Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

nnaomi

3 dias em Monte Verde - dez/2014

Posts Recomendados

Como eu gosto muito de escrever, o que era para ser um relato acaba virando um "guia". Entretanto como a maioria ou não tem tempo ou não tem paciência para tanto, vou colocar um índice aqui e assim cada um vai direto a parte que lhe interessa ;)

 

Índice

 

A cidade

 

Como chegar

 

Quando ir

 

Onde ir

 

Onde ficar

 

Onde comer

 

Dicas (Contatos úteis, Postos de Informações Turísticas, Links úteis, Receptivos Turísticos e Dicas)

 

Mapas

 

Relato de viagem

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Período: 21 a 23/12/2014

Cidades: Monte Verde

 

Monte Verde (MV), conhecida como Suiça Mineira, é um distrito da cidade de Camanducaia. Situada no alto da Serra da Mantiqueira, devido às altitudes elevadas, apresenta clima mais frio e no inverno é comum alcançar temperaturas negativas com formação de geadas e neblina compondo uma paisagem típica com a presença de araucárias. O relevo montanhoso e o clima frio tornam MV um destino com enfoque em romance, voltado para casais especialmente em lua de mel. Também tem vocação para o ecoturismo. Está inserida na Área de Proteção Ambiental (APA) Fernão Dias.

 

Possui infraestrutura com pousadas e chalés, onde lareira e hidromassagem são comumente encontradas, além de restaurantes com gastronomia diversificada com destaque pra fondues, trutas e comida mineira

 

Obs.: "Outras opções" referem-se às indicações que recebi de colegas, mas que não experimentei por não ter tido tempo ou por ter tomado conhecimento delas tarde demais. ATENÇÃO: não possuo nenhum vínculo com pousada, hotel, restaurante, agência, loja e qualquer outro tipo de estabelecimento divulgado nos meus relatos de viagem. Alguns dos pontos turísticos, bem como alguns estabelecimentos, não foram visitados por mim e as informações foram pesquisadas em guias. Portanto, recomendo que antes de utilizar qualquer serviço, verifique com a secretaria de turismo da cidade, se os dados são atualizados e/ou verossímeis.

 

A cidade

Camanducaia está localizada no sul do estado e tem 528,688 km². Tem 21.080 (dados IBGE 2010) e faz limite com as cidades de Cambuí, Córrego do Bom Jesus, Paraisópolis, Gonçalves, Sapucaí-Mirim, São José dos Campos, Joanópolis, Extrema e Itapeva. Possui clima Tropical de altitude.

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Camanducaia está localizada a cerca de 480 km da capital Belo horizonte. Está mais próxima, a cerca de 160 km, de São Paulo e Campinas.

 

Em MV há um aeroporto, mas não opera voos comerciais. Os aeroportos mais próximos estão em Guarulhos, São Paulo, Campinas e São José dos Campos.

 

O acesso rodoviário é feito pela Rodovia Fernão Dias (BR-381) até a cidade de Camanducaia. Depois são mais 30 km de estrada atualmente asfaltada até o distrito. Há vários outros acessos pelas cidades vizinhas, mas por estradas de terra, por vezes em estado precário.

 

Entre Camanducaia e MV, há uma linha de ônibus regular com cerca de 8 horários por dia, no meio da semana. Aos domingos e feriados há menos horários.

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto mais frio, mais movimentada e cara fica a cidade. Os meses mais frios do ano são alta temporada, com julho atingindo o pico e representando a altíssima temporada. Quanto mais calor, melhores são os preços, exceto nos feriados e férias escolares. O verão é uma época agradável, com temperaturas amenas, mas costuma chover bastante, o que dificulta os passeios ao ar livre.

 

Os principais eventos do local são o Festival de Inverno e o Natal Cultural.

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Pequenos shoppings (na realidade, galerias de lojas) ao longo da Av. Monte Verde oferecem artigos de vestuário, artesanato, guloseimas, etc. Shopping Celeiro, Shopping Inverness, Shopping Boulevard Gressoney, Shopping Oak Plaza

• Geleias Tia Nata, R. Bem-te-vi, 84, 3438-1641, das 10-17h. O local é uma gracinha, vale a visita, mesmo que não tenha a intenção de fazer compras

• Roda D'Água, na Av. da Fazenda. Queda d'água, lago, bosque com vista para as pedras, acesso pela Av. da Fazenda. Indicado como ponto turístico em alguns guias antigos da cidade, mas hoje é uma propriedade particular cercada

• Lago, Av. Monte Verde. Cercado por lojas e restaurantes

• Trilha do Pinheiro Velho: fica entre o centro e o aeroporto, trilha fácil, sinalizada, com 1850 m e 1h de duração, passa por vegetação nativa, árvores centenárias e o pinheiro mais antigo da cidade com mais de 500 anos. Tem 5 entradas - Entrada 1: Av. Monte Verde (em frente à antiga máquina a vapor); Entrada 2: Alameda dos Pinheirais; Entrada 3: R. do Aeroporto; Entrada 4: R. do Aeroporto; Entrada 5: Av. Sol Nascente (próximo ao posto de combustível). Cada entrada conta com uma placa com o mapa da trilha.

