Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Demetriusrj

Conquista das Prateleiras e Travessia Rui Braga, no Parque Nacional do Itatiaia

Posts Recomendados

Fala Galera, iniciei este post, pois quero dividir com vocês minha ansiedade sobre a programação do final de semana.

 

A parada é a seguinte:

 

No dia 30 de junho eu e um grupo de amigos subiremos as PRATELEIRAS, desceremos e começaremos a caminha até o antigo abrigo Massenas. Acamparemos neste local e no dia 01 de julho continuaremos a nossa caminhada.

 

Quando retornar posto fotos.

 

Até lá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos aos relatos...

 

Nós erámos em 14 pessoas. 11 homens e 3 mulheres.

 

20120703080232.JPG

 

Saímos de Resende às 06:30 hs do dia 30 de junho e chegamos ao posto marcão às 08:15 hs. A taxa de entrada no parque é de R$ 11,00 para brasileiros (diária), se for ficar por mais um dia subsequente tem um desconto de 50% na outra diária, então o valor cai para R$ 5,50. Como a gente iria fazer a travessia em dois dias tivemos que pagar o valor de R$ 16,50 por pessoa.

 

Depois de pagar as taxas e preencher o nome da galera partimos para dentro do parque em direção as prateleiras.

 

20120703081201.JPG

 

Placa em frente ao abrigo rebouças

 

20120703080621.JPG

 

No caminho entre o abrigo rebouças e as prateleiras a gente passa pela cachoeira das flores.

 

20120703080957.JPG

 

Só que nós tínhamos um problemas. Estávamos com as mochilas cargueiras e ninguém queria ficar tomando conta das mochilas, então restavam duas opções. Na área do ABRIGO REBOUÇAS, montar uma barraca e jogar todas as mochilas lá dentro (do abrigo rebouças até a bifurcação que vai para as prateleiras e a travessia Rui Braga tem entorno de uns 2 km. Então após desçer as prateleiras em vez de seguir para a travessia, teríamos que ir até ao abrigo pegar as cargueiras e voltar para este entroncamento.) Descartamos esta opção.

 

O que fizemos. Na região desta bifurcação escondemos as nossas mochilas no meio do mato. Isso mesmo. Saimos da trilha e escondemos as nossas mochilas. Isso é perigoso, pois podem aconteçer duas coisas. Por bizonhiçe não acharmos mais as nossas mochilas ou alguém achar as mochilar, furtar algo.

 

Bifurcação

20120703081512.JPG

 

subindo

 

20120703081737.JPG

 

20120703081846.JPG

 

Chegamos no cume das prateleiras às 11:30 hs da manhã. Assinamos o livro e descemos de rapel. Não é obrigatório, pois tem o caminho da vovó, mas quisemos fazer um rapelzinho básico.

 

20120703082142.JPG

20120703082554.JPG

20120703082730.JPG

 

Contemplamos o visual, lanchamos, descemos até a bifurcação, pegamos as mochilas e partimos para a trilha às 15:00 hs.

 

20120703090620.JPG

 

20120703090811.JPG

 

20120703091032.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chegamos ao ABRIGO MASSENAS, por volta das 17:30 hs

 

20120703093553.JPG

 

E uma coisa que acho importante explicar é como chegar ao um bom ponto d'água, pois água você encontra, mas é água já misturada aos matos e barros, então precisa de cuidados. Então vou tentar explicar de uma forma bem fácil, do como achar um bom ponto d'água.

 

Vou explicar de um forma bem didática, pra não ter erro.

 

Então é o seguinte.

 

Chegando perto do abrigo massenas, você passa por um filete d'água (só que você não sabe que está chegando ao massenas), mas uns 30 metros você chega ao MASSENAS. Então a referência é este filete d"água que você acabou de passar. Volte pela mesma trilha e fique de frente com este filete d'água. Você vai perceber que a água corre da direita para esquerda, então é desbordar para a direita e tentar achar o exato ponto da bica d'água. É pertinho, coisa de 4 metros do filete d'água que está na trilha, você a bica.

