Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Posts Recomendados

Oiii gente. Tudo bem?

Gostaria da opinião de vocês. Em maio de 2020 pretendo passar uns 20/25 dias mochilando sozinha pelos seguintes países: Itália(Não irei ficar muito, passarei por lá para pegar ônibus de Roma para Eslovênia), Eslovênia, Hungria, Eslováquia, Polônia e Alemanha). Vocês acham que R$10 mil dá para tudo? Pretendo ficar em hostel barato e fazer as minhas refeições nos hostels. Irei de um país para o outro de ônibus, vi que os preços desse roteiros são em conta. 

 

O que vocês acham?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se Real não derreter até 2020, e se você não esbanjar nos gastos, também acho que dá.

  • kkkkkkk 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dá sim... Eslovênia, Hungria, Eslováquia e Polônia são países mais baratos que a média da Europa... Alemanha pode ser de custo médio (na região de Berlim) ou custo alto (na região da Bavária, em Frankfurt)...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se você for bem controlada, imagino que dê.

No final do ano vou em meu primeiro mochilão de 23 dias e meu orçamento é até 10 mil também.

De acordo com meus cálculos, minha viagem (Escócia/Inglaterra/Bélgica/Luxemburgo/França/Holanda) está em R$ 8.200, mas ainda falta incluir as roupas de inverno, uns 3 passeios e uma reserva de emergência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo vai depender do seu estilo de viagem...

Coloque na planilha os custos "fixos" como os de Voo, seguro viagem, translado entre cidades e estadia. Isso vai "comer" uma boa parte da sua grana.

O que sobrar, vai definir como você vai poder passar em relação a comida e passeios.

Considere uma sobra devido a variação cambial.... talvez não dê 25 dias, mas 20 eu acredito que dê sim...  só vai depender de vc. Utilize muito a questão do custo benefício. As vezes , uma hospedagem um pouco mais cara te faz economizar devido a locomoção... 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

10 mil incluindo a passagem? Se for vai morrer uns 2k na passagem comprando em promoção,  mais 300 em seguro viagem, e mais uns 600 em passagens internas voando Low-Cost. Ai você tem 7k, o que dá uns 1600 Euros. Uma boa estimativa:

Mochileiro Roots>>> Hospedagem em couchsurfing ou barracas, comida de mercado todo dia, sem passeios pagos >>> até 30 Euros por dia rola.

Pra Mochileiro Econômico >>> Hospedagem em bons hostels, comida uma variante entre mercado, cozinhar, comida de rua e fast-food, alguns passeios turistões pagos, uma ou outra balada gastando pouco>>. 50/60 Euros por dia

Mochileiro esbanjador >>. variando entre hostels e hotéis, balada quase todo dia, encher a cara, passeios, comer bem todo dia, etc.. >>> 100 Euros por dia ou mais.

Valores por pessoa. Esse cálculo vale pra Europa ocidental (cara). Leste europeu pode estimar 30% a menos.

Acho que dá no modo econômico pra uma viagem de 25 dias em uns 4 ou 5 destinos relativamente pertos. Ai tudo depende de você. No modo roots tu sobrevive mais de um mês, no modo esbanjador mal dura uma semana. Então no seu caso vai rolar e tranquilo, podendo até esbanjar alguns dias.

Estranhamente no país mais caro (Reino Unido) foi o que gastei menos, acho que estava o tempo todo pilhado com gastos, em Dublin dormi na casa de colega e nos pubs tomava no máximo 3 pints de Guiness hehehhe. Fiz muita coisa, fui no London Eye, museu Britanico, fiz quase tudo a pé, pois pegava hostels bem localizados mesmo tendo que gastar um pouco mais. Todo os hostels paguei no dinheiro reservando pelo booking, o mais caro foi o de Paris, uns 25 Euros a diária, mas era bom.

Alimentação: Basicamente mercado quase todo dia, comprando comida pronta e montandoSanduiches com queijo, salame, tomate, presunto Parma (barato na Europa), comprei algumas frutas e iogurtes, senti que me alimentei bem em Paris e Londres, o mesmo não posso dizer de Budapeste e Praga. De vez em quando fast-foods, como Mcdonalds, Subway, KFC, alguns doners de rua em Berlim e Paris. Em Dublin cozinhei na casa de colega. EM praga e Budapeste me dei ao luxo de restaurantes baratos, mas comida bem esquisita, não me agradou.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com certeza dá!

