Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Membros

Opa! Já comprei o pacote para acompanhar todos os capítulos ::otemo::

E, se for possível, também quero me cadastrar para a próxima aventura... viajar com você deve ser muito divertido 😅

OBS: Sou especialista em furar pneus de caminhoneiro ousado 🤫 ::lol4::

  • Gostei! 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 22
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Lamento que isso tenha ocorrido com sua família, mas acho que acreditar ou não em igreja, não vem muito ao caso no nosso assunto, meu caro. Confesso que era mais ingênua nessa época da viagem (tinha 1

Em 2019, realizei a maior viagem da minha vida e agora, finalmente decidi compartilhar um pouco dela aqui  espero que gostem! Capítulo 1: Preparação e França Em setembro de 2018, decidi larg

Capítulo 4: Hospitalidade sérvia e primeira carona da minha vida! Quando enviei meu pedido para passar duas noites na casa da Lena, só havia uma única frase em seu perfil: "Eu não estou aqui conv

Posted Images

  • Membros

Capítulo 7: Uma semana maravilhosa em Viena!

A minha host não estava no Airbnb quando cheguei, então fiquei esperando-a na frente de uma cafeteria. Parecia que tudo que eu tinha vivido naquele dia, tinha sido há eras. Estava agora na Áustria, e estava com um bom pressentimento sobre a minha estadia lá.

Quando Luyi chegou, subimos para o Airbnb e deixei minhas coisas. Ela me mostrou o apartamento, e que lugar maravilhoso que era! Fiquei muito feliz quando recebi sua oferta no Couchsurfing. Ela estava na Europa a passeio, e tinha vindo sozinha da Austrália: disse-me que achava um desperdício ficar naquele Airbnb lindo e espaçoso sozinha, então perguntou se eu gostaria de dormir lá. Aceitei prontamente, mesmo que ela tivesse apenas duas referências no Couchsurfing. Por ser uma mulher e por ter sentido apenas sinceridade na mensagem, sabia que seria tranquilo.

Depois de deixar a minha mochila, saímos ao encontro de uma austríaca que a Luyi tinha conhecido também pelo couchsurfing. Jantamos pizza enquanto a esperávamos. Pouco tempo depois, chega a Sonja acompanhada de um amigo, o Sebastian. Que pessoinhas mais animadas que eles eram ❤️ demos muita risada juntos, e andamos um pouco pela noite de Viena. Acabamos em um bar, onde fiquei praticamente dormindo na mesa de tão cansada que estava! E o único drink que tomei também ajudou no sono. Voltamos de metrô (que não tem catraca, então é facinho de não pagar) e fomos descansar para o dia seguinte. Mas antes disso, tomei um belo banho quente de banheira, que foi mais do que merecido depois das desventuras e aventuras daquele dia! Foi a recompensa pelos perrengues de Budapeste, aquele banho e a saída com os três.

No dia seguinte, acordei renovada. Fui tomar café da manhã com a Luyi (que bancou todas as minhas refeições quando estava com ela, valeu Luyi!) e fomos explorar a cidade. Fomos a um bairro super fofo, cheio de arte e prédios com design diferenciado. Almoçamos guioza, e todo o pedido foi feito em mandarim, adorei presenciar aquilo.

Depois disso, fomos até o Palácio de Schönbrunn, que é considerado o Palácio de Versalhes de Viena. A visita vale muito a pena, e o passeio pelos jardins é gratuito. Batemos bastante perna!

Viena em si é um lugar que vale muito a pena. É tão linda que você não precisa nem ir a museus, pois a cidade em si, parece um museu a céu aberto!

Diverti-me muito na companhia de Luyi. Lembro-me de termos comparado os animais da Austrália com Pokémons e de rirmos muito de um banco chamado “Die Bank”. Também em um momento no metrô, eu estava bem distraída quando de repente, Luyi me puxa para fora do vagão (não era a nossa parada).

-O que houve??

-Estavam checando tickets!

Não consegui me conter e caí na gargalhada. Senti aquela adrenalina de matar aula na época da escola, sabe? Só que nesse caso, envolveria prejuízo financeiro rs.

Espero reencontrar a Luyi algum dia.

Ok, voltamos para o AirBnB e recebemos um convite da Sonja e do Sebastian para irmos para um pub algumas horas depois. Fui encontra-los e Luyi ficou, dizendo que nos alcançava depois.

Fui até o apartamento onde os dois moravam, e adorei a energia daquele lugar logo de cara! Eram pelo menos oito universitários morando ali, e o lugar tinha uma decoração bastante caótica e única, como se refletisse os espíritos deles e a diversão de morar ali. Levei meu cantil de Rakia, e trocamos goles das bebidas que tínhamos. Depois de um tempo, saímos rumo ao pub, Sonja, Sebastian e eu. Chegamos e pouco tempo depois, a Luyi juntou-se a nós. Quando cansamos da música daquele ambiente, as meninas e eu fomos atrás de um espaço diferente, e achamos um lugar com decoração chinesa que estava tocando música latina! Aquela noite foi perfeita. Depois de sairmos dali e encontrarmos o Sebastian novamente, cantamos a abertura de Bob Esponja em português, espanhol, alemão e inglês haha! Me diverti muito na companhia deles.