• Mirante do Aeroporto, R. do Aeroporto. Andando por essa rua, tem alguns pontos que oferecem bela vista panorâmica da cidade com as montanhas ao fundo. Do outro lado da rua fica a pista de pouso do aeroporto

• Passeios de jipe são oferecidos em vários quiosques/agências na Av. Monte Verde com preços e roteiros bem parecidos

• Trilhas: Chapéu do Bispo, Mirante, Platô e Pico do Selado: acesso pela R. da Mantiqueira

• Trilhas: Pedra Redonda, Pedra Partida e Chapéu do Bispo: acesso pela Av. das Montanhas

• Pedra Redonda (altitude de 1990m), trilha fácil com percurso de 900m e 20min. Vi uma bica pouco antes de se chegar à base da Pedra Redonda (10min). A trilha tem bifurcações, mas é demarcada e sinalizada. A primeira parada é em um mirante com plataforma de madeira. Escadas de madeira facilitam a subida no trecho final. O cume é amplo e relativamente plano com vista de Monte Verde, de São José dos Campos e da Serra da Mantiqueira

 

Outras opções:

• Queda D'Água Gato de Botas, trilha de nível fácil, bosques com cascatinhas e pontes de madeira, acesso pela Av. da Fazenda, próximo à Roda D´Água

• Cascata Siriema, entre (de carro) na Av. da Fazenda, 2.a à esquerda, siga até o final da R. do Paiol

• Queda D'Água da Pedreira, acesso pela Av. da Fazenda

• Subida da Baiana, no final da Av. Monte Verde. Curva íngreme e fechada com visual da região

• Parque do Cadete

• Parque do Estado

• Chopp do Fritz; é um restaurante, porém tem a fábrica de cerveja ao lado, onde é possível agendar uma visita

• Unger´s Pottery House, R. da Represa, 1307, 3438-1470 / (11) 5561-5707, das 10-17h, fecha às quartas. Espaço cultural com exposição de esculturas de cerâmica e outras peças

• Patinação no Gelo, Av. Monte Verde, 1463, 3438-1440. Estava fechado em dezembro, talvez só opere na alta temporada

• PaintBall

• Voos panorâmicos e táxi aéreo, Aeroporto, 9931-1784

• Passeio de Trenzinho, City Tour, Av. Monte Verde, s/n (a 200m do Bradesco), 3438-2713 / 9927-6666

• Fazenda Radical, Estr. Camanducaia-Monte Verde, 3438-2640 / 8817-2645, [email protected], http://fazendaradical.com.br/ A Mega Tirolesa fica no km 5 (5km antes do portal) e o quadriciclo fica no km 4 (4km antes do portal)

• Aluguel de Cavalos, Av. Monte Verde, s/n, próximo ao posto de gasolina, 3438-2211 / 9905-3271

• Passeios a cavalo, Pousada dos Marchadores, R. Virgo, 203, Jardim das Montanhas, 3438-2243 / 2279 / (11) 4063-0794, [email protected]

• Aluguel de Bicicleta, Al. Pinheral, 43, Centro, 3438-2538

• Bóia cross, praticado de dezembro a março no Rio Jaguari, a 15 km de MV

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Basicamente o entretenimento local é curtir a charmosa Av. Monte Verde repleta de lojas com artesanato e quitures mineiros e de restaurantes com gastronomia variada; praticar ecoturismo. Para famílias, ficar em uma boa hospedagem com pensão completa e lazer. Para casal, ficar em um chalé romântico com lareira, hidromassagem, etc

• A Av. Monte Verde é repleta de lojas e restaurantes, com fachadas típicas, tudo muito decorado. Tem várias galerias de lojas. Ao longo da avenida, plantas floridas, muitos enfeites e objetos estão dispostos para turista tirar foto. Também há bancos de madeira, tipo banco de praça