Acabei de passar 28 dias entre Lisboa, Coimbra, Porto, Salamanca, Avila, Madri, Toledo, Segovia, Paris e Barcelona, e no último dia ainda consegui uma parada perfeita de 14 horas em Roma. O dinheiro deu e sobrou para comprar alguns perfumes em Paris, algumas roupas e uma mochila nova em Barcelona.

Conseguia almoçar todo dia em Restaurante, gastava em média 15 euros por dia nesta refeição e mais uns 8 euros em mercado para um lanche a noite e ainda coisas para café do outro dia que apesar de ter na maioria dos hostels eu saia sempre muito cedo para fazer fotos com a luz do amanhecer.

Minha previsão era usar 70 euros / dia, mas contando com uma ou duas atrações pagas encostava em 50 euros e raramente passava. 

Se aproveitar as baixas do euro, vai sobrar dinheiro.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredito que de sim! 

Quando mochilei na Europa em 2013, gastei um total em torno de R$ 13 mil. 

Incluindo tudo, passagens (Brasil + passagens locais), alimentação, hospedagem, etc.

Foram em torno de 7 países, dentre eles Alemanha, França, Bélgica, Inglaterra, etc.

Como pretende ficar em hostel e comer por lá mesmo, acho que isso que te consumiria mais dinheiro.

Obs: Pretendo fazer esse roteiro futuramente! Se possível faça um relato quando voltar! 

Boa viagem! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião, com o Euro a 4,30 (turismo 4,50), só dá se você contabilizar os 10.000 reais sem a passagem aérea.

Com muita sorte você acha um voo de ida e volta a R$3.000,00 (abaixo disso somente com datas extremamente flexíveis, pra quem trabalha e tem datas exatas é quase impossível). Mas o padrão mesmo é uns R$3.500,00.

Aí sobram R$7.000, ou 1.555 euros. Isso dá um total de 62 euros/dia, que na minha opinião é muito pouco. Se fosse somente gastos do dia a dia seria razoável, mas aí tem compra de passagem entre cidades, seguro viagem, trecho interno no Brasil caso não haja voo direto da sua cidade pra Europa, etc.

Ou seja, ficaria extremamente apertado, e na minha opinião dificilmente daria. Agora, se os R$10.000 são à parte do voo Brasil - Europa, aí dá tranquilo, até menos eu acho (uns 8 a 9 mil já seriam suficientes).

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Lucas Mendes Alves Andrade
      Boa tarde!
       
      Gostaria muito de fazer uma viagem à Europa, com passagens de entrada e saída em um mesmo país, no caso, Portugal, e estender a mesma a países como Espanha, França, Mônaco, Itália, Inglaterra, Holanda, Bélgica, Alemanha. Alguém, que já possa ter realizado esse roteiro, pode me dar sugestões sobre duração, hospedagem, enfim...
       