 

20120703094022.JPG

 

Este é o filete d'água que cruza a trilha.

 

20120703094204.JPG

 

Nesta foto a esquerda está a trilha.

Seguindo a trilha para frente (parte alta da tela) vou para o ABRIGO REBOUÇAS, seguindo a trilha para trás (para baixa da tela) vou para o ABRIGO MASSENAS. A direita da trilha está a bica d'água.

 

20120703094558.JPG

 

Pegamos água, montamos a barraca e colocamos lenha na lareira. Dentro do Massenas tem uma área de lareira muito grande e coberta, onde possui uma mesa de madeira excelente para as refeições.

 

20120703102024.JPG

 

Levei um peso danado nas costas, mas normal, pois fui equipado com todo o material de um trilheiro, mas alguns reforços, queijo, salsichão e vinho. Consegui também rações operacionais do quartel com vários cardápios. Tinha feijoada, macarrão com salsichas, carne moída com batatas... E pra que já experimentou essas rações anteriormente, sabe que elas não eram lá grande coisas, mas agora ela já é pronta. Não precisa hidratar. É só esquentar dentro do próprio saco. Abrir e comer.

 

Queijos e vinho. rsrsrsrsrs

 

20120703102202.JPG

 

Minha filha comendo feijoada e eu esquentando meu macarrão com salsichas.

 

20120703102508.JPG

 

Uns montaram as barracas fora do abrigo e outros dentro do abrigo.

 

Na madrugada fez muito frio. Um amigo com termômetro disse que chegou -4 graus e realmente, pois todo o orvalho foi congelado.

Olhe está barraca.

 

20120703103624.JPG

 

Subimos na antiga estação meteriológica para assistir ao nascer do sol.

 

20120703105300.JPG

 

20120703105411.JPG

 

Mais gelo.....

 

20120703105659.JPG

 

20120703105911.JPG

 

20120703110048.JPG

 

20120703110249.JPG

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bacana o relato Demétrius e é muito legal também vermos a paixão pelo montanhismo sendo passado de pai para filhos, parabéns!

 

Então encanaram a água da moita lá no Massena? Tá chique agora! Rsrsrs... Antes tínhamos que pegar direto no Olho D’água atrás dela.

Abraço. ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, muito legal o seu relato!

 

Começo a organizar um rolezinho e pretendo fazer esta travessia também, estou começando a organizar agora... você poderia me orientar a como proceder para conseguir autorização, tanto de fazer a travessia, quanto para as pernoites?

 

 

Obrigado!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Amigo, muito legal o seu relato!

 

Começo a organizar um rolezinho e pretendo fazer esta travessia também, estou começando a organizar agora... você poderia me orientar a como proceder para conseguir autorização, tanto de fazer a travessia, quanto para as pernoites?

 

Obrigado!!!

 

Fala meu amigo, os caminhos são estes....

 

Neste site você encontra o formulário para autorização da Travessia. Quem realiza a travessia em dois dias já está incluso a autorização para pernoite nas imediações do antigo abrigo massenas.

https://sites.google.com/a/abrigoreboucas.com.br/travessias-pni/

 

Neste site você encontra o formulário para autorização do pernoite na área de camping (abrigo rebouças) ou pernoite no abrigo rebouças.

https://sites.google.com/a/abrigoreboucas.com.br/reserva/

 

Neste site você encontra outras informações úteis e o mapa da travessia.

http://www4.icmbio.gov.br/parna_itatiaia/index.php?id_menu=177

 

Neste site você encontra mais informações e mais mapas.

http://www.clubedosaventureiros.com/guia-de-trilhas/71-parque-nacional-do-itatiaia-rj-mg/660-parque-nacional-do-itatiaia

 

Espero que eu tenha ajudado.

 

Forte abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×