• A Trilha do Pinheiro Velho é fácil e fica bem no centro, entre a Av. Monte Verde e a Rua do Aeroporto. O percurso mais interessante é o que fica entre a Entrada 1 e a Entrada 3, que passa pelo pinheiro velho. Saindo na Rua do Aeroporto aproveite para ter admirar a vista que se descortina da cidade com as montanhas ao fundo, é bacana. O aeroporto fica perto, se quiser visitá-lo. Os outros percursos são basicamente trilhas no meio da mata com poucos atrativos e parte desses percursos está bloqueada por cercas de arame farpado. Parece que estão reivindicando a área como particular e tentando proibir o acesso às trilhas. Por enquanto a trilha que vai até o pinheiro está liberada. Tentei fazer outros percursos e dei de cara com uma cerca nova de arame farpado e tive que retornar

• Alguns guias da cidade se referem ao número 740 como o Mirante do Aeroporto. Entretanto nesse local funciona um restaurante que deve ter uma bela vista, mas a porta fica fechada e tem vários avisos inibindo a entrada. Não me lembro dos dizeres exatos, mas o aviso é que a entrada é apenas de clientes que vão consumir no local. Disseram que só pode entrar quem vai fazer uma refeição completa, que não vale entrar para pedir apenas uma bebida, mas não sei se essa informação procede. Se não for o caso, dá para tirar fotos ao longo da R. do Aeroporto, há vários "mirantes" por ali com vista para MV com as pedras ao fundo

• A ordem do roteiro do passeio de jipe varia conforme o clima/tempo. Roteiro: Pedra Redonda, Paulo das Trutas, Unger's Pottery House, lojinha de guloseimas mineiras na Av. Sol Nascente. Mirante do Aeroporto, Bosque do Gato de Botas. Segundo a propaganda, passaria por cachoeiras também, mas não fomos a nenhuma, talvez porque começou a chover. A Unger's Pottery House estava fechada, sem aviso. Achei a parada para compras dispensável. Reservamos com 20% de sinal e ganhamos um pacote com sabonete artesanal e 2 cupons de desconto

• Disseram que no geral as trilhas são de fácil orientação, mas algumas têm várias bifurcações feitas por cavalos que ficam soltos por lá pisoteando a mata e podem confundir. Parece que o problema é pior na trilha da Pedra Partida

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Chalés Tucano, R. Tucano, 43, Centro, 3438-1258 / 8893-4382, [email protected], http://www.chalestucano.com.br/ Chalés bem simples, mas grandes com quarto, banheiro, sala, cozinha e lareira. Café da manhã é simples, mas tem o necessário e conta com geleias e doces caseiros. Bem localizada, próxima o suficiente para ir a pé ao centro, mas fica em uma rua tranquila. É simples, não tem frescuras e o valor da diária é honesto. Ficamos no Chalé Tucaninho, cuja cozinha contava com pia, fogão com 2 bocas e forno, algumas panelas, louças e talheres. Bom para um lanche rápido, mas para cozinhar mesmo, acho que precisava de um fogão melhor e de um microondas; tinha sala/copa com mesa, 4 cadeiras e geladeira; o quarto tinha cama de casal confortável, muitos cobertores, edredom branquinho e lareira, mas a TV era de tubo antiga e não tinha armário nem cômoda para guardar roupas; banheiro bem simples, chuveiro elétrico e descarga de caixa. Pé direito baixo, pode incomodar se o hóspede for alto. Tem outro chalé em cima, mas estava desocupado, não sei se o barulho do vizinho de cima incomoda. Também não sei se o barulho de trânsito de hóspedes entrando e saindo chega a incomodar se a pousada estiver cheia, pois fica em frente à recepção, logo na entrada. A limpeza do chalé é cobrada à parte, mas não usamos, pois ficamos apenas 2 noites. Parece que é o único chalé que não conta com aquecimento à gás, mas disseram que é quente no inverno, o que faz sentido, pois é bem fresco no verão. Recepção fica aberta apenas no período da manhã, mas é só tocar o sino ou interfonar (ramal 20) que aparece alguém para te atender. Estacionamento com 3 vagas cobertas. TV a cabo e wifi com sinal fraco

 

Outras opções:

• Chalés do Parque, R. do Moinho, 170, 3438-2258 / 9114-3657 / 8705-3315, [email protected], http://www.chalesdoparque.com.br/ Parece simples e simpática, opções de chalés com ou sem cozinha e hidromassagem, mas fica um pouco longe do centro para sair a pé, principalmente à noite. Não que seja tão longe, mas parece que as ruas mais afastadas são um pouco escuras

• P. Oliveri, Av. da fazenda, 285, 3438-1568, [email protected], [email protected], http://www.pousadaoliveri.com.br/ Parece simples, mas agradável e charmosa, opções de chalés com ou sem cozinha e hidromassagem, dá para ir a pé ao centro