      Desde já, obrigado!
    • Por _Julia
      24/01/2019 (dia 00) Rio de Janeiro - São Paulo (Gol)
                                           São Paulo - Roma (Alitalia)
      25/01/2019 (dia 01) Roma
                                           Pegamos o trem Leonardo Express (14 euros) até a Termini 
                                           Check in no hotel
                                           Reconhecimento da região (Termini, supermercado, farmácia e etc)
      26/01/2019 (dia 02) Roma
                                           Coliseu, Fórum, Palatino (14 euros)
                                           Piazza Venezia 
                                           Piazza Navona
                                           Fontana di Trevi
                                           Piazza del Popolo (Santa Maria del Popolo - Capela Chigi)
                                           Panteão. 
      27/01/2019 (dia 03) Vaticano e Roma
                                           Museu do Vaticano 
                                           Castel Sant’Angelo 
                                          Jantar no Panteão 
      28/01/2019 (dia 04) Vaticano e Roma
                                            Basílica de São Pedro 
                                           Passeio pelo Vaticano e suas entranhas 
                                           Região da estação Ottaviano 
                                           Piazza di Spagna 
      30/01/2019 (dia 05) Roma
                                           Trastevere 
                                           Gueto judaico romano
      31/01/2019 (dia 06) Roma (Fiumicino) - Milão (Linate) 
                          Pegamos um ônibus na Termini por 5 euros 
                          Pegamos um ônibus de Linate para a estação central por 5 euros
      01/01/2019 (dia 07) Milão
                         Duomo di Milano 
                         Galeria Vittorio Emanuele 
                         Panzerotti di Luini 
                         Loja de departamentos 
                         Estátua de Leonardo da Vinci + Teatro Scala
                         Almoço na estação central 
                         Castelo Szforzesco        
      02/02/2019 (dia 08)Milão - Veneza Mestre (Italo)
                        Descemos em Veneza Mestre
                        Check in no hotel 
      03/02/2019 (dia 09)Veneza Mestre - Veneza (de ônibus) 
                          Ruas principais e gerais
                          Ponte di Rialto
                          San Marco 
                          Teatro Italia (supermercado)
      04/03/2019 (dia 10) Veneza
                         Gueto judaico 
                          Veneza à noite 
                          Estação Santa Lucia 
      05/03/2019 (dia 11) Libreria Acqua Alta 
                          Enfim SOL 
                          San Marco (Palácio do Dodge por fora, Ponte dos Suspiros e vista da Lagoa)
                          Basílica de San Marco 
                          Riva degli Schiavon
                          La Biennale 
                          Dorsoduro 
                          Accademia 
                         Museo della Musica
                          Santa Croce
      05/03/2019 (dia 11) Lagoa de Veneza (7 euros o ticket diário do Vaporetto)
                          Murano
                          Burano 
                          Torcello 
                          Lido 
                          Anoitecer em Veneza
                          Vaporetto pelo Grande Canal 
      06/03/2019 (dia 12) Veneza
                          Museu Naval
      07/03/2019 (dia 13) Veneza Mestre - Milão (Italo)
                          Estação central de Milão - Linate (ônibus, 6 euros)
      08/03/2019 (dia 14) Linate - Fiumicino (Alitalia)
                          Roma - São Paulo (Alitalia)
      09/03/2019 (dia 15) São Paulo - Rio de Janeiro (Gol)
       
      ((((( em construção )))))
       
       
       
       
       
       
       
       
       
    • Por pehhenrique
      Fala, pessoal! Então, pretendo fazer uma eurotrip pela França, Inglaterra, Alemanha, Áustria, Italia e Países baixos. 
      A viagem é durante umas 2 semanas e meia. Estava olhando um post e vi uma pessoa metendo o pau no Eurail Global Pass, falando que era jogar dinheiro fora, que isso e aquilo, etc.
      Então surgiu minha duvida, qual seria mais vantajoso? O Eurail Global Pass ou ir de Bus?
      Agradeço quem puder ajudar. 😀
    • Por michele.caetano
      Utilizo há anos esse site para pesquisar roteiros de viagens, dicas, custos e, finalmente, venho aqui dar minha contribuição. Trata-se de um relato de uma viagem de um jovem casal apaixonado, em lua de mel, que teve de enfrentar uma cotação de R$ 4,50 a R$ 5,00. Que fase! Com muito planejamento e foco conseguimos fazer uma bela viagem de 23 dias na primavera européia ❤️. 
      Fizemos uma lista virtual de presentes, então boa parte dos passeios que fizemos ganhamos de presente dos nossos queridos amigos e familiares 🥰.
      Roteiro:
      Paris - 5 dias (26/04 - 01/05)
      Praga - 3 dias (01 - 04/05)
      Viena - 2 dias (04 - 06/05)
      Budapeste - 3 dias (06 - 09/05)
      Nápoles - 1 dia (09 - 10/05)
      Sorrento - 2 dias (10 - 12/05)
      Ilha de Capri - 1 dia (12 - 13/05)
      Maiori - 1 dia (13 - 14/05)
      Roma - 5 dias (14 - 19/05)
      Primeira dica: Sempre que pensar no número de dias que quer ficar num lugar acrescente mais 1, porque o dia que você chega e sai da cidade fica bastante comprometido com os deslocamentos. E às vezes algum imprevisto também pode "atrasar" seu roteiro, como um dia inteiro de chuva no dia que tinha planejado várias coisas ao ar livre. Nesse roteiro recomendaria acrescentar pelo menos mais 1 dia em Paris, Praga e Budapeste. E mais 1 em Capri se você estiver com dinheiro sobrando ou pegar um câmbio melhor, rs. 
      Segunda dica: A primavera européia nada tem a ver com a nossa! Pegamos bastante frio, especialmente em Paris e no Leste Europeu. Importante colocar na mala uma blusa e calça térmicas e um casaco mais quentinho. Nesse lugares eu saía normalmente com uma camisa de manga curta, blusa térmica (manga comprida), uma blusa mais grossa de manga comprida, casaco e cachecol. Ah, e calça térmica por baixo da calça jeans.
      Paris
      Hospedagem: Ficamos num apartamento ótimo em Montmartre pelo Airbnb, bem equipado, com uma vista incrível da Torre Eiffel e metrô em frente (estação Pigalle). Apesar de ouvir muita gente dizer que este é um bairro mais perigoso em Paris, tenho que discordar. Havia bastante movimento nessa rua até tarde, bem iluminado, farto comércio e restaurantes na região. Nos sentimos super seguros lá, inclusive à noite. Adorei! Valor da diária c/ taxas: € 114 (casal).
      Link: https://www.airbnb.com.br/rooms/882192?guests=1&adults=1&sl_alternate_dates_exclusion=true&source_impression_id=p3_1559085549_zGi%2BIA2ncnTDvdEE&check_in=&check_out=&children=0&infants=0
       