No outro dia, Luyi me chamou para ir ao Lentos Museum, que fica em Linz, uma cidade que fica há mais ou menos 1h de trem. Disse que não podia pagar, e ela disse que pagaria, como se aquilo já estivesse implícito no convite. Fiquei feliz, pois estava gostando muito da companhia dela, e ela da minha. Luyi iria embora no dia seguinte.

Fomos ao museu, vimos exposições modernas, pegamos chuva! Foi ótimo.

Tinha gostado muito de Viena, e estava querendo ficar um pouco mais, inclusive para decidir o que faria a seguir. Estava ainda bastante frio para pegar carona, e teria que ficar três meses fora do espaço Schengen, se quisesse voltar no verão. Mandei mensagem para a Sonja, perguntando se poderia passar os próximos dias lá, e ela disse que não teria problema.

Luyi foi embora pela manhã. Nos despedimos, e dissemos que nos encontraríamos novamente. Talvez no Brasil, talvez na Austrália, quem sabe!

Os dias na casa de Sonja e Sebastian foram muito agradáveis, e todos foram bastante gentis. Estava gostando tanto da companhia daquelas pessoas que me estendi um pouco. O plano eram 3 dias em Viena, acabei ficando quase uma semana lá.

Depois de pensar um pouco, decidi ir para o Reino Unido. Poderia ficar por lá até esquentar um pouco mais, e por três meses, tempo suficiente para zerar meus dias no espaço Schengen. A passagem de Viena para Londres custou apenas 20 euros, pela Ryanair! Eu não tinha cartão para comprar a passagem, mas sabia que uma solução apareceria.

No meu último dia na capital austríaca, fui a um hangouts com uns couchsurfers. Diverti-me demais. Havia um italiano apaixonado por Istambul, um francês, um brasileiro, um sírio e uma turca. Diverti-me muito na companhia daquelas pessoas, sinto que aprendi bastante também.

Estava comentando com o brasileiro sobre estar tentando comprar uma passagem para Londres, quando ele disse que eu poderia entregar para ele os 20 euros, e ele compraria a passagem no cartão dele. Fui salva e na madrugada seguinte, iria para o aeroporto de Viena.

 

Antes de ir embora, fui em um protesto e também fui na Decathlon resolver o problema da mochila e dos sapatos. Gastei 150 euros nos dois, e agora me restavam 200 euros para os seis meses seguintes.

De meia-noite, me despedi do pessoal e fui rumo ao metrô; meu vôo seria às 5h. Estava morrendo de medo de me perder (e de ser pega, pois não estava pagando o metrô) quando uma moça que estava caminhando perto de mim, começou a falar comigo em português! Ela me tranquilizou e fomos juntas para o aeroporto; disse-me que poderia procura-la caso necessário, pois trabalhava ali.

Nessas horas que me dou conta da quantidade de pessoas que me ajudaram. Essa é a prova de que tem mais gente bem-intencionada do que mal-intencionada no mundo. Lembre-se, caro leitor, de sempre confiar bastante no teu sexto sentindo: desconfiar de todos não vai te ajudar, o que vai te ajudar é trabalhar tua intuição: assim, tu sentirás facilmente em quem não confiar, pois a energia da pessoa vai gritar exatamente a intenção dela (como foi no caso do caminhoneiro romeno; não senti uma energia perigosa, só de babaca: dito e feito.)

Por volta das 7h30, cheguei a Londres. Mal sabia eu quanta coisa iria viver no Reino Unido...

 

Sebastian e Sonja, a divertida dupla dinâmica!

image.thumb.png.a342ef0a379e73277f16f8dcb3821b47.png

 

A maravilhosa Luyi!

image.png.c0bdad09b5d6d3a9736ebc9acd4f397a.png

 

Foto tirada no LENTOS MUSEUM.

image.png.96d86f7ffc99de821eef27311a39f140.png

 

 

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Em 20/04/2021 em 21:37, Taciano Bahia disse:

Opa! Já comprei o pacote para acompanhar todos os capítulos ::otemo::

E, se for possível, também quero me cadastrar para a próxima aventura... viajar com você deve ser muito divertido 😅

OBS: Sou especialista em furar pneus de caminhoneiro ousado 🤫 ::lol4::