• H. Porthal das Videiras, Av. Sol Nascente, 1284, 3438-1520 / 1322 / (11) 4063-2583 / (19) 4062-9510, [email protected], http://www.hotelportaldasvideiras.com.br/ Opções de bangalôs e casa equipada. Parece ter uma área de lazer razoável. Talvez seja bom para levar as crianças e/ou os vovós. Acho que não dá para ir a pé ao centro, pois fica do outro lado do aeroporto

• H. Cabeça de Boi, R. da Mantiqueira, 1237, 3438-1311 / 8461-2500 (Claro) / 9993-1311 (Vivo) / 9249-5400 (Tim) / 8707-1311 (Oi) (seg-sex das 9-18h, sáb das 9-12), [email protected], http://www.hcboi.com.br Opções de aptos com lareira ou aquecedor. Parece ter uma área de lazer grande, com opções de entretenimento e monitores. Por isso, parece indicado às crianças e/ou aos vovós, ainda mais que opera sob o esquema de pensão completa na alta temporada. Fica um pouco afastado do centro

• Essências de Minas Chalés, Av. Monte Verde, 381, 3438-1826 / 9153-0135 / 9126-5833, [email protected], http://essenciasdeminas.com.br/ Chalés em plena avenida principal

• P. Banyvas, Av. Monte Verde, 867, 3438-1754 (sex-dom) / 9939-1353 / (11) 2277-3130, [email protected], http://www.chalesbanyvas.com/ Opções de aptos e chalés em plena avenida principal

• P. Marjoan, Av. Monte Verde, 1057, 3438-1200 / 8855-0728, http://www.pousadamarjoan.com.br/ Suítes em plena avenida principal

• Pousada Labrador, R. da Mantiqueira, 198 - (35) 3438-1675 [email protected], http://www.monteverde.art.br/labrador/ Bem localizada, dá para ir a pé ao centro

• Pousada Regina, Av. das Montanhas, 1055, 3438-1380 / 8705-9040, [email protected], http://pousadaregina.com.br/ Chalés simpáticos. Fica um pouco afastado do centro

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Tem opções para todos os gostos e bolsos, mas no geral as diárias são elevadas. É um destino de charme para casais, principalmente em lua de mel. Há várias opções bem sofisticadas e românticas. Com o clima frio, as pousadas geralmente contam com lareira e hidromassagem. Várias hospedagens ficam afastadas da cidade, no meio das montanhas, oferecendo vista panorâmica da região. Algumas não aceitam crianças

• Há algumas pousadas na Av. Monte Verde e não sei se o barulho da rua incomoda na alta temporada. Nas ruas perpendiculares, há algumas opções certamente mais tranquilas e ainda bem localizadas, possibilitando sair à noite a pé. A maioria das pousadas fica afastada, sendo necessário carro para ir ao centrinho. Disseram que, na alta temporada, as poucas vagas nas ruas são concorridíssimas e os estacionamentos caros

• A Av. Sol Nascente tem várias pousadas, alguns restaurantes e lojas, mas parece uma rua normal, não tem o charme da Av. Monte Verde

• Tem opções mais em conta, principalmente aluguel de casas no bairro mais ao fundo, onde a população mora

• Se for na época do frio, convém checar se há ducha com aquecimento central de água, calefação e/ou lareira nos quartos. Algumas pousadas oferecem apenas um feixe de lenha por dia, cobrando uma tarifa por feixe adicional

• Parece-me que normalmente a internet não está inclusa na diária, sendo cobrada à parte

• Geralmente, o café da manhã começa a ser servido tarde, por volta das 9h

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Ribas, Av. Monte Verde 810, 3438-1987. Bufê por kg e à la carte variado com comida mineira, trutas, massas, filés, sopas, fondues, etc. O ambiente é simples, mas é agradável. Fica bem no centrinho da cidade, no piso superior. As mesas perto da janela permitem assistir de camarote a movimentação da principal avenida da cidade e são concorridas. Estava bem cheio na hora do almoço. Tem opção de bufê por kg que é bem simples, com poucas opções de saladas e pratos quentes, mas a comida é boa. Também tem pratos à la carte. Pedimos um prato de truta individual, muito bem servida, daria até para duas pessoas. Veio uma travessa com 2 filés de truta, brocólis e batata sautee + travessa de arroz. Espiamos o prato de comida mineira da mesa vizinha e vimos que era muito bem servida também. Os valores variam conforme o prato pedido e estão na média dos restaurantes da cidade. Bom atendimento. Aceita apenas cartão de débito. Cobra 10%, inclusive no bufê self service