      Saindo do aeroporto Charles de Gaulle: Pegamos um trem (€ 10,30 p/ pessoa) até a estação Gare du Nord e de lá pegamos o metrô até a estação Pigalle.
      Transporte: Compramos o combo de 10 tickets de metrô por R$ 14,90. Vale a pena porque paga mais barato no valor unitário da passagem. No total compramos 30 tickets para os 5 dias.
       
      Gastos casal - 5 dias:
      Alimentação: €425 - média de €85/dia (contando mercado, restaurante, lanches etc)
      Atrações turísticas: €233 - média de €47/dia
      Transporte: €147 - média de €30/dia
      Paris é uma cidade bem cara. A gente comia no máximo 1 vez por dia em restaurante, almoço ou janta, e ainda assim gastamos bastante com alimentação. Pra economizar, vale a pena ir ao mercado caso tenha cozinha no seu ap. Queijos e vinhos são uma boa pedida. Compramos um ótimo vinho por menos de €5!
       
      Dia 1
      Chegamos antes do horário de check-in. Então, deixamos as malas no apartamento e fomos explorar as principais atrações do bairro:
      Muro Je t'aime, Sacré-Coeur e Place du Tertre
      Muro J t'aime

      Sacre Croeur

      Vista da Sacre Croeur
      Almoço: Na verdade foi um lanche. Comemos baguetes num quiosque que tinha no caminho pra Sacre Croeur: 2 baguetes e 1 coca - €12,30
      Seguimos para o Trocadero pra aproveitar que o dia ainda estava claro e bonito e ver a torre mais de pertinho. Lá comemos nosso primeiro crepe de rua parisiense (eu amo!) - €3,50 cada. Depois de curtirmos um pouco, caminhamos beirando o rio Sena e fomos até a Champs-Élysées e o Arco do Triunfo. Depois dessa bela caminhada voltamos pro ap pra tomar um  banho quentinho e sairmos para o nosso primeiro jantar romântico da viagem.

      Tracadero

      Trocadero

      Champs-Élysées

      Arco do Triunfo
       
      Jantar romântico (um dos presentes de casamento): Restaurante Bouillon pigalle - foi um achado porque jantar em Paris sem gastar uma fortuna é uma missão difícil e o restaurante ficava praticamente do lado do nosso apartamento. 2 entradas, 2 pratos principais, 1 sobremesa e uma jarra de vinho da casa saíram por 50 euros, incluindo uma pequena gorjeta. E não é um menu não, você escolhe seus pratos individualmente. Foi um ótimo custo-benefício! Recomendo a sopa de cebola de entrada e o profiterole de sobremesa. Os pratos principais estavam bons, mas nada que chamasse a atenção. Os parisienses também curtem o local, então é bom chegar cedo porque já começa a ter fila antes das 20h e eles não fazem reserva. 
      E pra finalizar uma foto da sacada do nosso apartamento com uma bela vista da Torre Eiffel. Era incrível acordar e dormir com essa vista!

       
       
       


×
×
  • Criar Novo...