS - monitore com o cronômetro os seus intervalos. Muitas vezes (na verdade todas) vai chegar a hora do seu descanso e não haverá lugar adequado pra ficar. Se adapte!
PÉS - eu vi muitas bolhas, muitas mesmo! Não nos meus pés! Use fita, cremes, sempre no hotel faça a manutenção dos pés! Nas próxima paradas tire o sapato.
ROUPAS - Elas vão feder! Sem dúvidas! Não perca as oportunidades! Tem hosteis que fazem grátis, outras cobram 2 euros a lavagem. Outras não lavam! Te vira!

 

IMG_20190428_100402465_HDR.jpg

IMG_20190428_105823418.jpg

IMG_20190428_114424440.jpg

IMG_20190428_163215346.jpg

IMG_20190428_165747656.jpg

IMG_20190428_121807840.jpg

IMG_20190428_170238679.jpg

IMG_20190428_125418173.jpg

IMG_20190428_133310459.jpg

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fantástico relato. Continuo lendo de cabo a rabo.

Fotos incríveis. 

Sim, Paulo Coelho escreveu vários livros e entre um deles, o assunto é sobre essa caminhada, porém é muito espiritual, que não é meu forte kkkkkk.
Sou muito mais o seu relato.

  • Gostei! 1
  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

10° dia de Peregrinação

Caldas de Reis - Padron
29/04/19

O penúltimo dia

Você pode até querer, mas nunca estará só no caminho!
No início da jornada do dia tudo indicava que estaria sozinho, eu e meu fone de ouvido com as músicas que já começavam a se repetir. Daí a surpresa: encontro um casal de brasileiros nota 1000, a Vanessa e o Henrique "da Vanessa", e trilhamos os muitos kms do dia num ambiente de amizade sem igual.
O destaque do dia vai para um momento muito bonito do caminho: estávamos passando por uma vila próximo a uma escola daí fomos pegos de surpresa com as crianças do primário escondidas atrás do muro daí quando passamos eles gritaram "BOMM CAMINOOOO". Daí encostamos na cerca da escola (que era próximo a área de recreação deles - dos guris) e começamos um papo com o professor. Não lembro exatamente o nome dele, as vezes eu esqueço até o meu nome. E ele começou a contar que há uns anos atrás eles tinham um projeto na escola que convidavam os peregrinos para ir até a sala de aula, já que passa gente do mundo todo na frente da janela deles, seria uma forma de mostrar aos meninos o mundo lá fora de uma forma diferente.
Então ele conta 3 histórias, que vou citar aqui já que estou sem assunto.

- uma vez eles convidaram um homem que era da Lituânia, pra que ele contasse como é o seu país pras crianças. A surpresa era que o peregrino era engenheiro da NASA, e começou a mostrar aos meninos (na linguagem infantil, creio eu) como de construía um foguete para ir a lua.

Nessa região da Galícia 99% tem a pele branca. Daí não é comum as crianças verem negros. Um dia um africano foi convidado a falar sobre as guerras tribais que ainda existem no seu povo, do professor comenta que ficou receoso que as crianças de certa forma gerassem alguma rejeição com o africano, porque raramente elas tinham vistos. Até que uma criança se levanta e vai até ele e o abraça, daí as outras crianças repetem o gesto e todos se dão um abraço coletivo (FOTO POSTADA lá embaixo).

3ª o último caso pra não cansar meu leitor foi de uma jovem da LETÔNIA que foi falar do país dela, e ela ficou amiga do professor. Hoje são casados e tem uma filhinha de 3 anos - a Hanna.

O professor mantém uma página ativa no Facebook chamada RECUERDOS DE LA VENTANA, onde ele compartilha experiências e pessoas do mundo todo postam foto com a Vieira (a conchinha) e marcam a página.
Vale o ressalte: hoje não está sendo mais permitido. As famílias, a escola proibiu que pessoas de fora adentrem o ambiente com as crianças, por questões de segurança, etc.
Mas foi uma experiência linda do caminho.
Quase eu me emociono.... Quase.

A todos desculpas os erros de concordância, gramática e léxico causal. Eu vou pensando e escrevendo!

 