• A Galinha da Roça, Av. da Fazenda, 37, 3438-1509. Cardápio à la carte variado com comida mineira, frango caipira, trutas, filés, sopas, foundues, etc. O ambiente é simples, mas agradável. Pedimos tutu à mineira com bisteca suína, torresmo, linguiça, ovo, couve, banana à milanesa e arroz. Bem saboroso e bem servido. Os valores variam conforme o prato pedido e estão na média dos restaurantes da cidade

• Mont Vert - A Casa do Fondue, R. Rolinha, 71, 3438-2083, [email protected], [email protected] Apesar do nome, tem cardápio à la carte variado com, além do fondue, comida mineira, picanha, filés, trutas, etc. O fondue pode ser frito ou na pedra e tem várias opções, inclusive de queijo suiço. O ambiente é agradável, com vela e música ao vivo (cobra couvert artístico). A maioria das pessoas estava pedindo fondue, mas como já tínhamos comido rodízio de fondue na noite anterior, resolvemos pedir uma truta com batata, brocólis, couve-flor, cenoura, creme de milho e arroz. O prato veio bem preparado, com a truta sequinha. Pedimos uma banana flambada que veio bem servida com 3 bolas de sorvete. Os valores variam conforme o prato pedido e estão na média dos restaurantes da cidade

• Villa Amarela, Av. da Fazenda 10, 3438-2460 / 8832-9598. Cardápio à la carte variado com porções, refeições caseiras, comida mineira, trutas, fondues, etc. O ambiente é agradável. Pedimos rodízio de fondue na chapa. Seguindo o padrão, primeiro o fondue de queijo com pão e batata. Depois o fondue de carne (carne vermelha, frango e truta) com vários molhos. E por último o fondue de chocolate com abacaxi, kiwi, morango e banana. Pode repetir se quiser, mas é pouco provável que consiga, pois vem bastante. Os valores variam conforme o prato pedido e estão na média dos restaurantes da cidade

 

Outras opções:

• Portale di Napoli, Av. Monte Verde, 215, 3438-1956. Apesar do nome, disseram que, além da comida italiana, também seve uma boa comida mineira, alemã e fondue. Porém não conseguimos experimentar, pois estivemos na cidade em dezembro e só abria de quinta a domingo

• Casa da Pizza, R. Pau Brasil, 218

• Sabor Mineiro, Av. Sol Nascente, 1945, Jardim Aeroporto. Comida mineira

• Sabor da Montanha, Av. Monte Verde 1.139, 3438-1469

• Capricho, R. das Chácaras, 6, 3438-1341. Comida caseira

• O Caipira, Av. Sol Nascente, 1370, 3438-1561

• Minas Zen, Av. Monte Verde, 858, 9972-1334. Japonesa

• Chopp do Fritz, R. Rolinha, 40, 3438-2414. Tem uma unidade desse restaurante na cidade onde moro e o cardápio é igual, por isso não experimentamos. A fábrica de cerveja fica ao lado e é possível agendar uma visita

• Paulo das Trutas, R. da Floresta, 810, 3438-1214, [email protected] Acesso por estrada de terra. O local é bem bonito, afastado da cidade, se for no final de ano, irá entrar por um corredor de hortênsias floridas. O local normalmente está incluído nos roteiros dos passeios de 4x4. É um restaurante, mas o diferencial está nos tanques de criação de trutas. Se estiver de passagem, apenas visitando o local, sem consumir, um aviso diz que será cobrado taxa para utilização dos sanitários. O local é bem turístico e os pratos de trutas são individuais com preços um pouco acima dos encontrados da cidade

• Chocolateria Monte Verde, Av. Monte Verde, 772, Galeria Primavera, 3438-2844

• Starbar é bem simples, oferece alguns sucos medicinais diferentes, hospedagem e guia para as trilhas

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Tem opções para todos os gostos e bolsos e a maioria dos restaurante tem cardápio bem eclético, dá para encontrar um pouco de tudo em um único local, mas o enfoque está na comida mineira, truta e fondue

• Fondue pode ser encontrado na versão frito ou na chapa, em qualquer época do ano, em quase todo restaurante da cidade. Há opções variadas com tipos diferentes de queijo e pão, vários tipos de carnes (normalmente além da carne vermelha, vem frango e truta), chocolate branco, etc

• Alguns (poucos) restaurantes fecham no meio da semana na baixa temporada, mas mesmo assim sobram muitas opções

 

Relatos 2014:

21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...