Obrigada por ler!! ❤️ E hahaha, se organizar direitinho, todo mundo viaja XD 

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Fora da Zona de Conforto
      Quando você está viajando pela Inglaterra, há diversas vilas bonitas ao longo do caminho que são facilmente perdidas se você estiver viajando de trem. Recomendo alugar um carro e viajar para pelo menos 4 ou 5 lugares em 2 dias. Eles não estão tão longe um do outro e você vai gastar uma fortuna em passagens de trem se for fazer tantas paradas.
      Você deve esperar para ver a costa sul da Inglaterra com estradas sinuosas e claras, lá se costuma ver ovelhas e vacas, um amplo espaço aberto de vales verdes e áreas com bosques e florestas. Imagine-se voltando ao século 14 para caçar veados e morando em uma pequena casa camponesa de madeira, a floresta ainda seria a mesma.
      Dicas sobre a Costa Sul da Inglaterra:
      Se você estiver saindo de Londres, uma passagem de trem para um adulto solteiro para uma área na Costa Sul sozinha pode custar cerca de £ 28 – £ 37 libras para uma hora de viagem no dia, então certifique-se de comprar suas passagens com antecedência e economize (passagens compradas com antecedência costumam ser mais baratas).
      Outra dica, certifique-se de não passar mais de 1 hora em cada área!
      Sem mais delongas, aqui estão 7 áreas da costa sul que você deve visitar quando for a Inglaterra:
      Rye Camber Sands Hastings Pevensey  Eastbourne East Dean Brighton  
      Continue lendo em: 7 Vilas Imperdíveis na Costa Sul da Inglaterra – Reino Unido
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Com o nome literalmente sendo Montenegro, esse local não decepciona com penhascos dramáticos e escarpados com vista para a deslumbrante costa do Adriático. No entanto, esta minúscula nação balcânica tem muito mais a oferecer do que apenas paisagens montanhosas impressionantes.
      De desfiladeiros de tirar o fôlego, os maiores e mais belos lagos da região, encantadoras praias de areia e calçada, pitorescas cidades históricas e alguns dos destinos mais luxuosos do Mediterrâneo para se viver, Montenegro está repleto de joias escondidas e lugares lindos que todo viajante ávido deve visitar .
      Se você decidiu explorar o Adriático, aqui estão alguns dos lugares mais bonitos de Montenegro que você simplesmente não deve perder.
       
      Continue lendo em: 5 Lugares mais Bonitos de Montenegro na Incrível Costa Adriática
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Ficar trancado em casa é a última coisa que desejamos depois de já termos passado por meses de isolamento social. 
      Mas se eu disser que você não precisa se trancar em casa, ao invés disso, você pode ir a lugares que são mais seguros do que a sua cidade. Parece inacreditável, certo? 
      A maioria das pessoas está cansada de ficar entre quatro paredes e ansiosa para explorar o melhor do que o mundo tem a oferecer.
      Pensando nisso elaboramos esse artigo, iremos discutir alguns lugares na Europa que podem ser visitados em 2021, durante essa pandemia, de forma relativamente segura. 
       
      Continue lendo em: 5 Lugares da Europa mais Seguros para Visitar em Tempos de Pandemia
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Se você está planejando a sua primeira visita a Utrecht, saiba que você terá um passeio encantador no centro da Holanda medieval. A cidade desempenhou um papel importante na história do país, e muito disso ainda pode ser visto hoje nos incríveis marcos de Utrecht já que esse local costumava ser o principal centro político, econômico e cultural da Holanda.
      Como o turismo é uma das principais indústrias aqui, as melhores coisas para fazer em Utrecht envolvem muitas caminhadas, passeios turísticos, comer e beber, e apenas apreciar a beleza encantadora desta cidade pitoresca, especialmente na Cidade Velha, onde você pode encontrar uma série de edifícios históricos.
      Há muitas coisas para fazer e desfrutar aqui, mas se você está limitado a fazer apenas algumas, aqui estão as que eu mais recomendo.
       
      Continue lendo em: 6 Melhores Coisas para Fazer em Utrecht, uma das Principais Cidades Holandesas
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Não há lugar melhor para cultura, história, beleza e uma atmosfera vibrante do que Amsterdã! Como a capital da Holanda, Amsterdã é a cidade mais popular do país e até mesmo uma das cidades mais populares da Europa. 
      Quase todos os itinerários de viagem europeus incluem uma visita a Amsterdã e saber o que esperar antes da chegada é fundamental.
      Amsterdã é uma cidade conhecida por muitas coisas diferentes. Ela ganhou a reputação de uma das cidades mais sombrias da Europa devido à legalização da maconha e da prostituição. No entanto, este aspecto de Amsterdã é apenas uma fração do que você experimentará ao visitá-la.
      É claro que há muitas pessoas que nos visitam com a intenção de festejar e participar de algumas dessas atividades, mas também há um clima muito moderno e descolado em Amsterdã que é incrível de se experimentar.
      Uma das coisas que a maioria das pessoas diz depois de visitar Amsterdã é: “Eu poderia realmente morar aqui”. A cidade tem um clima super bem-vindo e ocidental que a torna muito acolhedora e fácil de se sentir confortável.
      Há muito para saber sobre Amsterdã e esta lista das 15 coisas mais importantes que você deve saber ao visitar Amsterdã o colocará por dentro antes de sua viagem.
       
      Continue lendo: 15 Coisas para Saber Antes de Visitar Amsterdã

×
×
  • Criar Novo...