FB_IMG_1556683473768.jpg

IMG_20190429_122322770.jpg

IMG_20190429_154338309.jpg

IMG_20190429_115934335_BURST001.jpg

IMG_20190429_122221357.jpg

IMG_20190429_153925123.jpg

IMG_20190429_122844653_BURST001.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por casal100
      Resolvemos, dessa vez, fazer alguns roteiros distintos: beira-Mar, trilhas em montanhas e travessia.
      Começamos por Ubatuba, foram 10 dias de caminhada, por algumas das principais praias; depois pegamos nosso veículo e fomos fazer alguns roteiros em Extrema-MG e, por último,  a grata surpresa: TRAVESSIA DA SERRA DA CANASTRA-MG, que lugar maravilhoso: belas cachoeiras, trilhas fortes, flora e fauna exuberante, povo amigável, queijos deliciosos(alguns entre os melhores do mundo na sua categoria) sem contar a culinária mineira. Tudo de bom.
    • Por casal100
      Fizemos a maioria dos caminhos que passam pela Serra da Mantiqueira(Estrada Real, Caminho da Fé, Crer....), alguns mais de 1 vez.
      É quase unanimidade entre os caminhantes que, indiscutivelmente, a Serra da Mantiqueira têm as mais bonitas paisagens e, nós concordamos integralmente. São caminhos que proporcionam lindas fotos,  clima agradabilíssimo, povo acolhedor e simpático, ingredientes que definiram esse roteiro.
      Foram quase 50 dias e mais de 1.100 quilômetros de muitas alegrias, felicidade e paz,  poucas tristezas e decepções.
      Começamos e terminamos na MAGNÍFICA cidade de Campos do Jordão-SP, depois de rever vários lugares (passei alguns invernos nesta bela cidade, quando eu era "bacana"). A cidade se transformou,  criaram vários roteiros turísticos, belas e caras casas dos novos e velhos "bacanas", ótimos restaurantes, atrações mil,  pousadas e hotéis de todo tipo e preço, tem até o refúgio do peregrino, comércio bom, povo hospitaleiro, clima perfeito e, ainda por cima fomos no verão,  baixa temporada,  onde com facilidade encontramos boa hospedagem com preços menores que muitas hospedagem em cidades pequenas.

      Outra coisa que pesou em escolher fazer essa travessia é que a região se assemelha muito com um projeto que temos em mente, que é a travessia entre Punta Arenas x Arica no Chile,  então serviu como treinamento.
    • Por casal100
      ROTEIRO À PÉ:
       
      RIO GRANDE DO SUL:
      Portão
      Bom Princípio
      Carlos Barbosa
      Garibaldi
      Bento Gonçalves - Vale dos vinhedos
      Bento Gonçalves - Pinto Bandeira
      Bento Gonçalves - pela cidade
      Bento Gonçalves - caminho de Pedras
      Caxias do Sul - flores da Cunha
      Caxias do Sul - estrada dos imigrantes
      Nova Petropolis
      Gramado - Natal de Luz
      Canela - Cachoeira do Caracol
      Gramado - pela cidade (parques, centro)
      Santa Maria Herval
      Picada Café
      Ivoti
      Sapiranga
      Três Coroas
      São Francisco de Paula
      São Francisco de Paula  (parques, lagos e pela cidade)
      Tainhas
      Cambará do Sul
      Cambará do Sul - Canyon Itambezinho
      Cambará do sul - canyon Fortaleza
      Torres - praia
       
      SANTA CATARINA:
      Praia Grande - descida Serra do faxinal
      Balneário Gaivota - Praia
      Balneário arroio do Silva - Praia
      Balneário Rincão - Praia
      Balneário corrente - Praia
      Farol de Santa Marta - Praia
      Laguna - cidade histórica + Praia
      Orleans
      Guatá  (distrito de Lauro Muller) pé da serra do Rio do Rastro
      Bom Jardim da Serra
      ROTEIRO DE ÔNIBUS :
      São Joaquim
      Urubici
      Bom Retiro
      Lages
      Fraiburgo
      CONTINUAÇÃO À PÉ SANTA CATARINA:
      Videira
      Treze Tílias
      Água Doce
      Jaborá
      Concórdia
      Seara
      Chapecó
       
      PARANÁ (ÔNIBUS):
      Curitiba
      Paranagua
      Morretes
       
      QUILÔMETROS /DIAS: +- 1.300 kms em 53 dias
       
      PESSOAS:
      No planejamento da viagem nossa preocupação era de como seríamos recebidos nas pequenas cidades, visto que algumas delas não tinham vocação turística, e "mochileiros"poderiam ser "novidade". Mas, essa preocupação foi rapidamente deixada de lado.
      Fomos recebidos muito bem em todos os lugares (exceto dois episódios, que não afetou em nada nossa caminhada).
      Ficamos impressionados com a educação e o acolhimento da população do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, sempre solícitos às nossas demandas.
      Poxa, que saudade de tudo aquilo, em breve voltaremos.
       
      CIDADES:
      Praticamente todas as cidades desse roteiro tinham pousada ou hotel, somente o distrito de tainhas-SC não tem, somente restaurante (mas esse trecho tem serviço de ônibus intermunicipal).
       
      ESTRADAS:
      Optamos em fazer pelas estradas asfaltadas(alguns trechos fizemos em estrada de terra), pois não conseguimos informações sobre estradas secundárias nesta região.
       
      COBRAS:
      Nunca vimos tantas cobras como na serra Gaúcha, teve dia que vimos umas 5, quase minha esposa pisou numa em uma rodovia asfaltada.
      Elas ficam enroladas na pista de rolamento, é normal vê-las todas esmagadas por veículos, ficam parecendo um desenho no chão (pois vários veículos passam por cima).
       
      ANIMAIS SELVAGENS:
      Outra coisa que nos chamou atenção, vimos muitas espécies(raposa, cobras, tatu, macacos, roedores, porco espinho etc) passando lentamente perto de nós.
       
      PRECONCEITO:
      Tivemos um fato lamentável num hotel fazenda.
      O gerente nos recebeu num descaso tremendo, nem respondia nossas perguntas, foi preciso a intervenção de uma funcionária para resolver a situação (quase mandei o cara a pqp), o infeliz está no lugar errado.
      O outro caso foi mais leve, mas fiquei puto.
      Tirando isso, foi muito tranquilo ser mochileiro naquela região, muito tranquilo mesmo.
       
      PREÇOS HOTÉIS:
      Variou de $25 a 95 por pessoa (mas a crise pegou todo mundo ), em alguns lugares priorizamos ficar em lugares melhores,
      Sempre pechinchamos os preços, na maioria dos casos conseguimos descontos, principalmente à vista.
      Não fizemos nenhuma reserva, foi muito tranquilo.
       
      PREÇOS REFEIÇÕES:
      variou de $10 a $35 por pessoa à vontade.
      Peso : de $20 a $44 o quilo.
      Obs.: em média coloque $22 por refeição sem bebidas.
       
      ABUSO CONTRA TURISTA:
      Só tivemos alguns casos de abuso, mas nada gritante:
      Você chega em duas pessoas e pede somente um cafezinho pequeno, o cara trás dois grandes (claro, mais caro) e na maior cara de pau diz que pedimos dois.
      Isso aconteceu nuns 5 lugares na serra gaúcha, lamentável!
      Obs.: para nos proteger disso, fazíamos assim: chegávamos nos caixas do estabelecimento e pagava antecipadamente, acabou o problema.
       
      CARONA: precisamos pegar carona em algumas oportunidades, e foi até tranquilo conseguir.
      .fomos ao canyon Itambezinho e no Fortaleza à pé, e voltamos de carona, foi tranquilo.
      .quando visitamos uma cachoeira em Cambará do sul, fomos à pé e voltamos de carona ( neste dia pegamos três, cada um nos levou num pequeno trecho).
      .dividimos o trecho entre Seara e Chapecó-SC em dois, como o ônibus demoraria muito, resolvemos ir de carona, demorou uns 40 minutos para aparecer.
       
      SEGURANÇA:
      Em momento algum tivemos problema, somente em Porto Alegre (visita ao mercado central que nos orientaram a ter cuidado), mas os moradores de PA estão preocupados.
      .na saída de Caxias do Sul, saída para estrada dos imigrantes tem um lugar que me pareceu inseguro, mas nada complicado.
       
      NEGOCIAÇÃO HOSPEDAGEM:
      Sempre negocie, em alguns casos conseguimos descontos de 10% abaixo dos sites de hospedagem. Principmente nesta crise, em alguns casos somente nós dois estavam hospedados no hotel.
    • Por casal100
      Realizamos no período de 19 a 28 de julho de 2015, o circuito completo do Vale europeu em Santa Catarina. Foram 10 dias contemplando e vivienciando lugares, pessoas maravilhosas.
      Destaco alguns locais incriveis: Pomerode, blumemau, fazenda campo do zinco e sua maravilhosa cachoeira, lindos mirantes, estradas encantadoras, pessoas hospitaleiras e cordiais. Nāo tivemos nenhum incidente.
       
      Começamos antes do circuito, fazendo o caminho entre blumenau e pomerode a pé, e no final fizemos do mesmo modo a rota enxaimel em Pomerode, por isso o roteiro foi concluido em 10 dias.
       
      Brevemente relato completo.
    • Por casal100
      Realizamos no período de 01 a 30 de janeiro de 2016 o CRER, foram mais de 800 quilômetros de caminhada.
       
      O circuito começa no morro da piedade a uns 15 kms de Caeté -MG e termina no santuário de Aparecida no estado de São Paulo.
       
      Esse circuito ainda está em fase de implantação, no escritório da igreja da piedade não disponibilizam nenhuma informação sobre o roteiro.
      Fornecem somente um pequeno mapa de uma parte do roteiro, não consta nele nenhuma informação sobre hospedagem, refeições, quilometragem.......
      Tem que seguir os marcos , que em alguns lugares foram destruídos dificultando sobremaneira o prosseguimento.
      Mais de 80% deste roteiro seguem o mesmo percurso da Estrada Real, no nosso caso ajudou bastante, pois em caso de dúvida seguíamos os da ER.
       
      Esse é uma demonstração de parte do CRER.

      Em algumas cidades tem essas placas informativa sobre o caminho CRER

      Essas placas informam as distâncias entre cidades..

      O morro da piedade é aquele morro no fundo da foto, é ali que oficialmente começa do caminho CRER

      Essa é a portaria que dá acesso a igreja da Piedade início oficial do CRER



×
×
  • Criar Novo...